Anda di halaman 1dari 1

A sade pblica no Brasil est passando por um momento difcil.

Com o passar dos anos, a populao continua aumentando, piorando ainda mais o quadro. Os recursos, escassos, depois de aprovados, passam cuidadosamente por peneiras, cujos os proprietrios so nada mais nada menos que polticos, funcionrios e empresas corruptas. Quando, finalmente, chega o momento da aplicao do dinheiro, necessrio ter cautela para escolher entre, por exemplo, a compra de remdios ou reparo de equipamentos mdicos. Aps horas de espera, o paciente feliz por haver chegado sua vez, porm irritado pelo descaso, dores, cansao e medo de morrer na fila, solicita urgncia para ser atendido. O funcionrio, por sua vez, aborrecido com a situao precria de seu trabalho, distorce-se como pode para manusear pilhas de papis e equipamentos arcaicos. O mdico, mal remunerado, coleciona horas ininterruptas de plantes para cobrir suas despesas. Precisamos de melhor gesto no que se refere aos investimentos, necessitamos de equipamentos modernos para diagnsticos e tratamentos, de reformas nos hospitais, incentivar e dar suporte a preveno de doenas, que alm de oferecer uma melhor qualidade de vida para o paciente, custar menos que o tratamento de uma futura doena crnica. Ambulncias precrias necessitam de manuteno e, at mesmo, em aumento de seu nmero, para melhor atender a populao. So tantas necessidades, para to pouco dinheiro