Anda di halaman 1dari 1

Consrcio indenizar consumidora por cobrar cheque antecipadamente: (Consumidor - 20.10.

2003) A 2 Cmara Cvel do Tribunal de Alada de Minas Gerais condenou a Fiat Administradora de Consrcios Ltda. a indenizar Elizete Barino Cortes, por danos morais e materiais, pelos prejuzos decorrentes do depsito antecipado de um cheque ps-datado da consumidora. Em 06 de fevereiro de 1997, Elizete firmou, em Juiz de Fora, um contrato de adeso com a Fiat Administradora de Consrcios, para adquirir um Fiat Palio. Naquela data, Elizete preencheu um cheque de R$238,50, como primeira contribuio, que, conforme combinado, seria depositado no dia 06 de maro daquele ano. A administradora, entretanto, depositou o cheque por duas vezes (em 13 e 17 de fevereiro) antes, portanto, do prazo combinado, sem qualquer comunicao com a consumidora. Elizete s tomou conhecimento do fato em 24 de fevereiro, quando, ao veri ficar seu extrato bancrio, teve a informao de que sua conta seria encerrada pelo Banco Central por emisso de cheque sem fundo. O juiz Alberto Aluzio Pacheco de Andrade referiu, em seu voto, que "tra ta-se o cheque ps-datado de promessa de pagamento a posterior. A sua apresentao antes da data pactuada representa descumprimento s condi es estabelecidas pelas partes". Destacou ainda que "os transtornos ex perimentados pelo devedor em decorrncia da apresentao prematura para pagamento do cheque emitido suficiente para configurao do dano moral". Com a deciso, a Fiat Administradora de Consrcios dever pagar a Eli zete uma indenizao, por danos morais, correspondente a cinco vezes o valor do cheque (R$1.192,50), valor devidamente corrigido a partir de 14 de fevereiro de 1997. A consumidora receber tambm da administradora a quantia de R$58,66, valor das taxas bancrias que teve de pagar para regularizao de sua conta. (Proc. n n 393453-6). Espao Vital, 16 de outubro de 2003.