Anda di halaman 1dari 32

Equipe:

• Anderson
• Carlos
• Daniele
• Francine
• Jeferson TLO - 35
O primeiro navio foi a Arca de Noé, que
segundo os estudiosos de transportes,
descrevem uma embarcação projetada para
ser extremamente estável, mesmo havendo
mau tempo.
Tratava-se sem a menor dúvida de um
navio Ro-Ro com 3 conveses, de rampa lateral
e com ventilação natural.
Os vários tipos de navios são
caracterizados pelo transporte de
diferentes tipos de cargas.
São chamados navios breakbulk e podem
transportar os mais diversos tipos de carga,
embaladas ou não, podendo ser paletizadas,
de carga seca e cargas frigoríficas.
Possuem porões e pisos (decks), são
semelhantes aos edifícios, ou seja, possuem
vários andares e salas lado a lado.
Estão se tornando obsoletos por estarem
sendo substituídos pelos porta-container, roll-
on roll-off.
Atualmente utilizado para tráfegos entre
Porão do Navio de Carga Geral
São os navios que tem a finalidade
única de transportar pessoas e suas
bagagens.
Pode ser para viagens normais como
para cruzeiros turísticos.
Possuem uma estrutura voltada ao
lazer, como restaurantes de luxo, cassinos,
bares, cinema, boate, lojas, piscina, salão
de jogos e ginástica, etc.
São navios que transportam
exclusivamente mercadorias unitizadas em
containers. Os espaços destinados para os ctns
são chamados de baias.
São construídos para a colocação de ctns
de 20’ e 40’, onde as baias são numeradas.
Alguns desses navios apresentam
guindastes especiais.
A partir de 2000 alguns terminais
portuários brasileiros começaram a receber
porta-container de 4ª geração capacidade para
São os navios para transporte de
petróleo bruto e produtos refinados (álcool,
gasolina, diesel, querosene, etc.).
Se caracterizam por sua
superestrutura a ré e longo convés
principal quase sempre tendo à meia nau
uma ponte que vai desde a superestrutura
até a proa. Essa ponte é uma precaução
para a segurança do pessoal, pois os
navios tanques carregados passam a ter
uma pequena borda livre, fazendo com que
no mar seu convés seja "lavado" com
São os navios destinados ao transporte de
gases liquefeitos.
Se caracterizam por apresentarem acima
do convés principal tanques típicos de formato
arredondado.
Existem quatro tipos básicos de tanques para o
transporte de gás liquefeito:
 Tanques integrais
 Tanques de membrana
 Tanques de semi-membrana
 Tanques independentes
São os navios em que a carga entra e
sai dos porões, geralmente sobre rodas
(automóveis, ônibus, caminhões) ou sobre
veículos (carretas, trailers, estrados
volantes, etc.), não se utilizam guindastes.
É dividido em vários decks, não tem
porões, todos se caracterizando pela
grande altura do costado e pela rampa na
parte de ré da embarcação.
Apresenta semelhança ao
estacionamento de um shopping center.
Existem vários tipos de RoRos, como
Dividisse em:
 Ferries;
 Car Carriers;
 Trailer Carriers;
 Warehouse Carriers;
São chamados Graneleiros ou bulk
vessels; os navios destinados ao transporte de
grandes quantidades de carga a granel.
Transportam sólidos, líquidos, gases;
carga a granel, ou seja, milho, trigo, soja,
minério de ferro, etc.
Características:
• Baixo custo operacional
• Longo convés principal onde o
único destaque são os porões
• Velocidade reduzida
• Porões tem formas abauladas e
• General Purpose – flexibilidade nas
operações

• Handy Size – Mineraleiros econômicos

• Panamax – Maximização da capacidade de


transporte

• Cape Size – Maximização do lote a ser


transportado
São os navios parecidos com os
gaseiros, transportando cargas químicas
especiais, tais como: enxofre líquido, ácido
fosfórico, soda cáustica, etc.
Características:
• Maior número de tanques
• Operação mais trabalhosa
• Revestimento especial no interior dos
tanques
• Recurso adicional contra explosão
• Duplo fundo e duplo costado
São os navios utilizados para puxar,
empurrar e manobrar todos os tipos de
navios.
Geralmente utilizados para manobras
de grandes navios na zona portuária e
canais de acesso aos portos.
Pode também socorrer navios em alto-
mar, rebocando-os para zonas seguras; e
puxar navios encalhados em bancos de
areia.
Apesar de pequenos, possuem grande
potência de motor.
São os navios de carga combinada, ou seja,
transportam minério e petróleo.

Alguns possuem porões e tanques


separados, outros têm tanques conversíveis
para minério após as respectivas limpezas.
São os navios utilizados pelas Forças
Armadas (Marinha) para o transporte de
aviões, até a zona principal de atuação dos
mesmos.

Servem como uma base móvel de


operação, inclusive com pista de pousos e
decolagens.
  A-11 Minas Gerais A-12 São Paulo

Entrada em funcionamento  1945 1963

Deslocamento padrão  15 890 Ton 27 307 Ton 

Deslocamento máximo  19 890 Ton  32 780 Ton 

Comprimento 211.8 metros  265 metros 

Elevadores dois centrais um central e um lateral 

Catapultas  Uma (13.6 Ton)  Duas (20 e 15 Ton) 

Aeronaves 8 aviões 8 helicópteros  29 aviões e 9 helicópteros

2 turbinas a vapor, 40 000 cv de potência velocidade máx. de  2 turbinas a vapor 126 000 cv de potência. 
Propulsão
24 nós  Velocidade máx.de 32 nós 

Imagem de transição. O São Paulo e o Minas Gerais navegando juntos. 
São vários os tipos, além do Porta-
Aviões. citaremos mais alguns: Fragatas,
Submarinos, Contratorpedeiros, Balizadores,
Faroleiro, Hidroceanográfico, Oceanográficos,
Hidrográficos, Apoio Oceanográfico,
Assistência Hospitalar, Tanque Fluvial,
Tanque, Transporte Fluvial, Socorro
Submarino, Transporte de Tropas, Rebocador
de Alto-Mar, Varredores, Corvetas, Patrulha,
Navios de Desembarque-Doca e Navio de
Desembarque de Carros de Combate.
A Marinha brasileira conta com 29
1) RODRIGUES, Paulo Roberto Ambrosio. Introdução aos
Sistemas de Internacional. 4ª edição, Edições Aduaneiras
Ltda, São Paulo, 2008

2) KEEDI, Samir. Transportes, Unitização e Seguros


Internacionais de Carga. 3ª edição, Edições Aduaneiras
Ltda, São Paulo, 2005

3) http://www.abreti.org.br/beta/tipos_navios.php , acesso em:


20/03/09

4) http://www.equipelog.com.br/TiposNavios.htm , acesso em:


22/02/09