Anda di halaman 1dari 1

CAPTULO XII

Das Frias e Licenas


Art. 48 - Os Desembargadores e Juzes do Trabalho da 21 Regio, tero frias individuais
de sessenta (60) dias por ano, que podero ser fracionadas em perodos no inferiores
a trinta (30) dias, salvo motivo de fora maior.
1 - Os Juzes do Trabalho de primeiro grau tero as frias subordinadas ao interesse do
servio e, quando possvel, convenincia de cada um. Para esse fim, o Presidente do T
ribunal ouvir os interessados e, at o ms de novembro, organizar a previso da escala a
ser observada no ano seguinte, submetendo a sua aprovao ao Tribunal Pleno.
2 - A escala de frias j aprovada poder ser alterada pelo Presidente do Tribunal, par
a atender convenincia administrativa.
3 - Para subsidiar, ainda, a anlise da convenincia administrativa, os Juzes Titulare
s e Substitutos das Varas do Trabalho devero:
a) at o 10 (dcimo) dia que antecede as suas frias, comunicar Corregedoria Regional,
sob pena de responsabilidade, por meio de
ofcio acompanhado de certido, a existncia, ou no, de processos cujas decises pendente
s de prolao estejam fora do prazo de estudo;
b) remeter por fac-smile Corregedoria Regional, no mesmo prazo, o referido ofcio e
a respectiva certido.
4 - Os Magistrados comunicaro Presidncia o meio pelo qual podero ser localizados par
a eventual convocao durante as frias e feriados.
Art. 49 - No Tribunal no podero entrar em gozo de frias, simultaneamente, Desembarg
adores em nmero que comprometa o quorum de julgamento.
Pargrafo nico - No podero gozar frias ou licena especial, simultaneamente, o President
e e o Vice-Presidente do Tribunal.
Art. 50 - As frias somente podero ser acumuladas por imperiosa necessidade de serv
io.
Art. 51 - As frias dos Desembargadores sero requeridas com o mnimo de 20 (vinte) di
as de antecedncia, por escrito, ou verbalmente em sesso do Tribunal Pleno, devendo
, no segundo caso, ser registrado em ata o pedido.
Pargrafo nico - Em qualquer caso, deferidas as frias pelo Tribunal Pleno, o Secretri
o far as comunicaes devidas, no prazo de 48 (quarenta e oito) horas.
Art.52 - Sem prejuzo do vencimento, remunerao ou de qualquer direito ou vantagem le
gal, o magistrado poder afastar-se de suas funes at 08 (oito) dias consecutivos, por
motivo de:
I - casamento;
II - falecimento de cnjuge, ascendente, descendente ou irmo.
Art. 53 - As licenas para tratamento de sade sero concedidas mediante laudo de mdico
do Tribunal, ou mediante laudo por ele ratificado, procedendo-se s diligncias nec
essrias.