Anda di halaman 1dari 2

CONTROLE DE CUSTOS DE OBRAS

À excessão da Planilha de Custos de Obras, as demais planilhas são desvinculadas, isto é , não há vínculo
uma com a outra.

Para cada planilha, os dados serão inseridos e os totais aparecerão automaticamente.

Quantas composições são cadastradas?


R: 547 Composições:
Em ordem alfabética, numérica e por grupos.

Quanto ao valor dos insumos há possibilidade atualiza-los com os locais?


R:Sim

Qual o modelo da planilha pronta?


1-Excel para inclusão de quantidades e valores.
2- Word, com o exemplo das composições de custos unitários da Secretaria de Serviços de Obras da
Prefeitura Municipal de São Paulo.

Entrando com os valores dos insumos as composições são montadas automaticamente?


R: Não - Você terá que montar as composições.

Os encargos sociais estão na composição em percentuais?


R: Sim

O BDI é lançado em percentuais a cada item ou por obra?


R: A cada ítem e por obra.

Carcterísticas da Planilha eletrônica de controle de custos de obras:


Capacidade para Empreendimentos com até 31 unidades;
Empreendimentos com andamento de até 102 meses ( Oito anos e meio );
Áreas de Impressão pré definidas;
Cálculos e Rateios atualizados através de botão CALCULAR;
Pasta Clientes com Controle individualizado de Recebimento de Contratos e Apropriação de Custos;
Fechamento e Conferência das apropriações e relação percentual de apropriação de custos, cliente-a- cliente;
Sintético do Custo Diferido;
Analítico mês-a-mês de Obras em Andamento;
Analítico mês-a-mês de Transferência para Custo Diferido;
Analítico mês-a-mês de Transferência do Diferido para Custo DRE;
Confronto do Custo mês-a-mês nas fases ESTOQUE; DIFERIDO; e APROPRIADO DRE.

A planilha eletrônica de custos de obras funciona da seguinte maneira:


As informaçãoes globais do empreendimento deverão ser inseridas, em uma pasta "Obras e Custos Incorridos
e, automaticamente os dados da área total nome da obra, início e término(mesmo que previsto), serão
replicados para toda a planilha.

Na pasta, Obras e Custos Incorridos, serão digitados os dispêndios mensais com:


Despesas Gerais
Mão de Obra
Material Aplicado

Dados das Unidades- Contrato do empreendimento - Recebimentos mensais dos clientes.


As informações das unidades vendidas deverão ser informadas na pasta Clientes e Recebimentos:
Código do Cliente
Área da Unidade
Data da Venda
Valor do Contrato
Valor da Unidade em Estoque(No caso da obra já encerrada)
Nome do Cliente

Após gravar a planilha, seguirá para a pasta Índice de Clientes e, clicando no botão calcular, o índice, os
rateios a partir da data do contrato e demais controles internos serão atualizados.
Após o cálculo clicando na identificação do cliente( a qual aparecerá na pasta ÍNDICE), de maneira que, seja
posicionado no referido cliente, bastará informar os Recebimentos Mensais.
CÁLCULO E ATUALIZAÇÃO
Acessando a pasta Índice de Clientes, clicando no botão calcular, serão atualizados:
As transferências dos custos das Unidades Vendidas, de Obras em Andamento para Custo Diferido.
As realizações de Custo das Unidades Vendidas proporcionais ao Recebimento do Contrato, de Custo
Diferido para o Custo de Demonstração de Resultados.
Verificação percentual da relação Lucro Bruto e Receita Bruta, cliente a cliente.
Cálculo mês a mês do Custo das Unidades em Estoque, das Unidades Vendidas e Custo Realizado(DRE).

VISUALIZAÇÃO DE RELATÓRIOS
Todas as pastas estão pré-configuradas, para impressão, exceto para a pasta clientes em virtude do volume de
informações.

Na pasta Clientes, acessando a coluna AA no EXCEL, há instruções detalhadas para a preparação da pasta e
a sua impressão.

O filtro selecionará somente as informações que estiverem dentro do período do empreendimento, e dos
meses em que houveram movimentação do cliente.

Quanto as planilhas abaixo, são planilhas em Excel com fórmulas pré-determinadas e atualizadas
automaticamente:

1. MEMORIAL DE CÁLCULO DE VOLUME


2.MEDIÇAO: FORMA/CONCRETO/ ARMAÇÃO NA FUNDAÇÃO (LAJES )
3.ALVENARIA - QUANTIFICAÇÃO
4.ACABAMENTO INTERNO, QUANTIFICAÇÃO
5.CAIXILHOS/ ESQUADRIAS
6.LEVANTAMENTO DE ESCADAS
7.BDI ÚNICO
8.RELAÇÃO DE INSUMOS
9.MODELO DE CPU
10.PLANILHA ORÇAMENTÁRIA POR ETAPA
11.COMPOSIÇÕES DE CUSTOS UNITÁRIOS,TCU 32
12.BASE DE DADOS(INSUMOS, SERVIÇOS)
13. CURVA ABC DE SERVIÇOS E INSUMOS
14.'QUADRO DE DISTRIBUIÇÃO DE QUANTIDADES
15. PLANILHAMENTO DE QUANTIDADES
16.DEMONSTRACAO DO B.D.I.
17. QUADRO GERAL DA OBRA/ INSTALAÇÃO DO CANTEIRO DE OBRA/QUADRO DE SALÁRIOS/
ADMINISTRAÇÃO LOCAL/ MÁQUINAS E EQUIPAMENTOS/ DESPESAS CORRENTES.
18.CRONOGRAMA FÍSICO- FINANCEIRO
19.TABELA BADRA DE PRODUTIVIDADE
20. PLANEJAMENTO:Cronogramas e Produtividades
21.FORMAS DE APRESENTAÇÃO DE CRONOGRAMAS
22.SEQUÊNCIA DE EXECUÇÃO DE UM CRONOGRAMA