Anda di halaman 1dari 1

Os anos passavam, os meses e os dias...

Apesar de tudo eu ainda o


esperava; o esperava como sempre esperei.Era como se ele pudesse
chegar a qualquer instante, eu abriria a porta de casa, correria, e me
jogaria em seus braos, eu o encheria de carinhos e beijinhos.
No o vejo desde os cinco anos, agora j estou as vsperas de meu
18 aniversrio, mas ainda tenho f de que algum dia meu pai volte
para a casa depois que esta maldita guerra acabar!
Minha me no acredita que ele possa retornar, pois j faz sete anos
que ele no escreve cartas para ns.
s vezes pego minha me espiando a janela, sei que ela tem
saudade de meu pai. Ela uma mulher bonita, de 36 anos, tem longos
cabelos negros cacheados na ponta, os lbios rubros, e o sorriso de um
anjo, e como meu pai sempre dizia, ela possui um belo corpo.
Chamo-me Karina, meu irmo de treze anos se chama Kayke, minha
irm de seis anos se chama Mariana, meu irmo de trs anos se chama
Alex, e minha irm que apenas um beb se chama Julia.
Todos so filhos de meu pai, mas atravs de laboratrios, que meu
pai mandou espermatozides para que minha me possa engravidar.
Moro em New York, e pela guerra contra o Afeganisto minha famlia
foi separada.