Anda di halaman 1dari 27

NR10 ATUALIZADA

NOVO TEXTO DA
NR 10

IMPACTO NOS SERVIÇOS E


INSTALAÇÕES ELÉTRICAS

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 G A1 A2
NR10 ATUALIZADA

NOVO TEXTO DA
NR 10

IMPACTO NOS SERVIÇOS E


INSTALAÇÕES ELÉTRICAS

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 G A1 A2
NR10 ATUALIZADA

TEXTO ORIGINAL – 1978


ALTERAÇÃO - 1983

TRANSFORMAÇÃO
ORGANIZACIONAL

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 G A1 A2
NR10 ATUALIZADA

TRANSFORMAÇÃO ORGANIZACIONAL

ATUALIZAÇÃO DE PROCESSOS E EQUIPAMENTOS


AUTOMAÇÃO / INFORMATIZAÇÃO / TELESUPERVISÃO /
TELECONTROLE.
NOVOS MATERIAIS E EQUIPAMENTOS

REDUÇÃO DE MÃO DE OBRA


REENGENHARIA, DOWNSIZING, PDV

TERCEIRIZAÇÃO / COOPERATIVAÇÃO DOS SERVIÇOS


PRECARIZAÇÃO DE CONDIÇÕES DE TRABALHO

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 G A1 A2
NR10 ATUALIZADA

Acidentes no trabalho

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 G A1 A2
NR10 ATUALIZADA

ACIDENTES NO TRABALHO
(comparativo)
(Fonte: INSS / 2003 )
39% da população economicamente ativa
(empregados segurados na Previdência Social)

390 mil acidentes de trabalho


2.582 acidentes fatais
13,5 óbitos para cada 100 mil trabalhadores segurados, houve redução de
32% em relação a 1998, mas ainda estamos cerca de 2,7 vezes acima da
média mundial (dos paises desenvolvidos 5/100.000)

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 G A1 A2
NR10 ATUALIZADA

Panorama nacional de óbitos no trabalho


Levantamento sobre a massa registrada - informações INSS

Ano 2000 Ano 2001 Ano 2002 Ano 2003

Massa trabalhadora registrada 20 milhões 19 milhões 19 milhões 19 milhões

3.091 2.753 2.898 2.582


Mortes no trabalho óbitos óbitos óbitos obitos

% Morte X Massa trabalhadora 0,015% 0,014% 0,015% 0,013%

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 G A1 A2
NR10 ATUALIZADA

Panorama de óbitos no trabalho com


trabalhadores do setor elétrico.
Informações Fundação COGE.
COGE

Ano 2000 Ano 2001 Ano 2002 Ano 2003

Massa trabalhadora registrada 101 mil 97 mil 96 mil 96 mil

Mortes no trabalho 64 óbitos 77 óbitos 85 óbitos 88 óbitos

% Morte X Massa trabalhadora 0,063% 0,080% 0,088% 0,091%

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 G A1 A2
NR10 ATUALIZADA

COMPARAÇÃO
ÓBITOS NO SETOR ELÉTRICO
X
INDICE GERAL (NACIONAL)

2000 2001 2002 2003

4,2 5,7 5,9 7,0


VEZES MAIOR VEZES MAIOR VEZES MAIOR VEZES MAIOR

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 G A1 A2
NR10 ATUALIZADA

Normalização
Saúde e Segurança no Trabalho

Capítulo V da CLT
Lei 6.514/77 - Portaria 3.214/78:
32 Normas Regulamentadoras (NRs),
2 NR’s em elaboração
(ESPAÇOS CONFINADOS / RADIAÇÕES IONIZANTES)

NR-10
SEGURANÇA EM INSTALAÇÕES E
SERVIÇOS COM ELETRICIDADE

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 G A1 A2
NR10 ATUALIZADA

ELABORAÇÃO
Grupo de Profissionais Engenheiros Eletricistas e de
Segurança no Trabalho do Ministério do Trabalho e
outras Instituições Governamentais de diversas unidades
do País, diretamente envolvidos com o assunto,
“SEGURANÇA EM INSTALAÇÕES E SERVIÇOS COM
ELETRICIDADE“.

CONSULTA PÚBLICA
DISCUSSÃO E NEGOCIAÇÃO

CTPP- Comissão Tripartite Paritária Permanente

GTT-10- Grupo Técnico Tripartite.

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 G A1 A2
NR10 ATUALIZADA

PROCESSO DE ALTERAÇÃO
Encerrada a etapa de análise e aprovação no GTT-10

Governo Empregadores Trabalhadores


ƒMTE ( DSST); ƒABRADEE; ƒCUT

ƒFUNDACENTRO; ƒCNI – ABIQUIM; ƒCGT

ƒMME – ANEEL; ƒABRAGE ƒFS

ƒSERT; ƒABRAT ƒSDS

ƒCONFEA. ƒIBS.

(Comissão Tripartite Paritária Permanente - CTPP).

MTE / SIT - Assinatura da Atualização


PORTARIA 598 ( 07/12/2004)
Ä Publicação no DOU DE 08/12/2004.

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 G A1 A2
NR10 ATUALIZADA
• 10.1. Objetivo e campo de aplicação
• 10.2. Medidas de controle
• 10.3. Segurança no projeto
• 10.4. Segurança na construção, montagem,operação e manutenção
• 10.5. Segurança em instalações desenergizadas
• 10.6. Segurança em instalações energizadas
• 10.7. Trabalho envolvendo alta tensão
• 10.8. Habilitação e autorização dos profissionais
• 10.9. Proteção contra incêndio e explosão
• 10.10. Sinalização de segurança
• 10.11. Procedimentos de trabalho
• 10.12. Situações de emergência
• 10.13. Responsabilidades
• 10.14. Disposições finais
‰ Glossário.
‰ Anexo I - Distanciamento de segurança
‰ Anexo II - Treinamento

14 itens - 99 subitens - 2 anexos e 1 glossário

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 G A1 A2
NR10 ATUALIZADA

DESTAQUES

Requisitos e condições mínimas para implementação de


medidas de controle do risco elétrico nas varias fases
(projeto, construção, montagem, operação e manutenção)
e quaisquer serviços realizados em suas proximidades.

Estabelece as diretrizes de segurança para construção,


montagem, operação e manutenção nas etapas de
geração, transmissão, distribuição e consumo.
Faz referência às normas técnicas.

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 G A1 A2
NR10 ATUALIZADA

DESTAQUES

Medidas de controle:
Técnicas de análise de risco.
Integração às demais iniciativas (GESTÃO).
Esquemas unifilares e aterramento elétrico.

“Prontuário das instalações elétricas” .


Relatório técnico das inspeções realizadas nas
instalações elétricas – (auditoria).
Atualização.
Disponibilização.

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 G A1 A2
NR10 ATUALIZADA

DESTAQUES

Medidas de proteção coletiva: (Priorização)


Desenergização das instalações elétricas.
Aterramento.
Isolação das partes vivas.
Obstáculos.
Barreiras.
Seccionamento automático.

Medidas de proteção individual (EPI) :


NR-6
Vestimentas
Adornos

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 G A1 A2
NR10 ATUALIZADA

DESTAQUES
Obriga a introdução de conceitos de segurança no projeto
das instalações elétricas.
Disponibilização.
Iluminação e conforto (NR-17).

Refere-se às atividades de construção , montagem,


operação e manutenção.
Supervisão por profissional autorizado.
Controle de riscos adicionais.
Posição segura, membros superiores livres.
Iluminação adequada ( NR-17).
Obriga claramente a adoção do procedimento de
DESENERGIZAÇÃO.
Permite alterações, mediante análise de risco
(documentada), para adequação às situações específicas.
1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 G A1 A2
NR10 ATUALIZADA

DESTAQUES
Estabelece critérios para proteção em trabalhos com
instalações elétricas energizadas. (V>50VCA/120VCC)

Ensaios, testes e comissionamento , atendendo 10.6 e


10.7

Estabelece o distanciamento seguro, cria as zonas de


“risco” e “controlada” no entorno de pontos ou conjuntos
energizados.
Treinamento.
Acesso.
Operações elementares.

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 G A1 A2
NR10 ATUALIZADA

DESTAQUES

Estabelece condições para atividades realizadas


envolvendo alta tensão. (V > 1000VCA / 1500 VCC)
Treinamento ( consumo ) - modulo básico
Treinamento ( SEP ) - básico + complementar
Trabalho isolado proibido - (SEP ou AT)
Procedimentos.
Testes e ensaios de ferramental. ( mínimo anualmente)
Comunicação permanente. (SEP ou AT)
Define o entendimento quanto a “profissional qualificado
e habilitado”, “ pessoa capacitada” e “autorização”
NR-7.
Reciclagem.

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 G A1 A2
NR10 ATUALIZADA

DESTAQUES

Proteção contra incêndio e explosão.


Remete a NR-23.

Ratifica a obrigatoriedade de certificação de


equipamentos, dispositivos e materiais destinados à
aplicação em áreas classificadas.
Exige complementação por dispositivos para prevenir
sobrecorrentes e sobretensões)

Prevenção e descarga de eletricidade estática

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 G A1 A2
NR10 ATUALIZADA

DESTAQUES

Sinalização de segurança.
Remete a NR-26.
Identificação de circuitos;
Bloqueios;
Acessos;
Delimitação de áreas;
Impedimentos; (comando e equipamento)

Torna obrigatória a elaboração de procedimentos


operacionais contendo as instruções de segurança.
Participação do SEESMT.

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 G A1 A2
NR10 ATUALIZADA

DESTAQUES

Ações em emergências com eletricidade devem constar


dos planos da empresa.

Torna obrigatório o treinamento para autorizar


profissionais a intervir em instalações elétricas - básico
(mínimo 40 hs) e complementar (mínimo 40 hs).

Estabelece responsabilidades dos contratantes,


contratados e trabalhadores

Ratifica direito de recusa (Conv. 155 OIT art. 13)


Decreto 1254 de 29/09/1994

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 G A1 A2
NR10 ATUALIZADA

TRANSITORIEDADE ANEXO IV
ƒ10.3.1 – Segurança em projetos – recursos de bloqueio;
sinalização e condição operativa.
ƒ10.3.6 – Segurança em projetos – previsão de aterramento
temporário @6 meses
(08/06/2005)
ƒ10.9.2 – Proteção contra incêndio e explosão -materiais em
áreas classificadas – avaliação pelo S. B. C.

ƒ10.2.3 – Medidas de controle - manter esquemas unifilares,


aterramento, dispositivos de proteção.
ƒ10.7.8 – Trabalhos envolvendo alta tensão - testes e ensaios
periódicos de ferramentas e equipamentos usados em AT.
@9 meses
ƒ10.12.3 – Situação de emergência - metodos de resgate (08/09/2005)
apropriados..

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 G A1 A2
NR10 ATUALIZADA

TRANSITORIEDADE ANEXO IV
ƒ10.2.9.2 - Medidas de proteção individual – vestimentas de
trabalho – condutibilidade/ inflamabilidade/influências
eletromagnéticas
@12 meses
ƒ10.3.9 – Segurança em Projetos – referências de segurança no
(08/12/2005)
memorial descritivo.

ƒ10.7.3 – Trabalhos envolvendo alta tensão - trabalhador @15 meses


isolado (desacompanhado) em AT e no SEP. (08/03/2006)
ƒ10.2.4 – Medidas de controle – prontuário para
estabelecimentos com potência instalada > 75 kW.
ƒ10.2.5 - Medidas de controle – prontuário para empresas que
operam no SEP.
@18 meses
ƒ10.2.5 - Medidas de controle – prontuário para empresas que
(08/06/2006)
operam nas proximidades do SEP.
ƒ10.2.6 – Medidas de controle – indicação de responsável e
disponibilização do prontuário.

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 G A1 A2
NR10 ATUALIZADA

TRANSITORIEDADE ANEXO IV

ƒ10.6.1.1- Segurança em instalações energizadas –


trabalhadores devem receber treinamento de acordo com o
anexo II ( básico).
ƒ 10.7.2 – Trabalhos envolvendo alta tensão - trabalhadores
devem receber treinamento de acordo com o anexo II.
(complementar).
ƒ10.8.8 – Habilitação; qualificação;capacitação; autorização,
exigência de treinamento em segurança, para autorização pela @24 meses
empresa. (08/12/2006)
ƒ10.11.1 – Procedimentos de trabalho
planejamento, detalhamento e indicação de responsável
autorizado.

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 G A1 A2
NR10 ATUALIZADA

CPNSEE

PORTARIA 598 DE 7/12/2004


..................................
ART 3º
Criar a Comissão Permanente Nacional sobre
Segurança em Energia Elétrica, CPNSEE, com o
objetivo de acompanhar a implementação e propor as
adequações necessárias ao aperfeiçoamento da
Norma Regulamentadora nº 10.

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 G A1 A2
NR10 ATUALIZADA

CONSULTA

Site: www.mte.gov.br

X Inspeção do Trabalho
X Segurança e Saúde
X Legislação
X Normas Regulamentadoras
X NR.10

1 2 3 4 5 6 7 8 9 10 11 12 13 14 G A1 A2