Anda di halaman 1dari 2

2

CONTEÚDO

PROFº: GEORGE CHRIST


05 COMPRIMENTO DE ARCO
A Certeza de Vencer JACKY25/03/08

A figura representa parte de uma circunferência cujo


1. COMPRIMENTO DE ARCO. raio é igual ao comprimento da corrente do balanço, isto é,
Fale conosco www.portalimpacto.com.br

Se na circunferência λ o raio R mede 5 cm e o arco R = 3 m.


AB possui comprimento l igual a 15 cm, vamos π
O ângulo central α mede 30º ou rad .
determinar a medida do arco AB em radianos. 6
B Aplicamos a relação l = α .R :
λ
R π
l=
.3 3,14
α l 6 l=
O ⇒ 2
π
R l= l = 1,57 m
A 2
O comprimento do arco é de 1,57 metros
Sabemos que o arco que mede um radiano possui (ALTERNATIVA B)
comprimento equivalente ao raio da circunferência. Neste
caso cada radiano possui comprimento igual a 5 cm,
portanto o arco AB mede 3 radianos.
2. COMPRIMENTO DA CIRCUNFERÊNCIA.
O comprimento C de uma circunferência λ de raio R

( )
med AB =
15
5
= 3rad equivale ao comprimento do arco AB determinado pelo
ângulo central α = 360º = 2 π rad .
Este cálculo foi feito dividindo-se o comprimento l
pelo raio R da circunferência, veja: λ C
α
( )
med AB =
l
R
O
R
A≡B
A medida do arco AB será obtida em radianos.
A medida do ângulo central α é igual à medida do
Substituindo l=C e α = 2 π rad em l = α .R ,
arco AB , portanto escrevemos a fórmula simplificada do
comprimento de arco: obtemos:
l = α .R C = 2. π .R
Onde: Onde:
• l é o comprimento do arco determinado por α ; • C é o comprimento da circunferência;
• R é o raio da circunferência; • R é o raio da circunferência;
• α é o ângulo central que determina o arco; • π ≅ 3,14 ;
• O comprimento l e o raio R devem ter a mesma • O comprimento C e o raio R devem ter a mesma
unidade. unidade.

Exemplos: Exemplos:
01. (UEPA) Em Belém, George costuma levar Thales, 02. (GEORGE CHRIST) Situada em Londres, a
seu filho, à praça Batista Campos. Certo dia, observando London Eye é uma roda-gigante de observação com 135
Thales brincar no balanço da praça, George, que é metros de diâmetro e 32 cabines envidraçadas. A
professor de Matemática, resolveu calcular o a medida do distância percorrida por uma das cabines ao executar uma
volta completa, em metros, é de aproximadamente:
comprimento do arco ( AB ) formado pela trajetória do
a) 212
balanço no momento em que descrevia um movimento
b) 314
pendular, como mostra a figura a seguir. Considerando
c) 424
que o ângulo (AÔB), observado por George, tenha sido de
d) 628
30º, que a medida da corrente que sustenta o balanço era
e) 848
de 3m e que o valor atribuído à π foi de 3,14, então, o
comprimento de AB calculado foi:
O
a) 1,35 m
b) 1,57 m
VESTIBULAR – 2009

c) 1,89 m 30º
d) 2,15 m 3 m
e) 2,31 m London Eye

A B Resolução:
Visão Interna da Cabine
Resolução:
FAÇO IMPACTO - A CERTEZA DE VENCER!!!
Fale conosco www.portalimpacto.com.br

A distância percorrida equivale ao comprimento C da


circunferência. α côngruo de β que é maior que 0º (0 rad) e
O raio é metade do diâmetro, portanto:
D 135 menor que 360º ( 2π rad).
R= = = 67,5metros .
2 2
Calculando o comprimento da circunferência temos:
5. EXERCÍCIOS.
C = 2. π .R
01. (UERJ) A extremidade A de uma planta aquática
C = 2.3,14.67,5
encontra-se 10 cm acima da superfície da água de um
C = 423,9 metros lago (fig.1). Quando a brisa a faz balançar, essa
A distância percorrida pela cabine é de extremidade toca a superfície da água no ponto B, situado
aproximadamente 424 metros (ALTERNATIVA C). a 10 3 cm do local em que sua projeção ortogonal C,
sobre a água, se encontrava inicialmente (fig. 2).
3. CICLO TRIGONOMÉTRICO. Considere OA, OB e BC segmentos de retas e o arco AB
O ciclo trigonométrico é formado por uma uma trajetória do movimento da planta.
circunferência de raio unitário (R = 1) e um sistema de
eixos ortogonais utilizado para representar arcos AB .

90º
120º 60º
135º 45º
150º 30º

180º 0 A 0º
360º
Determine:
210º 330º (A) a profundidade do lago no ponto O em que se
encontra a raiz da planta;
225º 315º
(B) o comprimento, em cm, do arco AB.
240º 300º
270º
Onde: 02. Dê a expressão geral dos arcos côngruos à:
• O ponto A é a origem de marcação dos arcos; a) 780º
• O sentido horário indica que o arco é negativo,
assim como o anti-horário indica arcos positivos;
• Os arcos podem apresentar mais de uma volta;
• O ponto (extremidade) B dos arcos pode localizar-
se em um eixo ou quadrante;

1º Quadrante: 0º < x < 90º ou 0rad < x < π rad


2
π
2º Quadrante: 90º < x < 180º ou rad < x < π rad
2
b) – 150º
3º Quadrante: 180º < x < 270º ou π rad < x < 3π rad
2
4º Quadrante: 270º < x < 360º ou 3 π
rad < x < 2π rad
2

4. ARCOS CÔNGRUOS.
Dois arcos α e β são côngruos quando possuem as
mesmas extremidades no ciclo trigonométrico
diferenciando-se apenas por um número k de voltas
(k ∈ ) , isto é:
11. π
β = α + 360º.k β = α + 2.k . π c) rad
3

Esta é a expressão geral dos arcos côngruos.


VESTIBULAR – 2009

Dado um arco β qualquer, chama-se

primeira determinação positiva de β ao arco

FAÇO IMPACTO – A CERTEZA DE VENCER!!!