Anda di halaman 1dari 8

COMO MINISTRAR O LOUVOR E A ADORAÇÃO

1. O que é adoração?
2. Porque nós adoramos?
3. O que acontece quando nós adoramos?
4. Como tornar-se um ministro de louvor.
5. Como usar a música na adoração.
6. Como compreender as várias expressões de adoração.
7. Como dirigir um culto litúrgico.
8. Como dirigir um culto de oração e de louvor.
9. Como dirigir cultos especiais.
10.Como levar as pessoas a Cristo através de nossos Cultos

LIÇÃO 1 – O QUE É ADORAÇÃO?

“Deus é Espírito e importa que seus adoradores o ADOREM em ESPÍRITO e em VERDADE”


- Jo 4:24

1. O QUE É ADORAÇÃO ?

1.1 Significado.
1.1.1 - Hebráico: “Shachah” curvar-se - Dt 26:10; I Cr 16:29; Sl 66:4; 95:6
1.1.2- Grego: “proskuneo”- curvar-se e prestar homenagem - .Jo 4;20; 12:20; Ap. 5:14
1.1.3 - Português: “adorar”- render culto a, amar extremosamente.

1.2 Descrição:
“Adorar é ter a rápida consciência da santidade de Deus: é alimentar a mente com a verdade de
Deus, é limpar a imaginação através da beleza de Deus; é abrir o coração para o amor de Deus e render a
vontade do propósito de Deus” - Bispo William Temple

1.3 Exemplos: Ap 4: 1-11 ; 19: 1-8

2. QUEM ESTÁ ENVOLVIDO NA ADORAÇÃO?

2.1 DEUS COMO PAI. Jo 4: 21-24


2.1.1 - Quem o revelou a nós. Jo 4: 22,25,26
2.1.2 - Quem nos deu a salvação. Jo 4: 22
Jo 14:16; Heb 10:19-22

2.1.3 - Quem deseja a nossa adoração Jo 4: 23


2.1.4 - Quem nos deu a salvação Jo 4: 24

2.2 - O POVO DE DEUS COMO CRIANÇAS


2.2.1 – Que adora conforme a revelação Jo 4: 21
2.2.2 – Que aceitou a salvação
2.2.3 – Que adora devotamente Dt 6: 4,5; Mt 22:37
1
3. COMO NÓS DEVEMOS ADORAR ?

3.1 EM ESPÍRITO .
3.1.1 – No mais alto nível de nosso ser: Nosso espírito.
3.1.2 – Com o auxílio do Espírito Santo Ef 5: 15, 19 ; Rm 8:23

3.2 EM VERDADE
3.2.1 – Nós mesmos – com mãos limpas e corações puros Sl 24: 4
– Andando na luz I Jo 1:5-9
3.2.2 – Deus – Santidade Is 6: 1-6; Hb 12:28,29

TAREFA:
1- Estude o Salmo 95. Memorize os versículos 1 a 7 ( Use RA ou RC). Como nós nos distinguimos
entre a ação-de-graça, o louvor e a adoração?
2- Leia “Adoração” de Graham Kendrick ( Capítulos 1,2,6,7 e 8)

LIÇÃO 2 – POR QUE NÓS ADORAMOS?

1. MINISTRAR AO SENHOR – A ADORAÇÃO AGRADA A DEUS


1.1. Deus procura verdadeiros adoradores – Jo.4.23
1.2. Somente Deus é digno de adoração – Mt.4.10
1.3. Deus se alegra com o louvor do Seu povo – Sl.149.3-5
1.4. Deus deseja que Sua Bondade seja declarada. Sl.145.

2. MINISTRAR UNS AOS OUTROS – A ADORAÇÃO EDIFICA A IGREJA


2.1. As mais profundas necessidades são preenchidas. Ef.3.14-19
2.2. Os anseios divinos são satisfeitos. Sl.42
2.3. A vida é transformada – II Co.3.18
2.4. A Igreja é edificada – Cl.3.16
2.5. A unidade é vivida – Sl.133.1

3. MINISTRAR AO MUNDO – A ADORAÇÃO PROCLAMA O REINO


3.1. A adoração libera o poder de Deus – At.16.25-34; II Co.20.18-28
3.2. A adoração entroniza Deus – Sl.145.1; 22.3; 97.1
3.3. A adoração destroniza a Satanás – Mt.4.10

TAREFA:
1. A finalidade principal do homem é glorificar a Deus e alegrar-se Nele para sempre
(I Co.10.31). Se a adoração é a finalidade do homem, como você pode expressa-la na sua
vida diária?
2. Leia “Adoração de Graham Kendrick (cap.5).

LIÇÃO 3 – O QUE ACONTECE QUANDO NÓS ADORAMOS?

Adoração acontece a qualquer hora, em qualquer lugar e independente de qualquer circunstância.


Quando a adoração é dinâmica e faz parte do nosso relacionamento e várias experiências com Deus,
então muitas coisas acontecem, por exemplo:

1) A GLÓRIA DE DEUS É MANIFESTA


1.1. Ocasião: dedicação do templo de Salomão – I Rs.8
1.2. Acontecimento: A Glória de Deus encheu o Templo. I Rs.8.10
1.3. Resultado: Os sacerdotes não podiam ministrar – I Rs.8.11
1.4. Efeito: Prostração, silêncio na adoração, senso profundo de temor – Ap.1.17; I Rs.19.13
2
2) VITÓRIA SOBRE O INIMIGO
2.1. Ocasião: Batalha entre Josafá e os Moabitas e os Amonitas – II Cr.20.1-30
2.2. Acontecimento: Intervenção do Senhor e derrocada do inimigo – II Cr.20.22
2.3. Resultado: Vitória sobre um inimigo poderoso – II Cr.20.2,27
2.4. Efeito: Certeza da vitória – Sl.68

3. SINAIS E MARAVILHAS
3.1. Ocasião: Prisão de Paulo e Silas – At.16.22-34
3.2. Acontecimento: Terremoto violento faz com que se quebrem as correntes e as portas da cela
se abram – At.16.26
3.3. Resultado: Salvação do carcereiro e sua família – At.16.30-34
3.4. Efeito: Um evangelismo de poder

4. CRISTÃOS EDIFICADOS
4.1. Ocasião: A igreja em adoração – At.13.1-3
4.2. Acontecimento: Jejum e oração- At.13.2
4.3. Resultado: Os membros são guiados, edificados e fortalecidos – At.13.3
4.4. Efeito: Nascimento de uma nova missão

TAREFA:
1) O que acontece com você quando você adora?
2) Anote o que acontece durante a adoração no seu próximo:
- Culto na igreja
- Culto de oração
- Encontro de célula ou grupo familiar
3) Leia: Adoração de Graham Kendrick (cap.3 e 4)

LIÇÃO 4 – COMO TORNAR-SE UM MINISTRO DE LOUVOR

1. ENTENDA O SEU PAPEL


1.1. Coordenar o trabalho do coral, cantores e instrumentistas
1.2. Levar toda a congregação à presença de Deus
1.3. Preparar a congregação para
a) Receber a Palavra de Deus
b) Receber ministração
c) Receber a Cristo

2. PREPARE-SE
2.1. Esteja firmado na Palavra de Deus – Sl.119.1-8
2.2. Esteja aberto ao mover do Espírito Santo – II Co.3.17
2.3. Seja submisso ao Senhorio de Cristo – II Co.4.5
2.4. Sejam servos uns dos outros – Gl.5.13

3. PREPARE-SE PARA O SERVIÇO (CULTO) (*)


3.1. Sonde seu coração
3.2. Espere no Senhor
3.3. Entenda o propósito para o serviço (*)
3.4. Escolha os cânticos cuidadosamente - letra e música
3.5. Ensaie os cânticos com acompanhamento se necessário
3.6. Faça os preparativos de maneira prática. Ex: providencie um projetor, transparências,
lugares para sentar, arrume o som, etc.

3
4. MINISTRE COM NATURALIDADE
4.1. Seja você mesmo um adorador – lidere dando exemplo
4.2. Fale claramente, aprenda a dar “deixas”
4.3. Seja sensível ao fluir e ao tempo do Espírito Santo
4.4. Use coral ou vocalistas para enriquecer o louvor
4.5. Abra espaço para flexibilidade e inovação
4.6. Ministre com convicção e autoridade

SEJA MINISTRADO EM SUA MINISTRAÇÃO

TAREFA:
1) Faça uma lista do que você deve melhorar como ministro de louvor
2) Leia “Adoração “ Graham Kendrick (cap.12 e 13).

LIÇÃO 5 – COMO USAR A MÚSICA NA ADORAÇÃO

1. RECONHEÇAUA IMPORTÂNCIA
1.1. Há uma música que Deus se agrada – II Cr.7.6
1.2. Há uma música que Deus detesta – Am.6.5

2. APRENDA A UTILIZAR TODAS AS FORMAS DE MÚSICA


2.1. Use vozes, corais, solistas, cantores
2.2. Use acompanhamento – pianos, guitarra, bateria, etc.
2.3. Santifique-se, consagre seus instrumentos - II Cr.5

3. ESCOLHA OS CÂNTICOS CUIDADOSAMENTE


3.1. Melodia > ela é familiar? (se não, você tem tempo para ensiná-la?)
3.2. Harmonia > ela expressa o humor/ocasião apropriadamente?
3.3. Ritmo > é o certo?
3.4. Palavras > elas se encaixam ao tema? São bíblicas?

4. SELECIONE INSTRUMENTOS APROPRIADOS


4.1. Use instrumentos para louvar, acompanhar os cânticos, ministrar em guerra, declarar a presença de
Deus, vitória, etc.
4.2. Não direcione a atenção aos instrumentos, mas sim a Deus.
4.3. Tenha cuidado com detalhes musicais que não enriquecem a adoração.
4.4. Equilibre o uso de diferentes instrumentos:teclados, metais, cordas, percussão, sopro, etc.
4.5. Respeite cada instrumento para poder usa-lo no momento certo.

5. CUIDADO COM ERROS COMUNS


5.1. Cuidado para não usar a música meramente como um “quebra-gelo” ou para “preencher o espaço”.
5.2. Tenha cuidado para não usar a música como entretenimento.
5.3. Dispense as repetições excessivas.

6. FOCALIZE-SE EM DEUS
6.1. A música por mais bela que seja é apenas um meio, nunca um fim.
6.2. A música deve ser usada para refletir a glória de Deus e honra-Lo.
6.3. As palavras das Escrituras quando cantadas são tão poderosas quanto as que são pregadas.
Explore esse potencial.

TAREFA:
1) Faça uma análise de dois a três momentos de louvor em que foram usados diferentes instrumentos.
Comente como os instrumentos usados enriqueceram ou não a ministração.
2) Leia – Adoração – Graham Kendrick (cap.20).
4
LIÇÃO 6 – COMO COMPREENDER AS VÁRIAS EXPRESSÕES DE ADORAÇÃO

1. EXPRESSÃO PESSOAL
A Bíblia diz que nós fomos criados para louvar e adorar a Deus – Sl.102.18
Há muitas maneiras como nós podemos louvar a Deus e expressar-nos em adoração a
Ele.
1.1. COM A BOCA: Sl.34.1
- Falando Sl.70.4
- Cantando/novo cântico Sl.100.2
- Bradando/grande barulho Sl.95.1,2; II Cr.20.10
- No silêncio Hab.2.20

1.2. COM AS MÃOS Sl.139.14


Batendo palmas Sl.47.1
- Levantando as mãos Sl.134.2
- Tocando instrumentos Sl.150.1,3,4,5

1.2. CORPO
- De joelhos ou curvados Sl.95.6
- De pé Sl.134.1
- Dançando Sl.149.3
- Prostrando-se Nm. 20.6

2. EXPRESSÃO CORPORAL
“ No meio da congregação eu te louvarei” Sl.22.22
A adoração “corporal” pode ser “estruturada” ou “livre”, mas inclui os mesmos recursos

2.1. VARIAÇÃO: LITÚRGICA > Geralmente segue-se um roteiro


INFORMAL > Geralmente sem um formato específico: usa instrumentos
menos tradicionais, como guitarra, bateria, dá oportunidade para profecias,
testemunhos e ministrações – I Co.14.40.

2.2. RECURSOS
- Salmos, hinos e cânticos espirituais
- Confissão e oração
- Ministração da Palavra: leitura, profecia, pregação
- Sacramentos (se apropriados)
- Ministração: orar por enfermidades e outras necessidades

TAREFA:
1) Alguns conflitos entre um culto litúrgico ou informal são enfrentados. Se você tem tido essa
experiência, como você acha que pode superar os mesmos?
2) Leia – Adoração – Graham Kendrick (cap.9 e 11).

LIÇÃO 7 – COMO MINISTRAR UM CULTO LITÚRGICO

Um culto litúrgico é adorar fazendo uso de uma seqüência, um “programa”para levar as pessoas a
presença de Deus. Implica-se ministrar a Deus, aos outros e ao mundo.

1. TORNE-SE SIGNIFICATIVA
A estrutura pode ser cheia de significado , mas flexível. Ex.Culto de Santa Ceia

5
ESTRUTURA LITURGIA VARIAÇÕES
1) Preparação Convite à purificação, confissão Silêncio
2) Louvor Glorificar, hinos Quantos hinos forem desejados
3) Palavra Leituras, sermão Profecias, testemunhos
4) Oração Intercessão, oração em grupos Orações prolongadas
5) Sacramento Santa Ceia Forma de administrar
6) Conclusão Bênção Imposição de mãos, oração
pelos enfermos

2. EXPLORE SUA FORÇA


2.1. Orando todos juntos uma mesma oração, levando todos a entrar no mesmo espírito. Ex.
Oração do Pai Nosso.
2.2. Através de uma repetição significativa que afirma as verdades eternas. Ex. O Credo
Apostólico
2.3. A riqueza do tempo para as orações que abrem o coração de Deus. Ex. Convite à
purificação.

3. ANOTE OS DETALHES PRÁTICOS


3.1. Familiarize-se com a liturgia
3.2. Preste atenção aos detalhes necessários: hinários, listagem dos hinos, boletins, vestimentas,
avisos.
3.3. Passe um tempo em oração antes de cada culto: pelo menos 15 minutos

4. ENCORAJA A PARTICIPAÇÃO
4.1. Proporcione uma clara comunicação: sistema de som, áudio, dicção, velocidade, postura.
4.2. Estabeleça contato > olhe nos olhos; dê boas vindas; dê instruções importantes se precisar
ou avisos.
4.3. Envolva a congregação, coral, intercessores, pessoas para lerem trechos da Palavra,
diáconos, etc.

TAREFA:
1) Gaste um tempo > use um gravador ou vídeo e reveja sua performace
2) Cheque os seus maneirismos
- sua pronúncia
- sua dicção

LIÇÃO 8 – COMO MINISTRAR UM CULTO DE ORAÇÃO E LOUVOR

O Culto de Oração e Louvor, enquanto livre e flexível deve incluir a ministração a Deus, uns aos
outros e ao mundo.

1. MINISTRAR AO SENHOR – Sl.145


1.1. Escolha músicas que exaltem o Senhor – Sua Grandeza, Sabedoria, Amor, etc.
1.2. Enfatize o Louvor (quem Deus é) e Ações de Graça (o que Deus tem feito)
1.3. Mova-se no mais profundo nível de adoração
a) Alegre-se – encoraje as pessoas a ministrarem a Deus de todas as formas: cantando, com
palmas e com danças.
b) Medite – dê tempo para a meditação e reflexão em uma música no silêncio. Aprender a ouvir
o que Deus está dizendo.
c) Responda – Espere manifestações espontâneas: seja em grupo ou individual: com um novo
cântico, cânticos em línguas, curvando-se, ajoelhando ou de pé em adoração, com repetição
ou dedicação. A resposta pode ser também uma experiência puramente interior com pouca
ou nenhuma expressão externa.

6
2. MINISTRANDO AOS OUTROS
2.1. Pela pregação – encoraje a leitura e os ensinamentos da Palavra de Deus, tanto quanto
testemunhe sobre o poder da Palavra de Deus.
2.2. Pela profecia – espere a Palavra vinda de Deus para edificar o Corpo e também através de
uma Palavra de Conhecimento, de Sabedoria, uma visão, ou através de línguas e
interpretação.

3. MINISTRANDO AO MUNDO – Mt.28.19-20; 10.7-8


3.1. Sempre há pessoas com necessidades. Peça discernimento a Deus.
3.2. Dê oportunidade a cada culto para as pessoas receberem Cristo ou receberem orações por
cura ou libertação.
3.3. Prepare grupos de ministros para ajudar com as necessidades e a orientar.
3.4. Esteja preparado para ministrar ao mundo em qualquer lugar.

4. EVITE OS ERROS
4.1. Não “pregue” antes de cada cântico ou oração
4.2. Não se prolongue muito – isto causa cansaço e geralmente perde o ponto alto do culto.
4.3. Não tenha medo de lidar com problemas. Ex: um testemunho muito longo, profecia
incoerente, falta de comportamento. Fale a verdade em Amor.

TAREFA:
1) Faça um esboço da estrutura de um Culto de Oração e Louvor. Indique o tempo aproximado dado para
cada item de um culto de Mais ou menos 1 hora e meia.

LIÇÃO 9 – COMO MINISTRAR CULTOs ESPECIAIS

Imagine que você seja, de repente, chamado....

1. OBJETIVO
1.1. Exaltar a Cristo através da música, mensagem e apelo
1.2. Levar cada pessoa face às petições de Jesus
1.3. Permitir que o Espírito Santo traga as pessoas ao arrependimento e ao compromisso
1.4. Estar aberto, ser audacioso, flexível e sensível todo tempo.

2. INCLUA
2.1. Uma série ou seqüência de cânticos para criar um ambiente de unidade e adoração.
2.2. Oração para invocar o poder de Deus e a bênção do Espírito Santo sobre o culto.
2.3. Um testemunho de um membro da igreja (preparado e escrito, se possível)
2.4. Uma mensagem do Pastor ou do Pregador convidado.
2.5. Um momento de entrega ou decisão no altar.
2.6. Um tempo para aconselhamento ou para se ministrar cura, etc.
2.7. Possivelmente também uma oportunidade para re-dedicação de todos os presentes.

3. LEMBRE-SE
3.1. Prepare uma lista de coisas práticas a fazer, que esteja à mão. Ex: um cartão de decisão
(se usado), hinário, etc.
3.2. Reúna as músicas juntas para oração e louvor analisando-as anteriormente.
3.3. Repasse os pontos importantes das lições 1-8, como aplicadas a você.

4. EVITE
4.1. Orações confusas e repetitivas. Se você tem dificuldade para orar em público, peça a
alguém para ajudá-Lo.
4.2. Repetição dos coros dos cânticos onde o clímax já passou.
4.3. Qualquer coisa que distraia ou interrompa o culto.
7
TAREFA:
1) Faça uma lista de alguns pontos que precisam ser melhorados em um culto especial, que você
tenha participado recentemente e discuta com seu grupo.

LIÇÃO 10 – COMO LEVAR AS PESSOAS A CRISTO ATRAVÉS DE NOSSOS CULTOS

1. PREPARE
1.1. Ore:
- pelo mover do Espírito Santo
- pela unção do pregador
- pela convicção dos pecados
- por pessoas específicas (por nomes) contra o inimigo

1.2. Anseie por:


- conversões
- sinais e maravilhas
- curas e libertações
- batismo no Espírito Santo

1.3. Organize:
- conselheiros
- equipes para ministrar
- líderes
- músicos
- guerreiros de oração
- etc.

2. PROCLAME
2.1. O Reino de Deus - Mc.1.15
2.2. O poder curador de Jesus - Mc.16.17-18
2.3. O Amor de Cristo - Jo.3.16
2.4. O perdão Nele - I Jo.1.9
2.5. Um desafio para o arrependimento - At.2.38-41
2.6. Um desafio para recebê-Lo - At.4.12

3. PROVIDENCIE
3.1. No Ministério
a) Aconselhamento
b) Oração por Cura e Libertação
c) Batismo no Espírito Santo
3.2. Na Comunidade
a) Um tempo de companheirismo. Ex: além do cafezinho, procure conhecer a pessoa, anote
seus dados pessoais.
3.3. Acompanhamento:
a) Mantenha o contato, convide-o (a) para participar de um grupo de Células ou Grupo
Familiar, ou de um Grupo de Discipulado.

TAREFA:
1) Compartilhe exemplos de como as pessoas vieram a Cristo através de cultos que você participou.
Discuta sobre o papel de cada pessoa envolvida.