Anda di halaman 1dari 1

Análise do filme "Control"

O filme retrata a vida de um homem que por causa das adversidades da vida,
acabou demonstrando um comportamento violento, sendo condenado a morte.

Considerado pela sociedade como um psicopata de alta periculosidade, tem a


oportunidade de continuar vivo. Para isso aceita participar de uma experiência
com uso de medicamentos desenvolvidos para controlar o temperamento
agressivo das pessoas.

No desenrolar do filme fica claro a ligação afetiva que surge entre paciente e
médico, o que me faz refletir na importância do amor, como mola mestre para se
formar um indivíduo capaz de viver em harmonia no meio em que ele está
inserido. Bem como, a falta desse amor pode afetar o equilíbrio do ser humano.
Vale lembrar que a ordem de Jesus é de que devemos "amar o próximo como a
nós mesmos". O interessante é que a sociedade se preocupa com o aumento da
violência e como o autor de crimes bárbaros pagará sua divida com a sociedade.

Deveríamos sair de nossa zona de conforto, parar com o discurso de que esse
mundo está perdido, etc... E passar a analisar o que leva um indivíduo a cometer
atos brutais contra seu semelhante. No filme, Lee Ray passou por situações em
sua juventude onde não aprendeu o que é amor, dentre elas, aos dez anos viu sua
mãe ser assassinada pelo ex namorado dela.