Anda di halaman 1dari 4

Escola.......

Curso .......

Professor:
Disciplina: Resistência de Materiais
Assunto: Ensaios Destrutivos e Não Destrutivos
Aluno:

Turma:
Data:

Cidade – Estado
Ano
Ensaios de Materiais

Introdução

Os ensaios mecânicos dos materiais são procedimentos padronizados que


compreendem testes, cálculos, gráficos e consultas a tabelas, tudo isso em conformidade
com normas técnicas. Realizar um ensaio consiste em submeter um objeto já fabricado
ou um material que vai ser processado industrialmente a situações que simulam os
esforços que eles vão sofrer nas condições reais de uso, chegando a limites extremos de
solicitação.

Ensaios Destrutivos

Definição

São aqueles que deixam algum sinal na peça ou corpo de prova submetido ao
ensaio, mesmo que estes não fiquem inutilizados. Exemplos: tração, compressão,
cisalhamento, dobramento, flexão, embutimento, torção, dureza, fluência, fadiga e
impacto.

Importância

É por meio dos ensaios mecânicos que se verifica se os materiais apresentam as


propriedades que os tornarão adequados ao seu uso. Dessa forma, tem-se o controle de
qualidade do produto, garantindo assim confiabilidade e segurança para o cliente.

Tipos mais comuns

Ensaio de Tração

Consiste na aplicação de uma carga de tração crescente, em uma única direção,


em um dado corpo de prova, previamente preparado e normatizado, até a ruptura do
mesmo. Neste ensaio deseja-se medir a variação no comprimento em função da carga
aplicada. Muitos dados técnicos são obtidos com este ensaio e é um dos mais utilizados
no mundo metal-mecânico, os principais dados obtidos neste ensaio são Limite de
Resistência à Tração, Limite de Escoamento, Módulo de Elasticidade, Módulo de
Resiliência, Módulo de Tenacidade, Ductilidade, Coeficiente de Encruamento e
Coeficiente de Resistência.

Ensaio de Compressão

Consiste na aplicação de uma carga compressiva, em uma única direção, em um dado


corpo de prova, previamente preparado e normatizado. Deseja-se determinar a
deformação linear obtida. Quando um material é submetido ao ensaio de compressão, a
relação entre tensão e deformação são semelhantes as obtidas no ensaio de tração.
Ensaio de Dureza

Consiste na impressão de uma pequena marca feita na superfície do material,


com a ajuda de uma ponte de penetração, que pode ser uma esfera de aço e/ou uma
ponta de diamante. A dureza do material (metal) é diretamente relacionada a marca
deixada nesta superfície, com a característica da marca e da carga aplicada.

Ensaio de Torção

Consiste na aplicação de carga rotativa em um corpo de prova, normalmente


cilíndrico. Mede-se o ângulo de deformação em função do momento torçor aplicado.

Ensaio de Flexão

Consiste na aplicação de carga em uma parte de uma determinada barra de


geometria padronizada.

Ensaios Não Destrutivos

O que são os Ensaios Não Destrutivos?

Os Ensaios Não Destrutivos (END) são definidos como testes para o controle da
qualidade, realizados sobre peças acabadas ou semi-acabadas, para a detecção de falta
de homogeneidade ou defeitos, através de princípios físicos definidos, sem prejudicar a
posterior utilização dos produtos inspecionados.
Constituem uma das principais ferramentas do Controle da Qualidade e são
utilizados na inspeção de produtos soldados, fundidos, forjados, laminados, entre outros,
com vasta aplicação nos setores petroquímico, nuclear, aeroespacial, siderúrgico, naval,
auto-peças e transporte rodo-ferroviário.

Quais são os Ensaios Não Destrutivos?

O método a ser utilizado depende das propriedades físicas do material. Um


conhecimento geral dos métodos de END disponíveis é necessário para a seleção do
método adequado.

Aplicação

Algumas situações típicas em que os ensaios não destrutivos são aplicados:


• prevenção de acidentes
• redução de custos
• melhorar a confiabilidade de produtos ser aceito por uma determinada norma
• dar informações para reparo
Para obter resultados válidos, os seguintes tópicos devem ser observados
• pessoal treinado e qualificado
• um procedimento para conduzir o ensaio
• um sistema para anotar os resultados
• uma norma para interpretar os resultados.
Tipos

Os END mais utilizados são:


• Inspeção Visual
• Partículas Magnéticas
• Líquidos Penetrantes
• Ultra-Som
• Radiografia
• Emissão Acústica
• Correntes Parasitas

Exemplo - Líquido Penetrante

É um método de ensaio não destrutivo


(END) para a detecção de descontinuidades
abertas na superfície de materiais sólidos e não
porosos.
Este método emprega um líquido penetrante, o
qual é aplicado na superfície, penetrando nas
descontinuidades. Após um determinado tempo de
penetração, o excesso é removido, aplica-se um
revelador e é feita a observação das
descontinuidades através da observação do
vazamento do líquido penetrante.
Líquido Penetrante pode ser usado em qualquer material. É essencial que o
material seja cuidadosamente limpo, de outra maneira será impossível que o líquido
penetre no defeito.