Anda di halaman 1dari 4

RESPOSTA TÉCNICA

Título

Fabricação de desinfetantes

Resumo

Informações sobre a função das matérias-primas, EDTA e do Preventol D7, na fabricação de


desinfetantes.

Palavras-chave

Ácido etileno-diamino-tetracético; desinfetante; EDTA; preventol D7

Assunto

Fabricação de produtos de limpeza e polimento

Demanda

Qual a função do EDTA e do Preventol D7 na formulação de desinfetantes e quais as


quantidades indicadas?

Solução apresentada

Introdução

Os desinfetantes são substâncias capazes de impedir, eliminar ou inibir o crescimento de


microorganismos.

Segundo o Professor de Química Luiz Paulo Oliveira <oliveiraanna@itelefonica.com.br>, os


desinfetantes são agentes químicos que matam as formas vegetativas de micróbios
patogênicos. O Preventol D7 é outra denominação de um microbiocida de nome Isotiazolinona,
sua recomendação, vai depender do que esteja fabricando, mas em média sua recomendação
é de 2% a 4% da formulação.

O Professor Luiz Paulo ressalta, ainda, que o EDTA, é um quelante ou sequestrante. Ele retira
os íons de cálcio, magnésio e ferro da água a ser usada nas formulações, que podem
atrapalhar no resultado final do produto. É preciso diferenciar dois tipos de EDTA: dissódico
(ácido) e tetrassódico (alcalino), não existe um percentual pré definido, mas dependendo de
sua concentração utiliza-se até 0,1% da formulação, depende de fatores como, por exemplo, a
dureza da água em questão, o produto se é de higiene corporal ou de limpeza, etc.

Processos de fabricação de desinfetantes indicados pelo professor acima citado

Opacos (com brancol)

Sob agitação adicionar: Nonilfenol etoxilado, essência, cloreto de alquil dimetil benzil
amônio, homogeneizar até obter transparência da mistura, lentamente adicionar a água,

1
Copyright © Serviço Brasileiro de Respostas Técnicas (SBRT)
solução corante e EDTA tetrassódico. Por fim adicionar a resina opacificante (brancol).

Desinfetantes com essência

Sob agitação adicionar: álcool graxo etoxilado, essência, cloreto de alquil dimetil benzil
amônio, cloreto de cetil trimetil amônio, álcool, homogeneizar até obter transparência da
mistura, tripolifosfato de sódio previamente dissolvido em 50% da quantidade de água total
(a 70ºC), carbonato de sódio dissolvido previamente em 30% da quantidade de água total,
solução corante, conservante, EDTA tetrassódico e por fim a água restante.

Desinfetantes com LAS ou Ricinoleato de sódio

Sob agitação adicionar: 30% da quantidade de água total, hidróxido de sódio, ácido
dodecilbenzeno sulfônico (LAS) (fazer neutralização com a soda, pH entre 7 a 8), ricinoleato
de potássio, butildiglicol, óleo de pinho e essência, a parte solubilizar o ortobenzil paracloro
fenol no etanol e adicionar na formulação, homogeneizar até obter transparência da mistura,
solução corante, conservante, EDTA tetrassódico, a água restante de forma lenta.

Conclusões e recomendações

Para quem trabalha com produtos químicos é de fundamental importância que sejam
observadas as regras mínimas de segurança. No caso especifico de produtos de limpeza é
importante lembrar que a pessoa responsável irá trabalhar com produtos ácidos e básicos que
oferecem grande risco a pele, os olhos, os pulmões, etc.

Para sua segurança

• Trabalhe sempre com botas de borracha. Este material permite uma maior proteção dos
pés contra umidade, substâncias ácidas e básicas, além de diminuir o risco de escorregões;
• Mantenha sempre limpo o piso onde são fabricados os produtos;
• Quando for necessário colocar as mãos em algum produto, use luvas de proteção. Use
luvas de amianto quando for manipular caldeirões ou tambores quentes;
• Quando montar a sua área de produção evite usar materiais de segunda categoria,
principalmente para as tubulações de água e gás. A economia de hoje pode ser a despesa
maior ou o acidente de amanhã.
• Uma das matérias-primas mais utilizadas pelo fabricante de produto de limpeza é o
ácido sulfônico. Esta substância quando dissolvida na água, libera um gás irritante para os
pulmões. Evite sempre a inalação deste gás. Se for necessário use máscara de segurança;
• A mesma recomendação anterior se aplica quando você for manipular o amoníaco, o
formol e o cloro. Utilize sempre máscara de segurança;
• Ao manipular o fenol (usado no desinfetante creolina), evite o contato com a pele, pois
ele produz queimaduras;
• Quando for preparar um produto, separe com antecedência todas as matérias-primas
que serão utilizadas. Quanto menos você se locomover na área de produção durante o
processo, melhor. Tenha tudo à mão na hora de preparar o produto.
• Procure sempre utilizar uma roupa de proteção adequada para evitar o contato das
matérias-primas com a sua roupa e, principalmente, com a sua pele;
• Sempre que você derramar alguma matéria-prima, lave o local imediatamente com
bastante água. Isto evitará um risco maior de acidentes;
• Evite deixar o sistema de aquecimento (fogão, por exemplo) ligado quando não estiver
sendo utilizado;
• Mantenha sempre cestos de lixo nas dependências próximas e no local de manipulação
dos produtos. Não jogue materiais sólidos nas pias e nos ralos;

2
Copyright © Serviço Brasileiro de Respostas Técnicas (SBRT)
• Mantenha, sempre que possível, um sistema de exaustão para eliminar materiais
voláteis;
• Sempre que ocorrer algum acidente com você ou algum funcionário procure
imediatamente o socorro médico. Independente disso, procure ter sempre à mão materiais de
primeiros socorros.

Salienta-se que para produção de produtos químicos ou de limpeza, se faz necessário o


acompanhamento de um técnico que avalie a composição (quantidade de insumos, segurança
na utilização, etc...) e se responsabilize pela qualidade dos produtos, conhecido como químico
responsável.

As informações citadas nesta resposta técnica servem apenas para iniciar seus conhecimentos
no assunto demandando, não servindo de formulações úteis a produção inicial. Apenas
servirão com a aprovação de um técnico responsável.

Recomenda-se que o cliente busque informações complementares através de todos os sites


citados nessa resposta técnica. É importante, se possível, contar com o apoio de um
profissional especialista na área, para elaboração de um projeto adequado às condições
desejadas

Sugere-se acessar o site <http://www.respostatecnica.org.br> e realizar a busca no Banco de


Respostas, utilizando os códigos das respostas e 9887 e 9792 para encontrar o(s) arquivo(s)
disponível (is).

Recomenda-se, especialmente, a leitura da(s) resposta(s) técnica(s) abaixo:

SERVIÇO BRASILEIRO DE RESPOSTA TÉCNICA. Fabricação de desinfetantes.


RETEC/IEL/BA, 25 mar. 2008.

SERVIÇO BRASILEIRO DE RESPOSTA TÉCNICA. Desinfetante bactericida. RETEC/IEL-


BA, 19 mar. 2008.

Recomenda-se que o cliente busque informações complementares através de todos os sites


citados nessa resposta técnica. É importante, se possível, contar com o apoio de um
profissional especialista na área, para elaboração de um projeto adequado, pois as orientações
dependem das condições específicas de cada estabelecimento.

Fontes consultadas

ZOOTECNIA Brasil. Glossário. Disponível em:


<http://www.zootecniabrasil.com.br/sistema/modules/tiny1/ >. Acesso em: 25 mar. 2008.

Elaborado por

Ana Claudia Lima Cupertino


Luiz Paulo Oliveira – Professor de Química – Bariri/SP

Nome da Instituição respondente

Rede de Tecnologia da Bahia - RETEC/IEL-BA

Data de finalização

25 mar. 2008

3
Copyright © Serviço Brasileiro de Respostas Técnicas (SBRT)
4
Copyright © Serviço Brasileiro de Respostas Técnicas (SBRT)