Anda di halaman 1dari 7

Eletricidade - EPIS e EPCS

Em comprimento ao que determina Norma N° 10 do


MTPS, passamos a comentar.

1)-EPIS-Equipamentos de proteção Individual


São os equipamentos individuais que foram, regulamentado pela legislação do
Ministério do Trabalho. Existe equipamentos individuais, que não são obrigatórios ,
mas o empregador concientemente querendo evitar problemas , também adotam em
sua empresa,dando maior segurança individual ao seus trabalhadores.

2)-São equipamentos Obrigatórios,


regularixados todos prlo MTPS
2.1-Óculos de segurança;

2.2- Capacetes de segurança classe B- NBR8221

a)- Aba frontal


b)-Aba Total

3)- Luvas de segurança não no sentido ortopedico (Ler/Dort),


que são reguladas pela anvisa e não são consideradas EPIS.
3.1-Isolantes-Luvas isolantes industrial.

a)- Classe 00
b)- Classe0
c)- Classe1
d)- Classe2
e)- Classe3
f)- Classe4

3.2 – De cobertura – Luva Para cobertura da luva isolante, visando a proteção


mecânica .

a)- de raspa
b)-e vaqueta
c)-Mista ( vaqueta traspa)

Nota: Existem luvas de proteção ao trabalho (caso luvas ortopedicas e médicas,


fabricadas por empresas com registro na ANVISA), que não são , obrigados a ter C.I,
pois quem estabelecem normas, são os médicos, profissionais da saúde e ANVISA e não
no MTPS

4)- Mangas-Mangas isolantes de borracha


conforme NBR 10623
a)- Classe 0
b) -Classe 1
c)- Classe 2
d)- Classe 3
e)- Classe 4

5)-Calçados de segurança
5.1-Com biqueira de Aço (Para Locais onde haja risco de queda de objetos):

a)-Sapato
b)-Bota
c)-Botina

5.2-Com Biqueira plastica – (Para uso locais onde existe quedas de objetos leves).

a)-Sapato
b)-Bota
c)Botina

5.3-Sem Bigueira- (Para locais onde não haja risco de queda de objetos).

a)-Sapato
b)-Bota
c)Botina

6)-Perneira Isolantes – (para uso onde o risco for de acidente


nas pernas).O uso mais comum e nos campos e Jardins ou
Limpeza de Ruas, Corte de podas, arvores, matos Etc.

7)- Trava queda – (dipositivo para proteção contra quedas).É o


deslocamento Verticais ou Horizontais, ultilizados em conjunto
com o cinto de segurança

7.1 – Linha Flexivel – (Regulado pelo NBR 1426).

a) Linha Flexivel – (Trava guiado para este tipo de linha).

7.2 – Linha Rigida - (Regulada pelo NBC 1427).


a) Linha Rigida – (Trava guiada para este tipo de linha).

7.3 – Trava Retrátil – (Regulada pelo NBC 1428).


8 – Cinturão.
8.1 – Abdominal – cinturão de de segurança para proteção contra diversos riscos de
queda em trabalho em altura.(os cintos ortopédicos não são EPIS).

8.2 – Paraquedista – cinturão de segurança para proteção contra diversos riscos de


queda em trabalhos em altura, bem como em resgate e remoções.

8.3 – Talabarte – É um cinturão mais completo, para trabalho em alturas, e


regulamento pela NBR 11370.

9 – Vestimentos.
São roupas regulamentadas pela norma NBR 11370 para atender o item: 10.2.9.2 da
NR-10.

9.1 – Resistente ao fogo e cercas eletricas.

a) Macacão.
b) Macacão com capuz.
c) Capuz.
d) Calça.
e) Camisa social.
f) Blusão.
g) Avental.
h) Balaclava especial.
i) Luva.

9.2 – Resistente ao fogo e o arco eletrico, porem condutiva (vestimentas apropriadas


para o trabalho em linha viva), conforme IEC60895.

a) Vestimentas especiais.
b) Calçados especiais.

10 -EPCS (Equipamentos de proteção coletiva).


São equipamentos não totalmente exigidos por normas de segurança, (C-I) mas o
empregador deverá manter para evitar uma culpa maior e perdas de mais dias de
trabalho, assumindo tambem o ônus fiscal maior e de salários sem trabalho, (15dias)
alem do risco eletrico nas industrias.

10.1 – Coberturas e Proteções.


a)Ferramentas isoladas – São as ferramentas isoladas para o trabalho em instalações
energizadas, com isolação ensaiada, conforme IEC 60900.

10.2 - Calha isolante.

10.3 - Tapete isolante.

10.4 - Manta, lençol isolante.

10.5 – Para dispositivos diversos – Para cobertura das partes energizadas de


componentes como isoladores de disco, de pino, chaves, fusíveis e etc.

11 – Bloqueio e Sinalização - dispositvos que impedem a


realização ( dispositivos de logout).
11.1 – Etiquetas para identificação.

11.2 - Disjuntor (Bloqueio)

a) DIN.

b) Nema.

c) Alta corrente – Disjuntores em caixas moldadas e ou disjuntores abertos.

d) Plugs –Plugues residenciais e analógos ou plugues industriais.

e) Fusiveis.

f) Multibloqueador – Garra de travamento que permite o travamento com mais de um


cadeado.

g) Bloqueio de cabo – (conjunto de bloqueio) composto do dispositivo bloqueador e de


um cabo de aço.

h) Cadeado colorido – É um conjunto que permite a identificação do responsável pelo


bloqueio.

i) Caixa de bloqueio – É uma caixa para abrigar dispositivos e cuja a tampa é


bloqueada por vários cadeados.

j) Acessórios para porta – É um dispositivo para travamento e bloqueio de portas de


quadros, paineis ou equipamentos.

12 – Escadas
12.1 – Extensivel.

a) De madeira – Portátil.
b) Fibra de vidro.

c) Para suporte girátorio.

12.2 – Singela.

a) Madeira.

b) Fibra de vidro.

12.3 – Para trabalho em linha viva.

13 – Esporas – Equipamentos para escalar postes.


13.1 – Duplo “T”.

13.2 – Meia Lua.

13.3 – Extensivel.

14 – Andaime isolantes

15 – Cestas aéreas

16 – Detectores de tensão
16.1 – Por aproximação – AT.

16.2 - Por aproximação – BT.

16.3 – Por contato – AT.

16.4 – Portátil – AT.

16.5 – Microperímetro – (É um detector usado para medir a corrente de fuga em


qualquer local).

17 – Conjunto de aterramento temporário


17.1 – Para transmissão – Usado para linhas de transmissão

17.2 – Para rede primária – Usado para rede de distribuição àrea de media tensão.

17.3 – Para rede secundária – Usado em rede de distribuição àrea de baixa tensão.

17.4 – Para substações – Usado em substações abertas de AT (até 138 Kw).


17.5 – Para cabine Primária – Usado em substações MT em alvenaria (13.8 Kw a 34.5
Kw).

17.6 – Para cubiculo – Usados em paineis de BT e MT.

17.7 – Pino de Fixação – Usado para fixar conjunto de ateramento.

18)-Vara de manabra
18.1-Seccionavel-Constituida de elemento Padronizado seccionados e Intucabiavéis
aclopaveis, atravéz de encaixe, com travamento por pino de engate rapido.

18.2- Telescópio-

Quando usado somente o minimo de seções requeridas para a realização de cada


serviço atravéz do tratamento das secções inferiores desnecessárias.

19)-Bastão de manobra
E um aparelho similar as varias manobras e são ultilizados para as operações de
apoio.

20)-Equipamentos de primeiro socorros


(Não São exigidos C.I)
Toda a Empresa , deve manter em sua secções ou em ambulatórios, com pessoas
treinadas em primeiros socorros tipo: enfermeiros, medicos, etc, com praticar o salva
vidas bem como no trabalho em locais longe da empresa. Deverá também, ter nos
chamados canteiro de obras ou manutenção.

Os principais são:

a)-Prancha de Madeira ou plastico com cintos.

b)-Colares cervicais de varias medidas.

c)-Talas Imobiçizadoras diversas.

d)-Bandagem elasticas ou inelásticas.

e)-Kit de queimadura e Evicerações.

f)-Kit de ferimentos.

g)-Coletes Imobilizadores,tipo ked

l)-Esparadrapos , sabonetes neutros


i)-lava olhos

j)- Muitos outros equipamentos que venham a atender os primeiros socorros.


A Marimar fabrica e monta diversas bolsas, com kits e aparelhos necessários a este
socorros.