Anda di halaman 1dari 21

Sílvia Loureiro

Átila Cardinal
INPI - DIPAME

Parte 3:

Depósito de um
pedido

1
Sumário

Conteúdo de um pedido de patente

Formulários

Entrega do pedido de patente

Reivindicações

Unidade de pedido de patente e de modelo de utilidade

Clareza

Processamento administrativo de um pedido de patente

Depósitos de pedidos de patente


no Brasil

Pedidos provenientes do exterior:


CUP - Convenção da União de Paris
PCT - Patent Cooperation Treaty
Nacionais

2
Lei nº 9279/96

Antes de depositar um pedido de patente é importante


consultar a LPI nº 9279/96 e verificar:
o que é considerado invenção (Art. 10);
o que não é patenteável (Art. 18);
os requisitos de patenteabilidade (Arts. 11, 13, 14 e
15);
e a Natureza (PI ou MU).

Conteúdo de um Pedido de Patente


LPI nº 9279/96

Artigo 19
O pedido de patente, nas condições estabelecidas pelo INPI,
conterá:
Requerimento, através do formulário modelo 1.01;
Relatório descritivo;;
Reivindicações;;
Desenho, se for o caso;;
Resumo;
Guia de Recolhimento;;

3
Prioridade
LPI nº 9279/96
Artigo 16 - Ao pedido de patente depositado em país que mantenha
acordo com o Brasil, ou em organização internacional, que produza
efeito de depósito nacional, será assegurado direito de prioridade, nos
prazos estabelecidos no acordo, não sendo o depósito invalidado nem
prejudicado por fatos ocorridos nesses prazos.

§ 1o.- A reivindicação de prioridade será feita no ato de depósito,


podendo ser suplementada dentro de 60 (sessenta) dias por outras
prioridades anteriores à data do depósito no Brasil.

§ 2o.- A reivindicação de prioridade será comprovada por documento


hábil da origem, contendo número, data, título, relatório descritivo e, se
for o caso, reivindicações e desenhos, acompanhado de tradução simples
da certidão de depósito ou documento equivalente, contendo dados
identificadores do pedido, cujo teor será de inteira responsabilidade do
depositante.

LPI nº 9279/96

§ 3o.- Se não efetuada por ocasião do depósito, a comprovação


deverá ocorrer em até 180 (cento e oitenta dias) contados do
depósito.

§ 4o.- Para os pedidos internacionais depositados em virtude de


tratado em vigor no Brasil, a tradução prevista no § 2o. deverá ser
apresentada no prazo de 60 (sessenta) dias contados da data da
entrada no processamento nacional.

§ 5o.- No caso de o pedido depositado no Brasil estar fielmente


contido no documento da origem, será suficiente uma declaração do
depositante a este respeito para substituir a tradução simples.

4
LPI nº 9279/96

§ 6o.- Tratando-se de prioridade obtida por cessão, o documento


correspondente deverá ser apresentado dentro de 180 (cento e
oitenta) dias contados do depósito, ou, se for o caso, em até 60
(sessenta) dias da data da entrada no processamento nacional,
dispensada a legalização consular no país de origem.

§ 7o.- A falta de comprovação nos prazos estabelecidos neste artigo


acarretará a perda da prioridade.

§ 8o.- Em caso de pedido depositado com reivindicação de prioridade,


o requerimento para antecipação de publicação deverá ser instruído
com a comprovação da prioridade.

Ato Normativo 127

4.1 O pedido de patente, que será sempre em idioma


português, conterá....

5
Ato Normativo 127

Idioma
4.3.1 Caso o pedido esteja em alfabeto latino e em idioma
estrangeiro, deverá também ser apresentada, no prazo de
30 dias, a tradução simples de todos os documentos
originalmente em idioma estrangeiro. Caso essa tradução
corresponda ao pedido de patente apresentado, poderá o
depositante substituí-la por declaração correspondente.

Conteúdo de um Pedido de Patente em


Biotecnologia e Fármacos

Relatório descritivo
Reivindicações
Listagem de Seqüências
Desenhos
Resumo

6
Disposições específicas da área de
Biotecnologia

AN 127 item 16
Listagem de seqüências biológicas (AN 127 item 16.3)

16.3.1.1 Todo pedido de patente que descreva uma


seqüência de nucleotídeos ou aminoácidos deverá conter -
além do relatório descritivo, reivindicações, desenho e
resumo, uma seção separada chamada Listagem de
Seqüências, imediatamente após as reivindicações.

7
Formulários

O Ato Normativo 130/97 expede as normas para elaboração dos


documentos que instruem os processos referentes a pedidos de patente.
São oito (08) os modelos utilizados e aqueles que tratam do depósito
são:

a) Formulário Modelo 1.01 para Depósito de pedido de patente ou de


certificado de adição;

c) Formulário Modelo 1.03 para Pedidos PCT - Entrada na fase nacional;

Entrega do pedido de patente

Ato Normativo 127

O relatório descritivo, as reivindicações, os desenhos


(se houver) e o resumo devem ser apresentados em 3
(três vias), para uso do INPI, sendo facultada a
apresentação de mais duas vias para restituição ao
depositante.

8
Procuração

LPI nº 9279/96
Art. 216 - Os atos previstos nesta Lei serão praticados pelas partes
ou por seus procuradores, devidamente qualificados.
Parágrafo 1o.- O instrumento de procuração, no original, traslado
ou fotocópia autenticada, deverá ser em língua portuguesa,
dispensados a legalização consular e o reconhecimento de firma.
Parágrafo 2o.- A procuração deverá ser apresentada em até 60
(sessenta) dias contados da prática do primeiro ato da parte no
processo, independente de notificação ou exigência, sob pena de
arquivamento, sendo definitivo o arquivamento do pedido de
patente, do pedido de registro de desenho industrial e de registro
de marca.

Procuração

LPI nº 9279/96

Art. 217 - A pessoa domiciliada no exterior deverá


constituir e manter procurador devidamente qualificado
e domiciliado no País, com poderes para representá-la
administrativa e judicialmente, inclusive para receber
citações.

9
Entrega do pedido de patente

Recepção do edifício sede


Praça Mauá, 7 - Centro - RJ
CEP 20083-900
Divisões Regionais, representações e postos avançados
Endereços no site http://www.inpi.gov.br
Envio Postal
Diretoria de Patentes/CGPROP
DVP

Entrega do pedido de patente

Ato Normativo 127 item 4.4

Envio Postal
Efetuado o depósito por via postal, caso tenham sido
enviadas vias suplementares para retorno ao depositante,
deverá ele enviar também envelope adicional,
endereçado e selado, para retorno das vias
suplementares pelo correio, sem responsabilidade por
parte do INPI quanto a extravios. Na falta de tal envelope
endereçado e selado, ficarão tais vias suplementares à
disposição do depositante no INPI no Rio de Janeiro.

10
Entrega do pedido de patente
Ato Normativo 127 item 4

Envio Postal
Presume-se que:
- terão sido recebidos na data de postagem ou no dia útil
imediatamente posterior, caso a postagem se dê no
sábado, domingo ou feriado e na hora do encerramento
das atividades da recepção da sede do INPI.

LPI nº 9279/96

Artigo 21
O pedido que não atender formalmente ao disposto no
artigo 19, mas que contiver dados relativos ao objeto, ao
depositante e ao inventor, poderá ser entregue,
mediante recibo datado, ao INPI, que estabelecerá as
exigências a serem cumpridas, no prazo de 30 (trinta)
dias, sob pena de devolução ou arquivamento da
documentação.
Parágrafo único: Cumpridas as exigências, o depósito
será considerado como efetuado na data do recibo.

11
Ato Normativo 127

Se não atender as especificações dos itens I a V


referidos anteriormente mas que contiver dados
relativos ao depositante e ao inventor, além de uma
descrição e desenhos (obrigatórios no caso de Modelo
de utilidade) que permitam a perfeita identificação do
objeto, poderá ser entregue, mediante recibo datado,
ao INPI que estabelecerá exigências a serem
cumpridas no prazo de 30 dias a contar da sua ciência,
na forma do artigo 226 da LPI.

Ato Normativo 127

No caso do não atendimento da exigência, o pedido


será devolvido ao depositante ou estará à sua
disposição em arquivo específico do INPI até condições
de posterior devolução.

12
Ato Normativo 127

A data a ser considerada para efeito de depósito, se for


verificado, durante o processamento do pedido, que o
objeto descrito não corresponde ao texto original, será a
de cumprimento da exigência.

Lei nº 9279/96

Artigo 75
O pedido de patente originário do Brasil cujo objeto
interesse à defesa nacional será processado em caráter
sigiloso e não estará sujeito às publicações previstas nesta
lei.
§ 1º O INPI encaminhará o pedido, de imediato ao órgão
competente do poder executivo para, no prazo de 60 dias
manifestar-se sobre o caráter sigiloso. Decorrido o prazo
sem a manifestação do órgão competente, o pedido será
processado normalmente.

13
Aspectos do Exame Formal Preliminar

LPI 9279/96

Artigo 20
Apresentado o pedido, será ele submetido a exame
formal preliminar e, se devidamente instruído, será
protocolizado, considerada a data de depósito a da sua
apresentação.

Depósito do pedido
Ato Normativo 127

Considera-se depósito o ato pelo qual o INPI, após


proceder ao exame formal preliminar, protocoliza o
pedido de patente mediante numeração própria.

14
Depósitos de pedido via PCT

Administrado pelo Escritório Internacional da Organização Mundial


da Propriedade Intelectual (OMPI) em Genebra, Suíça.
O PCT dispõe sobre o depósito de um só pedido internacional, que
pode ser transformar numa multiplicidade de pedidos nacionais e
não patentes, que são então examinados em cada um dos países
designados.

Depósitos de pedido via PCT

Ato Normativo 128


1. O INPI é a Repartição receptora no Brasil dos pedidos
internacionais para as várias modalidades de privilégio de invenção e
de modelo de utilidade, de depositantes para tanto habilitados na
forma definida no art. 9º (1) do PCT e regra 18 (1) (3) do seu
regulamento.
2. Os pedidos internacionais serão depositados exclusivamente no
INPI, no Rio de Janeiro, que se incumbirá de enviá-los ao Escritório
Internacional e à Administração encarregada da pesquisa
Internacional.
3. O depósito de um pedido internacional implica no pagamento das
taxas internacionais (taxa básica, taxa de designação e taxa de
pesquisa) e da retribuição de tramitação do pedido, constantes da
tabela específica.

15
Depósitos de pedido via PCT

4. O pedido internacional deve ser depositado mediante


requerimento próprio (no idioma - inglês - regra 12 do
regulamento do PCT), em um original e duas cópias para
tramitação internacional, sendo facultado ao interessado a
apresentação de uma cópia adicional para uso próprio.
5. O pedido deve observar as prescrições do PCT e de seu
regulamento.
6. O depósito poderá se feito diretamente pelo interessado, ou
por procurador, observado o disposto na regra 90 do
regulamento do PCT.

Processamento Administrativo do
Pedido de Patente
Apresentação do Pedido

12 meses - PI e MU
Apresentação
Prioridade
Art. 16 ou Art. 17 do Pedido

Art. 19

(continua)

16
Processamento Administrativo do
Pedido de Patente

Exame Formal Preliminar e Depósito


Art. 19

Exigência Não Exame formal


para preliminar
Correção atendido

30 dias Sim

Pedido Sim Pedido


Corrigido Depositado Art. 30 § 1°

Publicação
Art. 30
Não Antecipada
Publicação do Pedido
Pedido Devolvido ou (18 meses após o depósito
Arquivamento ou prioridade mais antiga)

(continua)

Reivindicações

Âmbito da Proteção
Durante o exame de concessão
Define aquilo que o requerente considera como
invenção ou modelo de utilidade ou certificado de
adição.

Após a concessão da patente


Define a abrangência dos direitos conferidos.

17
Reivindicações

É a reivindicação que determina o alcance da proteção


seja:
- numa infração, ou
- num processo de nulidade.

Para interpretar a reivindicação deve-se recorrer ao


relatório descritivo e aos desenhos.

Reivindicações

LPI nº 9279/96

Artigo 25
As reivindicações deverão ser fundamentadas no relatório
descritivo, caracterizando as particularidades do pedido e
definindo, de modo claro e preciso, a matéria objeto da
proteção.
Artigo 41
A extensão da proteção conferida pela patente será
determinada pelo teor das reivindicações, interpretado
com base no relatório e nos desenhos.

18
Unidade de pedido de patente de invenção
e de modelo de utilidade
LPI nº 9279/96
Artigo 22
O pedido de patente de invenção terá de se referir a uma
única invenção ou a um grupo de invenções inter-
relacionadas de maneira a compreenderem um único
conceito inventivo.
Artigo 23
O pedido de patente de modelo de utilidade terá de se
referir a um único modelo principal, que poderá incluir
uma pluralidade de elementos distintos, adicionais ou
variantes construtivas ou configurativas, desde que
mantida a unidade técnico funcional e corporal do objeto.

Clareza e Suficiência Descritiva

LPI nº 9279/96

Artigo 24
O relatório deverá descrever clara e suficientemente o
objeto, de modo a possibilitar sua realização por técnico no
assunto e indicar, quando for o caso, a melhor forma de
execução.

19
Clareza e Suficiência Descritiva

Brasil

Não é signatário do Tratado de Budapeste.


Não possui ainda um Centro ou Instituição Depositária
reconhecida pelo INPI.

Art. 24 – [...]
o relatório será suplementado por depósito do
material biológico em instituição autorizada pelo
INPI ou indicada em acordo internacional.

Clareza e Suficiência Descritiva

O Centro Brasileiro de Material Biológico (CBMB), que está sendo implantado através de
um convênio entre o Instituto Nacional da Propriedade Industrial (INPI) e o Instituto
Nacional de Metrologia (Inmetro), será um conjunto de laboratórios destinados à
manutenção de linhagens de microrganismos (bactérias, fungos filamentosos e
leveduras) e de células animais.

Um dos objetivos principais do projeto é que o CBMB funcione como uma instituição
para o depósito de material biológico para fins de patentes. Na maioria dos países,
inclusive no Brasil, a concessão de uma patente que envolva material biológico, muitas
vezes, requer que tal material seja depositado em uma instituição autorizada pelos
escritórios de patentes. Entretanto, não há, atualmente, nenhuma instituição em toda a
América Latina que seja autorizada pelo INPI para esta finalidade. Isso obriga os
depositantes nacionais a depositarem e manterem o seu material em instituições fora do
Brasil e da América Latina. A proposta do CBMB é solucionar este problema.

O CBMB funcionará, também, como reserva de todas as linhagens de microrganismos e


células animais já depositadas em outras coleções de cultura e que sejam consideradas
estratégicas para o desenvolvimento industrial do país. Desta forma, o Centro seria um
local de reserva para essas coleções.

20
Bibliografia
- PCT Applicant’s Guide - http:// www.wipo.int
- Ato Normativo 127 - http://www. inpi.gov.br
- Ato Normativo 128 - http://www. inpi.gov.br
- LPI nº 9279/96 - http://www. inpi.gov.br

Obrigada!
Silvia Loureiro
Engª Metalúrgica, D. Sc.
e-mail: silviam@inpi.gov.br
Átila Cardinal
Engº Agrônomo, M. Sc.
e-mail: cardinal@inpi.gov.br

Diretoria de Patentes
Divisão de Patentes de Mecânica

tel.: 55 21 21393782 / 3306

21