Anda di halaman 1dari 2

5.

13:

Atividade 1

c) CPU-bound, pois usa somente o processador e não usa recursos I/O.

Atividade 2

c) O processo I/O-bound necessita de recursos de I/O, logo precisa ser posto em


espera para aguardar pelos recursos.

Atividade 3

c) As atividades dinâmicas são: Estado, Tempo de UCP e PC. As estáticas são:


Prioridade Básica/Dinâmica, Tempo de criação e Frames. Contextos de software
são Prioridade Básica/Dinámica, Frames e Tempo de criação. Contextos de
hardware são Estado, PC e Tempo de UCP.

Atividade 4

c) Cada processo ao sair do processador grava suas informações no registrador e


cada processo que entra lê suas últimas informações do registrador. Logo, essa
lida e escrita de informações causa o atraso entre a execução dos processos.

Atividade 5

c) Onde o processador tem a fatia de tempo maior, o processo passa mais tempo
em execução (por ser um processo que é executado até o fim do quantum).
Onde tem menor fatia de tempo, o processo executa por menos tempo.

Atividade 6

c) O processo não termina porque ao finalizá-lo no modo suspenso ele não


consegue liberar recursos que ele necessitou durante sua execução. Ao exemplo
de um processo I/O-bound, ele pega um recurso, é suspenso e finalizado: a
operação não consegue terminar por não conseguir liberar o recurso.

5.12:

1- É um conjunto de passos parcialmente ordenados, e executados por um


processador, para atingir um objetivo.

2-O conceito de projeto é importante, para que cada atividade tenha uma ordem
de processamento, uma prioridade e uma execução com sucesso.

4-Parte que compõem um processo, contador de programa, pilha e segmento de


dados.

5-

10-

11-
14-