Anda di halaman 1dari 2

Pro

ced
ime
nto
s
de
Enf
erm
age
m

Inclui as principais técnicas de enfermagem, descrevendo com


detalhes a execução dos procedimentos. Desenvolvido pelas
enfermeiras Érida Maria Diniz Leite e Kátia Regina Barros Ribeiro do
Hospital Universitário Onofre Lopes ( UFRN ).

1. Cateterismo Vesical

1.2. Cateterismo Vesical de Alivio - Masculino


1.2.200 Procedimentos

1. Explicar o procedimento e sua finalidade à paciente e/ou ao


acompanhante;

2. Reunir o material;

3. Colocar biombos em volta do leito;

4. Lavar as mãos e calçar as luvas de procedimento;

5. Colocar o paciente em posição dorsal com as pernas


estendidas com uma aparadeira;

6. Realizar a higiene íntima;

7. Lavar as mãos;

8. Abrir o pacote de cateterismo sobre a cama, usando técnica


asséptica;

9. Colocar a solução anti-séptica estéril na cuba redonda ( PVPI


tópico ou clorexidina em veículo aquoso );

10. Colocar dentro do campo do cateterismo: sonda vesical de


alívio, gazes e seringa;

11. Desinfetar com álcool a 70% o lacre do tubo de xylocaína.


Perfura-lo com agulha calibrosa;

12. Calçar luvas estéreis;

13. Solicitar auxílio para preencher a seringa com 10 mL de


xylocaína;

14. Pegar, com o auxílio da pinça, gaze embebida em solução


anti-séptica;
15. Limpar primeiramente a região púbica, no sentido
transversal, com movimento único e firme, desprezando a gaze
para cada movimento. Usar gazes para segurar o pênis
perpendicular ao corpo e limpar, no sentido longitudinal, de
cima para baixo, do lado mais distante para o mais próximo,
sempre utilizando uma gaze para cada movimento;

16. Limpar o corpo do pênis;

17. Colocar o campo fenestrado. Deixar o pênis em repouso


sobre o campo;

18. Segurar o pênis do paciente, perpendicular ao corpo, puxar


o prepúcio para baixo, de modo a expor a glande. Limpar a
glande com movimentos circulares, começando a partir do
meato;

19. Limpar o orifício da uretra;

20. Injetar 10 mL de xylocaína no meato;

21. Introduzir delicadamente o cateter no interior do meato


uretral e observar se há uma boa drenagem urinária;

22. Depois de esvaziar a bexiga, pressionar o cateter entre o


polegar e o dedo indicador para evitar que a urina permaneça
na uretra. Remover delicadamente o cateter;

23. Após a sondagem vesical, o prepúcio deve ser recolocado


sobre a glande, pois sua posição retraída pode vir a causar
edema;

24. Posicionar o paciente confortavelmente;

25. Recolher o material do cateterismo;

26. Deixar a unidade em ordem;

27. Lavar as mãos;

28. Registrar o procedimento. Medir e anotar a quantidade, a


coloração e as demais características da urina.