Anda di halaman 1dari 1

Poluição do ar: Alteração das características físicas, químicas e biológicas normais da atmosfera, causando danos ao

ser humano, a fauna e a flora. São poluentes o dióxido de enxofre, monóxido de carbono, ozônio e dióxido de
nitrogênio. Principais Poluentes: Podem ser físicos, químicos, poeiras, fumos, fumaça e nevoas. Controle: Medidas
Indiretas; Planejamento urbano, Diluição através de chaminés altas, medidas para impedir a geração dos poluentes e
para reduzir a geração de poluentes. Medidas diretas; Classificação dos equipamentos de controle de poluição do ar,
seleção de equipamentos de controle de poluição do ar.

Poluição sonora: O aumento sistemático da atividade comercial e industrial, a elevada taxa de crescimento de
comércios, a perda de áreas verdes, etc, são as causas da poluição sonora. Ou seja, a principal contaminação acústica é
a atividade humana. O ruído não deixa resíduos e seus efeitos não são muito visíveis. Os efeitos podem ser fisiológicos
ou psicológicos. Tipos de Origem: Ruido por transito de veículos, ruído por atividades domesticas e publicas e ruído
Industrial. Caracteristicas: Não deixa resíduos, tem um raio de ação pequeno, não é transportado através de fontes
naturais e é percebido somente pela audição. Prevenção: Redução do ruído na fonte emissora, redução na exposição,
educação da população e uso de proteção adequada.

Fauna: De maneira geral, a maior ameaça a fauna é a destruição ou alteração dos ambientes naturais, sejam eles
terrestres ou aquáticos. Desmatamentos, extensas áreas agrícolas, pastagens, exploração mineral, etc. Outra ameaça é
a poluição química e sonora, causada por embarcações, esgotos domésticos e industriais, despejos irregulares e
acidentes químicos. Queimadas. Expansões imobiliárias. Comercio ilegal ou trafico de animais em extinção. Turismo
feito sem controle. A ameaça aos mamíferos começa com a caça e perda de fontes alimentares. Pesca acidental e a
falta de informação são os maiores fatores de ameaça aos peixes.

Poluição do solo: Afeta a camada superficial da crosta terrestre, causando mal a vida humana, natureza e meio
ambiente. Podem ser de origem urbana, agrícola ou aterro sanitário. Monocultura, desmatamento, erosão, queimadas,
desertificação, extrativismo e irrigação são exemplos de mau uso do solo. Metodos de descontaminação: No local(in-
situ); injeção de ar, lavagem do solo, biológicos, vitrificação. Fora do local(on/off-site); combustão, reator, bioreator e
confinamento ou isolamento da área contaminada. A descontaminação pode ser térmica, fisico-quimico ou biológico.