Anda di halaman 1dari 13

SUPERIOR EM TECNOLOGIA EM PROCESSOS INDUSTRIAIS - MODALIDADE EM

ELETROMECÂNICA

Máquina Elétricas

Professor: D’Jorge Milani

Alunos: André Medeiros Dias


Jeancarllo Moschetta
Fernando Cela

Blumenau Maio de 2011


EXPERIÊNCIA 1 - Ligação de Motores Partida Direta

DIAGRAMA DE FORÇA DIAGRAMA DE COMANDO


EXPERIÊNCIA 2 - Ligação de Motores Partida Direta com Reversão

DIAGRAMA DE FORÇA DIAGRAMA DE COMANDO


EXPERIÊNCIA 3 - Ligação de Motores Partida Estrela Triângulo

DIAGRAMA DE FORÇA
DIAGRAMA DE COMANDO
EXPERIÊNCIA 4 - Ligação de Motores Partida Compensadora

DIAGRAMA DE FORÇA
DIAGRAMA DE COMANDO
EXPERIÊNCIA 5A - Ligação de Motores SOFT STARTER / Ligação em Estrela

DIAGRAMA DE FORÇA
DIAGRAMA DE COMANDO
EXPERIÊNCIA 5B - Ligação de Motores SOFT STARTER / Ligação em Triângulo

DIAGRAMA DE FORÇA
DIAGRAMA DE COMANDO
Dados de Placa do Motor Utilizado

Modelo (MOD)___________________________________________________ GZ88343


Freqüência (Hz)__________________________________________________ 60 Hz
Potência do Motor ( CV) ___________________________________________ 3 cv
Rotação ( RPM) __________________________________________________ 1720 rpm
Tensão de Alimentação em Delta_____________________________________ 380 V
Tensão de Alimentação em Estrela___________________________________ 660 V
Corrente Nominal (consumo) em Delta________________________________ 1,75 A
Corrente Nominal (consumo) em Estrela______________________________ 1,01 A
Fator de Serviço (FS)______________________________________________ 1.15
Classe de Isolamento ______________________________________________ C (40ºC)
Corrente de Partida (Ip/In) _________________________________________ 7,2
Índice de proteção ( IP) _____________________________________________ 55
Categoria do motor (CAT) __________________________________________ N
Cos Ø ____________________________________________________________ 0,82
Explicar o princípio de Dimensionamento ( Max 10 linhas)

Para o dimensionamento de sistemas de partia de motores, é fundamental que o técnico tenha


disponível a especificação técnica das máquinas e equipamentos envolvidos na instalação.
Catálogos de motores, contatores, relés de sobre-carga e fusíveis e Soft Starter’s, auxiliam no
dimensionamento correto para o funcionamento conforme tipo de partida escolhida.
A escolha do tipo de partida ideal para a instalação deve ser avaliada com a ajuda de um comparativo,
envolvendo fatores de custo, dimenções e regime de serviço (operação) do motor, pois cada sistema de
partida possui a sua vantagem e desvantagem, cabendo ao técnico a escolha da melhor opção.