Anda di halaman 1dari 1

Análise Morfométrica de Espécies Biológicas Através de Visão Computacional Rafael Guariz Pinheiro Rodrigo de Oliveira Plotze (orientador)

Universidade Paulista (UNIP) Instituto de Ciências Exatas e Tecnológicas

1. Objetivos

Este projeto tem com objetivo principal à análise morfométrica de espécies biológicas com base em métodos de visão artificial. Para isso, informações morfométricas serão coletadas através de três técnicas de análise de formas: assinaturas digitais, curvatura e transformada de Fourier. Métodos estatísticos de reconhecimento de padrões serão empregados nos dados extraídos para avaliar a potencialidade das técnicas morfométricas, e determinar uma possível classificação das espécies. Para validação dos métodos desenvolvidos serão utilizadas bases de imagens digitais de espécies biológicas reais presentes na natureza.

2. Metodologia

A análise morfométrica realiza a extração de medidas nas mais variadas estruturas, tais como órgãos de seres vivos, frutos, folhas, etc. O desenvolvimento do projeto foi dividido em três partes: (i) estudo e implementação das técnicas de visão computacional (assinaturas, transformada de Fourier e curvatura); (ii) análise e extração de características das imagens biológicas; (iii) classificação das espécies através das técnicas de reconhecimento de padrões (classificação por distância mínima).

3. Resultados e Discussão

Através dessas técnicas de análise foi possível a aquisição dos diversos gráficos e vetores de características de cada uma das imagens utilizadas. Visualmente podemos diferenciar

uma fruta de outra, isso é claro e fica ainda mais através dos gráficos das assinaturas
uma fruta de outra,
isso
é claro
e
fica ainda
mais
através
dos
gráficos das assinaturas
digitais extraídas.
grande diferença.
Entre
alguns
gráficos

Figura 1: Análise por Projeção a 90° da espécie

Passifora gilbertii

4. Conclusões

Algumas técnicas foram extremamente satisfatórias, como por exemplo a Assinatura por Projeção a 90° ficando 81,82% de acerto. Outras no entanto, apesar de serem até mais robustas, deixaram a desejar, como a análise pela Curvatura com apenas 34,09% de acerto.

5. Referências Bibliográficas

[1] Plotze, R. O.,

M. Falvo, et al. Leaf

Shape

Analysis by the Multiscale Minkowsky Fractal Dimension, a New Morphometric Method: A Study in Passiflora L. (Passifloraceae). Canadian Journal of Botany, v.83, p.287-301.

2005.