Anda di halaman 1dari 47

DHB

WWW.ELEMECAUTO.BLOGSPOT.COM
Mecanismos de Direção Pinhão & Cremalheira

Manual

Hidráulica

ETO

ETO

Cantiver
CTO

TREINAMENTO REDE DHB ANO 2003


Direção Hidráulica Esferas Recirculantes

Mod 708 e 710

Direção Hidráulica Marítima

TREINAMENTO REDE DHB ANO 2003


Bombas Hidráulicas

Reservatórios de Óleo

TREINAMENTO REDE DHB ANO 2003


Barras & Ponteiras

Mangueiras de Sistema Hidráulico

TREINAMENTO REDE DHB ANO 2003


KIT’S DE CONVERSÃO

TREINAMENTO REDE DHB ANO 2003


SISTEMAS DE DIREÇÃO

• CASTER
• CAMBER
• DIVERGÊNCIA E CONVERGÊNCIA
•DIVERGÊNCIA EM CURVA
•ÂNGULO KPI (KINGPINION INCLINATION)
SET- BACK

TREINAMENTO REDE DHB ANO 2003


PROPOSTAS DO SISTEMA DE DIREÇÃO HIDRÁULICA

REDUÇÃO DE ESFORÇO:
Um sistema de direção hidráulica é projetado

para auxiliar 70% a 80% no esforço físico

realizado nas manobras pelo motorista

TREINAMENTO REDE DHB ANO 2003


PROPOSTAS DO SISTEMA DE DIREÇÃO HIDRÁULICA

PRECISÃO NAS MANOBRAS:


Uma direção hidráulica reduz

consideravelmente o giro do volante e

tempo necessário para manobras devido

uma relação de pinhão e cremalheira

mais direta

TREINAMENTO REDE DHB ANO 2003


PROPOSTAS DO SISTEMA DE DIREÇÃO HIDRÁULICA

SEGURANÇA:
Face a redução de esforço e precisão
nas manobras, a direção hidráulica
torna o veículo mais seguros no
controle de situações críticas, como
por exemplo estouro de pneu,
deformações de pista , obstáculos,
curvas acentuadas, etc....

TREINAMENTO REDE DHB ANO 2003


PROPOSTAS DO SISTEMA DE DIREÇÃO HIDRÁULICA

CONFORTO E CONFIANÇA:
Face a segurança e precisão nas
manobras, associadas a redução de
esforço podemos afirmar que o motorista
desfrute do veículo com direção hidráulica
de um maior conforto ao dirigir

VALORIZAÇÃO:
Sendo um equipamento concebido com
uma tecnologia moderna, associado aos
benefícios de segurança e conforto
determina no mercado maior valorização
do veículo

TREINAMENTO REDE DHB ANO 2003


TECNOLOGIAS ATUAIS

HIDRÁULICA - HPS
(Hidraulic Power Steering)

Possuem construções do tipo:


• booster (cilindro auxiliar)
• esferas recirculantes
(Integrais)
• pinhão e cremalheira (P&C)

TREINAMENTO REDE DHB ANO 2003


TECNOLOGIAS ATUAIS

ELETROHIDRÁULICA - EHPS
Sistema provido de uma
(Eletric Hidraulic Power Steering)
bomba hidráulica com
acionamento elétrico, e não
pela tradicionais correias

TREINAMENTO REDE DHB ANO 2003


TECNOLOGIAS ATUAIS

ELÉTRICA - EPS
(Eletric Power Steering)
O auxílio de torque é
realizado totalmente por um
motor elétrico. O motor
elétrico pode ser montado em
diferentes pontos do sistema
de direção:
• coluna
• pinhão
• cremalheira

TREINAMENTO REDE DHB ANO 2003


TECNOLOGIAS FUTURAS

CABO - STEER BY WIRE Sistema provido de acionadores


eletrônicos individuais para cada
roda, não existindo ligação física
entre motorista e rodas

São sistemas aplicados em veículos


conceituais

TREINAMENTO REDE DHB ANO 2003


SISTEMA DE DIREÇÃO HIDRÁULICA

MANGUEIRA
DE RETORNO (+COOLER)
MECANISMO DE
RESERVATÓRIO DIREÇÃO
HIDRÁULICA

MANGUEIRA DE
MANGUEIRA DE PRESSÃO
SUCÇÃO

BOMBA
HIDRÁULICA

TREINAMENTO REDE DHB


TEORIA HIDRÁULICA

“ Lei de Pascal”

“A PRESSÃO EXERCIDA EM UM PONTO QUALQUER DE UM LÍQUIDA


ESTÁTICO É A MESMA EM TODAS AS DIREÇÕES E EXERCEM
FORÇAS ICUAIS EM ÁREAS IGUAIS”

TREINAMENTO REDE DHB ANO 2003


TEORIA HIDRÁULICA

PRINCÍPIO DE FUNCIONAMENTO DE TRANSMISSÃO DE FORÇA

F (Kgf) = P (Kgf/cm²) x A (cm²) ONDE:


F > força
P > pressão
A > área

TREINAMENTO REDE DHB ANO 2003


FLUÍDO HIDRÁULICO

FUNÇÕES PRIMÁRIAS:
• transmitir energia;
• lubrificar as peças do sistema;
• vedar as folgas entre as peças;
• resfriar e dissipar calor.

OUTROS REQUISITOS:
• manter a viscosidade estável em ampla faixa de temperatura;
• possuir estabilidade térmica;
• inibidor de ferrugem e corrosão;
• impedir formação de lodo e goma (detergência);
• diminuir formação de espuma;
• separar a água (higroscópio);
• compatibilidade com as vedações.

TREINAMENTO REDE DHB ANO 2003


FLUÍDO HIDRÁULICO

CARACTERÍSTICAS TÍPICAS DE FLUÍDO PARA DIREÇÃO HIDRÁULICA (tipo ATF):

Densidade 20/4ºC - 0,900


Coloração- vermelho
Ponto de Fulgor - 200ºC
Ponto de Fluidez - - 40ºC
Viscosidade cSt 40ºC - 40
Viscosidade cSt 100ºC - 7,5
Índice de Viscosidade - 150

TREINAMENTO REDE DHB ANO 2003


BOMBA HIDRÁULICA

MODELO CB - Compact Bushing


• vazão mínima a 465 RPM: 1,51 LPM (série 0,40)
2,27 LPM (série 0.60)
3,33 LPM (série 0,88)
• vazão máxima : 4,16 a 13,25 LPM
• pressão de alívio : 750/850 a 1.425/1500 PSI (52/60 a 100/105 Bar)
• temperatura de operação: - 40 a 135 ºC (ideal 76 ºC)
• velocidades de trabalho: 465 a 7.000 RPM (picos máx de 7.500 rpm)
• carga máxima correia: nova 1.800N usada 1.350N
• peso: +/- 2,2 Kg
• reservatório: Integrado ou Remoto
• nivel mínimo de óleo: 75 mm da linha do eixo da bomba
• mancalização de eixo: bucha metal patente Al ou Pb
• constução carcaça: LHD ou RHD
• polia / adaptador : interferência eixo / polia de 0,025 -0,065 mm

TREINAMENTO REDE DHB ANO 2003


BOMBA HIDRÁULICA

VISTA EXPLODIDA

TREINAMENTO REDE DHB ANO 2003


BOMBA HIDRÁULICA

VISTA EXPLODIDA

1- vedador do eixo 11- palheta (10)


2- regulador de vazão 12- rotor
3- anel de borracha 13- anel trava
4- conjunto válvula de alívio 14- placa superior
5- mola controladora de vazão 15- anel de borracha
6- conjunto carcaça da bomba 16- mola prato
7- eixo 17- anel de borracha
8- pino localizador (2) 18- tampa traseira
9- placa inferior 19- anel trava
10-anel elíptico 20- tubo de alimentação (sucção)

TREINAMENTO REDE DHB ANO 2003


BOMBA HIDRÁULICA

MODELO CB - Compact Bushing

Alma de aço com:

ALUMÍNIO (Al)
• maior resistência ao trem de correia
• cuidados na lubrificação

ou

CHUMBO (Pb)
• melhor qualidade auto-lubrificante
• menor resistência ao trem de correia
• problema ambientais

TREINAMENTO REDE DHB ANO 2003


BOMBA HIDRÁULICA
MODELO CB - Tipos de carcaça

RHD - Right Hand Discharge


(SAÍDA PRESSÃO LADO DIREITO)
LHD - Left Hand Discharge
(SAÍDA PRESSÃO LADO ESQUERDO)

Transversal Casting
(FIXAÇÃO CARCAÇA NA TRANVERSAL)

TREINAMENTO REDE DHB ANO 2003


BOMBA HIDRÁULICA

MONTAGEM DE POLIAS E CORREIAS

POLY V

TREINAMENTO REDE DHB ANO 2003


TREINAMENTO REDE DHB ANO 2003
BOMBA HIDRÁULICA
Condição de trabalho: LIVRE CIRCULAÇÃO
VAZÃO DEFINIDA PELO REGULADOR CONSTANTE
BAIXA PRESSÃO (resistências do sistema)

TREINAMENTO REDE DHB ANO 2003


BOMBA HIDRÁULICA
Condição de trabalho: PRESSÃO MÁXIMA NO SISTEMA
VAZÃO NO SISTEMA PRÓXIMO A ZERO
ATUAÇÃO DO SISTEMA DE ALÍVIO
CAVITAÇÃO NA BOMBA

TREINAMENTO REDE DHB ANO 2003


BOMBA HIDRÁULICA
SISTEMAS PROGRESSIVOS

MÊCANICO: VARIAÇÃO DE ROTAÇÃO MOTOR


CALIBRAGEM HASTE CÔNICA
ALTERA CURVA DE VAZÃO

Curva com falling flow

Curva com regulador constante

TREINAMENTO REDE DHB ANO 2003


BOMBA HIDRÁULICA
SISTEMAS PROGRESSIVOS
ELETRÔNICO: VARIAÇÃO VELOCIDADE
HASTE TIPO SOLENÓIDE
MECÂNICO: VARIAÇÃO DE ROTAÇÃO MOTOR
BOMBA OU MECANISMO
CALIBRAGEM HASTE CÔNICA
ALTERA CURVA DE VAZÃO

TREINAMENTO REDE DHB ANO 2003


BOMBA HIDRÁULICA
POTÊNCIA CONSUMIDA DA BOMBA HIDRÁULICA
(Teórica)

POTÊNCIA = VAZÃO x PRESSÃO


426 (constante)
onde:
Potência – CV ( 1CV = 0,986 HP)
Vazão – LPM
Pressão – Kgf/cm² (Bar)

Exemplo de uma bomba com capacidade para 8,0 LPM


estando com uma pressão de 98 Bar (1.400PSI)

Potência = 8 x 98 Potência (teórica) = 1,8 CV


426

TREINAMENTO REDE DHB ANO 2003


MECANISMO DE DIREÇÃO HIDRÁULICA
PINHÃO E CREMALHEIRA

•Tipos construtivos: E.T.O. (End Take-off)


C.T.O. (Center Take-off)
Cantilever
• Eficiência: 75% - 80%
• Pré-carga: auto ajustável
• Curso Cremalheira: cfme. Projeto (120mm - 160mm)
• Relação de redução: aprox 12:1
• Número de volta no volante: 3,0 a 3,4 revoluções
• Máxima pressão de operação: 8,27 Mpa (82,7 Bar)
• Máxima temperatura de trabalho: 150ºC (picos)
• Peso: 8 a 10 Kg

TREINAMENTO REDE DHB ANO 2003


MECANISMO DE DIREÇÃO HIDRÁULICA
PINHÃO E CREMALHEIRA

VISTA EXPLODIDA

TREINAMENTO REDE DHB ANO 2003


MECANISMO DE DIREÇÃO HIDRÁULICA
PINHÃO E CREMALHEIRA

VISTA EXPLODIDA

1- conjunto carcaça 17- anel trava


2- tampão inferior 18- vedador interno do cilindro
3- porca inferior da válvula & pinhão 19- anel elástico
4- anel elástico 20- vedador superior da válvula & pinhão
5- rolamento inferior 21- rolamento de rolo
6- anéis de válvula (4) 22- mancal de ajuste
7- conjunto válvula & pinhão 23- anel de borracha
8- vedador inferior do pinhão 24- mola de ajuste
9- bucha plástica (ou rolamento) 25- contra-porca
10- tubo de ligação 26- bujão de ajuste
11- tubo de ligação 27- barra lateral (2)
12- coxins de montagem 28- abraçadeira do guarda-pó (2)
13- conjunto cremalheira 29- guarda-pó (2)
14- anel de borracha 30- abraçadeira do guarda-pó (2)
15- anel de teflon 31- contra-porca do terminal (2)
16- conjunto tampa dianteira de vedação 32- terminal de direção (2)

TREINAMENTO REDE DHB ANO 2003


MECANISMO DE DIREÇÃO HIDRÁULICA
PINHÃO E CREMALHEIRA

TREINAMENTO REDE DHB ANO 2003


MECANISMO DE DIREÇÃO HIDRÁULICA
PINHÃO E CREMALHEIRA

TREINAMENTO REDE DHB ANO 2003


MECANISMO DE DIREÇÃO HIDRÁULICA
PINHÃO E CREMALHEIRA

TREINAMENTO REDE DHB ANO 2003


SISTEMA DE DIREÇÃO HIDRÁULICA

ELEVAÇÃO DE PRESSÃO GERANDO FORÇA


F=PxA REAÇÃO DOS PNEUS

PRESSÃO

ALIMENTAÇÃO

RETORNO

TREINAMENTO REDE DHB ANO 2003


SISTEMA DE SUSPENSÃO E DIREÇÃO

1- Barra estabilizadora
2- Bandeja de suspensão e pivôs
3- Braço oscilente
4- Mola 9- Coluna de direção
5- Pivôs 10- Eixo intermediário / acoplamento
6- Rolamento de roda 11- Vedador Dash
7- Amortecedor 12- Fixação do mecanismo
8 -Rolamento de suspensão 13- Terminais de direção
14- Sistema de freio
15- Tubulações hidráulicas
16- Pneu

TREINAMENTO REDE DHB ANO 2003


DIREÇÃO HIDRÁULICA INTEGRAL

MODELO 708

•Tipo de construção: pistão e eixo sem-fim com


esferas recirculantes
• Capacidade de carga sobre eixo dianteiro: 2.040 Kg
• Relação de redução variável: 16 - 13:1
• Número de volta no volante: 3,5
• Curso total do braço pitman: 85º
• Pressão máxima de operação: 10,34 Mpa (103,4 Bar)
• Peso (sem óleo): 13 Kg

TREINAMENTO REDE DHB ANO 2003


DIREÇÃO HIDRÁULICA INTEGRAL

MODELO 710

•Tipo de construção: pistão e eixo sem-fim com


esferas recirculantes
• Capacidade de carga sobre eixo dianteiro: 4.080 Kg
• Relação de redução: 24:1
• Número de volta no volante: 5,8
• Curso total do braço pitman: 85º
• Pressão máxima de operação: 10,34 Mpa (103,4 Bar)
• Peso (sem óleo): 23 Kg

TREINAMENTO REDE DHB ANO 2003


MANGUEIRA DE PRESSÃO

TREINAMENTO REDE DHB ANO 2003


TREINAMENTO REDE DHB ANO 2003
SOLICITAÇÃO DE GARANTIA
SOLICITAÇÃO DE GARANTIA
(1)Nº CONTROLE PSA (1.1)Nº CONTROLE DHB

(2)NOM E DO PSA DHB (2.1)CÓDIGO PSA DHB

(3)VEÍCULOS / M ODELO (3.1)CHASSI Nº (3.2)DATA DE VENDA (3.3)QUILOM ETRAGEM

(4)CONCESSIONÁRIO VENDEDOR (4.1)CIDADE - ESTADO

(5)NOM E DO PRODUTO (5.1)CÓDIGO PRODUTO (5.2)DATA FABRICAÇÃO

(6)DESCRIÇÃO DO PROBLEM A PELO CLIENTE

(7)IDENTIFICADO PELO PSA DHB (7.1)DETALHAR ANÁLISE


(7.1)RUÍDO
(7.2)VAZAM ENTO INTERNO
(7.3)VAZAM ENTO EXTERNO
(7.4)PRESSÃO FORA ESPECIFICADO
(7.5)VAZÃO FORA ESPECIFICADO
(7.6)DIREÇÃO PESADA
(7.7)OUTROS
(8)REPARO EXECUTADO

(8)COM PONENTES SUBSTITUIDOS (9)M ÃO DE OBRA


(8.1)ITEM (8.2)QTDE (8.3)DESCRIÇÃO (8.4)CÓDIGO (9.1)CÓDIGO (9.2)HORAS

(10)RESPONSÁVEL PSA-DHB (10.1)DATA DO REPARO (11)DATA E NOTA FISCAL SR (599 OU 699)


NF
(12)OBSERVAÇÕES

1 via acompanha componentes para reposição


1 via de controle para arquivo do PSA DHB

TREINAMENTO REDE DHB ANO 2003


TREINAMENTO REDE DHB ANO 2003
TREINAMENTO REDE DHB ANO 2003