Anda di halaman 1dari 4

aula 9

EVITANDO A DESLEALDADE Como podemos escapar dos perigos da traição. Creio que uma das maneiras será aprender como tratar nossa igreja de modo honroso, amar nosso ministério e acima de tudo nossa liderança precisamos entender que quando fazemos as coisas com amor e dedicação, tijolos espirituais são colocados na obra, com isso sempre pensaremos se vale a pena por um pouco de CAPRICHO, derrubar os tijolos que nos deu tanto trabalho para colocar, assim deixar de lado o trabalho de uma vida na obra partindo para outro cheios de dúvidas e lacunas que deverão ser preenchidas em uma nova história.

DEIXAR O MINISTÉRIO DEVE SER EVITADO (tornar raro tanto quanto possível) A saída de um ministério deve a todo custo ser evitada, isso cria uma atmosfera ruim para ambos os lados, normalmente acontece debaixo de fendas que não foram fechadas, e o de rotina é que mesmo saindo do nosso lugar, na maioria das vezes estamos só trocando o problema de endereço. Em meio a MAL ENTENDIDOS, CONFLITOS, ACUSAÇÕES E FERIDAS NÃO CICATRIZADAS. Dificilmente vemos saída pacifica ( e as vezes é biblicamente necessária). Há muitas razões para se conhecer, em relação a deixar nosso ministério debaixo da graça e benção de Deus. Vamos aprender três delas:  Quando ela vem como uma instrução explicita do senhor;  Quando há um grande desvio doutrinário do ministério e  Quando há desvio moral significativo e crônico.  Quando ela vem como uma instrução explicita do senhor- A bíblia diz o seguinte: Porque nele vivemos, e nos movemos, e existimos, como também alguns dos seus poetas disseram: somos também sua geração. (Atos 17.28). se estou sobre total dependência direcional do Senhor, e costumo cobrar isso dele em minhas orações, porque sou tão egoísta a ponto de na hora de decidir onde devo estar, querer fazer isso sozinho. Me proponho a cobrar de Deus as provisões para minha vida, cobrar que meu milagre aconteça, mas na hora de decidir meus passos quero fazer isso sozinho, contrariando o que Ele me ensinou .Instruir-te-ei e ensinar-te-ei o caminho que deves seguir, guiar-te-ei com os meus olhos ( Salmos 32.8). Se não há uma instrução explícita do Senhor, não tem porque largar meu ministério.

aula 9

 Quando há um grande desvio doutrinário do ministério- As possibilidades de um desvio doutrinário são grandes, mas não nos apegaremos a dizer quem está certo ou quem está errado, basta no meio de nossa caminhada avaliar se o que estamos recebendo dentro da igreja, viaja em conformidade com a palavra de Deus. O profeta Oséias usado por Deus, ministrou o seguinte ensinamento: O meu povo foi destruído, porque lhe faltou o conhecimento; porque tu rejeitaste o conhecimento, (....); ( Oseias 4.6). se não há desvio doutrinário no ministério, não tem porque deixa-lo.  Quando há desvio moral significativo e crônico- A igreja de Corinto era uma igreja que havia sido muito abençoada por Deus em diversos aspectos. Quando Paulo inicia sua carta ele reconhece, no capítulo primeiro, que Deus havia abençoado a igreja com toda sorte de bênçãos espirituais, de dons espirituais, ao ponto de “não lhes faltar dom nenhum”. Porém, Havia um grupo que estava voltando à prática da prostituição religiosa (6:18-19), o que era comum na cidade de Corinto. Isso era praticado nos templos onde se cultuava a Deusa Afrodite. Refletindo esta é separação entre espiritualidade e a conduta moral. Hoje se diz que a verdade é relativa e que cada pessoa tem sua própria verdade. Estamos vivendo a relativização dos valores morais. Se diz que a vida de cada um é governada por aquilo que a pessoa sente que é melhor. Pensamentos contrários ao que a bíblia ensina: Porque, quem conheceu a mente do Senhor, para que possa instruí-lo? Mas nós temos a mente de Cristo.(1 Coríntios 2:16). Então se tenho a mente de Cristo, devo agir como ele, e se não há um desvio moral crônico não devo deixar o ministério.

OBS: Isso pode atrair uma maldição para sua vida. Não é possível que a igreja onde você foi treinado, tenha se tornado um lugar mau. Acaso não vos basta o bom pasto, senão que pisais o resto de vossos pastos a vossos pés. E beber as profundas águas, senão que enlameais o resto com os vossos pés. (Ezequiel 34.18)

aula 9

SE CASO NÃO CONSEGUIR EVITAR Se ocorre uma situação que não foi possível evitar e entramos no árduo processo de separação com nosso ministério, ou estamos no meio dele, será que ainda há um jeito de concertar as coisas. Acredito que todos tem uma chance de voltar a praticar as primeiras obras no cerne do amor, alguns são inocentes outros não fazem suas decisões de caso pensado. Deixe-me mostrar a você que não foi apenas Judas que abandonou a Cristo em suas ultimas horas. Todos os discípulos, exceto João, o amado, abandonaram ao Senhor quando suas presenças eram muito importante. Havia poucas pessoas paradas diante da cruz no calor da crise: João o amado, Maria a mãe de Jesus, e Maria Madalena. Os outros não foram encontrados em lugar nenhum. E juto a cruz de Jesus estava sua mãe, e a irmã de sua mãe, Maria, mulher de Clopas, e Maria Madalena. Ora Jesus, vendo ali sua mãe e que o discípulo a quem ele amava estava presente, disse a sua mãe...(João 19.25,26).

Pedro negou a presença do Senhor em sua vida, apesar disso, o seu destino foi diferente do destino de Judas. Acredito que a deserção de Pedro não era do coração, mas era baseada em emoções que poderia ser esperada da maioria das pessoas nessa situação. Em relação a Judas, a bíblia diz que ele retornou ao sacerdote e disse que havia traído sangue inocente. E ele atirando para o templo as moedas de prata, retirou-se e foi-se enforcar (Mateus 27.5). Muito embora tenha agido desta forma, não caracterizase arrependimento, muito simples a resposta, ele não refez os seus passos. Arrepender-se siguinifica dar a volta, mudar. Judas nunca refez seus passos, só admitiu o erro e pulou fora do barco, apenas se desculpou mas não procurou ninguém ao contrario, procurou a solidão e foi enforcar-se.

ARREPENDIMENTO- Essa e a resposta para uma possível rebeldia! Podemos cometer erros estamos sempre diante disso, o bem que preciso não faço, mas o mal que eu não quero esse sempre apresenta-se diante de mim.

aula 9

SIGA OS PASSOS ABAIXO E TENHA O CAMINHO CERTO PARA EVITAR A CONCLUSÃO DA DESLEALDADE 1. 2. 3. 4. 5. Primeiro, admita a si mesmo que você tem sido errou; Peça a Deus sua misericórdia e seu perdão; Confesse contra quem você errou; Não exclua terceiros que foram afetados em paralelo por seus erros e Volte a ter uma vida normal, procurando deixar de lado a timidez e embaraço, optando ao tempo apagar suas feridas. CONCLUSÃO Se não percebemos que nossos erros estão nos tornando desleais, creio que somos amadurecidos o suficiente para perceber que seus sinais estão expostos, mediante a tudo que aprendemos até agora. Não deixaremos que cresçam ramos de amargura, minando nossas forças diante de Deus, temos que estar preparados e sermos corajosos a ponto de retornar aos nos nossos erros, ver as pessoas que ferimos e num ato de coragem e compromisso com a palavra de Deus, concertar tudo fundamentados na principal arma que o crente tem pra derrubar toda acusação: ARREPENDIMENTO.

PR. Sidney Góis Deus é a minha meta! OTEMEB 02-273/11