Anda di halaman 1dari 27
CGE 2063 CURSOS TÉCNICOS Processo Seletivo 1º semestre 2013

CGE 2063

CURSOS TÉCNICOS

Processo Seletivo 1º semestre 2013

Instruções Gerais

Verifique se este caderno está completo, da página 3 à 24. Qualquer irregularidade, comunique o examinador.

Cada questão tem cinco alternativas: a – b – c – d – e. Somente uma alternativa é correta.

As respostas deverão ser marcadas neste Caderno de Testes e depois assinaladas na Folha de Respostas, conforme as instruções que serão dadas pelo examinador.

Exemplo:

0.

1

2

de 10 corresponde a

a. 2.

b. 4.

c. 5.

d. 8.

e. 9.

A alternativa c é a única correta.

Não vire a página. Aguarde a orientação do examinador.

CGE 2063

LÍNGUA

PORTUGUESA

1. alternativa em que a regência verbal está incorreta quanto à norma padrão da língua é:

A

a.

A criança depende de sua mãe.

b.

Andar por São Paulo é muito divertido.

c.

Todos sabem que ele precisa de atenção.

d.

Os jovens concordam com tudo nessa idade.

e.

Pediu ao seu pai para andar de cavalo sozinho.

2. Nas situações informais de fala, as pessoas costumam formular frases que não são aceitas pelas regras da gramática normativa. Nas frases a seguir, exceto em uma, ocorrem desvios quanto às regras de regência verbal. Assinale a única alternativa correta segundo a linguagem formal.

a.

Fornecemos os serviços que as pessoas precisam.

b.

Eu trouxe o bolo e os doces que você gosta.

c.

Esqueci dos meus compromissos de hoje.

d.

Prefiro Manuel Bandeira a Mário Quintana.

e.

Eu assisti os filmes que você me indicou.

3. norma padrão de concordância nominal está correta em:

A

a.

Chegaram exatamente ao meio dia e meio.

b.

Ela mesmo encarregou-se de limpar o escritório.

c.

Após o sinal, não é mais permitido a entrada na escola.

d.

Há candidatos bastantes inteligentes para realizar a prova.

e.

Até que custou barato a compra do supermercado neste mês.

4. (

Chamo-me Matias Deodato de Castro e Melo, filho do sargento-mor Salvador Deodato de

Castro e Melo e de D. Maria da Soledade Pereira, ambos falecidos. Sou natural de Corumbá, Mato Grosso; nasci em 3 de março de 1820; tenho, portanto, cinquenta e um anos, hoje, 3 de março de 1871.

( )

Fonte: ASSIS, M. Volume de Contos. Rio de Janeiro: Garnier, 1884.

O trecho destacado corresponde, respectivamente, a sequência discursiva

a. injunção.

b. narração.

c. descrição.

d. dissertação.

e. exposição.

)

5. Considere a regência verbal nas frases a seguir.

I. O paciente estava mal, mas o médico assistiu-lhe com dedicação.

II. Suas atitudes implicaram a falência da empresa.

III. Antipatizo com pessoas muito ambiciosas.

IV. O atraso desagradou o público.

De acordo com a norma culta, a regência está correta apenas em

a. I.

b. II

e

III.

c. II

e

IV.

d. I,

III

e

IV.

e. II,

III

e

IV.

3

CGE 2063

A canção abaixo se refere à questão 6.

( )

A viola me redime Creia ilustre cavaleiro, Contra fel, moléstia, crime, Use Dorival Caymmi, Vá de Jackson do Pandeiro.

Nessas tortuosas trilhas

Para um coração mesquinho, Contra a solidão agreste, Luiz Gonzaga é tiro certo,

(

)

Pixinguinha é inconteste, Tome Noel, Cartola, Orestes,

Caetano e João Gilberto. (

)

Fonte: BUARQUE, C. Paratodos. BMG, 1993.

6. Nesse trecho de canção, predomina a característica

a. expositiva, seminários.

b. narrativa, contos de fadas.

c. descritiva, relatos de viagem.

d. instrucional, bulas de remédio.

e. argumentativa, artigos de opinião.

7. As mesmas regras de acentuação gráfica das palavras: última; importância; lápis; alguém – repetem-se em:

a. câmara; régua; táxi; vintém.

b. imã; infância; álbum; parabéns.

c. revólver; história; biquíni; hífen.

d. matemática; róseo; biquíni; parabéns.

e. pântano; necessário; indivíduo; também.

O texto abaixo se refere à questão 8.

Noite, noite escura de lua nova. Estrelas sujam o céu de imensidão e mistério.

Fonte: MURRAY, R. Paisagens. Belo Horizonte: Lê, 2005, p. 15.

8. De acordo com o contexto, o significado de “sujam” está expresso em

a. poluem.

b. maculam.

c. corrompem.

d. preenchem.

e. emporcalham.

4

CGE 2063

O texto abaixo se refere à questão 9.

Catar feijão

1

Catar feijão se limita com escrever:

jogam-se os grãos na água do alguidar

e

as palavras na folha de papel;

e

depois, joga-se fora o que boiar.

Certo, toda palavra boiará no papel, água congelada, por chumbo seu verbo:

pois para catar esse feijão, soprar nele,

e

jogar fora o leve e oco, palha e eco.

(

)

Fonte: NETO, J. C. M. A educação pela pedra. Obra completa. Rio de Janeiro: Nova Aguilar, 1994, p. 346-347.

9. No texto, palha e eco são palavras

a. sinônimas e complementares.

b. desprovidas de significado.

c. facilmente memorizadas.

d. contrárias a leve e oco.

e. com sentido metafórico.

A canção abaixo se refere à questão 10.

( )

Chega suado e veloz do batente Traz sempre um presente pra me encabular Tanta corrente de ouro, seu moço! Que haja pescoço pra enfiar Me trouxe uma bolsa já com tudo dentro Chave, caderneta, terço e patuá Um lenço e uma penca de documentos Pra finalmente eu me identificar Olha aí!

( )

Fonte: BUARQUE, C. O meu guri. Almanaque, 1981.

10. Esse trecho da canção O meu guri remete à realidade de uma família, narrando um

acontecimento. Assinale a alternativa sobre o acontecimento que está sendo narrado.

a. O filho, após praticar um assalto, dá uma bolsa roubada de presente para a mãe.

b. O filho revela à mãe que todos os presentes são comprados com muito suor.

c. A mãe chega do trabalho e encontra o filho com um presente para lhe dar.

d. O filho acha a bolsa roubada da mãe com os documentos dela.

e. A mãe reconhece que seu filho é um trabalhador honesto.

11. Indique a alternativa que apresenta transgressão de concordância verbal.

a. Pontes, viadutos, túneis, tudo isso é necessário para que o trânsito flua bem.

b. Fazem oito anos que Luísa não encontra sua tia.

c. A maioria dos aprovados realizou a matrícula no curso escolhido.

d. Houve muita confusão antes do show de rock.

e. Música e literatura fazem bem à alma.

5

CGE 2063

O texto abaixo se refere à questão 12.

uma máquina capaz de converter as coisas mais abundantes da Terra, sol e areia, em

objetos e utensílios. Ela literalmente transforma pedaços do deserto em vidro. Seu funcionamento é simples. Uma lente focaliza a luz solar num raio de alta potência, que é projetado contra uma caixa de areia dentro da máquina. Aí, um computador (alimentado por um

painel que capta energia solar) movimenta esse raio, que vai derretendo a areia e transformando-a em vidro, no formato do objeto desejado – como cumbucas, tigelas, copos etc. É uma versão automatizada de um dos processos mais antigos e artesanais que existem: a fabricação de vidro. Ela mostra que é possível fabricar coisas sem gerar nenhuma poluição e usando energia e matéria- prima praticamente inesgotáveis, com zero impacto ambiental. “Nós queremos repensar a forma como a humanidade fabrica seus produtos”, diz o designer alemão Markus Kayser, criador do aparelho. A máquina, batizada de SolarSinter – sintetizador solar –, consegue produzir qualquer tipo de objeto (desenhado com um software 3D).

“(

)

( )”

Fonte: Disponível em: <http://super.abril.com.br/tecnologia/impressora-solar-632657.shtml>. Acesso em: 22/08/2011.

12. Assinale a alternativa que apresenta o tema central do texto.

a. A descoberta de uma nova tecnologia capaz de transformar areia em vidro.

b. A experiência de duas semanas de Markus Kayser no deserto.

c. A influência do Sol no funcionamento das máquinas alemãs.

d. A nova maneira de fabricar madeira no século XXI.

e. A existência de novos desertos em Siwa.

A canção abaixo se refere à questão 13.

( )

Você não tem medo de mim Você não tem medo de mim Você tem medo é do amor Que você guarda para mim Você não tem medo de mim Você não tem medo de mim Você tem medo é de você Você tem medo é de querer

Você diz que eu sou demente Que eu não tenho salvação Você diz que simplesmente Sou carente de razão

( )

Fonte: CALCANHOTTO, A. Medo de amar n o 3. Público, BMG Brasil, 2000.

13. A expressão destacada no trecho de canção corresponde à figura de linguagem denominada

a. metonímia, pois significa “falta de recursos”.

b. antítese, pois significa “falta de carinho”.

c. eufemismo, pois significa “irracional”.

d. metáfora, pois significa “desatenção”.

e. hipérbato, pois significa “desamparo”.

6

CGE 2063

O poema abaixo se refere à questão 14.

Viagens na minha terra

Às vezes, passo horas inteiras Olhos fitos nestas braseiras, Sonhando o tempo que lá vai;

E jornadeio em fantasia

Essas jornadas que eu fazia Ao velho Douro, mais meu Pai.

( )

E, dia e noite, aurora a aurora, Por essa doida terra fora, Cheia de Cor, de Luz, de Som, Habituado à minha alcova Em tudo eu via coisa nova, Que bom era, meu Deus! que bom!

( ) Moinhos ao vento! Eiras! Solares! Antepassados! Rios! Luares! Tudo isso eu guardo, aqui ficou:

Ó paisagem etérea e doce,

Depois do Ventre que me trouxe

A ti devo eu tudo que sou!

Ó Portugal de minha infância,

Não sei que é, amo-te a distância, Amo-te mais, quando estou só Qual de vós não teve na Vida Uma jornada parecida, Ou assim, como eu, uma Avó?

Fonte: NOBRE, A. . Lisboa: Ulisseia, 2. ed., 1998.

14. Considere as seguintes afirmações:

I. O poema inicia-se, no presente, com o eu lírico evocando o passado. As relações familiares serão retratadas como um aspecto que conforta a situação atual.

II. Na segunda estrofe é possível ver recriado o fascínio que uma criança, habituada a espaços fechados, sente quando entra em contato com a natureza.

III. Na terceira estrofe, a alternância entre momentos do presente e a evocação do passado revelam como as experiências constituíram a identidade do eu lírico.

IV. A estrofe final retoma a idealização do presente como um consolo para a solidão do passado, em que o eu lírico sente-se só ao lembrar de sua jornada.

V. A pergunta final estabelece uma identificação entre os leitores e os sentimentos ali evocados:

quem não guarda memórias positivas da infância?

Estão corretas as afirmações

a. II, III, apenas.

I,

b. IV, apenas.

II,

III

e

c. I,

II,

III

e

V, apenas.

d. I,

II,

III

e

IV, apenas.

e. e V, apenas.

I,

III,

IV

7

CGE 2063

15. De ponta a ponta, é tudo praia saber que haja ouro nem prata

muito chã e muito formosa. (

Nela, até agora, não podemos

porém a terra em si é de muitos bons ares, assim frios e

)

temperados

Águas são muitas, infindas. (

)

Fonte: CAMINHA, P. V. Carta do Descobrimento.

Esse fragmento é parte da Carta do Descobrimento escrita por Pero Vaz de Caminha para informar ao rei de Portugal sobre a descoberta de novas terras. A expressão em destaque no texto pode ser substituída, sem prejuízo para o sentido do texto, por

a. de qualidade fértil.

b. de clima muito agradável.

c. imprópria para ser cultivada.

d. receptiva para os navegantes.

e. de temperatura muito elevada.

O poema abaixo se refere à questão 16.

Auto da barca do inferno

( )

Corregedor – Ó arrais dos gloriosos, passai-nos neste batel!

Anjo – Oh, pragas pera papel pera as almas odiosos! Como vindes preciosos, sendo filhos da ciência!

Corregedor – Oh, habetatis, clemência

e passai-nos como vossos!

Parvo – Hou, homem dos breviários, rapinastis coelhorum et pernis perdigotorum

e

mijais nos campanários!

(

)

Fonte: Disponível em: <http://guiadoestudante.abril.com.br>. Acesso em: 02/08/2011.

16. Esse é um fragmento da peça “Auto da barca do inferno” que foi escrita por Gil Vicente no período Humanista. Considere as afirmativas sobre essa produção.

I. possui caráter moralizante, em que as personagens são retratadas muitas vezes de modo caricatural – é colocado em prática o lema “rindo, corrigem-se os costumes”.

II. o autor não se volta contra as instituições, mas sim contra os indivíduos que não agem de acordo com as instituições em que estão inseridos: o padre ganancioso, o nobre falido, etc.

III. reafirma que a prática da religião pode levar o ser humano à vida eterna e também a certeza do autor quanto à existência do inferno, lugar para onde são levados os pecadores.

Interpreta corretamente o poema

a. I,

b. II, apenas.

II

e

III.

c. I

e

II, apenas.

d. I

e

III, apenas.

e. II

e

III, apenas.

8

CGE 2063

17. Assinale a alternativa que há predomínio da argumentação.

a. “O menininho fungou, o que é muito natural, pois todo menininho que vai na praia funga, e

explicou pro cara que ia jogar a areia num casal que estava numa barraca lá adiante. E apontou

a barraca.”

Fonte: PRETA, S. P. In: Gol de Padre e outras crônicas. São Paulo: Ática, 1997, p. 53.

b. “Usando um terno e com uma pasta na mão, TRUMAN sai de sua agradável casa no estilo vitoriano e com cerca de madeira, instalada em uma rua tranquila do subúrbio, cheia de casas similarmente pitorescas.”

Fonte: NICCOL, A. Roteiro, prefácio e notas. São Paulo: Manole, 1998.

Tudo o que vive é sagrado e deve ser protegido.

c. “Defender a vida a todo custo! De acordo. (

)

Mas, o que é a vida? Um materialismo científico grosseiro define a vida em função de batidas cardíacas e ondas cerebrais. Mas será isso que é vida?”

Fonte: ALVES, R. Eutanásia. Folha de São Paulo, 08 fev. 2008.

d. “Prepare o arroz branco, bem solto. Ao mesmo tempo, faça o frango ao molho, bem temperado

e saboroso. Quando pronto, retire os pedaços, desosse e desfie. Reserve. Quando o arroz

estiver pronto, junte a gema, a manteiga e a salsa, coloque numa forma de buraco e leve ao forno.”

Fonte: TERRA, T. Todo dia uma delícia. São Paulo: Ática, 1993, p. 39.

e. “O Modernismo e, num plano histórico mais geral, os abalos que sofreu a vida brasileira em

condicionaram novos estilos ficcionais marcados pela rudeza, pela captação

direta dos fatos, enfim por uma retomada do naturalismo, bastante funcional no plano da

torno de 1930 (

)

narração-documento que então prevalecia.”

Fonte: BOSI, A. História concisa da literatura brasileira. São Paulo: Cultrix, 2. ed., 1975, p. 436.

18. Assinale a alternativa na qual as palavras foram acentuadas pela mesma regra de vigília.

a. Pará, estás, atrás e maracujá.

b. Água, ânsia, tábua e cáries.

c. Incrível, útil, próton e mártir.

d. Ímã, órfã, órgãos e sótãos.

e. Você, café, jacarés e ralé.

O poema abaixo se refere à questão 19.

Que tarde!

Além do calor e da prova, aquela minissaia sentada bem ao meu lado!

Assim não há memória que resista

Fonte: TELLES, C. Q. Sementes de sol. São Paulo: Moderna, 2003, p. 16.

19. De acordo com o contexto e sem haver comprometimento no sentido do poema, a palavra “minissaia” pode ser substituída por

a. sem vergonha.

b. pobrezinha.

c. senhora.

d. garota.

e. freira.

9

CGE 2063

20. Assinale a alternativa em que a regra de concordância verbal foi aplicada corretamente.

a. No jogo de ontem, confrontou-se Brasil e Argentina.

b. Não haveriam problemas se você esquecesse tudo.

c. Os Estados Unidos está em grave crise econômica.

d. Cem reais são um preço razoável por este vestido.

e. Faz dias que eu não vejo a minha melhor amiga.

MATEMÁTICA

21. O sr. Joaquim realizou o financiamento de uma casa e, a cada parcela paga, ele registrava numa tabela o saldo já quitado do financiamento, conforme ilustrado na tabela a seguir. Analisando os registros da tabela do sr. Joaquim, percebe-se uma regularidade que pode ser traduzida em uma função.

x (n o de prestações pagas)

y (total pago)

0

R$ 0,00

2

R$ 500,00

3

R$ 750,00

6

R$ 1.500,00

Assinale a alternativa que corresponde corretamente a essa função.

a. y = 250 x.

b. y = 500 x.

c. y = x + 250.

d. y = 750 - x.

e. y = 3 x

+ 750.

22. Marta preparou um chá de bebê, porém dois terços de suas amigas não compareceram ao evento. Se havia 30 pessoas no chá, o total de convidados é

a. 40.

b. 50.

c. 60.

d. 90.

e. 100.

23. Conta a lenda que o Matemático alemão Gauss, quando criança, foi desafiado pelo seu professor em uma tarefa para “passar o tempo”: calcular a soma de todos números naturais existentes na sequência de 1 até 100. Para surpresa do professor, o jovem Gauss tirou de letra e, rapidamente, deu a resposta observando a regularidade presente na sequência. Se a pergunta do professor fosse a soma de todos os números naturais de 2 a 200, a resposta correta seria

a. 5.050.

b. 10.100.

c. 20.099.

d. 20.200.

e. 40.198.

10

CGE 2063

24. Um caminhão basculante, em condições normais, tem a altura de 3,20 metros. Já a sua caçamba tem as seguintes dimensões: 3,00 m de comprimento, 2,40 m de lateral e altura de 1,60 m a partir do chassi. O caminhão possui um sistema de elevação da caçamba que atinge o ângulo máximo de 73° compreendido entre o chassi e a diagonal da face lateral da caçamba. A altura máxima atingida pelo conjunto é medida a partir da ponta da caçamba até o chão quando o sistema está acionado.

da caçamba até o chão quando o sistema está acionado. Essa altura é igual a a.

Essa altura é igual a

a. 4,32 m.

b. 4,47 m.

c. 4,85 m.

d. 5,27 m.

e. 5,61 m.

Dados:

sen 73° @ 0,956;

cos 73° @ 0,292;

tan 73° @ 3,271.

25. Na região de Encantadas, na Ilha do Mel, distrito de Paranaguá-PR, realizou-se uma pesquisa sobre a presença de cães e gatos entre os moradores da região, de acordo com o sexo do animal, como é possível visualizar no gráfico a seguir.

animal, como é possível visualizar no gráfico a seguir. Fonte: adaptado de: <

Fonte: adaptado de: <http://www.crmv-pr.org.br/?p=imprensa/artigo_detalhes&id=26>. Acesso em: 30/08/2011.

Podemos concluir que a população de cães dessa região

a. é composta por 77 animais.

b. é composta por, aproximadamente, 40% de fêmeas.

c. tem 60% mais animais que a população de gatos dessa região.

d. apresenta uma diferença de 26 animais entre machos e fêmeas.

e. representa aproximadamente 73% do total de animais dessa região entre cães e gatos.

11

CGE 2063

26. Um pedreiro foi contratado para executar o seguinte serviço: construir em um terreno retangular de

6 m x 8 m, um canteiro, também retangular, que tenha uma calçada ao redor de largura constante igual a 1,5 m, de acordo com a representação a seguir.

igual a 1,5 m, de acordo com a representação a seguir. A área do canteiro, em

A área do canteiro, em m², será de

a. 12.

b. 15.

c. 24.

d. 29.

e. 48.

27. Deseja-se colocar rodapé em um pequeno banheiro, de formato triangular, com algumas medidas

representadas na figura a seguir.

com algumas medidas representadas na figura a seguir. Dados: 1 sen 30° = 2 ; cos
Dados: 1 sen 30° = 2 ; cos 30° = 2 3 .
Dados:
1
sen 30° =
2 ;
cos 30° =
2 3 .

A quantidade de metros de rodapé que serão necessários para essa reforma é igual a

a. 3 metros. 2 b. 3 metros. 4 c. 3 metros. 8 d. 16 3
a. 3 metros.
2
b. 3 metros.
4
c. 3 metros.
8
d. 16
3 metros.
e. 6 + 2
3 metros.

12

CGE 2063

28. Na figura a seguir, está representado um trecho do gráfico da função y = log 7 x

um trecho do gráfico da função y = log 7 x Analisando o gráfico, pode-se concluir

Analisando o gráfico, pode-se concluir que o valor de 7 0,8 é um número entre

a. 0

e

1.

b. 1

e

2.

c. 2

e

3.

d. 3

e

4.

e. 4

e

5.

29. Para realizar uma dobradura, uma criança precisa dobrar uma folha quadrada exatamente na sua diagonal, medindo 40 cm. Para que a dobradura seja realizada de maneira correta, o lado dessa folha deverá medir

a. 20 cm.

b. 10 cm.

c. 5 cm. 2 d. 5 cm. 4 e. 40 cm.
c. 5 cm.
2
d. 5 cm.
4
e. 40 cm.

30. Uma casa noturna cobra de seus clientes R$ 11,00 pelo couvert artístico e mais R$ 4,75 por refrigerante consumido. Ao consumir apenas refrigerantes, uma pessoa gastou R$ 25,25, o que significa que naquela noite, ela ingeriu um total de

a. 3 refrigerantes.

b. 4 refrigerantes.

c. 5 refrigerantes.

d. 6 refrigerantes.

e. 7 refrigerantes.

13

CGE 2063

31. Observe a sequência de figuras a seguir.

31. Observe a sequência de figuras a seguir. De acordo com o padrão apresentado, a figura

De acordo com o padrão apresentado, a figura que ocupará a 54 a posição é igual a

a.

a figura que ocupará a 54 a posição é igual a a. b. c. d. e.

b.

c.

d.

e.

que ocupará a 54 a posição é igual a a. b. c. d. e. 32. Para
que ocupará a 54 a posição é igual a a. b. c. d. e. 32. Para
que ocupará a 54 a posição é igual a a. b. c. d. e. 32. Para
que ocupará a 54 a posição é igual a a. b. c. d. e. 32. Para

32. Para ter acesso a um serviço na Internet, um usuário deve cadastrar uma senha formada por quatro algarismos distintos. O sistema, no entanto, não aceita senhas que contenham um ou mais algarismos presentes no ano de nascimento do usuário. Considerando essas condições, a quantidade de senhas que, no máximo, poderão ser cadastradas por uma pessoa nascida no ano de 1987 é de

a. 40.

b. 120.

c. 240.

d. 300.

e. 360.

1 a posição

2 a posição

3 a posição

4 a posição

5 a posição

14

CGE 2063

33. Um banco sugeriu a seus clientes que formassem suas senhas usando duas letras distintas
33. Um banco sugeriu a seus clientes que formassem suas senhas usando duas letras distintas
seguidas de quatro algarismos distintos. A senhora Alessandra Barros Carmim, nascida em
28/05/1967, cliente desse banco, deseja formar senhas utilizando, sem repetição, as letras
referentes às iniciais de seu nome completo e os algarismos distintos referentes à data de seu
nascimento.
O número máximo de senhas que ela poderá formar é igual a
a. 180.
b. 208.
c. 2.080.
d. 10.080.
e. 18.000.
34. O gráfico a seguir representa o resultado de uma pesquisa sobre o grau de satisfação de
1.500 clientes de uma concessionária de veículos em relação aos serviços prestados em um
determinado período do ano.
A medida do ângulo, em graus, que corresponde à fatia “Muito satisfeito” é
a. 20°.
b. 72°.
c. 90°.
d. 100°.
e. 144°.
1
1
35. Considerando os números reais a = 2,333
,
o valor da expressão
-
a
b
1
a.
-
2 .
3
14
3
9
d.
.
11
11 .
e.
9

b.

-

.

c.

-

14 .

e

b = 1,555

é

15

CGE 2063

36. Um arquiteto tem verdadeira fascinação por mosaicos e elementos geométricos. Em sua última obra, um prédio comercial com 12 andares, ele resolveu revestir os 25 m² do vão livre do hall de entrada, em formato de um quadrado, com cerâmicas quadradas, sempre com uma camada de cor envolvendo totalmente a anterior, tal como sugere a figura, e decidiu iniciar o procedimento a partir do centro da área, que seria revestido com a cor A. Escolheu as cores A, B, C e D para os revestimentos, todos de mesma medida, 0,20 m por 0,20 m, já assentados. O arquiteto sabe que para realizar esta tarefa, serão utilizadas, no mínimo,

para realizar esta tarefa, serão utilizadas, no mínimo, a. 193 peças de A, 120 peças de

a. 193 peças de A, 120 peças de B, 144 peças de C e 168 peças de D.

b. 168 peças de A, 193 peças de B, 120 peças de C e 144 peças de D.

c. 144 peças de A, 168 peças de B, 193 peças de C e 120 peças de D.

d. 144 peças de A, 144 peças de B, 144 peças de C e 144 peças de D.

e. 120 peças de A, 144 peças de B, 168 peças de C e 193 peças de D.

37. A central de distribuição de uma rede de supermercados precisa realizar entregas de mercadorias em cinco unidades, como mostra a figura a seguir. O caminhão deve sair da central, entregar para

o primeiro supermercado, depois para o segundo, depois para o terceiro, para o quarto e, por fim, para o quinto supermercado, para depois voltar à central e reabastecer o caminhão. Sabe-se que a ordem de entrega nos supermercados é aleatória, com a condição de que o “supermercado x” seja sempre o primeiro a receber as mercadorias.

x” seja sempre o primeiro a receber as mercadorias. O número de maneiras que poderão ser

O número de maneiras que poderão ser traçadas as rotas de entrega deste caminhão é de

a. 4 maneiras.

b. 12 maneiras.

c. 15 maneiras.

d. 24 maneiras.

e. 120 maneiras.

16

CGE 2063

38. Um gato sobe em uma árvore e seu dono fica observando-o a uma distância de 20 m da árvore. Enquanto observa o gato no topo da árvore o seu campo de visão forma um ângulo de 45° com a horizontal. Sabendo que o dono do gato mede 1,70 m, a altura da árvore a partir do solo é

do gato mede 1,70 m, a altura da árvore a partir do solo é a. 21,7

a. 21,7 m.

b. 22,0 m.

c. 16,0 m.

d. 18,3 m.

e. 20,0 m.

39. Uma família composta por 8 pessoas está reunida para comemorar o aniversário de casamento de seus pais. A mesa de jantar é de formato retangular e os pais ocuparão as cadeiras que ficam posicionadas na parte menor da mesa. Já os 3 filhos e seus cônjuges poderão ocupar os demais lugares como quiserem. O número de maneiras que a mesa poderá ser ocupada é de

O número de maneiras que a mesa poderá ser ocupada é de a. 360. b. 720.

a. 360.

b. 720.

c. 1.440.

d. 4.320.

e. 8.640.

40. Os dados abaixo se referem à situação da temperatura do ambiente que circunda a área de um aeroporto e serve como dados de estudos para a CIPA (Comissão Interna de Prevenção de Acidentes). A tabela mostra a variação da temperatura no entorno da pista quando os aviões iniciam os trabalhos de decolagem.

Tabela 1 - dados fictícios

Minutos

Temperatura (°C)

0

20

1

27

2

34

3

41

4

49

5

56

6

63

Considerando os dados da tabela, a temperatura sofre um aquecimento de

a. 40% sobre a temperatura ambiente.

b. 63% sobre a temperatura ambiente.

c. 100% sobre a temperatura ambiente.

d. 215% sobre a temperatura ambiente.

e. 315% sobre a temperatura ambiente.

17

CGE 2063

FÍSICA

O texto abaixo se refere à questão 41.

Princípio de Arquimedes

Uma fábula da Rússia conta a pequena história de um camponês bem simplório que morava à beira-mar. Todas as vezes que via passar ao largo um belo navio, corria até a praia, apanhava uma pedra, e atirava-a na água. A pedra, naturalmente, afundava. O bom homem, olhando admirado para imensa massa metálica do navio que flutuava magnificamente, sacudia os punhos e bradava:

“Por que ele flutua, sendo tão pesado, e a pedra não?”

( )

Fonte: Disponível em: <http://profs.ccems.pt/PauloPortugal/CFQ/Eureka!/Eureka!.html>. Acesso em: 20/07/2011.

41. Barcos feitos de metal podem flutuar em água, porque

a. a densidade do metal é maior que a densidade da água.

b. a densidade do metal é menor que a densidade da água.

c. o formato do barco diminui seu peso, equilibrando o barco.

d. o formato do barco permite que o empuxo equilibre o barco.

e. o volume da água é sempre menor que o volume de metal do barco.

42. Uma bala de fuzil AK-47 tem, aproximadamente, 8 gramas e pode a atingir velocidade de, aproximadamente, 180 km/h (50 m/s). Sendo assim, uma bala desse fuzil pode atingir seu alvo com energia cinética de

a. 1 J.

b. 10 J.

c. 100 J.

d. 1.000 J.

e. 10.000 J.

43. Um bloco A, de massa 8 kg, se encontra sobre uma superfície lisa e horizontal, ligado por um fio e uma roldana a um outro bloco B de massa 10 kg, que pende na posição vertical, conforme a figura a seguir.

que pende na posição vertical, conforme a figura a seguir. Considerando desprezíveis o atrito e a

Considerando desprezíveis o atrito e a massa da polia, a intensidade aproximada da força de tração no fio é igual a

a. 40 N.

b. 42 N.

c. 44 N.

d. 46 N.

e. 48 N.

18

CGE 2063

44. Analise as afirmações a seguir sobre diferentes cientistas e suas teorias relacionadas com a

Astronomia.

I. Estudou os pensadores antigos, explicou o movimento da Terra e considerou o Sol no centro do Universo.

II. Estudioso do comportamento dos astros, relacionou o movimento desses objetos com o comprimento de onda da luz emitida por eles.

III. Considerou a Terra imóvel, com a Lua, o Sol, os planetas e as estrelas girando ao seu redor.

Assinale a alternativa que corresponde corretamente com as afirmações acima.

a. A afirmativa I descreve a teoria geocêntrica de Nicolau Copérnico.

b. A afirmativa II descreve a teoria do Big Bang de Albert Einstein.

c. A afirmativa III descreve a teoria heliocêntrica de Cláudio Ptolomeu.

d. A afirmativas III refere-se à teoria heliocêntrica de Nicolau Copérnico.

e. A afirmativa II refere-se ao efeito Doppler descrito por Christian Dopper.

45. Eduardo está ensinando seu filho, Tiago, a patinar no gelo. Em um certo instante, eles estão parados, de pé e de frente um para o outro, tocando-se pelas mãos, quando se empurram com

elas.

outro, tocando-se pelas mãos, quando se empurram com elas. Sabendo que as massas de Eduardo e

Sabendo que as massas de Eduardo e de Tiago são, respectivamente, 80 kg e 40 kg, a intensidade da velocidade adquirida por Eduardo após o empurrão é:

a. a metade da adquirida por Tiago, pois sua massa é o dobro da massa de Tiago.

b. a mesma da adquirida por Tiago, pois estavam em uma superfície sem atrito.

c. um terço da adquirida por Tiago, pois a massa de Eduardo é maior.

d. o dobro da de Tiago, pois sua massa é o dobro da massa de Tiago.

e. nula, pois sua massa é maior que a de Tiago.

46. Os povos indígenas usavam muito o arco e flecha como arma de guerra. Na maioria das tribos indígenas brasileiras, o arco é feito do caule de uma palmeira chamada tucum, de cor escura, muito encontrada perto de rios.

Fonte: Disponível em: <http://vida-de-indio.blogspot.com/2008/09/arco-e-flecha.html>. Acesso em: 21/07/2011.

Com relação às energias mecânicas, enquanto a flecha vai sendo lançada pelo arco, ocorre uma transformação de energia

a. potencial elástica em energia cinética.

b. potencial gravitacional em energia cinética.

c. eólica em energia potencial gravitacional.

d. potencial química em energia cinética.

e. cinética em energia potencial gravitacional.

19

CGE 2063

47. O gráfico a seguir mostra a relação entre a velocidade de uma galáxia e a distância em relação à Terra, enquanto o diagrama mostra a relação entre o deslocamento de uma galáxia, ou estrela, e sua relação com o espectro de luz observado.

Fonte: Disponível em: <http://www.if.ufrgs.br/~fatima/glossario.html>. Acesso em: 20/07/2011.

Edwin Hubble observou que a luz das galáxias apresentava um desvio para o vermelho e calculou as distâncias das galáxias. Assim, concluiu que quanto

a. maior a galáxia, mais rapidamente ela se afasta.

b. menor a galáxia, mais rapidamente ela se afasta.

c. mais distante a galáxia, mais lentamente ela se afasta.

d. mais distante a galáxia, mais rapidamente ela se afasta.

e. mais próxima a galáxia, mais rapidamente ela se afasta.

QUÍMICA

48. Em um experimento para verificar a condução elétrica, um líquido apresentou uma pequena condução e, ao se adicionar mais água, apresentou um aumento na capacidade de conduzir corrente elétrica. O professor explicou que a melhora se devia à quantidade de eletrólitos que aumentou ao se adicionar mais água, fazendo com que mais moléculas se convertessem em íons. Essa explicação se refere à

a. dissociação de mais íons do sal pela adição de água.

b. dissociação de mais íons pela maior diluição com água.

c. maior ionização de moléculas polares pela adição de água.

d. ionização de moléculas apolares pela adição de mais água.

e. capacidade da água de estabelecer ligação covalente apolar.

49. Uma empresa precisa calcular a quantidade correta de reagentes para produzir uma “pastilha” de 900 kg de cromo metálico. O processo utilizado é a aluminotermia, uma reação que usa alumínio e o calor gerado para fundir os participantes da reação, conforme equação a seguir:

Cr 2 O 3(s)

+

2 Al (s)

equação a seguir: C r 2 O 3(s) + 2 A l (s) 2 C r

2 Cr (s)

+

Al 2 O 3(s)

Dadas as massas atômicas: Cr 2 O 3 = 152 u; Al = 27 u; Cr = 52 u; Al 2 O 3 = 102 u, a massa em quilogramas de alumínio necessária para obtenção de 900 kg de cromo metálico é de

a. 234.

b. 238.

c. 467.

d. 2.533.

e. 2.630.

para obtenção de 900 kg de cromo metálico é de a. 234. b. 238. c. 467.

20

CGE 2063

50. Um dos melhores exemplos para ilustrar a Lei Ponderal de Dalton é a reação entre o nitrogênio e o oxigênio. Mantendo constante a massa do oxigênio, massas diferentes de nitrogênio guardam entre

si uma relação de números pequenos e inteiros.

A tabela a seguir foi elaborada com valores experimentais para exemplificar essa Lei.

Oxigênio

Nitrogênio

16

g

28

g

16

g

14

g

16

g

7 g

16

g

3,5 g

16

g

1,75 g

I. A tabela não exemplifica uma relação de números inteiros para o nitrogênio.

II. Os óxidos formados a partir da tabela são N 2 O; N 2 O 2 ; N 2 O 3 ; N 2 O 4 ; N 2 O 5 .

III. A tabela se refere à lei de Proust das proporções definidas.

Representa a correta interpretação da tabela, em relação às leis ponderais, apenas

a. I.

b. II.

c. III.

d. I

e. II

e

e

II.

III.

51. Considere as afirmações:

I. Todas as soluções são misturas.

II. Todas as misturas são soluções.

III. As misturas homogêneas são monofásicas.

Dessas afirmações, somente

a. I é correta.

b. II é correta.

c. III é correta.

d. I e III são corretas.

e. I

e II são corretas.

52. Analise o gráfico a seguir.

e. I e II são corretas. 52. Analise o gráfico a seguir. Para uma substância pura,

Para uma substância pura, os trechos paralelos ao eixo do tempo (patamares) mostram mudanças de estado físico da substância, já que a temperatura permanece constante. Indique a alternativa que relaciona corretamente, no gráfico, as mudanças de estados I e II.

a. Ebulição e fusão.

b. Fusão e condensação.

c. Vaporização e liquefação.

d. Liquefação e solidificação.

e. Condensação e solidificação.

21

CGE 2063

53. A grandeza química “quantidade de matéria” permite que se guardem as proporções corretas nas reações químicas prevendo e determinando quantidades para uma reação completa. A equação da reação de produção de ácido nítrico é

 

H 2 SO 4 + 2 NaNO 3

  H 2 SO 4 + 2 NaNO 3 Na 2 SO 4 + 2HNO 3

Na 2 SO 4 + 2HNO 3

 
 

Dados:

     

Massa

Fórmula

molecular

 

H

2 SO 4

 

98

u

 

NaNO 3

 

58,5 u

Na 2 SO 4

 

142 u

 

HNO 3

 

63

u

Mol = 6,0 x 10 23 espécies

A massa de ácido nítrico produzida com quantidade suficiente de nitrato de sódio para reação completa com 7,2 x 10 24 moléculas de ácido sulfúrico, expressa em gramas, é

a. 378.

b. 567.

c. 756.

d. 945.

e. 1.512.

 

54. Um professor propôs aos alunos a separação dos componentes do sistema constituído por gasolina, água e NaCl, por meio dos métodos 1 e 2, segundo o esquema abaixo.

NaCl, por meio dos métodos 1 e 2, segundo o esquema abaixo. Em seguida, lembrou -lhes

Em seguida, lembrou-lhes as seguintes informações:

 
 

Gasolina e água são imiscíveis; NaCl é solúvel em água.

   

Assinale a sequência mais viável de métodos para separar os componentes do sistema proposto.

Método 1

Método 2

a. Filtração simples

Centrifugação

b. Decantação

Destilação simples

 

c. Destilação simples

Decantação

d. Decantação

Centrifugação

e. Centrifugação

Filtração simples

 

22

CGE 2063

BIOLOGIA

55. “A natureza pode ser irônica quando responde às agressões causadas pelo homem. Exemplo

disso, é a relação da humanidade com a água, o líquido mais abundante da Terra. Tratamos tão mal nosso planeta, que acabamos nos colocando numa realidade catastrófica, de dupla face: ao mesmo tempo em que corremos o risco de afogar nossas cidades sob a água salgada do mar, padecemos da falta de água doce”.

Fonte: Disponível em: <http://planetasustentavel.abril.com.br/noticia/desenvolvimento/conteudo_261013.shtml>.

Acesso em: 28/08/2011.

Sabemos que atualmente vivemos um período de grandes modificações climáticas, que por sua vez, poderão gerar problemas como o da água, citado no excerto anterior. Sobre as mudanças climáticas, conclui-se que:

a. alteram o ciclo da água, com risco de sua interrupção.

b. o aquecimento global gera aumento na temperatura do planeta, sem grandes consequências.

c. a falta de água, que assolará o planeta, ocorrerá em função da redução da camada de ozônio na atmosfera.

d. são provocadas pela emissão excessiva de gás carbônico que, por sua vez, gera a redução da

camada de ozônio.

e. são consequências da alteração nos ciclos do carbono e do oxigênio, devido à utilização

excessiva de combustíveis fósseis.

56. A fotossíntese é um fenômeno que ocorre em organismos clorofilados, promove a transformação de energia e é muito importante para a manutenção do fluxo energético de ecossistemas.

A fotossíntese sustenta o fluxo de energia de um ecossistema porque se trata de um processo

a. exotérmico e catabólico que transforma energia luminosa em nutrientes.

b. endotérmico e catabólico que transforma energia luminosa em nutrientes.

c. endotérmico e anabólico que transforma energia luminosa em energia química.

d. exotérmico e anabólico que transforma energia luminosa em energia química.

e. exotérmico e metabólico que transforma energia química em energia luminosa.

O texto abaixo se refere à questão 57.

Infestação de caramujos africanos assusta moradores de SP

Uma infestação de caramujos africanos está causando estragos e assustando os moradores de Bauru, a 329 km de São Paulo. A população dos moluscos na cidade aumentou bastante com o clima úmido. Além dos danos sanitários, os moluscos estão devorando até mesmo cartazes. Natanael Alves, funcionário de um supermercado da cidade, contou que um anúncio com as ofertas do estabelecimento que ele costuma colar em um suporte metálico todos os dias começou a

desaparecer. “Você deixa em um dia e no outro dia já não tem mais papel”, disse. O funcionário chegou a pensar que o sumiço fosse uma brincadeira de alguém, mas descobriu que a culpa era dos caramujos africanos, que infestam um terreno sem construção próximo ao local. Os moluscos aparecem logo após o cartaz ser colado.

( ) O molusco foi trazido para o Brasil da África como uma aposta comercial, uma alternativa mais barata para substituir o escargot francês. A tentativa, porém, não deu certo, e em cerca de 20 anos

o que era para ser um prato se transformou em uma praga. Isso porque, por se tratar de uma

espécie hermafrodita, o caramujo se reproduz rapidamente. Um único molusco pode colocar pelo

menos 150 ovos por vez.

Fonte: Disponível em: <http://g1.globo.com/sao-paulo/noticia/2011/05/infestacao-de-caramujos-africanos-assusta- moradores-de-sp.html>. Acesso em: 21/08/2011.

23

CGE 2063

57. De acordo com o texto, a provável causa da explosão populacional de caramujos africanos em Bauru encontra-se na alternativa

a. por ser uma espécie exótica, este tipo de caramujo não possui predadores ou parasitas naturais que façam o controle de sua população.

b. os caramujos africanos são maiores, portanto, encontram alimento com mais facilidade que as demais espécies.

c. a reprodução do caramujo africano é facilitada pelo fornecimento de alimentação pelos cidadãos.

d. o aumento de sua população é favorecido por ser hospedeiro de doenças humanas.

e. o clima em São Paulo torna esses caramujos mais férteis.

58. Em abril de 2011 estreou nos cinemas brasileiros a animação “Rio” de Carlos Saldanha. O filme tem como personagem principal uma ararinha azul chamada “Blu” e sua temática está centrada na tentativa de reprodução dessa ave, que atualmente consta na lista de espécies extintas, contando com apenas cerca de 60 exemplares, todas em cativeiro. Dentre as possíveis causas para a extinção dessa espécie podemos citar

a.

a competição entre os machos pelas fêmeas.

b.

a redução da fertilidade por causa da poluição.

c.

a predação dos ovos por outras espécies de aves.

d.

as parasitoses causadas pela introdução de espécies exóticas.

e.

a caça predatória e o tráfico ilegal de filhotes para fins ornamentais.

59. alguns tipos de poluição, não é dado tanto destaque. É o caso da poluição sonora; porém, o

A

barulho excessivo pode provocar, além da redução da audição, problemas como úlcera, transtornos de sono e perdas de reflexos. Dentre os principais causadores deste tipo de poluição, ou seja, os que geram os sons mais altos, estão

a.

britadeiras, grupo de amigos conversando e caminhão pesado.

b.

trânsito intenso, trio elétrico e grupo de amigos conversando.

c.

grupos de amigos conversando, buzinas e trio elétrico.

d.

trio elétrico, britadeira e trânsito intenso.

e.

britadeira, música baixa, sala de estar.

O

60. Relatório Brundtland (1987), define o desenvolvimento sustentável como:

“(

)

desenvolvimento que satisfaz as necessidades do presente, sem comprometer a capacidade

das gerações vindouras de satisfazerem suas próprias necessidades.”

A partir desse conceito, analise as propostas a seguir.

I. O uso de energia eólica constitui um bom exemplo de desenvolvimento sustentável, pois não agride o meio ambiente.

II. A coleta seletiva e a reciclagem reduzem a necessidade de exploração de matéria-prima.

III. Utilização de sacolas plásticas biodegradáveis ou sacolas de papel.

IV. Utilização de biocombustíveis em detrimento dos combustíveis fósseis.

São propostas de desenvolvimento sustentável o contido em

a. I, apenas.

b. II,

I,

III

e

IV.

c. e II, apenas.

I

d. III e IV, apenas.

e. II,

III e IV, apenas.

24