Anda di halaman 1dari 17

Aula 9 – 15/10/12 Sumário

Enzimas Papel das enzimas como catalisadores biológicos Componentes da Reacção enzimática Centro activo Substrato (especificidade e modelos de ligação Enzima-Substrato) Cofactores Iões metálicos Coenzimas Classificação e nomenclatura

Bioquímica I (MICF; 12/13)

Enzimas
Função Catalizadores Biológicos

Bioquímica I (MICF; 12/13)

1

Enzimas
Função Catalizadores Biológicos

São proteínas(excepções) Presentes em todas as células vivas Aumentam a velocidade das reacções químicas Permanecem inalteradas depois da reacção química
Bioquímica I (MICF; 12/13)

Enzimas

As enzimas aumentam a velocidade de uma reacção através: Diminuição da energia livre do estado de transição As enzimas não alteram a variação de energia livre (ΔG)

Bioquímica I (MICF; 12/13)

2

Enzimas
1. Para que possam reagir entre si as moléculas precisam atingir um elevado estado de energia: Estado de transição 2. Energia necessária para atingir o Estado de transição: Energia de Activação

3. Quanto mais elevada a variação de Energia livre para atingir o Estado de transição, mais lenta será a taxa da reacção

Bioquímica I (MICF; 12/13)

Enzimas

Enzima

Baixa a barreira energética ao forçar as moléculas a atingir um diferente Estado de transição (cria um “caminho” novo) Este envolve a interacção com a enzima

Bioquímica I (MICF; 12/13)

3

Enzimas

Enzima
Δ G mantem-se

Bioquímica I (MICF; 12/13)

Enzimas

Bioquímica I (MICF; 12/13)

4

Enzimas

Ea= 75 kJmol-1

Ea= 56 kJmol-1

Bioquímica I (MICF; 12/13)

Enzimas

Ea= 75 kJmol-1

Ea= 56 kJmol-1

Ea= 23 kJmol-1

Bioquímica I (MICF; 12/13)

5

Enzimas

1 molécula de Catalase converte 108 moléculas de H2O2 por segundo
Bioquímica I (MICF; 12/13)

Enzimas
Componentes da reacção enzimática

Centro activo da enzima Substrato Cofactores

Bioquímica I (MICF; 12/13)

6

Enzimas
Centro Activo

Local da enzima onde se liga o Substrato formando o complexo ES

Frequentemente uma “fenda” ou um “bolso” criado pela estrutura terciária única da proteína (a conformação e ambiente químico dentro do centro activo permite que a reacção química ocorra com mais facilidade)
Bioquímica I (MICF; 12/13)

Enzimas
Centro Activo

o S é geralmente mantido no centro activo através do estabelecimento de interacções fracas com os grupos R dos aminoácidos constituintes do Centro activo

Bioquímica I (MICF; 12/13)

7

Enzimas
Substrato

O Substrato é selectivamente reconhecido pela Enzima A especificidade é controlada pelas características estruturais do S e do Centro activo Absoluta: Desidrogenase Succínica S; Succinato S; alcoóis

Relativa a uma classe de compostos: Desidrogenase alcoólica

A especificidade é geralmente relativa a uma configuração estérica (excepto racemases)

Bioquímica I (MICF; 12/13)

Enzimas
Modelos de reconhecimento Enzima-Substrato Modelo Chave-Fechadura
A estrutura terciária da proteína apresenta uma configuração estática onde apenas o S com uma estrutura que encaixa no centro activo formará o complexo ES

Bioquímica I (MICF; 12/13)

8

Enzimas
Modelos de reconhecimento Enzima-Substrato Modelo Induced Fit
A enzima interage com o S alterando a sua conformação de modo a adaptar-se à sua estrutura (explica porque a mesma enzima pode reconhecer diferentes substratos)

Hexocinase sem (a) e com o substrato glucose (b)

Bioquímica I (MICF; 12/13)

Enzimas
Cofactores:
Moléculas adicionais (de natureza não proteica) necessárias ao funcionamento das enzimas Iões Metálicos

Coenzimas (compostos orgânicos): Grupos prostéticos (fortemente ligado) Co-substratos (fracamente ligado; geralmente vitaminas)

Apoenzima – enzima sem cofactor (inactiva) Holoenzima - enzima com cofactor (activa)
Bioquímica I (MICF; 12/13)

9

Enzimas
Cofactores:
Iões Metálicos Acção resulta da capacidade de: 1. Apresentarem na forma de catiões; 2. Possuírem diferentes estados de ionização 3. Poderem estabelecer ligações com vários ligandos

Geralmente pertencem à primeira série de transição podendo existir em 2 estados de oxidação: Fe2+/Fe3+ e Cu+/Cu2+

Bioquímica I (MICF; 12/13)

Enzimas
Cofactores:
Iões Metálicos (podem encontrar-se como):
Iões isolados

Clusters metálicos (ex: Fe4S4; Fe2; FeMoCo)

Associados a compostos orgânicos (Cofactores organometálicos; ex: heme; cobalamina)

Bioquímica I (MICF; 12/13)

10

Enzimas
Cofactores:
Iões Metálicos (função):

Bioquímica I (MICF; 12/13)

Enzimas
Cofactores:
Coenzimas Associadas a reacções redox Associadas a reacções que envolvem a transferência de grupos

Bioquímica I (MICF; 12/13)

11

Enzimas
Cofactores:
Coenzimas
Associadas a reacções redox

Bioquímica I (MICF; 12/13)

Enzimas
Cofactores:
Coenzimas
Associadas a reacções redox

Bioquímica I (MICF; 12/13)

12

Enzimas
Cofactores:
Coenzimas
Associadas a transferência de grupos

Bioquímica I (MICF; 12/13)

Enzimas
Cofactores:
Coenzimas
Associadas a transferência de grupos

Bioquímica I (MICF; 12/13)

13

Enzimas
Coenzimas nucleótido de Adenina: Utilizam o nucleótido Adenina para ligação à Enzima
• Dinucleótidos de nicotinamida (NADH, NADPH)

Bioquímica I (MICF; 12/13)

Enzimas
Coenzimas nucleótido de Adenina: Utilizam o nucleótido Adenina para ligação à Enzima
• Mono- e dinucleotidos de flavina (FAD)

Coenzima A

Bioquímica I (MICF; 12/13)

14

Enzimas
Cofactores:
Coenzimas (vitaminas são as moléculas precursoras)

Bioquímica I (MICF; 12/13)

Enzimas Classificação
IUBMB (International Union Biochemistry and Molecular Biology) EC (Enzyme Commission) + 4 digítos

EC. n1.n2.n3.n4
Classe (6) Nº de série na sub-subclasse Sub-classe Sub-subclasse

Bioquímica I (MICF; 12/13)

15

Enzimas Classes:
Rx de oxidação‐redução:

Rx de transferência de  átomos ou grupos  funcionais entre as  moléculas:

Rx de hidrólise;  transferência de grupos  funcionais para a H2O

Bioquímica I (MICF; 12/13)

Enzimas Classes:
Rx de formação ou  remoção de duplas ligações  removendo/adicionando  grupos funcionais

Rx de isomerização (transferência de grupos  funcionais numa mesma  molécula)

Rx de formação de ligação  entre 2 moléculas  acoplados à hidrólise de  um composto com elevada  energia (ex: ATP)
Bioquímica I (MICF; 12/13)

16

Enzimas Sub- Classes e subsubclasses:

Bioquímica I (MICF; 12/13)

Enzimas Nomenclatura
E

Nome trivial: Desidrogenase alcoólica Nome Sistemático: Alcool-NAD oxidoredutase 3 regras: 1. Terminação - ase 2. Especificar a reacção catalisada 3. Especificar os intervenientes substrato(s) e cofactor

Classificação: EC 1.1.1.1 Classe: 1. Oxidoredutase Sub-classe: 1. Grupos -OH como dadores Sub-subclasse: 1- NAD ou NADP como aceitador

Bioquímica I (MICF; 12/13)

17