Anda di halaman 1dari 9

Curso: Ciências Contábeis

Disciplina: Tecnologia Educacional para EAD Tutor(a): Luciana Aparecida Mani


Adami.
Aluno(a): TURMA
RA : TRABALHO EM GRUPO Data de entrega: 28 / 02 /
2009
Unidade: Atividade ( ) Interatividade ( x Nota:
)

EDIÇÃO - 01

Professora: LUCIANA APARECIDA MANI ADAMI.

Editor: Jefferson Silva de Oliveira (1044976)

CENTRO UNIVERSITARIO CLARETIANO Página 1


INTERATIVIDADE UNIDADE I

O COMPLEXO É CRIADO POR AÇÕES DE MUITOS QUE ESTÃO A


SUA VOLTA E NO PERÍODO DA SUA INFANCIA E
ADOLESCENCIA,NO MOMENTO EM QUE SE FORMA A SUA
IDENTIDADE. MUITOS PONTOS A RESPEITO DE
COMPORTAMENTO SÃO APONTADOS COMO VEXATÓRIOS QUE
SÃO INCORPORADOS PELA PESSOA NO SEU
DESENVOLVIMENTO E QUE TRAZ CONSIGO POR SUA VIDA
ADULTA QUE NÃO SE CONSEGUE REVERTER, TRAZENDO
INSATISFAÇÕES,INDECISÕES,FALTA DE INICIATIVA,INIBIÇÕES
ENTRE OUTROS FATORES QUE TE LEVAM AO INSUCESSO,
TORNANDO-SE INFELIZ.

ALDO JOAQUIM DE FRANÇA (1044391)

CENTRO UNIVERSITARIO CLARETIANO Página 2


INTERATIVIDADE UNIDADE I

O desconhecido sempre foi complexo. Á vida é tão simples e


tão fácil de se viver, mas o ser humano tem o dom de
complicá-la. A maior causa de aborrecimentos do ser humano
é outro ser humano, muito embora também, a maior causa de
alívio desses aborrecimentos é outro ser humano.
Para nosso bem viver emocional, para interagirmos e para
termos um espírito colaborativo, devemos aperfeiçoar nossa
capacidade de convivência com o nosso semelhante.
A complexidade do ser humano são proporcionais àquilo que
esperamos dele.
Por isso, é bom fazermos tudo aquilo que fazemos sem
esperarmos nada em troca. Se algo de bom vier de nossos
semelhantes será um lucro agradável e, se não vier nada,
será normal.

JOSE ROBERTO IGNACIO VILLELA (1043090)

CENTRO UNIVERSITARIO CLARETIANO Página 3


INTERATIVIDADE UNIDADE I

O processo educacional de ensino caminha a passos de tartaruga,bem


diferentes que sãO de tempos atrás não que isso constitua uma ofensa ao
periodo presente, mas apenas uma comparação. A priorização da educação
esta cada vez mais complexa,dificíl e o padrão de qualidade também. Todos
precisam entender que somente com uma categoria satisfeita,
otimista,esperançosa e valorizada é que conseguiremos uma escola publica de
boa qualidade e um ensino capaz de competir com os Paises mais
desenvolvidos.

ANA MARIA DA SILVA (1043253)

CENTRO UNIVERSITARIO CLARETIANO Página 4


Complexos podem surgir de fatores que envolvem família,
classe social, educação e outros, mas na maioria dos casos
são de efeito psicológico.
Se analisarmosos tipos de complexos apresentados por 100
pessoas, aproximadamente 80% delas não conseguiríamos
identificar se não fosse descrito,isso por serem criados e
alimentados pela imaginação da "vitima".
Na minha opinião a solução para tantos complexos na
sociedade seria o aumento da rede de relacionamentos.
Relacionamentos esses que pudessem transmitir confiança,
respeito, amor e cumplicidade.
Precisamos confiar em nós mesmos e no nosso próximo.
Assim, acredito muitas feridas seriam saradas.
Quem é o culpado? "A vitima".

Shirley Lopes Reis (1046694)

CENTRO UNIVERSITARIO CLARETIANO Página 5


Após lermos qualquer trecho escrito pelo filósofo Edgar Morin
que fale sobre algo complexo, o que nos vem em mente é a
capacidade que o ser humano tem em ser extremamente
complexo.
Quando escutamos o problema de alguém, vemos de cara
uma solução que a própria pessoa não consegue enxergar, ela
tornar o problema maior do que realmente é.
Tudo pra ele naquele momento é complexo, o que o torna
assim? Sua história, seu estilo de vida ou a distinção de um
todo.Nós temos complexos extraídos de todos os lados,
inclusive a complexidade de sermos e mais confusos e de
tornarmos mais árduos a nossa vida.

Luciana de Sousa Gonçalves ( 1044136)

CENTRO UNIVERSITARIO CLARETIANO Página 6


A maioria das pessoas "travam" diante desse "complexo"
conceituado no texto de Edgar Morin, achando que são
incapazes de ultrapassá-lo. Porém devemos encará-lo como
um desafio, para sabermos quais são os nossos limites e até
onde podemos chegar.
Acredito que a maneira mais eficaz de atingir esse objetivo é
aprofundar-se no complexo e discutir sobre ele.
Não sejamos covardes frente a ele, mas confiemos no nosso
potencial, tendo sempre em mente que, se vencermos,
subimos mais um degrau rumo ao crescimento pessoal e
profissional, tornando-nos pessoas melhores a cada dia.

DENISE TIZUKO MATSUI SAITO (1043975)

CENTRO UNIVERSITARIO CLARETIANO Página 7


Quando se fala em complexo de culpa, todos se sentem mais
ou menos atingidos. O complexo de culpa mais comum e que
preocupa mais é aquele que a pessoa nutre em relação a si.
As vezes, alguém carrega um complexo de culpa pela vida
afora porque lá atrás, na infância, deixou de fazer uma lição,
passou uma vergonha em público, sentiu-se incapaz, não
soube lutar e não engoliu aquela frustração. O que acontece
no passado tem reflexos no presente: são neuroses não
digeridas. Uma vez aceitas e trabalhadas a pessoa deslancha,
pois está provado cientificamente que o ser humano é
produto das cargas genética, espiritual e do meio ambiente.
Seu modo de agir varia de acordo com sua essência e a do
meio em que vive. Sente-se mais protegido, por exemplo, a
pessoa que provém de uma família sadia,com princípios
sólidos, mesmo atingido pêlos reflexos de uma sociedade
doente, reúne condições de julgar entre o certo e o errado e
optar pelo bem. Sabe se proteger e tem autocrítica. Não é
porque o mundo está selvagem e os homens cada vez mais
ambiciosos, sem escrúpulos e corruptos que a pessoa se
deixará contaminar. Está faltando no mundo de hoje
justamente o amor que vem de dentro, que brota da fé.

FLAVIA MILHAM DE OLIVEIRA (1044502)

Devolutiva do Tutor - Atividade/Interatividade

CENTRO UNIVERSITARIO CLARETIANO Página 8


CENTRO UNIVERSITARIO CLARETIANO Página 9