Anda di halaman 1dari 2

VIRÃO A RESPEITAR A CODIFICAÇÃO DE DEUS, A BÍBLICA!

A Codificação de Deus, a Bíblica, começa nos Patriarcas, adentra Moisés, Elias,


os Profetas e Jesus, e, bem mais tarde antes de findar o II Milênio, com Elias
restaurando tudo e também entregando o EVANGELHO ETERNO, só prometido no
Apocalipse, 14, 1 a 6, tem COMPLEMENTAÇÃO DEFINITIVA.
Fora da Lei de Deus existe a má aplicação do Santo Mediunismo, há o trato com
espíritos de baixo nível moral, funcionam os hipocritismos clericais e outros, e os
amores escabrosos, nojentos, imundos, esquecem de Romanos, 1, 22 a 32!
Esta Divina Mensagem ensina a parar de mentir em nome de DEUS, MOISÉS e
JESUS.
Esta Divina Mensagem ensina a não atraiçoar as Verdades Bíblicas e Proféticas,
porque fazer isso é atrair cataclismos punitivos apavorantes.
Colocar esta SAGRADA MENSAGEM ao alcance dos filhos de DEUS é tarefa
Divina, ajuda a desabrochar o DEUS interno, que é o Sagrado Objetivo da Existência do
Espírito-Filho.
Quem sabe que vai desencarnar, saiba como estar com DEUS!
João Batista e Jesus eram Nazireus, Essênios, Profetas, Videntes, nunca padres.
Respondam: e DEUS entregaria tantos ensinos, através dos Séculos, para depois
deixar imundos clericalismos e bastardos ismos tripudiarem tudo, e ficarem acima de
punições mais do que necessárias?!
Jamais precisaria Deus que algum filho Seu tivesse de remendar Seu Eterno
Desígnio. Imundos clericalismos inventaram mentiras.
Já houve tempo em que na Humanidade faltaram os estúpidos indivíduos, que
colocaram seus estúpidos conceitos acima dos Desígnios Divinos, os Inderrogáveis?
Não maldigam as punições previstas por Jesus e o Apocalipse; maldigam as
sujidades humanas, clericais e outras tantas, que os desviaram da DIVINA VERDADE.
COM OU SEM POESIA...
Composto de matéria organizada,
Complexo físico-químico-mecânico,
O homem-terra de idade ignorada,
É relativo, pobre presa de pânico.

Se faltasse água o coitado,


Jamais viveria, seria como nada,
Entretanto, o fútil e agitado,
Alardeia importância desmesurada.

Depende do ar, normalmente,


Alimento que não é de sua lavra,
Porém o tolo, cínico a valer,
A Deus olvida, ou fere na palavra.

Sem sol, não poderia viver,


Tudo seria gelo, morte e solidão,
Entretanto, estulto sem saber,
A Deus não agradece tamanha doação.

Por fim, na desencarnação,


Ao enfrentar a Justiça Imaculada,
Sofrendo a triste desilusão,
Renascerá para a vida mais educada.

Sendo materialmente assim...


Que diremos do Reino da Imortalidade,
Daquele vós sois deuses, enfim,
Que reclama a Plenitude da Verdade?

Desperta, Homem, para sempre,


Que a nova Terra desponta no horizonte,
É um novo céu, em vislumbre,
Quer que uses a Terra divinamente.

Caso contrário, pobre de ti,


Porque a Justiça Divina fará sofrer,
Ao teu errado e tolo frenesi,
Aonde será muito triste o teu viver.

Lembra, vivendo, a Lei de Deus,


Ausculta, nas obras, o Cristo Modelo,
Que a festa, dos pobres ateus,
Mergulhará no mais infernal pesadelo.

Extraído do Livro:

EVANGELHO ETERNO E ORAÇÕES PRODIGIOSAS

Pai Divino, Princípio Sagrado ou Deus

União Divinista UOL Mais Scribd Vídeos Livros