Anda di halaman 1dari 6

Editora Brasil Seikyo

Brasil Seikyo - Edição 2155 - 10/11/2012 - Pág.D2 - Caderno Desafios da Juventude

Brasil Seikyo - Caderno Desafios da Juventude

Coragem é a virtude mais importante de um jovem

Mesmo nas atividades mais simples do cotidiano, é preciso manifestar vibrante coragem. É assim que o presidente da SGI, Dr. Daisaku Ikeda, incentiva os jovens nas respostas às perguntas a seguir retiradas do livro Juventude Sonhos e Esperanças, v. 2.

1. Qual é a definição de coragem?

Coragem e benevolência — faces da mesma moeda

Uma mãe que deseja educar os filhos para serem excelentes adultos, por mais árdua que seja essa tarefa, ela se dedica com afinco. Esse é um nobre ato de coragem. Outro aspecto da coragem é a benevolência. Ambas formam os lados de uma mesma moeda. A verdadeira coragem sempre se baseia na benevolência. Jamais encontraremos algo obscuro ou malévolo por trás de um ato de coragem. Por definição, a coragem deve estar baseada no senso de justiça e de solidariedade pelos demais. O presidente Toda costumava dizer: “A verdadeira benevolência é algo muito difícil de as pessoas manifestarem. As emoções interferem constantemente e, muitas vezes, as próprias pessoas não querem modificar certos sentimentos. A benevolência é imprescindível, porém é muito difícil de cultivar. No entanto, podemos cultivar a coragem. Dessa forma, embora saibamos que a benevolência é fundamental, o que podemos fazer é agir com coragem”. De fato, se agirmos corajosamente, veremos que nossa benevolência pelos demais se aprofundará. A coragem é uma virtude fundamental que sempre podemos nos esforçar para adquirir.

2. De onde podemos extrair coragem?

Perseverança é a coragem da vida positiva

Acredito que a coragem pode ser encontrada em diferentes áreas do empreendimento humano, como aquela requerida para tomar parte de uma aventura ou para se destacar em algum esporte. No entanto, esse é apenas um aspecto da coragem. Há outro tipo de coragem que é muito mais importante: a que é requerida para viver corretamente todos os dias, para estudar seriamente e criar e manter sólidas relações de amizade. Podemos perfeitamente chamá-lo de perseverança, uma virtude que conduz a vida para uma direção positiva. Esse tipo de coragem não é notório, porém é o mais importante de todos.

3. Como distinguir coragem de covardia?

Honestidade e sinceridade, esse é o caminho

Editora Brasil Seikyo

Brasil Seikyo - Edição 2155 - 10/11/2012 - Pág.D2 - Caderno Desafios da Juventude

Os que possuem verdadeira coragem jamais demonstram covardia ou vileza. São pessoas honestas e sinceras. Por essa razão, frequentemente são incompreendidos, difamados e desprezados pelos outros. No entanto, há os que são grandes manipuladores e que conquistam a fama e o reconhecimento porque sabem muito bem como promover sua imagem se utilizando dos piores recursos. As pessoas se impressionam com sua fama e celebridade e os invejam. Portanto, não devemos nos permitir ser influenciados por elogios ou críticas dos demais. Aqueles que agem de acordo com o que acreditam ser correto, mesmo que sejam alvo de desdém, incompreensão e perseguição, desenvolvem uma clara consciência de tudo e são verdadeiros vencedores na vida.

4. O que não seria um ato de coragem?

Ser arrastado pelo modismo, esse não é o caminho

É um erro seguir às cegas a multidão. Quando agem assim, sem estar realmente convencidos, contentando-se em não ter de tomar decisões, isso só os levará à apatia e à ociosidade. Não devemos permitir que ninguém nos desvie de nosso caminho. Jamais devemos renunciar ao nosso compromisso com a paz, ao nosso desejo de aprender e ao nosso amor pela humanidade. Transformar em ação esses ideais e propagá-los entre as pessoas é um ato de coragem. A coragem vive dentro de nós. Devemos fazê-la emergir das profundezas de nossa vida. Refugiar-se sob o amparo da multidão não é um ato de coragem, é covardia. É fascismo, não democracia. Em uma democracia, cada um deve reconhecer que é o protagonista de sua comunidade e que, como tal, possui uma responsabilidade a cumprir. Somente quando as pessoas adquirirem a coragem de lutar pela justiça, ainda que ninguém mais as apoie, conduzirão o mundo para a paz e para o bem. E quando essas pessoas somarem forças, unidas por laços de firme solidariedade, será possível transformar a sociedade. Porém, tudo começa a partir de vocês. É preciso que sejam valentes. O resto surge naturalmente.

5. Há problemas que me deixam sem coragem, o que faço?

Haja o que houver, temos de viver com coragem

Enquanto vivermos, teremos de enfrentar todos os tipos de problema. Haja o que houver, temos de viver com coragem e continuar a nos empenhar com os olhos voltados para o futuro. Ninguém pode escapar da realidade da vida. É preciso saber lidar com a vida e suas dificuldades. Os jovens possuem suas preocupações e os adultos, as deles. Nossa existência é como um mar tempestuoso. Devemos nos lançar a ele, mesmo açoitados por todos os tipos de experiência. Não há outra maneira, pois isso faz parte de nosso inevitável destino como seres humanos.

6. É preciso ter coragem para realizar os sonhos?

As ideias mais geniais sem coragem ficam vazias

Editora Brasil Seikyo

Brasil Seikyo - Edição 2155 - 10/11/2012 - Pág.D2 - Caderno Desafios da Juventude

Cada um possui sonhos e esperanças, estilo de vida próprio, ideais, alegrias e sofrimentos, dores e aflições. Aconteça o que acontecer, devemos seguir em frente e concretizar nossos sonhos e ideais que almejamos. Por mais maravilhosos que sejam os sonhos, por mais nobres que sejam nossos ideais ou por mais elevadas que sejam nossas esperanças, se carecermos de coragem, não haverá como concretizar tudo isso. Podemos até ter as ideias mais estupendas e os projetos mais incríveis do mundo, ou podemos nos sentir cheios de benevolência pelos outros, mas tudo isso se reduzirá a nada, a menos que tenhamos coragem para agir. Sem ação é como se nossos projetos jamais houvessem existido.

7. Quem possui firme coragem está à frente dos demais?

Aqueles que têm coragem, um passo à frente!

Mesmo as atividades mais simples, como estudar ou ir à escola, requerem coragem. As pessoas corajosas possuem uma força que as impulsiona adiante e também serenidade para enfrentar os

reveses da vida, enquanto avançam firmemente rumo à concretização de seus maiores sonhos e dos objetivos que traçaram.

A coragem é um trunfo poderoso. As pessoas que carecem de coragem perdem de vista o rumo correto

da vida e sucumbem à apatia, ao negativismo e às atitudes destrutivas. Procuram fugir das dificuldades, buscando viver de forma mais cômoda possível. Consequentemente, as pessoas que não possuem coragem não se dedicam à felicidade de outras, tampouco se aprimoram ou realizam algo importante e duradouro. Poderíamos dizer que seu motor apresenta uma séria avaria.

8. Não há nada mais importante na vida do que ter coragem, concorda?

Possua forte coragem e viva sem arrependimentos

Sim, é verdade. Creio que foi o poeta alemão Johann Wolfgang von Goethe (1749—1832) quem declarou que perder a reputação e os bens materiais é insignificante, porque sempre há como recuperá-los, ao passo que perder a coragem corresponde a perder tudo. Em um poema intitulado Xênias Pacatas, Goethe escreve:

Bens perdidos

Perdas pequenas!

É só pensar um pouco e Adquirir outros novos.

Mas a honra perdida

É outra coisa.

Essa, na verdade,

É perda valiosa.

Se adquirir boa reputação, As pessoas mudarão de Opinião. Coragem perdida Perda total!

Editora Brasil Seikyo

Brasil Seikyo - Edição 2155 - 10/11/2012 - Pág.D2 - Caderno Desafios da Juventude

Se reunirem coragem para desafiar algo, jamais terão arrependimentos. É triste passar a vida dizendo:

“Se eu tivesse um pouco mais de coragem!” Haja o que houver, o importante é dar passos firmes pelo caminho que acreditam ser correto. Não há necessidade de se preo- cuparem com o que os outros pensam. Por favor, sejam autênticos. Afinal, a vida é sua.

9. Fazer o bem é ser corajoso?

Coragem é a força que torna as ações possíveis

Uma vez que decidimos fazer o bem, não apenas pensando em nós próprios, mas em toda a humanidade, é preciso ter coragem. A coragem é a força que torna as ações possíveis. Podem ser ações que não chamem muita atenção, porém possuem o brilho resplandecente do bem. Enfrentar as adversidades e superar as circunstâncias mais difíceis são, do mesmo modo, uma grandiosa prova de coragem. Equivale também a viver dia a dia com decência e honestidade.

10. O que acontece com as pessoas covardes? Sinceridade é prova admirável de coragem

Pessoas apáticas e ociosas, que costumam viver completamente perdidas, só chegaram a esse ponto deplorável por carecer de coragem para enfrentar os desafios do cotidiano. Em nosso meio familiar ou quando estamos com os amigos, é importante expressar claramente nossa opinião para que todas as situações sejam resolvidas da melhor maneira possível. Quando nos dispomos a seguir esse rumo e a ajudar os demais a fazer o mesmo, revelamos provas admiráveis de coragem. Não importa o que digam, vocês devem agir de acordo com o que acreditam ser correto. Se tiverem coragem para proceder assim, terão em suas mãos um instrumento de ilimitado poder. No budismo, chamamos essas pessoas de bodhisattvas ou budas.

11. Expor-se ao perigo é o mesmo que ser corajoso?

Pode impressionar, mas não é nada corajoso

As extravagâncias inconsequentes não passam de ostentação pessoal que nada de bom acrescenta aos demais. Isso é força bruta. As ostentações podem impressionar como atos de coragem, mas não possuem nenhuma base moral. Não passam de atitudes brutais e selvagens. Jamais encontraremos nelas algo que demonstre inteligência ou consideração pelos demais. São ações que carecem de espírito de cooperação, que é algo fundamental para todos os seres humanos. Isso está completamente fora dos propósitos pelos quais os seres humanos devem lutar.

12. Praticar o budismo também é um ato de coragem?

O primeiro passo sempre se inicia com coragem

Editora Brasil Seikyo

Brasil Seikyo - Edição 2155 - 10/11/2012 - Pág.D2 - Caderno Desafios da Juventude

Sim, praticar o budismo também é um ato de coragem. O Buda Nitiren Daishonin declara: “Os discípulos de Nitiren não realizarão nada se forem covardes” (END, v. 4, p. 246). Ele enfatiza constantemente a importância da coragem. Em defesa de nossa crença, não podemos permitir que perseguições nos derrote. Isso é ter coragem. Os que abraçam a fé correta e agem de acordo com suas mais profundas convicções são monarcas da coragem. São os maiores heróis cujo coração bate no ritmo fundamental do universo. O sol resplandece on- de quer que essa pessoa esteja, iluminando sua própria vida, sua família, seus companheiros de classe, sua comunidade, seu país e o mundo inteiro. Seja qual for o desafio que tenham de enfrentar, permitam-me lhes dizer: “Tenham a coragem para dar sempre um passo avante!”

13. Para que devemos direcionar nossa coragem?

A coragem do dia a dia é o ato de apoiar os amigos

O Daimoku é uma forma poderosa de coragem. É a faísca que dá partida ao motor da coragem. Recitar

Daimoku também é um ato de coragem.

A coragem é a força para viver do modo correto, para trilhar o caminho certo. A coragem pode assumir

várias formas. Por exemplo, pensar sobre como o país e o mundo inteiro podem atingir a paz e agir imediatamente para concretizar esse ideal é uma atitude corajosa. Essa coragem nasce da convicção. Ou ainda podem meditar sobre como contribuir para a felicidade das pessoas e como transformar a sociedade num lugar melhor, e então se empenhar para atingir esse objetivo. Esse tipo de coragem surge do amor que sentimos pela humanidade. Ou pensar sobre como ajudar e apoiar seus amigos. Essa é a simples coragem do cotidiano.

14. Ser superior aos demais é ser corajoso?

Empreender ações sensatas, isso é coragem

Nem sempre as pessoas que brilham se destacam e as que sempre realizam algo grandioso e extraordinário são corajosas. A guerra e a opressão não são obviamente atos de coragem, e sim de covardia. A verdadeira coragem significa empreender atividades sensatas, justas e benéficas para todos. É aquela que demonstramos quando vivemos com honestidade e tenacidade. Esse tipo de coragem resoluta é inestimável. Os indivíduos que geram guerras são aqueles que carecem de coragem, roubam, oprimem, matam e ameaçam com armas a vida das pessoas. Eles perpetuam atos tão abomináveis porque são covardes e desconhecem absolutamente o significado de coragem. A covardia é terrivelmente perigosa.

Editora Brasil Seikyo

Brasil Seikyo - Edição 2155 - 10/11/2012 - Pág.D2 - Caderno Desafios da Juventude

2155 - 10/11/2012 - Pág.D2 - Caderno Desafios da Juventude Impresso por Carlos Ari Pimentel (110573-6)