Anda di halaman 1dari 5

Elaboração de artigo científico e estrutura de trabalhos acadêmicos9

Objetivo
 Conhecer a estrutura de um trabalho acadêmico, aprender as etapas para redigir artigos, inclusive de INIC, verificando as normas de estrutura de artigos científicos.

Artigo é um trabalho técnico-científico, escrito por um ou mais autores, que segue as normas editoriais do periódico a que se destina. Além dos quesitos exigidos pela editoria da revista, o artigo deve conter: Cabeçalho Resumo Palavras-chave ou descritores Introdução Revisão de literatura (se houver) Material e método ou metodologia Resultados Discussão (se houver) Conclusão ou conclusões Bibliografia

O cabeçalho contém:     A título do artigo Nome(s) do(s) autor (es) Filiação científica do(s) autor (es). Por exemplo: Professor da...; Aluno do Curso de... Agradecimentos, imprescindíveis, são indicados em nota de rodapé.

O resumo trata da apresentação concisa de todos os pontos relevantes do artigo. Visa fornecer elementos capazes para permitir ao leitor decidir sobre a necessidade de consulta integral do texto. O resumo deve ressaltar a problemática que se pretendeu solucionar e explicar; os objetivos; a abordagem metodológica empreendida; os resultados e as conclusões. Os resultados devem evidenciar, conforme os achados da pesquisa: o surgimento de fatos novos, descobertas significativas, contradições com teorias anteriores, bem como relações e efeitos novos verificados. ______________________________________________________________________
9

Extraído de: http://www.eac.fea.usp.br/eac/observatorio/metodologia-artigo.asp. ASSOCIAÇÃO BRASILEIRA DE NORMAS TÉCNICAS. NBR 14724/2002.

1

a introdução é a parte do texto onde devem constar a formulação e delimitação do assunto tratado. As palavras-chave ou descritores aparecem depois do resumo e expressam os principais termos do artigo. O resumo é digitado com espaços simples entre linhas e geralmente. fórmulas. Nada de introdução histórica. abrange no máximo 300 palavras.O resumo deve ser composto de uma seqüência corrente de frases concisas.respostas às perguntas: Que fazer? Ou seja. Dar preferência ao uso da terceira pessoa do singular e do verbo na voz ativa. Na medida do possível deve ser abrangente sem ser prolongada. bem como os objetivos da pesquisa. que remete a questão a seus antecedentes remotos. No capítulo da introdução se deve preferentemente representar a essência do pensamento do autor em relação ao assunto que pretende estudar. constituindo em verdade um discurso de abertura em que o pesquisador oferece ao leitor uma síntese dos conceitos da literatura. equações e diagramas. A introdução pode incluir informações sobre a natureza e importância do problema. precisa e sintética. e não de uma enumeração de tópicos. Tem por finalidade fornecer ao leitor os antecedentes que justificam o trabalho. Também não são aconselháveis as introduções que anunciam os resultados da investigação. qual será a trajetória desenvolvida para construção do trabalho empreendido? 2 . Deve-se evitar o uso de parágrafos. Na introdução o tema é apresentado de maneira clara. A versão dos descritores para a língua inglesa é uniterms. nem introdução exemplificadora. Geralmente de três a cinco palavras. o que será tematizado? Por que fazer? Ou seja. assim como enfocar o assunto a ser abordado. Evite introdução que se refira vagamente ao título do artigo. Há periódicos que pedem resumo e abstract. em que se formulam exemplos ilustrativos acerca do tema. A versão do resumo para a língua inglesa é o abstract. expressa sua própria opinião . o uso de frases negativas. sua relação com outros estudos sobre o mesmo assunto. Portanto.contrastando-a ou não com a literatura. estabelece as razões de ser de seu trabalho sumariando apropriadamente começo. por que foi escolhido o tema? Quais são as contribuições esperadas? Como fazer? Ou seja. símbolos. Fundamentalmente a introdução deve conter quatro idéias básicas . suas limitações e objetivos. meio e fim de sua proposta de estudo. nem tampouco uma introdução abrupta. que leve o leitor a entrar confusamente no assunto.

O capítulo de Material e Método ou Metodologia se destina a expor os meios dos quais o autor se valeu para a execução do trabalho. tendo em vista a experiência adquirida no desenvolvimento do trabalho e visando sua complementação. pode contrastar esses com os constantes da literatura pertinente. A liberdade desse capítulo se expressa na possibilidade de constarem deduções e ilações capazes de conduzir o leitor naturalmente às conclusões.De maneira geral. bem como. esta constitui um capítulo com maior liberdade. teorias e princípios diretamente relacionados com o trabalho realizado. Deduzir as generalizações e os princípios básicos. Pode ser dividido em duas partes. Tendências Natureza e importância do tema Justificativa da escolha do tema Relevância Possíveis contribuições esperadas Objetivos do estudo Caso haja a revisão da Literatura. permitindo uma visão histórica do desenvolvimento do conhecimento do tema. quando possível. obedecida a ordem em que aparecem no texto relativo à segunda parte (Método). nesta devem constar trabalhos preexistentes. modificações e contradições das hipóteses. material ou equipamento citado no texto. que sirvam de subsídio às intenções de pesquisa do autor. ou problema. Indicar as aplicações teóricas ou práticas dos resultados obtidos. A primeira (Material) constituirá apenas uma lista onde todos os produtos. Esclarecer as exceções. quando for o caso. Havendo preferência por redigir em corpo único (Material e Método). Sugerir. gráficos. Pode constituir um corpo único ou ser subdividida. a introdução deve informar sobre:        Antecedentes do tema. tabelas. que tenham comprovações nas observações experimentais. Caso haja a Discussão. novas pesquisas. uma teoria para explicar certas observações ou resultados obtidos. a cada produto. A ordem cronológica dos fatos deve ser obedecida. no mínimo o tipo e a origem do meio empregado. Nessa fase o autor. corresponderá uma nota de rodapé sediando. ao tempo que justifica os meios que usou para a obtenção dos resultados. 3 . No capítulo dos Resultados o autor irá expor o obtido em suas observações. Na discussão dos resultados o autor deve cumprir as seguintes etapas:       Estabelecer relações entre causa e efeitos. Os resultados poderão estar expressos em quadros. fotografias ou outros meios que demonstrem o que o trabalho permitiu verificar. materiais e equipamentos empregados na pesquisa serão numerados e relacionados. caso o assunto a ser tratado assim o exija. Procurar elaborar. suas limitações.

Consulte a norma 6023 da ABNT.br. a Bibliografia é a relação das referências bibliográficas consultadas para elaboração do artigo. Abaixo temos um modelo do Inic que poderá ser acessado pelo site http://www. O Inic da Univap como é carinhosamente chamado é um Encontro Latino Americano de Iniciação Científica conceituado no mundo acadêmico.A Conclusão ou conclusões constitui (em) o epílogo do corpo do trabalho. dele devendo constar apenas os fatos definitivamente demonstrados ou claramente deduzidos e seguramente embasados pelo conjunto do trabalho..univap. participando de atividades como congressos. É fundamental que se entenda não existir no capítulo de Conclusão(ões) espaço para ilações subentendidas no texto. por fim. 4 . E. palestras entre outras do mundo estudantil. para facilitar a elaboração de um artigo está especificado o que o autor precisa descriminar em cada item. revisada em 2002. encontros. Devem ter por base o texto e expressar com lógica e simplicidade o demonstrado ou deduzido com a pesquisa. É importante que os alunos comecem construir sua vida acadêmica publicando trabalhos. Elaboração de um artigo para publicação no INIC Univap. Deve responder à proposição.

A normatização de trabalhos acadêmicos está disponível nas coordenações dos cursos da UNIVAP. congressos.usp. O quadro abaixo mostra os elementos de cada parte .br/eac/observatorio/metodologia-artigo. encontros ou faculdades ditarem sua norma específica. O Aluno/Autor deve seguir com precisão os manuais de trabalho de conclusão de curso (TCC).Estrutura do documento Fonte: http://www. 2006). pois.e o número da norma técnica que os disciplina. trabalho de curso (TC) ou outros. NOTA: As NBR da ABNT que regem a estrutura de trabalhos acadêmicos. científicos são gerais. A NBR 14724 da ABNT.fea.eac. ESTRUTURA ELEMENTOS Capa Folha de rosto Errata Folha de aprovação Dedicatória Pré-textuais Agradecimentos Epígrafe Resumo na língua vernácula Resumo em língua estrangeira Lista de ilustrações Lista de tabelas Lista de abreviaturas e siglas Lista de símbolos Sumário Textuais Introdução Desenvolvimento Conclusão Referências Pós-textuais Glossário Apêndices Anexo(s) ABNT 14724/2005 14724/2002 14724/2002 14724/2002 14724/2002 14724/2002 14724/2002 6028/2003 14724/2002 14724/2002 14724/2002 14724/2002 14724/2002 6027/2003 14724/2002 14724/2002 14724/2002 6023/2002 14724/2002 14724/2002 14724/2002 Obrigatório Obrigatório Opcional Obrigatório Opcional Opcional Opcional Obrigatório Obrigatório Opcional Opcional Opcional Opcional Obrigatório Obrigatório Obrigatório Obrigatório Obrigatório Opcionais Opcionais Opcionais Quadro 9. e/ou pelo site http://www.Estrutura de trabalhos acadêmicos Todo documento deve ter uma seqüência e apresentação coerente para propiciar facilidade de leitura e compreensão. cada qual apresenta uma especificidade quer no conteúdo.que podem ser opcionais ou obrigatórios . periódico.pdf.1 . e Associação Brasileira de Normas Técnicas (2002). estrutura ou forma de abordagem.br/bib/docs/normalizacao_de_trabalhos_academicos_2009. apresenta a estrutura que deve ser utilizada segundo o nível do trabalho e recomendações do orientador (PORTELA.asp.univap. 5 . cabe a cada instituição.