Anda di halaman 1dari 3

24 Fatos Notáveis sobre C. H.

Spurgeon —
Mais Um!
por

Pastor Larry Newcomer

1. CHS leu o Progresso do Peregrino aos seis anos de idade e o


releu 100 vezes após isso.

2. A coleção impressa de seus sermões (63 volumes) tem tantas


palavras quanto a Enciclopédia Britânica, todavia, ele pregou suas
140 palavras por minuto à partir de uma única folha de anotações,
preparada na noite anterior.

3. Uma mulher foi convertida lendo uma simples página de um


sermão de Spurgeon que ela encontrou enrolada ao redor da
manteiga que ela tinha comprado.

4. Antes dos 20 anos de idade, CHS pregou 600 vezes.

5. Aos 19 anos de idade, a Igreja de New Park Street o convidou


para um teste de seis meses. Eu aceitaria somente um teste de
três meses pois, “Eu não queria me tornar um obstáculo”. Quando
ele chegou, em 1854, a congregação tinha 232 membros. Trinta e
oito anos depois o total era de 5.317 com outros 9.149 que tinham
sido membros (mudanças, mortes, etc.).

6. CHS disse dos políticos: “Eu tenho ouvido: ‘Não traga a religião
para a política’. É precisamente para este lugar que ela deveria
ser trazida, e colocada ali na frente de todos os homens como um
candelabro”.

7. CHS certa vez se dirigiu a uma audiência de 23.654 pessoas


sem, é claro, um microfone ou uma amplificação mecânica.
8. Um dia, para testar a acústica de um salão onde ele iria falar,
ele falou em alta voz — “Eis o Cordeiro de Deus que tira o pecado
do mundo”. Um trabalhador nas vigas ouviu e foi convertido.

9. A mulher de Spurgeon, Susannah, o chamava, “Sua Excelência”.

10. CHS falava tão fortemente contra a escravidão que os seus


publicadores Americanos editavam os seus sermões.

11. CHS recusou ser ordenado e recusou o título “Reverendo”.


(Todavia, ele fundou um colégio de pastores).

12. CHS entrevistou pessoalmente todos os membros candidatos na


determinação de estar seguro da genuinidade da sua conversão.
14.000/38=368 por ano. (Veja #5 acima).

13. Ele nunca disse à sua congregação em quem votar — mas ele
denunciava os candidatos por nome desde o púlpito — e ele
distribuía folhetos durante a semana para os oficiais que estavam
querendo saber quem ele favorecia.

14. A cada Natal CHS dava presentes individuais aos órfãos dos
orfanatos que ele tinha fundado, mesmo quando o número
aumentou para aproximadamente mil.

15. CHS lia quase um livro por dia em média. Ele freqüentemente
confessava estar ciente de oito grupos (séries) de pensamentos
identificáveis em sua mente ao mesmo tempo.

16. Concernente aos orfanatos como obra social, CHS declarou: “O


socialismo é somente palavras e teoria. Nós cuidamos tanto dos
corpos como das almas dos pobres e tentamos mostrar nosso amor
à Verdade de Deus pelo amor verdadeiro”.

17. O colégio de pregadores de Spurgeon fornecia educação geral


assim como educação teológica. Não havia taxas fixas.
18. O diretor do colégio, George Rogers, era um pedobatista,
mostrando a tolerância e magnanimidade de Spurgeon — mas
todos na faculdade tinham que “ensinar as Doutrinas da Graça com
dogmatismo, entusiasmo e clareza”.

19. CHS, pelas melhores estimativas disponíveis, foi o instrumento


direto e pessoal de Deus de aproximadamente 12.000 conversões.

20. O colégio, diretamente através dos esforços de Spurgeon de


propagação com base em sua estimativa de doações, enviou
homens resultando na plantação de mais de 200 igrejas.

21. O primeiro livro publicado pela Moody Press foi o All Of Grace
[Tudo pela Graça] de Spurgeon. Ele ainda é o bestseller número #1
deles.

22. CHS certa vez pregou uma mensagem sonhando, a qual sua
esposa, que estava acordada, registrou em papel. Ele a pregou na
manhã seguinte.

23. Havia oração contínua para a obra do Tabernáculo


Metropolitano no porão do mesmo.

24. Num culto em 1879, a congregação regular de 4.850 membros


deixou o tabernáculo para permitir que novas pessoas, que
estavam esperando do lado de fora, tivessem uma chance de vir e
ouvir. O edifício imediatamente se encheu de novo.

25. Quando Moddy encontrou Spurgeon e descobriu que ele fumava


charutos, ele ficou um tanto surpreendido e desconcertado.
Spurgeon lhe assegurou que nunca tinha exagerado. Moody
perguntou cortesmente: “E o que você consideraria um exagero?”.
Ao que Spurgeon respondeu, “Fumar dois ao mesmo tempo”. É
crido que Spurgeon parou de fumar charutos quando a loja de
tabaco onde ele os comprava começou a se auto-anunciar como “A
Loja Onde Spurgeon Compra Seus Charutos”.