Anda di halaman 1dari 15

UNIVERSIDADE FEDERAL DO TOCANTINS CUP/UFT CURSO DE ENGENHARIA AMBIENTAL

METEOROLOGIA E ASTRONOMIA NA EDUCAÇÃO

ASTRONOMIA

UNIVERSIDADE FEDERAL DO TOCANTINS – CUP/UFT CURSO DE ENGENHARIA AMBIENTAL METEOROLOGIA E ASTRONOMIA NA EDUCAÇÃO ASTRONOMIA

METEOROLOGIA

UNIVERSIDADE FEDERAL DO TOCANTINS – CUP/UFT CURSO DE ENGENHARIA AMBIENTAL METEOROLOGIA E ASTRONOMIA NA EDUCAÇÃO ASTRONOMIA
UNIVERSIDADE FEDERAL DO TOCANTINS – CUP/UFT CURSO DE ENGENHARIA AMBIENTAL METEOROLOGIA E ASTRONOMIA NA EDUCAÇÃO ASTRONOMIA

Autores

Francisco Pereira de Sousa Roberta Araújo e Silva

Aurélio Pessôa Picanço Girlene Figueiredo Marciel Adão Lincon Bezerra Montel

Palmas, 23 de Novembro de 2012

TÍTULO

METEOROLOGIA E ASTRONOMIA NA EDUCAÇÃO

AUTORES

Francisco Pereira de Sousa

Químico Industrial pela Universidade Estadual da Paraíba. Mestrado em Engenharia Civil pela Universidade Federal da Paraíba. Químico da Universidade Federal do Tocantins, atuando principalmente nos seguintes temas: águas residuárias e resíduos sólidos.

Roberta Araújo e Silva

Aurélio Pessôa Picanço (1) Engenheiro Sanitário pela Universidade Federal do Pará. Mestre em Hidráulica e Saneamento pela Escola de Engenharia de São Carlos. Doutor em Hidráulica e Saneamento pela Escola de Engenharia de São Carlos. Professor Adjunto III da Universidade Federal do Tocantins.

Girlene Figueiredo Marciel

Juan Carlos Valdés Serra

Endereço (1) : Av: NS 15 ALC NO 14, 109 Norte - Palmas - TO - CEP: 77001-090 - Brasil e-mail: aureliopicanco@mail.uft.edu.br

RESUMO

A astronomia sempre exerceu um grande fascínio ao homem. A busca do entendimento dos astros e fenômenos universais fez com que esta ciência se desenvolvesse. Até hoje se descobre fatos novos e novos planetas são explorados, como também novos astros são descobertos. Então, podemos dizer que muito se fez, mas muito, ainda, estar por fazer no sentido da corrida espacial. Com tantos fatos ocorrendo no nosso planeta, como o aquecimento global, os tsunamis e terremotos, muito se busca no sentido de minimizar as conseqüências desses fenômenos sobre a população do planeta e, neste sentido uma ciência que tem contribuindo muito para isto é a meteorologia. Portanto aliar estas duas ciências, astronomia e meteorologia é o propósito deste projeto para levar até os alunos do ensino médio proporcionando um conhecimento e interação com o mundo que os cerca. Logo, este trabalho tem o objetivo de desenvolver e despertar o espírito observador do aluno e colocar em prática os conhecimentos teóricos adquirido na sala de aula de forma interativa e interdisciplinar, tornando as aulas mais dinâmicas estimulando o aluno para aprendizagem . Todo este esforço, aliado a custo reduzido para a SEDUC/UFT certamente trará grandes benefícios para os alunos no sentido de promover aulas mais dinâmicas, e entusiástica. De forma interdisciplinar vai tratar temas de curiosidades e relacionadas ao mundo em que vive, despertando o interesse pelo estudo e a observação do mundo em que vivemos, sem contar que entendendo melhor pode-se cuidar melhor para a proteção do meio-ambiente e uma boa qualidade de vida.

PALAVRAS-CHAVE: Meteorologia, Astronomia, Ensino fundamental médio, práticas pedagógicas e interdisciplinaridade

INTRODUÇÃO

O ensino de Astronomia é um importante recurso, pois além de apresentar uma forte interdisciplinaridade com outras ciências, ela desenvolve o raciocínio lógico, noções sobre os sistemas de localização, escalas numéricas enormes e pequenas ao mesmo tempo, e além disso, talvez seja a única ciência capaz de desvendar nossas origens e criar possibilidades de abandonar o planeta em caso de uma grande catástrofe. Portanto, é de suma importância o conhecimento de Astronomia. Muitos trabalhos têm surgido na área de ensino de Astronomia e percebe-se em conclusões dos mesmos que existem falhas em livros didáticos, professores não capacitados para trabalharem com assuntos ligados aos conhecimentos astronômicos, falta de recursos didáticos e de forma geral o desinteresse pela carreira de professor, devido principalmente os baixos salários ofertados pelas instituições de ensino. Assim sendo, estes fatores levam a crer que os alunos deixam o ensino fundamental e médio sem obter os requisitos básicos para uma alfabetização concreta em Astronomia. Não é novidade que o clima interessa a muita gente. Quem vai voar, sair de barco ou vive da agricultura sabe da importância de uma estimativa prévia do tempo. O que poucos conhecem, no entanto, é o quanto a meteorologia se desenvolveu recentemente e como os mais diversos setores da atividade humana dependem dela. VEJA informa que os serviços de previsão do tempo são requisitados até pelas agências de publicidade e mostra como o índice de acerto dos meteorologistas é bastante elevado. Investigue com a turma o crescimento desse mercado e discuta sua extensão.

Não é novidade que o clima interessa a muita gente. Quem vai voar, sair de barco ou vive da agricultura sabe da importância de uma estimativa prévia do tempo. O que poucos conhecem, no entanto, é o quanto a meteorologia se desenvolveu recentemente e como os mais diversos setores da atividade humana dependem dela. VEJA informa que os serviços de previsão do tempo são requisitados até pelas agências de publicidade e mostra como o índice de acerto dos meteorologistas é bastante elevado. Investigue com a turma o crescimento desse mercado e discuta sua extensão.

É interessante que os estudantes já tenham visto os principais conceitos de termofísica:

calor, temperatura, pressão, comportamento dos gases etc. Indique alguns dos fatores que influem nas condições de tempo local, tais como a quantidade de radiação solar recebida durante o dia, o relevo, a presença ou a ausência de água, vegetação e até mesmo a fauna da região. Explique que por isso a meteorologia é muito abrangente. Ela envolve conhecimentos de outras áreas fundamentais — principalmente das ciências exatas, razão de ser considerada a Física da atmosfera.

Sob um ponto de vista mais amplo, a atmosfera terrestre pode ser vista como uma gigantesca máquina térmica, transportando calor das regiões equatoriais (fonte quente) para as regiões polares (fonte fria). As transferências de calor através da atmosfera são fortemente influenciadas pela rotação do planeta e pelas massas de águas oceânicas.

Fenômenos globais, como o El Niño, o La Niña e as monções asiáticas são de difícil modelagem e previsão. Os similares locais são ainda mais complicados.

Isso torna a meteorologia uma das áreas mais complexas do conhecimento humano. Não é de se estranhar que dela tenham surgido contribuições essenciais para a elaboração das teorias do Caos e da Complexidade.

Do exposto acima verificamos a importância da Astronomia e da Meteorologia para nossa vida. Fazendo com que o aluno busque entender melhor o mundo em sua volta é que esse projeto foi proposto, para que de forma estimulante e prazerosa e através de observações o estudante entenda, proteja e colabore para um mundo melhor.

OBJETIVOS

Despertar a curiosidade do aluno;

Desenvolver o espírito observador;

Colocar em prática os conhecimentos teóricos adquirido na sala de aula;

estimular o interesse dos alunos pela Astronomia e Ciências afins

Complementar as disciplinas do currículo escolar com atividades criativas

perfeiçoar o ensino,

favorecem ao aluno a melhor compreensão das questões da Física, Matemática,

Química, Biologia, geografia, História entre outras através da experimentação lúdica e interativa. Diminui a evasão e melhora a permanência na escola

oportunidade da ampliação dos horizontes das práticas educativas

inovação do currículo escolar colaborando para o estabelecimento de um

processo contínuo de aprendizagem desenvolver no aluno o aprender a aprender e sobretudo aprender a pensar e agir

fazer com que o aluno interaja com o Universo

Tornar as aulas mais dinâmicas

Estimular os alunos para a aprendizagem do mundo que o cerca e a pesquisa

Conhecer melhor para proteger e obter uma melhor qualidade de vida.

MATERIAIS

  • - estação meteorológica portátil

  • - luneta

  • - binóculo Astroview 25 X 100 FB - 1.990,00

  • - tripé fotográfico, vídeo e binocular 129,00

  • - câmera CCD NexImage Telescópio

  • - telescópio NexStar 130 SLT SkyAlign e GoTo 2.189,00

  • - telescópio Refrator Lente Barlow com Zoom 135x, Abertura 114 mm e Tripé em Alumínio F1000114 Greika 759,00

METODOLOGIA

Este trabalho é uma parceria da Secretaria estadual da Educação - SEDUC com a universidade Federal do Tocantisn UFT e será desenvolvido junto a comunidade das unidades escolares do estado do Tocantins,, e acontecerá da seguinte forma:

O projeto vai, inicialmente, ser apresentado para os diretores, coordenadores e professores. Em seguida será desenvolvido juntos aos professores e alunos das escolas seguindo um cronograma de agendamento pré-definido por cada regional. O projeto conta com um laboratório móvel contendo equipamentos como telescópio, lunetas, estação meteorológica portátil, material didático (DVD de vídeo, material de apresentação em data show e material escrito), etc. Este laboratório móvel se deslocará até a unidade de ensino, previamente agendada, juntamente com os técnicos e professores da UFT para apresentar para os alunos, juntamente com os professores das turmas, os equipamentos e material didático através de palestras e experiências realizadas em loco. A demonstração prática será numa aula de campo no interior da escola com a montagem dos equipamentos para observação de fenômenos meteorológicos e astronômicos. Os alunos, forma interativa, terão contato com os equipamentos com monitoramento dos técnicos para realizar observações espaciais e de parâmetros de análises meteorológicas tirando dúvidas relativas aos dois temas Os temas abaixo serão discutidos e feitos correlações interdisciplinarmente com os assuntos segundo o alinhamento curricular do ensino da ultima sério do ciclo fundamental, com alunos do ensino médio regular e EJA. Os temas sugeridos inicialmente são:

  • - Conceito de Astronomia

  • - meio ambiente

  • - Ciclo hidrológico

  • - qualidade de vida

  • - Evolução Histórica da Astronomia

  • - Primeiros Astrônomos

  • - Astrofísicos da atualidade e suas teorias científicas

Origem do Universo

  • - Fenômeno BIG BANG

  • - composição, estruturação e dinâmica do Cosmos - Átomos

  • - Constituição das Estrelas: Evolução estelar, origem dos elementos químicos

  • - Formação das Galáxias

  • - Surgimento dos Sistemas Solares - Planetas Extrasolares

  • - Buracos Negros e Antimatéria Sistema Solar

  • - Sol: composição e dinâmica

  • - Planetas: estruturas e características

  • - Satélites Naturais: Lua

  • - Meteoros e Asteróides

  • - Cometas

  • - A vida no Universo

  • - Abordagem bioquímica da vida

  • - Origem e evolução da vida no Universo

  • - Possibilidade de vida extraterrestre

  • - Vida inteligente no Universo

Movimentos planetários: Leis e dinâmicas

  • - Movimentos Planeta Terra - Rotação e Translação: causas e consequências

  • - Movimentos Lua - Fases e Marés: causas e consequências

  • - Eclipse Solar

  • - Eclipse Lunar

  • - Ano Luz e Gravidade: Conceituação e aprendizagem prática

  • - Montagem de Telescópios com materiais recicláveis

  • - História e evolução dos instrumentos ópticos usados em Astronomia

  • - Tipos de telescópios

Estes temas suscitados aos alunos, permitindo que coloquem suas dúvidas e curiosidades para serem respondidas pelos técnicos e professores da UFT.

A participação deste projetos deverá, também, ser vinculadas a outros projetos e feiras de ciências promovidas nas unidades escolares. Serão feitos relatório desses encontros com evidencias objetivas (foto e listas de freqüência) com cópias para SEDUC e UFT.

REFERÊNCIAS BIBLIOGRÁFICAS

  • 1. BOLLE, W. I. et al. (1986) Modelling the liquid-flow in the up-flow anaerobic sludge blanket reactors. Biotechnology and Bioengineering, v.28, p.1615-1620.

  • 2. DANTAS, M. A. R. Aplicação de Traçadores para Avaliação de Características Hidrodinâmicas em Reatores Biológicos. Relatório do PROSAB/RN: 1998.

  • 3. DIERBERG, F.E.; DeBUSK, T. A. An evaluation of two tracers in surface-flow wetlands: rhodamine-WT and lithium. Wetlands, Lawrence, v.25, n.1, p.8-25, 2005.

  • 4. LEVENSPIEL, O. Engenharia das Reações Químicas: Cálculo de Reatores. São Paulo: Edgard Blucher,

2000.

  • 5. MARECOS DO MONTE, M. H. F.; MARA, D.D. The hydraulic perfomance of waste stabilization ponds

in Portugal. Wat. Sci. Tech., v.19, n.12, p. 219-227, 1987.

  • 6. MENESES, C. G. R.; SARAIVA, L. B.; MELO, H. N. S.; MELO J. L. S.; SILVA, F. B. G. Aplicação de corante artificial como traçador para determinação do modelo hidrodinâmico. In: 23° Congresso Brasileiro de engenharia Sanitária e Ambiental. 2005, Campo Grande. Anais do 23° Congresso Brasileiro de engenharia Sanitária e Ambiental. 2005.

  • 7. • BACHELARD, Gaston. A Formação do Espírito Científico: contribuição para uma psicanálise do conhecimento, Rio de Janeiro, Contraponto, 1996, 316p.

  • 8. • BENNETT, Jeffrey O. Strategies for Teaching Astronomy. Mercury, vol. 28: p. 24-30, 1999.

  • 9. • BOCZKO, Roberto. Erros comumente encontrados nos livros didáticos do ensino fundamental. Revista

Ciência Hoje ano I Nº6, 2003.

  • 10. • BRASIL. Secretaria de Educação Média e Tecnologia. Parâmetros

  • 11. Curriculares Nacionais: ciências naturais (5ª a 8ª séries). Secretaria de Educação Fundamental. Brasília.

 

MEC/SEF, 1998, 138 p.

  • 12. • BRASIL. Ministério da Educação, Secretaria de Educação Média e

  • 13. Tecnológica. Parâmetros Curriculares Nacionais: ensino médio. Ministério da Educação. Secretaria da

Educação Média e Tecnológica. Brasília. Ministério da Educação, 1999, 364 p.

  • 14. • BRASIL. Secretaria de Educação Média e Tecnologia. Parâmetros

  • 15. Curriculares Nacionais: terceiro e quarto ciclos do ensino fundamental: introdução aos parâmetros curriculares nacionais. Secretaria de Educação Fundamental. Brasília. MEC/SEF, 1998, 174 p.

  • 16. • BRASIL. Secretaria de Educação Média e Tecnologia. PCN+: Ensino médio: orientações Educacionais Complementares aos Parâmetros Curriculares Nacionais: Ciências da Natureza, Matemática e suas tecnologias. Brasília. MEC, SEMTEC, 2002, 144 p.

  • 17. • BRASIL. Secretaria de Educação Fundamental. Parâmetros curriculares nacionais: geografia. Secretaria de Educação Fundamental. Brasília. MEC/ SEF, 1998. 156 p.

  • 18. • BUCCIARELLI, Pablo. Recursos didáticos de Astronomia para o ensino médio e fundamental.

Monografia de conclusão de curso. USP, 2001. 57p.

  • 19. • KAWAMURA, Maria Regina D. Disciplinaridade Sim, Revista Ciência e Ensino, vol.2 junho/ 1997.

  • 20. • LANGHI, R. Um estudo exploratório para inserção da Astronomia na formação de professores dos anos

iniciais do Ensino Fundamental. Dissertação de mestrado, UNESP, 2004.

  • 21. • LANGHI, R. e NARDI, R. Dificuldades interpretadas nos discursos de professores dos anos iniciais do ensino fundamental em relação ao ensino de Astronomia. Revista Latino-Americana de Educação em Astronomia - RELEA, vol. 2: p. 75-91, 2005.

  • 22. • LEITE, Cristina. Os professores de ciências e suas formas de pensar

  • 23. Astronomia. Dissertação de Mestrado em Educação, Instituto de Física e Faculdade de Educação, USP,

2002.

160 p.

  • 24. • OLIVEIRA FILHO, Kepler de S. e SARAIVA, Maria de F. O. Astronomia e Astrofísica, 2º ed. São Paulo, Editora Livraria da Física, 2004. 557 p.

  • 25. • PERCY, J. R. Astronomy Education: An International Perspective. Astrophisics and Space Science, vol. 258: p. 347-355, 1998.

  • 26. • PAVIANI, Jayme. Disciplinaridade e Interdisciplinaridade. Seminário

  • 27. Internacional Interdisciplinaridade, Humanismo, Universidade, Faculdade de Letras da Universidade do Porto, 12 a 14 de Novembro 2003.

  • 28. • PIETROCOLA, Maurício; ALVES FILHO, José de Pinho e PINHEIRO,

  • 29. Terezinha de Fátima. Prática interdisciplinar na formação disciplinar de professores de ciências. w.if.ufrgs.br/public/ensino/vol8/n2.html, 2004.

  • 30. • POPPER. K. Lógica das ciências sociais, Rio de janeiro, Tempo Brasileiro, 1978.

  • 31. • SAIZ, Francisco. A Grande Farsa Cristã. http://w.iis.com.br/~mporto/scmfarsa.html

  • 32. • SELLES, Sandra Escovedo e FERREIRA, Márcia Serra. Influências histórico-culturais nas representações sobre as estações do ano em livros de ciências. Ciência & Educação, vol. 10, p. 101-110,
    2004.

  • 33. • SIGNORELI, Vinicius. Disciplinas e Interdisciplinaridade. w.educarrede.com.br, 2005.

  • 34. • SOBREIRA, Paulo H. Astronomia no ensino de Geografia. Dissertação de mestrado, 2002.

  • 35. • YAIR, Y., SCHUR, Y. e MINTZ, R. A Thinking Journey to the Planets

  • 36. Using Scientific Visualization Technologies: Implications to Astronomy Education. Journal of Science Education Technology, vol. 12: 43-49, 2003.

  • 37. • YUN, João L. Astronomia e Astrofísica, a ciência do Universo. O Observatório, vol.10 nº 7, 2004.

  • 38. • ZIRBEL, Esther L. Framework for Conceptual Change. Astronomy Education Review, vol. 3: p. 62-76,
    2004.

  • 39. 39. LUTGENS, F.K. e E.J. TARBUCK, The Atmosphere: an introduction to Metorology. Prentice Hall,
    1989.

  • 40. MORAN, J.M. e M.D. MORGANN, Meteorology: atmosphere and the science of weather. MacMillan,

1989.

  • 41. WALLACE, J.M. e P.V. HOBBS, Atmospheric Science: an introductory survey. Academic Press, 1977.

LIOU, KUO-NAN, An Introduction to Atmospheric Radiation. Academic Press, 1980

ANEXOS

FOTOS E REFERENCIAS DOS EQUIPAMENTOS DO LABORATÓRIO DIDÁTICO MÓVEL

A popularidade dos modelos NexStar inspirou a Celestron a lançar o modelo 130SLT !

O 130SLT possui um sistema computadorizado automático de busca de até 4000 objetos. Basta escolher o nome o objeto e acionar o comando de busca que automaticamente o sistema apontará na direção correta.

Usando o sistema SkyAlign o alinhamento inicial ficou ainda mais fácil e basta identificar 3 objetos como por exemplo a Lua, Saturno e Jupiter. Com isso a tarefa de alinhamento tornou-se muito mais simples e rápida. O 130SLT ainda conta com buscadora StarPointer com led vermelho para facilitar ao máximo o alinhamento.

O banco de dados interno do 130SLT contem 4000 objetos incluindo mais de 600 galaxias, 300 aglomerados e duzias de estrelas binárias.

Usando um tripé de aço o 130SLT pode ser montado em minutos.

Visualize os detalhes da superfície da Lua, aneis de Saturno, aneis de núvens de Jupiter e diversos objetos Messier como Hercules (M13), Nebula de Orion (M42).

Especificações do NexStar 130 SLT:

Refletor Newtoniano de 130mm (5.1") de diâmetro

650mm de distância focal

Razão f/5

Tripé motorizado

Memória de 4,000+

Peso: 12kg

Itens incluídos:

 

Ocular de 25mm e 9mm 1.25"

Buscador Star Pointer com montagem

Porta acessórios Deluxe

Software

"The SkyLevel 1"

Software de controle "NSOL Telescope Control"

Controle manual NexStar com banco de 4000 objetos

Manual em Portugues

Para mais informações clique no link a seguir: NextStar 130 SLT Ou leia o artigo de um astronomo independente sobre o 130SLT (em inglês):

Fabricante: Celestron Procedência: EUA

Fabricante: Celestron Procedência: EUA

A AstroShop é a única representante autorizada da Celestron no Brasil. Compre com quem oferece garantia de procedência, assistência técnica integral e o melhor atendimento.

Garantia: Todos os produtos tem garantia descrita acima em meses ou anos somente contra defeitos de fabricação. O uso indevido, desgastes naturais, quedas e outros fatores que não sejam relacionados a problemas de fabricação do produto não serão considerados para efeitos de garantia. Nesses casos analisaremos uma forma de oferecer manutenção do produto se possível e um orçamento com custo de reparo e frete será apresentado ao cliente.

Telescópio Refrator Lente Barlow com Zoom 135x, Abertura 114 mm e Tripé em Alumínio F1000114 - Greika

A AstroShop é a única representante autorizada da Celestron no Brasil. Compre com quem oferece garantiaClique Aqui para ampliar De: R$ 899,00 Por: R$ 759,05 ou 15X de R$ 50,60 somente com Hipercard Wal-Mart em RSS Veja nesta página     Detalhes do produto Aproveite e compre junt oConsumidores que viram este produto compraram Opinião dos consumidores Opinião dos especialista sConsumidores que compraram esse produto também comprara mConsumidores que viram esse produto viram também Q UEM VIU ACABOU COMPRANDO  Compraram: Câmeras Digitais e Filmadoras 50% Telescópio Refrator Lente Barlow com Zoom 135x, Abertura 114 mm e Tripé em Alumínio F1000114 - Greika 5 " id="pdf-obj-11-13" src="pdf-obj-11-13.jpg">
A AstroShop é a única representante autorizada da Celestron no Brasil. Compre com quem oferece garantiaClique Aqui para ampliar De: R$ 899,00 Por: R$ 759,05 ou 15X de R$ 50,60 somente com Hipercard Wal-Mart em RSS Veja nesta página     Detalhes do produto Aproveite e compre junt oConsumidores que viram este produto compraram Opinião dos consumidores Opinião dos especialista sConsumidores que compraram esse produto também comprara mConsumidores que viram esse produto viram também Q UEM VIU ACABOU COMPRANDO  Compraram: Câmeras Digitais e Filmadoras 50% Telescópio Refrator Lente Barlow com Zoom 135x, Abertura 114 mm e Tripé em Alumínio F1000114 - Greika 5 " id="pdf-obj-11-15" src="pdf-obj-11-15.jpg">

De: R$ 899,00Por: R$ 759,05ou 15X de R$ 50,60 somente com Hipercard

Veja nesta página

Compraram:

Câmeras Digitais e Filmadoras

50%

5

De: R$ 899,00 Por: R$ 759,05 ou 15x de R$ 50,60 sem juros  Compraram:
De: R$ 899,00
Por: R$ 759,05 ou
15x de R$ 50,60
sem juros
Compraram:

Câmeras Digitais e Filmadoras

Detalhes do Produto

Pesquisar palavra nesta páginaPesquisar palavra nesta página:

Descrição do Produto:

Telescópio astronômico e terrestre.

Características do Produto

Lentes

Inclusa

 

Prismas

45º

Tipo

Refrator

Aviso

 

Aviso

Imagem meramente ilustrativa

Garantia

Garantia

1 ano

Assistência Técnica

Assistência Técnica

 
   

Dimensões Aproximadas do Produto

Telescópio Refrator Lente Barlow com Zoom 135x, Abertura 114 mm e Tripé em Alumínio F1000114 - Greika Altura: 20,00 cm Largura: 30,00 cm Profundidade: 70,00 cm

Peso: 9,00 kg

Vantage Vue Wireless 300m Estação Meteorológica Vantage Vue, perfeita para o observador do tempo amador. *Frete grátis apenas para produtos comprados pelo site.

Descrição A estação meteorológica Vantage Vue oferece monitoramento meteorológico preciso e confiável em um sistema independente e fácil de instalação.

O Vantage Vue fornece todos os dados meteorológicos de que precisa. Moderno e resistente seu conjunto de sensores para ambiente externo é montado em poucos minutos e começa a enviar dados sem fio para o console em qualquer lugar de sua casa, escola ou empresa.

Você verá condições meteorológicas atuais, incluindo temperatura e umidade externa e interna, pressão barométrica, velocidade e direção do vento, ponto de orvalho e precipitação. Você também receberá ícones de previsão do tempo, fases lunares, horários do nascer e do pôr do sol, gráficos de tendências meteorológicas, alarmes e muito mais. O Vantage Vue também possui a inovadora tecla Weather Center (Centro Meteorológico) que mostra dados adicionais sobre as variações do tempo para hoje e para os últimos 25 dias.

Estação Meteorológica Vantage Vue, composta dos seguintes sensores:

  • 1 sensor de temperatura e umidade.

  • 1 sensor de direção e velocidade do vento.

  • 1 sensor de chuva.

  • 1 sensor de pressão barométrica.

A comunicação dela é sem fio, e ela deve ficar a no máximo 300 metros de distância (área visada) do local (abrigado) onde ficará o computador (não fornecido) e o console. Não acompanha Software Weatherlink e Tripé para montagem. O Software Weatherlink é necessário para o registro de dados da Estação Meteorológica bem como sua interação com o computador.

Características Técnicas

• Tela de LCD com luz de fundo de fácil visualização de 3” x 4 3/8”;

• Teclado numérico que brilha no escuro;

• Atualizações rápidas a cada 2,5 segundos (10 vezes mais rápido que a concorrência);

• Registrador de dados e software WeatherLink opcional oferecem análises adicionais em várias

versões;

• Transmissão sem fio da estação ao console a até 300m (1000 pés) (distância três vezes maior

que a da concorrência).

• Alimentação ISS: bateria recarregável e painel solar;

• Alimentação Console: 03 pilhas C (média) ou adaptador 110V;

• Autonomia com bateria sem recarga (ISS): maior que 72 horas;

• Vida útil da bateria funcionando com o painel solar (ISS): 9 meses;

• Comunicação: Wireless (até 300metros);

• Console com opções de visualização para as informações de: Data e Hora atual, Valores de todas as grandezas, Data e hora de cada leitura, Totalização diária das grandezas acumuladas, Valores de máximo e mínimo diários, Gráficos históricos;

• Capacidade de Armazenamento do Data Logger: Até 213 dias (intervalo de 120 minutos entre

cada leitura);

• Sensor de Temperatura do Ar: -40ºC a 65ºC ;

• Sensor de Umidade Relativa: 0 a 100% (Umidade relativa não condensada);

• Sensor de Velocidade de Vento: 0 a 67m/s / 3 a 241 Km/h;

• Sensor de Direção de Vento: 0° a 360º ;

• Sensor de Pressão Atmosférica: 880 a 1080 mb;

• Sensor de Precipitação: 0 a 6553 mm.