Anda di halaman 1dari 23

Centro Português Design, 2002

DESIGN DE AMBIENTES EXTERIORES


DESIGN URBANO
DESIGN DO ESPAÇO PUBLICO
2º COLÓQUIO CONTRIBUTOS PARA
O DIÁLOGO 09.05.09
João Martins, Designer
Protagonizar o desenho de
produtos a partir da
caracterização do público-alvo
(segmento de mercado)

Protagonizar o desenho da
cidade a partir da concepção do
domínio público.
Protagonizar o desenho de
produtos a partir da
caracterização do público-alvo
(segmento de mercado)

1. pertencente ou relativo ao povo


2. que é de todos
Protagonizar o desenho da
3. que se faz diante de todos
4. aberto ou acessível a todos

cidade a partir da concepção do
domínio público.
Colaboração Comunicação
interdisciplinar

Ambiente Tecnologia
Centrali- Acessibili-
Centro Periferia
dade dade

Cidade como
conjunto de
relações

Intensi- Densi- Identi- Diversi-


dade dade dade dade
Resolução de
Acção sistémica
Problemas
e integrada
Urbanos
ção de
Acção sistémica
mas
e integrada
mporâneos
Cultural

Comunicação
Acção sistémica
e integrada
Estética

Ética
1
“Actualmente as cidades necessitam
promover a sua identidade e as suas
qualidades para se afirmarem e
diferenciarem numa rede urbana cada
vez mais competitiva.”

2
“A imagem dos espaços públicos assume
uma importância crescente no
marketing das cidades.”
3
“O efeito positivo de um Bom Desenho
do Espaço Publico, manifesta-se não só
no plano estrito das funcionalidades
urbanas (segurança, conforto e
acessibilidade) mas também na auto-
estima e na identidade local.”
4
“Parece ser unânime, a ideia de que
espaços públicos de qualidade podem
ajudar as cidades a criar e manter locais:

de forte centralidade,
de qualidade ambiental,
de competitividade económica
de sentido de cidadania.
5
“A qualidade do desenho é importante
em qualquer projecto e deve ser
objectivo de todos os agentes
envolvidos no seu processo de
desenvolvimento.”
O produto final deve:
Integrar-se plenamente na realidade
local;
Estar bem adaptado à finalidade para
que foi concebido;
Ser atractivo para os utilizadores;
Visualmente estimulante;
De fácil utilização e manutenção.
Harry Beck (1903-1974)
Designer gráfico, mais conhecido por ter
revolucionado o design de informação criando o
mapa do metro de Londres em 1931.
Antes, várias linhas de metro eram representadas
geograficamente, muitas vezes sobrepondo- se ao
mapa das ruas. Beck percebeu que a localização
geográfica era informação supérflua para os
utilizadores de metro, eles apenas queriam saber
a ordem e relação das estações entre si, para
decidir onde mudar de estação.
Inspirado na simplicidade de diagramas de
engenharia elétrica, Beck projectou o mapa que
seria o paradigma para todos os mapas de
transporte público que vieram em seguida.
Obrigado.