Anda di halaman 1dari 11

Catálogo 2008 imprensa oficial

Projeto final1 1 8/11/08 5:40:43 PM


governador   José Serra
diretor-presidente   Hubert Alquéres

diretor vice-presidente   Paulo Moreira Leite


diretor industrial   Teiji Tomioka
diretor financeiro   Clodoaldo Pelissioni
diretora de gestão corporativa   Lucia Maria Dal Medico
chefe de gabinete   Vera Lúcia Wey

Projeto final1 2 8/11/08 5:40:43 PM


Apresentação

Desde a sua criação em 1891, a Imprensa Oficial Os resultados obtidos no ano de 2007 justificam
tem como objetivo dar transparência e preservar tal esforço. O livro Resmungos, de Ferreira Gullar,
os atos da administração pública. Levada ao ex- ilustrado por Antonio Henrique Amaral, conquis-
tremo, sua missão consiste em preservar a própria tou o Prêmio Jabuti de Livro do Ano de Ficção,
história do estado de São Paulo e, portanto, do outorgado pelo órgão mais importante do gênero
Brasil. Tal objetivo é realizado também por meio no país, a Câmara Brasileira do Livro (cbl). Pas-
dos livros que ela imprime, e edita. sagens, de Walter Benjamin, recebeu o prêmio na
Afinal, a edição de livros não é uma atividade categoria Melhor Tradução, e a Bilac, o jornalista,
recente da empresa. Desde a década de 1970 ela organizado pelo professor de Literatura Brasileira
produz, por exemplo, edições fac-similares de do- Antonio Dimas, foi dado o prêmio na categoria
cumentos e livros para o Governo do Estado. De lá Teoria/Crítica Literária.
para cá, veio crescendo a Coleção Aplauso, impor- Como se pode ver, os critérios da Imprensa Ofi-
tante acervo documental sobre as artes-cênicas no cial na seleção dos livros a serem publicados aten-
Brasil e uma das mais significativas entre nossas dem, por determinação de seu estatuto, à sua rele-
edições. Durante a década de 1990, ganharam ên- vância histórica, cultural e social. Sem se restringir
fase as parcerias com as principais editoras univer- ao âmbito das publicações oficiais, ela entretanto
sitárias do país, além de outras instituições cultu- não se deixa tolher por imperativos comerciais. O
rais sem fins lucrativos. reconhecimento que almeja é, editando obras de
Mais recentemente, em 2003, a edição e a pu- interesse público, dar sua contribuição aos debates
blicação de livros deixou de ser uma atividade culturais em curso na sociedade brasileira.
paralela, ganhando um núcleo próprio dentro da Sempre em busca da excelência, a editora Im-
Imprensa Oficial. A partir desse momento, forta- prensa Oficial tem obtido o reconhecimento desse
leceu-se a condição de elaborar um linha editorial esforço, conquistando muitos prêmios importan-
própria, que somasse livros produzidos interna- tes das áreas gráfica e editorial. Inscreveu, assim,
mente às co-edições feitas no correr do tempo. sua marca na galeria de editoras com maior desta-
Com isso, sua atuação como editora ganhou maior que e mais variado acervo no país.
evidência, e esta nova versão de seu catálogo pro-
cura, pela primeira vez, espelhar tal evolução.

i m pre n s a ofi c ia l   Catálogo 2008  3

Projeto final1 3 8/11/08 5:40:43 PM


4  Catálogo 2008  im pre n sa of ic ial

Projeto final1 4 8/11/08 5:40:43 PM


Sumário

7 Destaques

55 Lançamentos 2007-2008

85 Títulos próprios

121 Co-edições

181 Imprensa social

191 Índices
191 Outros títulos
201 Por assunto
207 Por título
213 Por autor
218 Coleção Aplauso
220 Imprensa social

i m pre n s a ofi c ia l   Catálogo 2008  5

Projeto final1 5 8/11/08 5:40:43 PM


6  Catálogo 2008  im pre n sa of ic ial

Projeto final1 6 8/11/08 5:40:43 PM


Destaques
i m pre n s a ofi c ia l   Destaques  7

Projeto final1 7 8/11/08 5:40:45 PM


página anterior
Resmungos, p. 36, ilustração de Antonio Henrique Amaral

8  Catálogo 2008  im pre n sa of ic ial

Projeto final1 8 8/11/08 5:40:45 PM


Resmungos
Ferreira Gullar 
Antônio Henrique Amaral (ilustrações)
isbn 85-7060-422-x
Edição: Imprensa Oficial | sp, 2006
208 p. | 21 x 27 cm

Ao receber o convite da Folha de S. Paulo para escrever uma crônica


por semana, o poeta Ferreira Gullar recebeu também um pedido: que
indicasse um ilustrador. Ele pensou então no artista Antonio Henrique
Amaral. Assim nasceu este livro. Por se originar de crônicas escritas para
um veículo da imprensa diária, a obra guarda uma pulsação extremamente
contemporânea. “O que determina a originalidade de Resmungos é que este
é um livro de arte comprometido com o conjuntural”, explica Gullar. O
livro foi organizado pelo autor em quatro blocos, nos quais a reedição das
crônicas ganhou nova leitura, que abole a ordem cronológica original e as
reagrupa em novas categorias temáticas: Idéias, Evocações, Temas Sociais
e Política. As ilustrações também são originais, pois o projeto gráfico do
livro não se limitou à área restrita e regular que o jornal lhes destinava. Elas
“invadem” as páginas do livro e certos detalhes são realçados. São várias as
técnicas utilizadas por Antonio Henrique Amaral: aquarelas, xilografias,
óleo, acrílico, colagens e manipulações no computador.
 Prêmios Jabuti de Melhor livro de Ficção do Ano, e 1º lugar na categoria  
Contos e Crônicas, outorgados pela Câmara Brasileira do Livro (cbl) 2007

Ilustração de Antonio Henrique Amaral, p. 151

i m pre n s a ofi c ia l   Destaques  9

Projeto final1 9 8/11/08 5:40:47 PM


Machado de Assis:
um gênio brasileiro
Daniel Piza
2a edição revista pelo autor
isbn 85-7060-426-2
Edição: Imprensa Oficial | sp, 2005
416 p. | 16 x 23 cm

Em Machado de Assis: um gênio


brasileiro, o autor retrata o contexto
social e histórico da cidade do Rio
de Janeiro durante a transição do
Segundo Reinado para a República,
sem, entretanto, perder o foco em
seu biografado. Nesse sentido,
Piza não descreve, mas, acima
de tudo, narra, beneficiando-
se da agilidade do pensamento
machadiano. O crítico Roberto
Pompeu de Toledo comparou o livro
às outras biografias existentes sobre
o personagem máximo de nossas
letras: “O Machado de Daniel Piza
apresenta-se numa interação com
seu tempo muito maior do que na
biografia pioneira de Lúcia Miguel
Pereira, de 1936, ou na de Raimundo
Magalhães Júnior, de 1981”.
 Prêmio Jabuti 2006

Fotogravura de Machado de Assis aos 25 anos de idade, p. 113 | Reprodução. | Acervo: Academia Brasileira de Letras

10  Catálogo 2008  im pre n sa of ic ial

Projeto final1 10 8/11/08 5:40:47 PM


Retratos da leitura no Brasil
Galeno Amorim (coord.)
isbn 978-85-7060-616-7
Co-edição: Imprensa Oficial e Instituto Pró-Livro | sp, 2008
358 p. | 16 x 23 cm

Esta obra faz um amplo diagnóstico do circuito do livro e da leitura em


nosso país, no contexto posterior à nova Lei do Livro, de 2003, discutindo
o que é necessário mudar e enumerando os vários fatores que apontam
para um novo cenário e para uma mudança de comportamento do
leitor brasileiro. Os textos aqui reunidos tratam de temas como: o valor
simbólico da leitura, o acesso ao livro, a escola e a formação de leitores,
os jovens e a leitura, a leitura no Brasil e no mundo, políticas públicas do
livro e da leitura, bibliotecas públicas, entre outros.

Onde estão os leitores de livro no Brasil


(e os que gostam de ler muito em seu tempo livre)*

24,4 milhões
(25%) estão na Região
7,5 milhões Nordeste, onde 50%
(8%) estão na Região Norte, são leitores.
onde 55% são leitores.

43,4 milhões
(45%) estão na Região
7,1 milhões Sudeste, onde 59%
(7%) estão no Centro Oeste, são leitores.
onde 59% são leitores.

13,2 milhões
(14%) estão na Região Sul,
onde 53% são leitores.

Gráfico “Onde estão os leitores no Brasil”, p. 168

i m pre n s a ofi c ia l   Destaques  11

Projeto final1 11 8/11/08 5:40:48 PM