Anda di halaman 1dari 88

Capacitação para agentes de Saúde

E S
E T
A B
D I
Antes de começar...
Um dos mais graves problemas de saúde
publica
Sexta causa de morte no Brasil
Afeta 9 a 10 milhões de pessoas no Brasil,
sendo que metade desconhece sua situação
Dos que sabem da situação, 23% não segue o
tratamento
O que é?
Doença que provoca o aumento da quantidade
de glicose no sangue por falta ou absoluta ou
relativa de insulina.
E o que é insulina?
É um hormônio produzido no pâncreas,
responsável pela redução da glicemia, ao
promover a entrada de glicose nas células.
O que é glicose?
É o produto resultante da digestão de grande
parte dos alimentos que ingerimos. Para ser
utilizada como fonte de energia deve entrar
nas nossas células.
Como a insulina age

VÍDEO
O que acontece então?
O excesso de glicose no sangue tem que ser
eliminado

Caminho mais fácil: urina


O que acontece então?
Ao eliminar muita água pela urina a pessoa
desidrata

Sede
O que acontece então?
Se a celula não recebe glicose, o corpo pensa
que esta faltando alimento

Emagrecimento e fraqueza
O que acontece então?
Se o corpo esta se sentindo fraco...
Queima de
Fome gorduras

Halito
cetonico
Diagnostico

Normal: 70 a 100 mg/dl

Após a refeição não pode


exceder 140 mg/dl

GLICEMIA GLICOSÚRIA
Diagnostico

O exame mais
comum chama-se
glicemia de jejum
Diagnostico

Teste oral de
tolerância a glicose
Exames de açúcar e cetonas na urina

A pesquisa de açúcar na urina não é tão acurada quanto a do


sangue. Ela só deve ser realizada se a pesquisa no sangue for
impossível.

A pesquisa de cetonas na urina é importante quando o


diabetes está mal controlado ou quando
o paciente está com outro problema
de saúde.

Todo paciente com diabetes às vezes


precisa checar a quantidade de
cetonas na urina.
Como fazer a pesquisa de cetonas na urina?

Uma pequena quantidade de urina é coletada em um


recipiente limpo e uma fita especial é colocada em contato
com esta urina.

Após algum tempo, a coloração da fita vai modificar-se e deve


ser comparada com as cores mostradas na embalagem. Cada
coloração corresponde a um valor aproximado das cetonas na
urina.
Quando testar cetonas na urina?
Glicemia sanguínea maior que 300mg/dL
Estiver com náusea, vômitos ou dor abdominal
Sentir-se “doente”
Tiver muita sede ou estiver com a pele avermelhada
Sentir cansaço o tempo todo
Quando testar cetonas na urina?
Tiver dificuldade para respirar
Tiver hálito com cheiro de fruta
Estiver confuso
Nestes casos, será necessária orientação médica para a
correção dos distúrbios o mais rápido possível.
Diagnóstico
2h APÓS
CATEGORIA JEJUM 75G DE CASUAL
GLICOSE
GLICEMIA
< 110 < 140
NORMAL
TOLERÂNCIA À > 110 ≥ 140
GLICOSE A A
DIMINUÍDA <126 < 200

≥ 200
DIABETES ≥ 126 ≥ 200 (com sintomas
classicos)
Tipo 1 – Qual é o problema?
Ocorre quando pouca ou nenhuma insulina
vem do pâncreas
O corpo não consegue absorver a glicose do
sangue
As células começam a “passar fome”
Glicemia constantemente alta
Tipo 1- Causas

?
Tipo 1 - Afetados
Afetados:
Crianças e
jovens
Tipo 1 - Sintomas
Tipo 1 - Diagnóstico
Feito no inicio da doença, pois a ausência de
insulina pode levar ao coma em duas semanas
Tipo 1 - Tratamento
Injeções diárias de insulina
Cuidados com a alimentação
Automonitoramento constante
Tipo 1 - Complicações
Coma Diabético
Cegueira
Tipo 2 – Qual e o problema?
O pâncreas produz insulina normalmente ou ate
mais que o normal
Ocorre quando há uma resistência a insulina
Há muita “carga” para a insulina
Distúrbio comum: afeta 10% da população de
30 a 69 anos
90 a 95% dos casos de diabetes são do tipo 2
Tipo 2 – Causas
Genética Sedentarismo Obesidade
Tipo 2 - Afetados
Pessoas com mais de
40 anos
Crianças obesas
Tipo 2 - Sintomas
Tipo 2 - Diagnóstico
Tardio. Em geral, o paciente descobre entre
seis e sete anos depois de desenvolver a
doença.
Tipo 2 - Tratamento
Dieta balanceada
Exercícios físicos
Anti-diabético oral
Reposição de insulina
Tipo 2 - Complicações
"Todas estas conseqüências
podem ser evitadas através de
um controle eficaz”
Diabetes Gestacional
Alteração das taxas de açúcar no sangue
detectada pela primeira vez na gravidez.
Pode persistir ou desaparecer depois do parto
Diabetes Gestacional
Causas:
Fatores de risco
Hormônios
Genética
Medicamentos
Insulina
Metformina
Glibenclamida
Uso da Insulina
Escolha da seringa
Uso da Insulina
Escolha da agulha

BD Ultra Fine ® BD Ultra Fine ® II


Uso da Insulina
Atenção!
O tecido subcutâneo é o local onde a insulina
deve ser depositada para ser absorvida pela
corrente sangüínea
Uso da Insulina
É importante que seja feita uma rotação do
local de aplicação das injeções de insulina, pois
podem acontecer problemas degenerativos
locais.
Locais mais adequados para aplicação da
insulina

Parede abdominal:
exceto a área de 5
cm ao redor do
umbigo;
Locais mais adequados para aplicação da
insulina

Coxas: face anterior


e lateral
Locais mais adequados para aplicação da
insulina

Nádegas: região
superior
Locais mais adequados para aplicação da
insulina

Braços: região lateral e


posterior do braço.
Como usar insulina?
1. Lave e seque bem as mãos
2. Separe a seringa , a insulina e o BD Alcohol
Swabs®
Como usar insulina?
3. Role levemente o frasco de insulina entre as
mãos.
Como usar insulina?
4. Limpe a tampa de borracha do frasco e
espere secar para introduzir a agulha.
5. Pegue a seringa e puxe o êmbolo...
Como usar insulina?
6. Retire o protetor da agulha e injete o ar no
frasco, pressionando o êmbolo.
Como usar insulina?
7. Pegue o frasco sem retirar a agulha e vire-o
de cabeça para baixo. Puxe o êmbolo
lentamente...
Como usar insulina?
8. Verifique se há bolhas de ar na seringa. Se
houver, elimine-as batendo levemente com o
dedo na parte onde elas se encontram.
Como usar insulina?
9. Inverta o frasco de insulina e retire
lentamente a agulha prevenindo desperdícios.
Se a aplicação não for imediata, recoloque o
protetor da agulha para prevenir contaminação.
Aplicando
4. Solte a prega cutânea e retire a agulha
suavemente, mas com um único movimento. Não
faça massagem.
5. Caso ocorra sangramento faça uma leve
pressão no local por alguns segundos.
Aplicando
1. Passe BD Alcohol Swabs com um movimento
único no local escolhido para a aplicação.
Espere secar.
Aplicando
2. Faça a prega cutânea com uma das mãos ou
apoie a região para formar uma prega cutânea...
Aplicando
3. Injete a insulina pressionando o êmbolo
continuamente. Após, aguarde 5 segundos com
a agulha na pele.
Cuidados
Automonitorização da Glicemia
Diabetes e os pés
Diabetes e uma dieta sadia
Diabetes e exercício físico
Automonitorização da Glicemia
MONITORIZAÇÃO DA GLICEMIA NO SANGUE

Principal forma de checar o controle do diabetes, pois é


possível saber o valor da glicemia a qualquer momento.
Automonitorização da Glicemia
QUEM DEVE FAZER A MONITORIA DA GLICEMIA?

Todos os pacientes diabéticos terão benefícios com a


monitorização da glicemia, mas em alguns casos isso será ainda
mais importante.

Veja as situações nas quais a monitorização da glicemia


deve ser sempre realizada:
Automonitorização da Glicemia
Paciente em uso de comprimidos para diabetes ou insulina
Pacientes em tratamento intensivo com insulina
Gestantes diabéticas
Diabetes de difícil controle
Pacientes que têm hipoglicemias
Automonitorização da Glicemia

FITAS PARA MEDIÇÃO


LANCETADOR

GLICOSÍMETRO
Automonitorização da Glicemia

Lavar as mãos antes de


usar a lanceta
Automonitorização da Glicemia
Os resultados obtidos com os
glicosímetros geralmente
são precisos.
MAS CUIDADO!
PODEM OCORRER
ERROS...
Automonitorização da Glicemia
Limpeza inadequada do aparelho
Utilizar o glicosímetro ou a fita em temperaturas diferentes
da temperatura ambiente
Fitas fora do período de validade
Glicosímetro não calibrado para a caixa de fitas em uso
Uma gota de sangue muito pequena
É recomendável fazer um “treino” antes
de começar a utilizar o glicosímetro
e as fitas.
Cuidados com os Pés
Examine seus pés todos os dias para verificar a
presença ou surgimento de bolhas, rachaduras,
cortes ou pele seca entre os dedos ou na planta
do pé.
Cuidados com os Pés
Lave os pés todos os dias com sabão neutro e água morna,
controlando a temperatura da água. Enxugue bem os pés,
principalmente entre os dedos.
Evite colocar os pés de molho, para não ressecá-los.
Cuidados com os Pés
Use loção ou creme no dorso e planta dos pés (exceto entre os
dedos), especialmente nas áreas mais ressecadas.

Apare as unhas dos pés com


uma lixa, em vez de cortá-las.

Antes de calçar meias e


sapatos, verifique se não há
nada dentro deles que possa
eventualmente pressionar e
machucar os pés.
Cuidados com os Pés
Use calçados confortáveis. Durante todas as estações do ano,
use sapatos fechados, que oferecem maior proteção.

Mesmo dentro de casa, evite andar sem algum tipo de calçado.

As meias de algodão ajudam a manter os pés secos. Para


aquecer os pés, use meias de lã.
Cuidados com os Pés
Evite o uso de almofadas elétricas ou bolsas de água quente
para esquentar os pés.

A remoção de calos ou verrugas só deve ser feita por


um especialista.

O médico pode ajudar a desenvolver o


melhor tratamento para os cuidados
com os pés.
Qual e a importância dos resultados das glicemias?

Mostra se o tratamento está sendo eficaz e também dará uma


idéia de como a alimentação, o exercício e o estresse afetam
os resultados.
Os resultados não são um julgamento pessoal de sucesso.
Maus resultados indicam que algumas mudanças devem ser
feitas no tratamento.
Dieta Saudável
Uma alimentação equilibrada contém todos os
fibras nutrientes: carboidratos
sais minerais
vitaminas

proteínas gorduras proteínas


Dieta Saudável
COMO COMPOR UMA ALIMENTAÇÃO
EQUILIBRADA?
Incluindo em todas as refeições um alimento
de cada grupo alimentar:

Energéticos

Construtores

Reguladores
Dieta Saudável
Energéticos
Carboidratos Gorduras
Dieta Saudável
Construtores
Proteinas
Dieta Saudável
Reguladores
Fontes de Vitaminas
Dieta Saudável
UM ALIMENTO DE CADA GRUPO
O equilíbrio nas refeições garante boa nutrição e melhor
controle da glicemia.
g

Fracione os alimentos em várias pequenas refeições.


g

Insulinos-dependentes devem ajustar o horário e as


quantidades de alimentos ao seu esquema de insulina.
g

Os não-insulino-dependentes devem fazer


no mínimo 4 refeições diárias.
Dieta Saudável
Controle a quantidade de alimentos a ser ingerida.
Utilize alimentos ricos em fibra, pois todos evitam que o nível
de glicose suba muito rapidamente depois de sua ingestão.
Dieta Saudável
Elimine manteiga, margarina, óleo, molhos de saladas e
creme na comida ou durante o preparo da refeição.
Evite carne com gordura, leite integral, queijo e frituras.
Retire a pele da galinha, separe a gordura da carne antes de
cozinhar ou comer. Tome leite semi-desnatado ou desnatado.
Dieta Saudável
Não use sal nos alimentos, mesmo no seu preparo. Use
temperos como alho, cebola, pimenta e ervas.

Evite alimentos como carnes defumadas, pepinos curtidos,


batatas fritas, salames. Eles contém muito sal.
Dieta Saudável
Leia os rótulos das embalagens, pois elas trazem o valor
nutritivo e as calorias dos alimentos.

Anote o que se come. Isso ajuda ao controlar a quantidade e a


qualidade dos alimentos, além de saber qual deles pode estar
afetando o seu nível de glicose no sangue.
Exercícios Físicos
BENEFÍCIOS IMEDIATOS
Aumento da ação da insulina
Aumento da captação de glicose pelo músculo
Diminuição da glicose sangüínea
Exercícios Físicos
BENEFÍCIOS TARDIOS
Melhora das funções cardiorrespiratórias
Diminuição da gordura corporal
Redução dos fatores de risco de doenças coronarianas
Redução da ansiedade e depressão
Exercícios Físicos
Convide alguém da família ou algum amigo que também goste de
se exercitar.
A orientação médica é sempre aconselhável.
Tenha sempre uma identificação médica. Em caso de
emergência, as pessoas
saberão que você é
diabético.
Exercícios Físicos
Faça exercícios regularmente e de maneira freqüente,
sempre no mesmo horário, todos os dias, se possível de 20
a 30 minutos.

Use sempre tênis confortáveis. Meias esportivas, em algodão,


podem ajudar a evitar bolhas.
Exercícios Físicos
Aquecimento e alongamento devem durar de
5 a 10 minutos e o exercício deve ser
iniciado em ritmo lento, sendo
aumentado gradativamente.

Beba água antes e


durante os exercícios.
Exercícios Físicos
Se comer, aguarde de 60 a 90 minutos para fazer
exercícios.

Pare de fazer exercícios se você sentir sensação de desmaio


ou a ocorrência de dor ou dificuldades
para respirar.
Exercícios Físicos
CUIDADOS
Coma algo imediatamente, se o nível ficar abaixo de 100.
Coma mais alguma coisa se os exercícios durarem mais de
uma hora.
Faça sempre o teste de sangue logo após a prática de alguma
atividade, para verificar o nível de glicose.
Exercícios Físicos
CUIDADOS
Evite aplicar a insulina nas partes do corpo mais exigidas pelo
exercício. Por exemplo, na perna, antes de correr, porque isso
acelera a absorção da insulina.

E sempre consulte seu médico


sobre qualquer dúvida, em
relação às atividades físicas.
Ele é a pessoa ideal para
ajudar você.