Anda di halaman 1dari 12

Adhyatmik Ishwariya Vishwa Vidyalaya

Universidade Espiritual de Deus


Clarificação das Murlis de Shivbaba
Nota: Apenas as versões em Inglês são verificadas por Shivbaba. A presente tradução foi
feita a partir do Inglês. Dado ser uma tradução a partir de outra tradução, alguns pontos
poderão não ser precisos.

Curso Avançado sobre a Trimurti


(a partir de aula gravada em cassete)

Os quadros que foram preparados por Baba com base nas visões divinas das sandeshis
(irmãs que entram em transe), foram corrigidos por Shivbaba através de Brahma Baba.
Esses 4 quadros principais são: Trimurti, Roda (ciclo) do Drama do Mundo, Árvore do
Kalpa e Laksmi-Narayan. O 1º quadro principal entre estes 4 quadros é o da trimurti, que foi
preparado 1º. O principal assunto/tópico, que é abordado como a base do conhecimento
avançado no quadro da Trimurti, é Shrimat. O que é Shrimat e de quem é Shrimat? Como a
palavra indica, “Shri” significa grande/elevado e “mat” significa intelecto. Então de quem
será o intelecto/juízo/inteligência mais elevado/maior? Será dito o intelecto de ninguém
poderá ser maior/mais elevado do que o da Alma Suprema. Ele é o + inteligente entre os que
são inteligentes. Mas quando se levanta a questão, quem é a Alma Suprema? Então no
quadro da Trimurti, a forma da Alma suprema, que foi representada, é sem forma, porque o
ponto de luz acima das 3 personalidades (murtis), em direcção a quem a linha das suas
lembranças foi representada, é o incorpóreo único ponto de luz. O seu quadro/fotografia não
pode ser desenhado. Como é que aquele, cujo quadro não pode ser desenhado, dá direcções?
Baba diz nas Murlis, “Eu não ensino por inspiração. Eu venho em frente a vocês e ensino o
conhecimento. (Mu-2.9.02, Pg3). Isto foi dito na Murli porque “Trimurty Shivjayanti (O
nascimento de Shiva como trindade), é famoso. Vocês filhos não deveriam dizer apenas
Shivjayanti. Isso é errado”. (Mu-17.1.00, Pg3). É errado porque nascimento é apenas de
uma pessoa corpórea. Nascimento não pode ser celebrado de alguém que não tem uma
forma. 3 personalidades estão conectadas com o meu nascimento, i.e. quando o meu
nascimento na forma de revelação acontece então eu não venho sozinho, mas 3
personalidades estão comigo nessa altura. Então essas 3 personalidades são também
mostradas aqui como Brahma, Vishnu e Shankar. Essas 3 personalidades são representadas
nos 3 níveis do mundo subtil. 1º é o lar de Brahma (Brahmapuri), acima desse é o lar de
Vishnu (Vishnupuri), e acima desse é o lar de Shankar (Shankarpuri). Porque é que aqueles
níveis são mostrados 1 acima do outro? Certamente significa os estágios do intelecto. O
estágio de Vishnu é maior que o de Brahma e o estágio do intelecto de Shankar é maior do
que o de Vishnu. Senão, como seria aquele estágio do intelecto representado no quadro? È
por isso que foram representados como 3 lares. Doutra forma, o mundo subtil foi cortado
(i.e. posto de lado/como linha ou caminho lateral) nas murlis, “O mundo subtil não é nada”
(Mu-2.12.95, Pg4). “ A Alma Suprema Shiva cria-o na Idade da Confluência com o
propósito das visões divinas por algum tempo”. ”(Mu-12.3.80, Pg2). Brahma, Vishnu e
Shankar – estes 3 são considerados como divindades 1 maior que a outra.
No caminho da devoção (bhaktimarg) também é dito – “Dev Dev então Mahadev (Brahma é
divindade, Vishnu é 1 divindade e Shankar é a maior das divindades) Brahma Devataay
Namah (Eu curvo-me a Brahma, a divindade) Vishnu Devtaay Namah (Eu curvo-me a

1
Vishnu a divindade) Depois é dito Shiv Paramatmaay Namah (Eu curvo-me a Shiva, a Alma
Suprema)”(Mu-2.4.01,Pg1). Então a partir disto está provado que a forma original da Alma
Suprema não é revelada ao mundo através de Brahma entre estas 3 personalidades. Tivesse a
forma da Alma Suprema sido revelada através de Brahma no mundo e tivesse o mundo
curvado perante ele então teria havido templos dedicados a ele também, ele também teria
sido adorado em templos e os seus ídolos também estariam presentes. Mas nem os seus
templos são encontrados nem os seus ídolos. E a sua adoração não foi mencionada em
nenhum lugar nas escrituras. Em relação a Vishnu, foi-nos dito que Vishnu não é uma
personalidade separada possuindo 4 braços. É a combinação dos sentimentos, natureza e
intenções (traços de personalidade) de 4 almas. Quais são essas 4 almas? São Brahma com
Saraswati e Shankar com Parvati. A combinação dessas 4 almas foi representada como os 4
braços de Vishnu. A introdução detalhada disto será dada agora. Este Vishnu também é uma
divindade da Idade do Ouro. Não é uma personalidade a ser revelada na Idade da
Confluência como Deus, porque quando Brahma se torna Vishnu num segundo, nessa altura
estará na forma de 1 divindade. As divindades estão presentes na Idade do Ouro, e os seres
humanos estão presentes na Idade da confluência. Mas, então, qual é a forma da Alma
Suprema? O Alma Suprema é incógnito (gupt). Entre estas 3 personalidades, a
personalidade de Mahadev (maior/mais elevada divindade) é o filho mais velho de Pai
Supremo Shiva, e na nossa tradição indiana todos os reis do passado seguiram a tradição de
que sempre ao filho mais velho era dada a soberania. Porquê? Porque o filho + velho toma
nascimento através do poder do celibato (brahmacharya), por um período longo. Por isso
tem mais poder. Tem mais poder da pureza. Por isso é que a tradição de dar a soberania ao
filho + velho tem estado em prática desde o início. De onde è que a fundação desta prática
foi feita? A sua fundação foi feita por Shivbaba na Idade da Confluência. É por isso que foi
dito na Murli – “ Deus é 1 e o filho de Deus é também dito ser 1” ”(Mu-9.4.01, Pg.2). Há 1
versão da murli – "Trinity Brahma Shankar é a maior entre as divindades" (Mu-10.2.72).
Então quem é o filho + velho? Shankar é a maior/mais elevada divindade entre as 3
divindades. E a mesma divindade é revelada no mundo como o pai do mundo, marido do
mundo (Vishwapati) ou mestre do mundo na Idade da Confluência, no mundo dos brahmins
da Idade da confluência. Tal como há 1 hino 'Har Har Mahadev, Shambhu Kashi
Vishwanath Gange' (vários títulos para Deus Shiva).

Então a Alma Suprema, o ponto de luz é revelado sob 2 formas perante o mundo. Tal como
no mundo o pai é incógnito perante a criança inicialmente. Os filhos não sabem que foi o pai
quem primeiro tomou parte na reprodução enquanto a plantar a semente. A apresentação de
quem é que os filhos têm 1º? É da mãe. A apresentação de quem é que os filhos brahmins
também tiveram inicialmente? Foi de Brahma a mãe. Quando os filhos são inocentes eles
consideram a mãe apenas como sendo mãe e pai. Quando esses filhos crescem então a mãe
dá a alusão aos filhos “Ele é o vosso pai, é o vosso papá”. É então mais tarde o pai revelado.
Então similarmente na nossa yagya também o Geeta de 18 capítulos dos 18 anos desde 1951
a 1968, i.e., a mãe Geeta, na sua forma completa veio perante nós filhos. O Geeta de 18
capítulos completos, de 18 anos, veio perante nós através da boca de Brahma, i.e., a mãe
Geeta viva veio perante nós. Então durante esse período, o Pai Shiva revelou os segredos
perante nós, “Filhos, as palavras Brahma Kumari Ishwariya Vishwa Vidyalaya estão erradas.
Deve-se certamente acrescentar a palavra 'Prajapita' a elas.”(Mu-4.9.85,Pg.1). “Vocês
chamam a vós próprios Brahma kumar-kumari. É por isso que as pessoas ficam confusas.
Escrevam o vosso nome como 'Prajapita Brahma kumar-kumari.”(Mu-10.6.87, Pg.1).

2
Isto torna 1 ponto claro de que no inicio da Yagya havia alguém na forma Pai que era
maior/+ elevado que Brahma, e que também costumava controlá-lo. Ele foi o seu criador
também. É por isso que foi perguntado na Murli, “Quem é o pai de Brahma?” (Mu-
19.8.68,Pg.2). Então certamente deve haver alguém. Só então esta pergunta foi feita. Quem
é o criador que deu nascimento a Brahma também? Então, como é a palavra, Brahma
significa mãe + velha. Então há certamente 1 pai que cria a mãe + velha. A personalidade
que existia no inicio, tornou-se incógnito no meio e no fim a mesma personalidade que
semeia a semente do conhecimento, que semeou a semente no intelecto como 1 ventre/colo
de Brahma, é revelado novamente no final para dar a herança aos filhos. Assim a forma em
que é revelado, foi chamada pelo mundo de Shiv-Shankar. As pessoas do mundo não sabem
que Shiva e shankar são 2 almas diferentes. Mas nós filhos Brahmins sabemos este segredo
de que “Shiva é o nome do pai incorpóreo, o ponto de luz. Ele só tem um nome, que nunca
muda. Quando as formas mudam, então os nomes também mudam.” (Mu-24.1.75). Por
exemplo, quando Ele entrou no corpo de Dada Lekhraj, foi dado o nome de Brahma e
quando a mesma Alma Suprema entra noutro filho brahmin, que á chamada a carruagem
apontada do Pai, então ele é chamado de Shankar. Desta forma há 2 carruagens do Pai
Shiva. 1 é 1 carruagem temporária, que estava presente no meio, mas que não estava
presente nem no início nem no fim. E a outra é uma carruagem permanente, que estava lá no
início e estará lá no fim também. Então o Pai é revelado através da carruagem
permanente/apontada no final.
Assim através daquela personalidade, as direcções que o pai dá ao vir em frente de nós
filhos, ou a sua conversa é também murli. É a única direcção e o único Shrimat. Há 3
personalidades, Assim, todos os 3 não podem ser maiores 1 que o outro. Entre eles no
entanto haverá 1 que é o maior de todos. Essa personalidade tem sido constantemente
considerada ser digna de adoração e digna de louvor no mundo. Como prova, em todas as
escavações no mundo, ídolos nus principalmente de Shankar ou Teerthankar (1 divindade
Jainista) foram encontradas. Aquele que é chamado de Teerthankar entre os Jainistas e de
Shankar entre os Hindus. Shivalingas na forma de Phallus foram encontrados. Onde quer
que aqueles ídolos nus foram encontrados, também foram encontrados lingas na forma de
phallus. Mas na verdade o phallus é também uma lembrança da vestimenta corpórea, porque
Baba disse numa Murli que “nos Shivalinga que estão feitos nos templos, 1 ponto é também
colocado no centro.” O ponto é a lembrança d quem e o phallus é a lembrança de quem, que
é mostrado preenchido com luz? No templo de Somnath havia uma pedra vermelha e
incrustada no centro estava 1 diamante branco. Então de quem é a lembrança da grande
forma de luz (guarda jóias) com a forma de 1 phallus? É 1 lembrança da forma corpórea e o
ponto nela é 1 lembrança da Alma Suprema. Então a combinação do incorpóreo e o corpóreo
é chamado de Shivbaba. Nos templos de Jagannath e também de Shrinath, o phallus negro
de madeira, que foi mantido, foi marcado com olhos, nariz, boca, etc. e foi coberto por 1
vestido. Foram chamados de Jagannath e Shrinath. Na verdade é a lembrança de quem? É a
lembrança daquela forma para quem é dito nas escrituras "Achyutam Keshavam Ram
Narayanam Krishna Damodaram Vasudev Harim". Muitos nomes foram dados para 1.
No caminho da adoração é dito, “Apenas tu és Ram, apenas tu és Krishna, tu és isto e tu és
aquilo”. Naquela altura não podíamos entender. Mas agora nós podemos entender que a
mesma alma de Brahma que desempenhou um papel ligeiro, que deu o conhecimento ligeiro
a nós filhos brahmins, a mesma alma de Brahma, depois de deixar o seu corpo, entra num
filho brahmin, na forma de meia-lua e desempenha 1 papel combinado, na lembrança de
quem a forma de Ardhanareeshwar é mostrada. (metade feminino e metade masculino). É 1
sinal da combinação das intenções/traços de personalidade da meia-lua Brahma e Shankar. É

3
um sinal do papel de amor e lei. É um papel de amor e também 1 papel de autoridade para
aqueles filhos cheios de fraquezas que não se reformam pelo papel amoroso. É 1
combinação dos 2.
A Mãe é gentil e o Pai é severo. É por isso que aqui no quadro da Trimurty, Brahma foi
mostrado estar sentado numa postura muito indulgente, fácil e Shankar é mostrado estar
sentado numa postura rigorosa, rígida, porque o Pai é o criador, o Criador nunca pode estar
no controlo da criação. Então é 1 questão de Shrimat que qualquer que seja a direcção +
elevada é a do Pai Supremo, Alma Suprema, Pai Deus, mas Ele é incorpóreo. Através de que
corpo é essa direcção recebida? Não se pode dizer que não foi recebida através do corpo de
Brahma. A direcção é recebida através do corpo de Brahma, mas recebida ou não recebida a
direcção é a mesma coisa. Porquê? Porque a direcção que foi recebida não foi
profundamente entendida. 1 coisa é ouvir através dos ouvidos, e outra é entendimento.
Quando é que é um assunto claro? Quando é entendido. Então, qualquer conhecimento do
Geeta que a Alma Suprema Shiva tenha apresentado perante nós através de Geeta Mata
Brahma, esse conhecimento do Geeta não foi clarificado, e até que seja clarificado, não pode
ser completamente implementado na vida. Então a Alma Suprema Shiva é revelado perante
nós filhos principalmente em 3 formas – Pai, Professor e Preceptor/Satguru. O papel de
todas as 3 formas é desempenhado através de 1 personalidade apenas. Se alguém diz que
esses 3 papéis foram desempenhados através de Brahma, então é completamente errado.
Apenas o papel de mãe de dar nascimento é desempenhado através de Brahma. (i.e.) o papel
de dar amor é desempenhado. O papel de plantar a semente ou papel de Pai, de dar a herança
de salvação e salvação em vida não é desempenhado. A salvação do intelecto da infelicidade
e tristezas do mundo começa a ser experimentado em vida. Esta herança não se obtém
através de Brahma. Mesmo que alguém diga que obtivemos a herança, então num curto
período, quando a ameaça da destruição queimar numa sucessão rápida, então eles virão
saber como a herança do paraíso na forma de paz e prosperidade foi obtida e quem a vai
obter. Qual é a única coisa que é recebida por nós filhos brahmins (através de Brahma)? Nós
recebemos amor. Nós tomamos nascimento como filhos, Quanto ao resto, a forma de Pai e a
clarificação da prosa e poesia através da forma de professor, ainda está para ser recebida. A
nossa poesia é a mãe Geeta. A canção que Deus cantou através da boca da mãe Brahma,
aquela mãe Brahma é a nossa mãe viva, e a canção emanada dela, foi chamada de Geeta. O
papel daquele que sabe todos os detalhes da mãe viva Geeta, o papel na forma de professor
que entende e explica o segredo de cada narração emanada da sua boca é de outra pessoa.
Não é que ele seja os 2 maridos e mulher.

Nós somos filhos Brahmins, então, os Brahmins estão na forma corpórea ou incorpórea?
(alguém disse – na forma corpórea). Então “ Quando os Brahmins & Brahmanis estão na
forma corpórea, quando são irmãos e irmãs, então como são os seus pai e mãe? Eles também
deveriam estar na forma corpórea”. (Mu-6.11.97, Pg 2). Então a forma de mãe é Brahma e a
forma de pai é revelada perante o mundo no final. Agora está incógnito. No início ele está
incógnito. Mas deveria ser revelado perante nós filhos Brahmins agora. Porquê? Porque
quando é a Idade da Confluência, então certamente o pai também deveria estar presente. Se
o Pai Brahma não está cá então qual é a utilidade da Idade da Confluência? É por isso que
Baba questionou nas Murlies, “ Perguntem, àqueles falsos Brahmins: se vocês são brahmins,
se chamam a vos próprios Brahmins nascidos através da boca, então quem é o vosso Pai
Brahma?” (Mu-8.12.84, Pg1). Na verdade vocês não são nascidos através da boca mas
Brahmins nascidos através do colo/ventre. Porquê? Porque receberam o amor do ventre i.e.
o colo. Não seguiram o caminho do conhecimento por serem atraídos pela narração que

4
emanava da boca. Se tivessem seguido o caminho do conhecimento, ao serem atraídos pelo
conhecimento emanado da boca, então não teriam lembrado o colo i.e. o ser humano
corpóreo, enquanto nas Murlies isso (manter a foto de Brahma), foi rigorosamente proibido.
“Não há necessidade de manter a foto de Brahma” (Mu-8.2.69, Pg.3).”Coisas que possam
ser destruídas não são lembradas.”.”(Mu-28.3.76, Pg.2). Também foi dito nas Murlies, “ Se
lembrarem este Brahma, então vão tornar-se pecaminosos”. (Mu-28.1.84,Pg3). E também
foi dito “ Não obterão nada com a lembrança de Brahma ou Cristo”. (Mu-2.11.01,Pg.3).
Então significa dizer que a Alma Suprema Shiva é revelada ao mundo, na forma de pai, na
forma de professor e na forma de verdadeiro preceptor/Satguru, apenas como a 3º
personalidade Shankar, que tem sido representada na forma nua. Forma nua significa estágio
incorpóreo. É 1 estágio do intelecto, que foi representado. Tal como Abraão, Buda e Cristo,
quando estes pais religiosos descem directamente do mundo das almas, também são
representados num estágio incorpóreo. Apenas ao olhar o retrato das suas faces, que foram
pintados por artistas, pode-se deduzir que mesmo enquanto a viver neste mundo, é como se
aquelas almas não existissem neste mundo. Como se o seu intelecto estivesse sempre á Alma
Suprema Pai. Então isso é o estágio incorpóreo, mas eles são pais religiosos. Mas aquele que
é o pai de todos os pais religiosos, pai de todos os pais é representado nos quadros num
estágio muito + incorpóreo e esse quadro é impresso em grande número na região da Índia.
São os quadros de Shankar. Como é que aquele estágio incorpóreo pode ser clarificado? É
clarificado aqui ao representar a figura nua. Nu significa que não tem consciência do corpo
que é como 1 vestimenta, enquanto Brahma foi mostrado com roupas. Qual o significado de
mostrar roupas? O significado é que enquanto ele estava vivo, ele não conseguiu largar a
consciência do corpo que é como 1 vestimenta. Foi por isso que ele foi mostrado com
roupas. Esta é a razão de se mostrarem 2 tipos de sábios na tradição Jainista. Há 2 tipos de
Jainistas e eles são os Shwetambar (vestidos de branco) e os Digambar (nus). Os
Shwetambar são a lembrança das almas que especialmente seguem a forma corpórea de
Brahma e o memorial delas nos templos estão também situados nas regiões + baixas, e os
Digamber Jainies que andam de 1 lado para o outro numa forma nua, são a lembrança da
forma nua de Shankar, que vive num estágio incorpóreo elevado, que não tem consciência
do corpo que é como 1 vestimenta, e os seus templos também estão situados nas alturas.

Então como pai e como professor e também como verdadeiro preceptor/Satguru, há apenas 1
único ídolo nu de Shankar. A verdadeira salvação (Sadgati) é causada de 2 formas. Todas as
tarefas do mundo são levadas a cabo de 2 formas, primeiro de forma subtil e depois numa
forma física. Quando 1 casa é construída ou 1 plano é preparado, ou 1 grande projecto é
preparado, então primeiro 1 esboço é preparado no intelecto. Isto é a forma subtil. Então
quando o desenho ou mapa é desenhado no papel, então tem + 1 forma física e quando a
construção está pronta na prática, então é a forma física completa. Não é que o plano tenha
directamente 1 forma física. A verdadeira salvação não pode ser causada directamente, ou
que o corpo atingirá de repente a verdadeira salvação, ou que o corpo se torne sem doenças
ou como ouro. Não, a verdadeira salvação de quem é que será causada 1º? A verdadeira
salvação da alma (consistindo de mente e intelecto) deveria ser causada 1º. Assim, mesmo
aquele pai, o que doa verdadeira salvação, não causa a verdadeira da alma (consistindo de
mente e intelecto) ao vir a este mundo na forma de Brahma. Qual é o sinal de verdadeira
salvação da mente e intelecto? O sinal de verdadeira salvação é que o intelecto não deveria
vaguear entre as ostentações deste mundo perecível. O intelecto deveria começar a tornar-se
desapegado do corpo e dos relacionamentos corpóreos. Onde é que deveria vaguear?
Deveria sentir-se confortável ao vaguear nos pensamentos e revolvimento sobre o

5
conhecimento Deveria sentir-se bem apenas em pensar e revolver (o conhecimento). Deveria
estar ocupado nos assuntos do serviço divino e deveria vaguear na lembrança da Alma
Suprema nos planos do novo mundo. Assim isto é a verdadeira salvação do intelecto. Se os
pensamentos mundanos continuam no intelecto, se pensamentos do corpo e dos
relacionamentos corpóreos continuam, se pensamentos dos negócios mundanos feitos em
função do estômago continuam, então um tal intelecto não será chamado de 1 intelecto que
atingiu a verdadeira salvação. Aquela alma não está direccionada para a verdadeira salvação.
Cada Brahma kumar e kumari deveria assim verificar-se em que percentagem tem a minha
alma (consistindo de mente e intelecto) atingido verdadeira salvação, e em que percentagem
vai em direcção á degradação. E se não atingimos verdadeira salvação, então como é que os
outros atingem? É por isso que há 1 história na tradição indiana, em que Bhageerath trouxe
o rio Ganga para terra. Há 1 história da incarnação de Ganga, em que Bhageerath fez
penitência e o rio Ganges desceu i.e., o rio Ganga do conhecimento desceu, mas uniu /
fundiu / mergulhou no intelecto de Shankar. O que é que isto significa? Significa que o rio
Ganges do conhecimento, que veio, não causou muito beneficia ao mundo. Mas há 1 filho
Brahmin que é 1 verdadeiro portador de yagyopavit (aquele que sabe quem são na prática as
3 personalidades, Brahma, Vishnu e Shankar) aquele que num estágio de pensar e revolver,
absorveu a essência do Ganges do Conhecimento, i.e. as murlis dos 18 anos. E o Ganges
permeou (estar dentro de) o cérebro e os caracóis do cabelo. Não é 1 questão de estar entre o
s cabelo. Entrou no intelecto. Desde quando é que entrou? Desde 1969. Desde essa altura a
encarnação do Ganges do conhecimento no mundo que é como um palco aconteceu, mas
ainda assim o benefício do mundo não foi causado. Assim Bhageerath tem que fazer
esforços mais 1 vez para o beneficio do mundo. Ele é obviamente a carruagem com sorte.
Ao entrar no filho brahmin e + 1 vez fazer com que se façam esforços. E em 1976 o rio
Ganges do conhecimento, na forma de conhecimento avançado, flui a partir dos caracóis do
cabelo, para a terra e começa a causar beneficio aos filhos brahmins. Assim este assunto de
revolver o Ganges do conhecimento no intelecto é o princípio da verdadeira salvação. Se
pensar e revolver não acontecer no intelecto, então deve-se considerar que a alma ainda está
doente. Não vai atingir verdadeira salvação. Então aqui é a forma de verdadeiro preceptor /
Satguru.

(Lado B da cassete)

Digam o ponto de Shrimat a qualquer pessoa, que este é o Shrimat da alma suprema Shiva
através de Brahma. Ele (Brahma) é a nossa mãe Geeta, e se essa mãe Geeta também e
revelado ao entrar na dadi Gulzar, e narra a vani (versão) do conhecimento, então isso
também é 1 direcção elevada para nós. Porque no caminho da família, a mãe e o pai, ambos
são respeitados. A murli i.e. o conhecimento que foi narrado pela Alma Suprema Shiva,
através de Brahma é a nossa poesia, Geeta na forma de 1 canção, e o conhecimento narrado
através da dadi Gulzar é a nossa prosa. Mas o Pai vem na forma de professor através de
outro filho Brahmin e clarifica os 2 tipos de narrações. Então as narrações de Brahma
através da dadi Gulzar e as narrações da Alma suprema Shiva através de Brahma, ambas são
Shrimat para nós. Mas devido à falta do seu entendimento, começou o confronto dualístico
entre divindades e demónios. (Kauravas e Pandavas). Baba falou muitas frases divinas
(mahavakya), mas quando nós não as entendemos, quando nós não sabemos os seus
segredos, é como se não as entendêssemos. Mesmo o próprio Brahma não conseguia
entender os significados das versões divinas. Senão, as versões divinas que a Alma Suprema
Shiva narrou sobre a destruição ser em 1976, deveriam ter sido completamente claras no

6
intelecto de Brahma. Aquelas versões não deveriam ter sido consideradas falsas. Mas o
significado que derivou daquelas versões divinas foi considerado errado. No entanto não é
assim, as versões da Alma Suprema são muito precisas no seu lugar. Só os tolos falam sem
significado. A Alma Suprema não fala assim. Por um lado a Alma Suprema tem dito nas
suas versões, “ a chama da destruição foi acesa a partir de Rudra Gyan Yagya Kund (o altar
do fogo sacrificial do conhecimento” (Mu-14.2.01, Pg.3). Então se a chama da destruição
for acendida da Yagya kund (aqui a família divina), então de onde é que a destruição
começou desde 1976? Foi do mundo lá fora ou foi da Yagya kund (a família divina)? Foi da
Yagya kund, Não é verdade? então a Alma Suprema Shiva ele próprio vem e narra as
correlações entre as versões divinas. Assim não é que as versões de Brahma faladas através
da dadi Gulzar não sejam respeitáveis para nós. Mas apesar de ser respeitável, estão fora da
nossa compreensão. Até que a Alma Suprema Shiva ele próprio venha e as clarifique, elas
não são Shrimat para nós, porque em relação ao Shrimat também tem sido dito na murli que,
“ o Pai vem em frente a vós (sanmukh) e dá Shrimat.”(Mu-6.10.01.Pg1). Então onde está o
Shrimat sanmukh para nós? Sanmukh significa frente a frente. Assim o Shrimat que a Alma
Suprema dá ao vir em frente a nós, é dado na forma de professor e Satguru (verdadeiro
preceptor). É por isso que foi dito nas versões divinas que “Vocês filhos têm que seguir i
Shrimat a cada passo.” (Mu-11.4.03, Pg.1). Qual é o significado de a cada passo? Significa
que devemos tomar o Shrimat do Pai Alma Suprema antes de darmos 1 passo para
desempenhar qualquer tarefa na nossa vida. Quando é que isto pode ser possível? Nós
podemos tomar Shrimat quando a Alma Suprema está presente neste mundo em frente a
nós. De outra forma como é que vamos obter? Então a 1º coisa em relação à importância de
Shrimat que cada 1 deve fixar no seu intelecto, é através de quem é que Shrimat é dado e o
que é Shrimat. O 2º ponto é o Pai professor ou Satguru? A Alma Suprema desempenhou o
papel de grande mãe através de Brahma. A Alma Suprema Shiva desempenha o papel de Pai
professor ou Satguru mais tarde, ao ser revelado através de outros filhos brahmins. A
clarificação também foi dada sobre qual é a tarefa do pai? Qual é a do pai e qual é a do
Satguru? Aqueles nomes também serão esclarecidos com base nas acções.

O3º ponto vem que se Brahma é a mãe então é a mãe 1º ou é o pai 1º? O Pai será 1º. Quando
é que isso foi? Foi dito na Yagya que Brahma teve visões divinas em 1937 e que a Alma
Suprema entrou nele, mas isto é apenas o que se ouve dizer. Não há 1 menção clara em
nenhuma das versões da Alma Suprema, de que a Alma Suprema Shiva entrou em Brahma
i.e., Dada Lekhraj em 1937. Estas versões vieram na Murli: “ Havia tais filhos que
costumavam dar direcções a Mamma e Baba, costumavam sentar-se como professores deles,
costumavam fazê-los desempenhar o exercício (de meditação). Shivbaba costumava entrar
neles e deva direcções; Nós costumávamos seguir as direcções deles, i.e., Mamma e Baba
costumavam seguir as direcções deles. Hoje aqueles filhos não estão presentes na Yagya”
(Mu-14.5.94,Pg.3). À semelhança foi dito noutra frase, “Aquele que costumava viver junto
durante 10 anos (indicando que havia alguma personalidade masculina), ela costumava
entrar em contemplação (indicando que havia 1 pessoa feminina também). Eles costumavam
ensina r Mamma e Baba o exercício (de meditação). Baba costumava entrar neles (unmei) e
dar direcções. ('Unmei' significa que haviam 2 pessoas). Eles impunham tanto respeito. Eles
também desapareceram” Qual foi a razão? Porque é que eles desapareceram? É porque
naquele tempo não havia muito conhecimento. Esta é a diferença especial entre Mãe e Pai. A
Mãe é emocional e o Pai é intelectual / lógico. O pai tem 1 intelecto largo. As mães vivem
confinadas às 4 paredes da casa. Elas têm 1 coração (emoções), mas o intelecto delas não se
torna tão amplo. Então isto aplica-se aos pais e mãe ilimitados. No princípio da Yagya,

7
embora Brahma Baba tivesse visões divinas, ele teve visões divinas do estabelecimento,
visões da destruição, visões de Vishnu Chaturbhuj (Vishnu de 4 braços) e Vaikuntha vaasi
Krishna (o residente de Vaikunth, i.e., o lugar de Vishnu), mas ele não conseguiu entender o
significado daquelas visões divinas. Foi mencionado nas Murlies que “Baba ficou confuso.
Não foi capaz de entender. Ele foi a Varanasi. Ele costumava ficar lá e desenhar figuras nas
paredes. Mesmo nessa altura ele não entendeu nada.” (Mu-3.7.99, Pg2). Baba perguntou ao
seu guru em Sindh Hyderabad: “Foi o Sr., que causou estas visões divinas?” Mas ele
expressou a sua ignorância. Nessa altura Baba perdeu fé nos seus gurus; mas os seres
humanos têm vários tipos de experiências com muitas pessoas nas suas vidas
experimentadas (com experiência). Então Brahma Baba tinha visto e julgado tal pessoa na
sua vida que provou ser a + verdadeira em relação a ele. Essa pessoa em quem ele tinha + fé
na vida era o seu sócio em quem ele tinha entregado em Calcutá toda a loja de diamantes e
jóias. Inicialmente aquela pessoa era 1 simples e vulgar servo na loja de Baba. É por isso
que foi dito na Murli “Aquele que costumava viver junto por 10 anos”. Desde há quantos
anos estava ele a viver com Baba? Desde 10 anos. Baba considerava-o ser de confiança,
inteligente e sincero e confiou-lhe toda a sua loja e disse que o trabalho árduo será teu e os
custos serão meus, tal como as pessoas fazem no mundo. As pessoas dão os seus terrenos a
alguém da área da agricultura, e dizem-lhes que todo o grão que é produzido nesses
terrenos, metade é pelo e trabalho árduo e metade será pela minha propriedade.

Então desta forma tornaram-se sócios. Então Brahma Baba lembrava-se do sócio. Quando?
Foi quando ele ficou confuso. Assim Baba foi encontrar-se com ele em Calcutá. Por isso foi
dito na Avyakta Vani: “Eles podem esconder (as Murlies), mas para onde levarão as Avyakta
Vanis que imprimiram e publicaram e chegaram a centenas de mãos? Nessa Avyakta Vani
Baba disse “Onde é que esta carruagem foi procurada? Foi encontrada em East Bengal”.
(Alguém disse que é Dito ser Brahma de East Bengal). À s vezes é dito que ele teve visões
divinas em Hyderabad Sindh, que lá a Alma Suprema entrou nele e começou a dizer
Shivoham Shivoham, i.e., eu sou Shiva (alguém disse – não foi o sócio que lá estava. A loja
pertencia a Brahma). O que é que foi escrito na biografia (de Brahma)? Que Brahma Baba
teve visões divinas em Sindh, Hyderabad. Ele deixou o grupo espiritual que estava reunido
e foi para o seu quarto e começou a dizer "Shivoham, Shivoham" (alguém disse – foi escrito
assim). Se foi assim, então onde é que a Alma Suprema entrou nele? (alguém disse – é dito
que ele tinha 1 casa em Calcutá). Como é que 2 coisas podem ser provadas
simultaneamente? A carruagem ou se encontrava em Sindh, Hyderabad ou em Calcutá.
Digam 1 coisa. Ao falar 2 coisas, prova-se que se está a falar de forma diferente. (Foi dito
por 2 ângulos, é 1 questão de 2 carruagens – 1 temporária e outra permanente/apontada).
Baba disse na Murli: -“Ter visões divinas e incarnações são 2 coisas diferentes”. (Mu-
19.1.01,Pg,4). Não se deve apenas aceitar o que foi dito por alguém. Foram os seres
humanos que disseram que a Alma Suprema entrou em Brahma em 1937. Baba não disse
isso nas Murlies e não foi provado pelas Murlies. Mas este assunto é provado pelas Murlies
que anteriormente Baba não costumava narrar as Murlies. Esta versão está na Murlies:
“Anteriormente Baba não costumava narrar Murlies. As Murlies começaram a ser narradas
desde Karachi” (Mu-13.6.01, Pg.1). Onde começou a narração das Murlies? Então a reunião
espiritual 1º começou em Sindh, Hyderabad ou em Karachi? O grupo espiritual começou
inicialmente de Sindh, Hyderabad, não é verdade? (Ele) teve visões divinas lá. + tarde
chegaram a Karachi. O grupo espiritual aconteceu em Karachi em 1947-48, quando os pais
foi dividido em Índia e Paquistão, e depois da divisão, as virgens, as mães que viviam em
apego/prisão em Sindh Hyderabad, que estavam proibidas de participar na reunião

8
espiritual, tiveram 1 oportunidade, formaram grupos de 5-8, 10-15 e vieram a correr para
Baba. Assim toda a irmandade/ grupo reuniu-se ali. Onde? Em Karachi. Então quando toda
a irmandade se juntou, então a Alma Suprema Shiva entrou em Brahma e começou a narrar
as Murlies. É por isso que foi dito nas versões da Murli: “ Como é que nós sabemos que
Deus Pai está nele? É quando ele narra as Murlies, quando ele narra o conhecimento” (mu-
16.10.84, Pg.2). Então as Murlies começaram a ser narradas em Karachi através da boca de
Brahma. A entrada da Alma Suprema nele é provada a partir dessa data. Há outra prova para
isto: “A idade de Brahma é 100 anos”. (Mu-13.2.91Pg.2) É dito assim. “A entrada (da Alma
suprema) na idade de 60 anos é provada”. (Mu-1.11.99, Pg2). Baba disse na Murli. Então
em 1848 a idade de Brahma Baba deveria se r60 anos. Brahma Baba completaria a idade de
100 anos em 1988. Se é dito ser 76, então a idade deveria ser completada em 1976. Se a
idade se completa em 1976 então o seu papel através do corpo subtil deveria ter-se
completado em 1976. Mas o papel de 100 anos de Brahma incluindo o físico e o corpo
subtil, não está completo em 1976. A sua insinuação/palpite/dica foi dada em 1987-88
quando Baba não veio (em dadi Gulzar em Monte Abu). Agora é o período em que de um
lado o sol do conhecimento se levanta, e do outro lado a lua do conhecimento se põe. Assim
e entrada da Alma Suprema está provada em 1848, quando toda a fraternidade se juntou em
Karachi. O papel da Alma Suprema não foi desempenhado antes disso? O papel foi
desempenhado, mas não através de Brahma. A personalidade que semeou a semente do
conhecimento, mesmo em Brahma, desempenhou esse papel e era o seu sócio. “Alaf tomou
Allah e Bay i.e., todo Baadshahi (i.e., reino) foi dado ao sócio”(Mu-21.5.02,Pg2). Quem é
Alaf? E quem è Bay? A mesma personalidade do princípio da Yagya em quem a Alma
Suprema Shiva entrou e deu as clarificações das visões divinas de Brahma Baba tornou-se
Alaf e Brahma Baba, que tomou o poder de controlo de todo o grupo, torna-se Bay. Então a
quem foi dado o Bay Badshahi (i.e., todo o reino)? Assim ambos se tornam sócios um do
outro.

No principio da Yagya havia uma fricção entre eles os 2, que foi referida na Avyakta Vani
como: “Quando é que foi acesa a chama da destruição? Desde o próprio início da Yagya a
chama da destruição foi acendida do Yagya Khund juntamente com a chama do
estabelecimento. Quem foi o instrumento para isso? Brahma Baba e os filhos Brahmins
também se tornaram instrumentos em acender esta chama da destruição. (A.V-
3.2.74,Pg173).Então aqueles que se tornaram instrumentos em acender esta chama também
terão que a completar no final agora, porque a destruição é benéfica. Até que aquela chama
da destruição não esteja completa, as contas do rosário não podem ser reveladas. Tal como
quando ofertas eram feitas na Yagya (fogo sacrificial), então aqueles que são fracos em fazer
ofertas, aqueles que não praticaram bem, tiram as suas mãos (da chama). Metade das ofertas
vai para a chama, e metade cai fora das chamas. Não são capazes de sacrificar o seu corpo,
mente e dinheiro/riqueza completamente. Então quando é que aqueles Brahmins que são
fortes, de cujo rosário está a ser preparado, serão revelados? É quando a chama da
destruição está no seu melhor. Não há questão de ficar assustado com isto. É 1 coisa para se
ficar contente com ela. As almas fracas vão ficar amedrontadas e as almas poderosas vão
obter poder. Então no princípio da Yagya criou-se uma fricção entre Brahma e o Pai sobre
algum assunto relacionado com a Yagya. Foram alguns filhos que criaram a fricção. 1 alma
de outra religião começou a entrar na Yagya e o Pai não gostou de permitir tal alma de entrar
e sentar-se. Mesmo agora a mesma luta está lá. Algumas tais almas entraram na Yagya e que
são permitidas de se sentar no grupo espiritual, mas não deveriam ser permitidas de entrar e
sentar-se. Mas a mesma coisa aconteceu. O coração da Mãe é gentil. A Mãe não consegue

9
separar os seus filhos cegos, coxos, surdos, corcundas, ladrões, bandidos, e mesmo os
imorais do seu colo. Brahma Baba recusou separar-se daquele filho, mandá-lo embora. O
Pai não gostou disso. Então criou-se 1 fricção entre eles. Os filhos apoiaram a Mãe
(Brahma). Lutaram a favor da mãe. O grupo do Pai e os seus seguidores deixaram a Yagya.
Essa fraternidade era de almas como o Pai Ram. Foi mencionado na Murli sobre eles. “ Ram
falhou” (Mu-11.10.87,Pg.2) Nunca foi dito Ram falhará. Na Murli não foi dito para o futuro.
Ram falhou significa que é passado. Então o filho Brahmin falhou enquanto a estudar.
Apesar de ter falhado ele tornou-se experiente. Então o seu resultado foi declarado que “ele
tornar-se-ia 1 membro da dinastia da lua na Idade da Prata”. Por vezes acontece assim. Hoje
em dia, no curso de leis, aqueles que não são capazes de completar o último ano dos
estudos, é-lhes permitido praticar no departamento dos impostos. Aqueles que não passaram
completamente são chamados “Ex” não é verdade? Mas isso não significa que eles são
completamente inúteis. Então aqueles que falharam 1º tomaram o posto da dinastia da lua na
Idade da Prata. Agora Baba diz: “ Os esforços dos filhos que deixaram o corpo depois de se
tornarem Brahmins, não é desperdiçado. Eles tomarão nascimento novamente e farão
esforços.” Então as mesmas almas do inicio, Ram e os seguidores do Pai Ram, as almas
especiais da classe Kshatriya (classe dos guerreiros), que têm especialmente governado na
Índia, Os Brahmins não governaram, os Shudras (a classe + baixa na sociedade Hindu) não
governaram muito, que casta é que tem especialmente governado na índia? Foram os
Kshatriyas. As mesmas almas especiais da classe Kshatriya nasce novamente e em 1976,
quando o Brahma do principio (aadi Brahma) completa 100 anos de idade, então novamente
eles começam a ser revelados. Quem é Aadi Brahma? É o mesmo Prajapita.

Depois da alma de Brahma deixar o seu corpo, a alma do sócio (bhagidar) entra na Yagya. A
mesma alma que acompanhou Prajapita, que era conhecida como Yagyamata (mãe da Yagya
ou família divina) também deixa o corpo e entra na Yagya novamente, Depois de Om Radhe
Mamma deixar o corpo. Tal como 1 selva não fica vazia, deveria haver nela 1 leão e 1 leoa
na forma de rei (e rainha). Então quando Brahma e Saraswati deixaram/saíram, então 2
outras almas que não podem ser igualadas por ninguém em conhecimento, meditação,
absorção das virtudes e serviço, tomaram os seus lugares. É 1 assunto diferente que ela no
início mantém-se incógnito e depois é revelada. Então desde 1966 até 1969 quando Baba
adicionou a palavra “Prajapita”, verão que no velho quadro da Trimurty estava escrito
"Brahmakumari Ishwariya Vishwa Vidyalalya." Neste [quadro] a palavra Prajapita não foi
adicionada porque este quadro já tinha sido preparado anteriormente. Similarmente, no
quadro da árvore do mundo, as palavras "Brahmakumari Ishwariya Vishwa Vidyalaya" estão
escritas, porque este quadro também tinha sido preparado anteriormente. A palavra
“Prajapita” não foi nele adicionada. Esta palavra “Prajapita” foi adicionada quando Mamma
deixou o seu corpo e a alma de Ram entrou na Yagya. Nessa altura esta palavra Prajapita foi
adicionada. Na parte inferior do quadro de Laxmi Narayan e no quadro da escada foi escrito
– "Prajapita Brahmakumari Ishwariya Vishwa Vidyalaya". Quando aquelas almas não
estavam presentes então é inútil de fazer lembrar delas os filhos, e quando aquelas almas
entraram na Yagya então Deus Pai Shiva também começou a fazer aos filhos lembrar delas.
6-7 anos passaram desde 1969 – 70. Podem considerar até 1975. Em 1976 o ano da
revelação do pai foi celebrado de forma grande na Índia. Direcções foram dadas nos países
estrangeiros que 1976 é o ano da revelação do pai. Então se alguém pergunta “ Porque é que
foi o ano da revelação do pai celebrado em 1976? A tarefa da revelação do pai não
aconteceu 40 anos mais cedo? A tarefa da revelação do pai não aconteceu depois de 1976?
Porque é que o ano da revelação do pai foi celebrado apenas em 1976?” O segredo é que em

10
1976 aquele pai foi revelado na forma de pai, para o que foi dada 1 dica na Avyakta Vanis de
que “ os estrangeiros reconhecerão o pai 1º. A revelação do pai terá lugar através dos
estrangeiros.” (A.V.17.5.98.Pg.3). Mesmo isto foi deduzido de maneira errada. Eles
pensaram que o pai seria revelado através dos estrangeiros do mundo que são ricos e os que
viajam pelo ar. Mas não é assim. A Revelação do Pai acontece através daquelas grandes
almas, que são os 108 filhos do Pai, que vão tornar-se as contas do rosário e que são reis por
muitos nascimentos. As personalidades do mundo não podem revelar o Pai. Como podem
aquelas pessoas mundanas que são ricos e opulentos revelar o Pai Espiritual? Apenas os
filhos pobres do Pai podem revelar o Pai. Na verdade eles são as almas como sementes do
nosso mundo Brahmin que estão presentes no início da Yagya deixaram a Yagya no meio e
então voltaram à Yagya uma vez mais. Aquelas almas sementes, que não tomaram o sustento
de Brahma na sua forma corpórea neste nascimento lembrarão a sua forma corpórea ou
lembrarão o ponto incorpóreo? Quem é que eles vão lembrar +? Eles vão lembrar + o ponto
de luz incorpóreo. E aqueles que receberam o sustento do Brahma corpóreo (sakar), que
brincaram no colo do corpóreo, eles lembrarão mais o corpóreo ou + o ponto de luz? Eles
lembrarão + o corpóreo. Então o intelecto daquelas pessoas que têm estado na companhia
do ponto de luz através do intelecto, vai tornar-se subtil ou o intelecto daqueles que têm
lembrado a forma física é que vai tornar-se subtil? Aqueles novos filhos que lembram o
ponto de luz e que entraram na Yagya novamente, aqueles que não receberam o sustento
corpóreo, lembrarão automaticamente o ponto de luz e o seu intelecto tornou-se rápido e
subtil. E o intelecto daqueles que lembraram a forma corpórea, tornou-se físico / material ao
lembrar a forma corpórea. Os segredos subtis do intelecto não encaixam num intelecto
físico.

É por isso que este drama não tem começo. Aqueles filhos do princípio, que estavam
presentes 1º, tomam novamente nascimento vêm por último e fazem esforços rápidos e
tornam-se 1º. (Mu-19.12.01,Pg2). Aqueles filhos que vieram 1º, que se tornam as contas do
rosário das 108, são aqueles filhos do pai que revelam o pai no mundo, e aqueles filhos
através do estágio subtil do intelecto, através do seu estágio subtil de pensar e revolver,
possuem a capacidade de dar a mensagem às almas do mundo inteiro através do serviço
mental. Mas até que todos os segredos se tornem claros no intelecto deles, esta tarefa fica
por ser completada. Quando todos os segredos se tornarem claros, então não haverá atraso
no completar da tarefa. Assim em 1976 depois da revelação do Pai, aqueles filhos
estrangeiros (videshi) como sementes para quem Baba deu dicas nas Murlies e Avyakta
Vanis, “ 4 filhos de Brahma são famosos como os seus filhos mana (nascidos através dos
pensamentos) – Sanat, Sanatan, Sanandan e Sanat Kumar”. Dentre eles Sanat Kumar é
mostrado como tendo 5-6 anos de idade. Esta é a idade deles do outro mundo (aloukik).
Desde 1969/70 até 1975 aqueles filhos de 5-6 anos de idade revelam o Pai em Delhi. Entre
eles está a semente de Aadi Sanatan Devi Devata Dharam (ou religião das divindades), os
outros 3 são sementes do Islão, Budismo e Cristianismo. Os filhos estrangeiros
compreendem a profundidade do assunto 1º e revelam o pai no mundo Brahmin. Assim o
ano da revelação do pai foi 1976. O pai é revelado através de estrangeiros. Na verdade, foi 1
período de meia-noite 12.00 horas. Os estrangeiros consideram o começo do dia à meia-
noite 12.00 horas e o povo indiano acredita que o começo do dia, o começo da nova data, a
partir da altura em que o sol é revelado. É por isso que Baba disse, “ Quem é que nascerá 1º
– O Pai ou o filho? Shivjayanti i.e. Geethajayanthi (ou seja aniversário de Shiva é
aniversário de Geeta) e a seguir é o aniversário de Krishna” (Mu-14.2.01,Pg.2). Então ao
mesmo tempo do aniversário de Shiva, o aniversário de Geeta também acontece. Logo que

11
Shiva entra, Ele começa a narrar o conhecimento do Geeta, e como resultado disso, o
nascimento aloukik (de outro mundo) de Brahma Baba acontece. Brahma Baba no inicio
tornou-se consciente do seu eu, “Eu sou a alma de Krishna, neste nascimento tenho que
desempenhar o papel de Brahma, o estabelecimento do novo mundo começará comigo, o
estabelecimento do clã Brahmin terá que acontecer através de mim”. Baba desenvolveu fé
forte porque ele teve visões divinas na prática. Prajapita não teve visões divinas. A Alma
suprema desempenhou o papel de Panditji (1 sábio que apenas narra, mas nunca pratica ele
próprio) através dele (Prajapita), que não teve nenhuma experiência de visões divinas. Então
quando foi criada fricção na Yagya, então o emocional Brahma ficou estável e a alma de
Prajapita separou-se da Yagya, porque sendo intelectual nessa altura, o intelecto do pai não
conseguiu ter a dose completa de conhecimento. A dose completa de conhecimento pode ser
dita quando se obtém o conhecimento completo da roda do drama do mundo.

Om Shanti

12