Anda di halaman 1dari 6

ESCOLA POLITÉCNICA RAMOS

ASCARIDÍASE

Trabalho apresentado a

Prof.Luciene,

da

disciplina de Promoção da Saude, pelas(o) alunas(o) Leandro Freitas, Sabrina Lima, Tálita Pereira e Yolanda Aleixo do curso de Segurança do Trabalho como parte das

exigências da disciplina.

Minas Gerais Congonhas 26 de novembro de 2012.

INTRODUÇÃO

Neste trabalho estaremos falando sobre a ascaridíase que é um parasita muito conhecido como lombriga, é um micro-organismo queinfecta os seres humanos inclusive as crianças

Falaremos sobre seus sintomas,como fazer o diagnóstico qual é a sua forma de tratamento e o que se deve fazer para a sua prevenção.

Ascaridíase: lombriga

É uma verminose causada por um parasita chamado Ascaris lumbricoides. É a verminose intestinal humana mais disseminada no mundo. A contaminação acontece ocorre quando há ingestão dos ovos infectados do parasita, que podem ser encontrados no solo, água ou alimentos contaminados por fezes humanas. O único reservatório é o homem. Se os ovos encontram um meio favorável, podem contaminar durante vários anos.

Ascaridíase: lombriga É uma verminose causada por um parasita chamado Ascaris lumbricoides. É a verminose intestinal

Ascaris lumbricoides.

Ciclo da Ascaridíase

1- A ingestão de água ou alimento (frutas e verduras) contaminados pode introduzir ovos de lombriga no tubo digestório humano.

2- No intestino delgado, cada ovo se rompe e libera uma larva. 3- Cada larva penetra
2- No intestino delgado, cada
ovo se rompe e libera uma larva.
3- Cada larva penetra no
revestimento intestinal e cai na
corrente sanguínea, atingindo
fígado, coração e pulmões, onde
sofre algumas mudanças de
cutícula e aumenta de tamanho.
4- Permanece nos alvéolos
pulmonares podendo causar
sintomas semelhantes ao de
pneumonia.
5- Ao abandonar os alvéolos
passam para os brônquios,
traquéia, laringe (onde
provocam tosse com o
movimento que executam) e
faringe.
6- Em seguida, são deglutidas e
atingem o intestino delgado,
onde crescem e se transformam
em vermes adultos.

7- Após o acasalamento, a fêmea inicia a liberação dos ovos. Cerca de 15.000 por dia. Todo esse ciclo que começou com a ingestão de ovos, até a formação de adultos, dura cerca de 2 meses.

8-Os ovos são eliminados com as fezes. Dentro de cada ovo, dotado de casca protetora, ocorre o desenvolvimento de um embrião que, após algum tempo, origina uma larva.

9- Ovos contidos nas fezes contaminam a água de consumo e os alimentos utilizados pelo homem.

Quais são os sintomas?

A maioria das infecções é assintomática. A larva se libera do ovo no intestino delgado, penetra a mucosa e por via venosa alcança o fígado e pulmão de onde alcançam a árvore brônquica. Junto com as secreções respiratórias são deglutidas e atingem o intestino onde crescem chegando ao tamanho adulto.

Em várias situações podem surgir sintomas dependendo do órgão atingido. A ascaridíase pode causar dor de barriga, diarréia, náuseas, falta de apetite ou nenhum sintoma. Quando há grande número de vermes pode haver quadro de obstrução intestinal. A larva pode contaminar as vias respiratórias, fazendo o indivíduo apresentar tosse, catarro com sangue ou crise de asma. Se uma larva obstruir o colédoco pode haver icterícia obstrutiva.

Como se faz o diagnóstico?

O diagnóstico é feito pelo exame de fezes, onde se encontram os ovos do parasita.

Como se trata?

Existem remédios específicos para erradicar a larva do organismo humano, todos por via oral.

Como se previne?

Através de medidas de saneamento básico:

É necessário, também, fazer o tratamento de todos os portadores da doença. A ascaridíase está mais presente em países de clima tropical e subtropical. As más condições de higiene e a utilização das fezes como adubo contribuem para a prevalência dessa verminose nos países do terceiro mundo.

CONCLUSÃO

Podemos concluir que a ascaridíase é uma doença parasitária do homem. Habitualmente não causa sintomas, mas pode manifestar-se por dor abdominal, diarréia, náuseas e anorexia. Quando há grande numero de vermes, pode ocorrer quadro de obstrução intestinal. A faixa etária mais acometida é a das crianças de um a dez anos, pelos costumes de brincar com terra e de levar a mão à boca.