Anda di halaman 1dari 4

OS MAIAS

O romance Os Maias foi publicado em dois volumes, na cidade


do Porto, em 1888, pela Livraria Internacional de Ernesto
Chardron.

Ttulo da
obra....................................................
Subttulo:.........................................................................
...

O ttulo ..........................aponta para a histria de ......................................atravs de...............


geraes. Cada uma dessas geraes corresponde a um determinado perodo da Histria de
Portugal do sculo XIX. Assim:
1 gerao:.........................................

corresponde

................................................

2 gerao:.........................................

corresponde

.................................................

3 gerao:.........................................

corresponde

..................................................

A personagem central da obra ......................................................


O romance apresenta duas aes:
- a principal, constituda ...........................................................................;
a
secundria,
constituda
.....................................................................................................................
O subttulo .............................................................................................remete-nos para
uma srie de episdios em que Ea retrata a sociedade lisboeta de oitocentos ( a aristocracia e a
burguesia), com o intuito de criticar o Portugal do final da Regenerao, perodo de estabilidade
poltica, mas de decadncia financeira e cultural. Esses episdios so:
..........................................................................................................................................................
..........................................................................................................................................................
..........................................................................................................................................................
..........................................................................................................................................................
..........................................................................................................................................................

Esses episdios, perfeitamente dispensveis para o desenrolar da ao central, ocorrem


em alternncia com esta e ajudam sua compreenso, na medida em que constituem o espao
social onde se move a personagem principal.

A ESTRUTURA DO ROMANCE

Chave:
1. Introduo (5 pp.):
- marco inicial da ao;
- o Ramalhete;
- Afonso da Maia.
2. Preparao - analepse (cerca de 85 pp.):
a. juventude de Afonso;
b. infncia de Pedro;
c. juventude, amores e suicdio de Pedro;
d. infncia e educao de Carlos;
e. Carlos estudante em Coimbra;
f. primeira viagem de Carlos.
3. Ao (cerca de 590 pp.): vida amorosa e social de Carlos
4. Eplogo (cerca de 27 pp.):
- 2 viagem de Carlos e sua instalao em Paris (1877-78);
- cenas da estada de Carlos em Lisboa, oito anos depois (1887).
As setas ascendentes: indicam a cronologia do narrado.
As curvas a tracejado: indicam as analepses
O narrador procura esclarecer acerca dos antecedentes e ascendentes das personagens
para que melhor se entendam as ideologias e os comportamentos, recorrendo por isso
analepse, que se situa entre o final do primeiro e do quarto captulos.
A partir do terceiro captulo, quando a famlia Maia se encontra reduzida a Afonso e a
Carlos, h um abrandamento da ao e uma quase imobilizao da categoria tempo.