Anda di halaman 1dari 2

Avaliao 2

As duas questes a seguir devero ser resolvidas utilizando a planilha Excel apresentada em
sala de aula para o ciclo Rankine e para o ciclo Brayton. As duas solues devem ser
apresentadas imprimindo-se todos os parmetros da prpria planilha.

Faz-se necessrio, tambm, o uso das tabelas com propriedades da gua, apresentadas em
sala de aula.

Parte A
Um ciclo Rankine ideal (ver figura abaixo) possui uma potncia til de 10 MW. Coletores com
concentrao solar so usados para gerar vapor dgua, que ser expandido em uma turbina.
Os valores da presso de entrada e sada da turbina, e a temperatura de entrada da turbina
so apresentados com valores diferentes, na tabela a seguir, para cada aluno do curso. Pede-
se determinar o fluxo de massa de gua que circula no ciclo trmico, em kg/s, e a eficincia
trmica do ciclo, em valores percentuais. (2,5)

Aluno Presso de
entrada da turbina
(bar)
Presso de sada da
turbina (bar)
Temperatura de
entrada da turbina (C)
Antnio Porpino 15 0,1 280
Carlos Emanuel 15 0,1 300
Cludio Botelho 15 0,2 280
Clber Vasconcelos 15 0,2 300
Erikson Carlos 20 0,1 280
Giullian Rodrigues 20 0,1 300
Hugo Pires Ferreira 20 0,1 320
Jonatas Micael 20 0,2 280
Jos Antnio Leo 20 0,2 300
Marcelo Peres 20 0,2 320
Ricardo Henrique 30 0,2 280
Sebastio Soares 30 0,2 300
Talita Bastos 30 0,2 320
Curso de Especializao em Energias Renovveis
Disciplina: Fundamentos de Termodinmica e
Ciclos e Potncia
Parte B
Ar entra em um compressor de um ciclo Brayton ideal (ver figura abaixo) a uma temperatura de
300 K e a uma presso de 1 bar. Os valores do fluxo de massa de ar, da razo de compresso
e da temperatura de entrada da turbina so apresentados com valores diferentes, na tabela a
seguir, para cada aluno do curso. Considere ainda que os valores do calor especfico presso
constante, e a razo entre calores especficos, para o ar, no compressor e na turbina,
respectivamente, esto especificados abaixo. Pede-se determinar a potncia til do ciclo
trmico, em kW, e a sua eficincia trmica, em valores percentuais. (2,5)

Aluno Fluxo de massa
de ar (kg/s)
Razo de compresso Temperatura de
entrada da turbina (K)
Antnio Porpino 30 8 1000
Carlos Emanuel 30 10 1200
Cludio Botelho 30 12 1400
Clber Vasconcelos 40 8 1000
Erikson Carlos 40 10 1200
Giullian Rodrigues 40 12 1400
Hugo Pires Ferreira 50 8 1000
Jonatas Micael 50 10 1200
Jos Antnio Leo 50 12 1400
Marcelo Peres 60 8 1000
Ricardo Henrique 60 10 1200

Compressor:
Calor especfico presso constante para o ar: 1,005 kJ/kg.K
Razo entre calores especficos para o ar: 1,400

Turbina:
Calor especfico presso constante para o ar: 1,150 kJ/kg.K
Razo entre calores especficos para o ar: 1,333