Anda di halaman 1dari 12

JURISDIÇÃO

FUNÇÕES DO ESTADO:
 Legislativa;
 Administrativa;
 Jurisdicional.
JURISDIÇÃO:
É o poder do Estado (própria e exclusiva do Poder Judiciário)
de dizer o direito (jus dicere);
A jurisdição atua por meio do processo;
Poder Executivo e Judiciário
Sistema contencioso administrativo (francês): separação
absoluta de poderes; 1
JURISDIÇÃO:
Brasil  Sistema da jurisdição única Poder
Judiciário pode examinar a legalidade dos
atos administrativos;

Não pode apreciar a conveniência e


oportunidade do ato administrativo (o
mérito).

2
Tutela Jurisdicional
Formas de manifestação:
Pela decisão (tutela jurisdicional de
conhecimento);
Pela execução (tutela jurisdicional de
execução);
Pela medidas preventivas ou cautelares
(tutela jurisdicional cautelar ou preventiva).

3
Poderes da Jurisdição
a) De decisão: no mérito (lei material) ou no limite
da jurisdição (lei processual)
b) De coerção: intimações de partes; aplica penas;
processo de execução
c) De documentação: representar por escrito os atos
processuais

4
Princípios Fundamentais da Jurisdição

a)Princípio da investidura: a jurisdição somente


pode ser exercida por quem dela se ache
legitimamente investido;
b)Princípio da indelegabilidade: o juiz não pode
delegar a outra pessoa a função jurisdicional
recebida do Estado;
 carta precatória
c) Princípio da aderência da jurisdição ao território:
a jurisdição não pode ser exercida fora do território
fixado ao juiz. 5
Espécies da Jurisdição

a)Quanto à matéria:
Jurisdição penal
Jurisdição civil
b)Quanto à gradação dos órgãos:
Jurisdição inferior (primeiro grau)
Jurisdição superior (segundo grau)

6
Supremo Tribunal
ÚLTIMO GRAU
Federal

Superior Tribunal
de Justiça 30. GRAU

Tribunais de Justiça
20. GRAU
dos Estados e DF

Juízes de direito 10. GRAU


e juízes federais

7
c) Quanto à proveniência ou origem:
Jurisdição legal
Jurisdição convencional

d) Quanto ao objeto:
Jurisdição contenciosa
Jurisdição voluntária Codigo Processo Civil.mht

8
Jurisdição Contenciosa
Conflitos de interesses  litígio  jurisdição
Aquela que se exerce em face de conflitos de
interesses qualificados por uma pretensão.
Visa à composição de conflitos de interesses.

Características:
a) Existência de partes;
b) Possibilidade de contraditório;
c) Decisões produzem coisa julgada (mérito). 9
Jurisdição Voluntária
 Versa sobre interesses não em conflitos
(tutelados).
 É a administração de interesses privados pelos
órgãos jurisdicionais.

Exemplos:

A lei tutela o nascimento ou o óbito  registro


próprio.
 Nomeação e remoção de tutores; consentimento
para casamento; separação consensual; etc.
10
Distinção entre Jurisdição Contenciosa e Jurisdição
Voluntária

Distinções controvertidas:

 Pelos seus efeitos: A JC produz e a JV não


produz coisa julgada;

 Na JC há contrariedade enquanto na JV não;

 Na JC o interessado está obrigado a aceitar a


decisão do juiz e na JV não;

 A JC tem caráter repressivo e a JV preventivo;


11
Chiovenda:

 Na JC há existência de partes e a
possibilidade de contraditório não
encontradas na JV.

Cristofolini (Luiz Eulálio Vidigal):

 A JC tem a finalidade de compor conflitos


produzindo a pacificação; A JV tem o objetivo
de tutelar determinado interesse protegendo o
interessado.
12