Anda di halaman 1dari 7

Práticas e modelos de auto-avaliação das BEs

DREN – T3 Out.-Dez. 2009 Luzia Bastos

 O Modelo de Auto‐Avaliação das Bibliotecas Escolares: metodologias de operacionalização (Parte II)

D. Gestão da BE
D.1. Articulação da BE com a Escola/Agrupamento. Acesso e serviços prestados pela BE

Indicadores Factores Críticos de Sucesso Instrumentos de Evidências extraídas dos


Recolha de Evidências Instrumentos, a integrar no Relatório
sugeridos de Auto-avaliação

D.1.1 A escola inclui a BE na formulação e Projecto Educativo, O professor bibliotecário participou com
Integração/acção da desenvolvimento da sua missão, princípios e Projecto Curricular e Plano propostas para integração da BE na
BE na objectivos estratégicos e de aprendizagem. Anual da Escola. formulação e desenvolvimento da missão,
escola/agrupamento. O professor bibliotecário tem assento no conselho
princípios e objectivos estratégicos e de
pedagógico. Projectos Curriculares de
São desencadeadas acções com vista à partilha, aprendizagem dos Projectos Educativo,
Turma. Curricular e o Plano Anual de Actividades
discussão e aprovação da missão e objectivos da BE
nos órgãos de administração e gestão (conselho geral, da Escola, bem como dos Projectos
Registos das actas de
director, conselho pedagógico), departamentos Curriculares de Turma.
curriculares e demais estruturas de coordenação Conselho Pedagógico e de
educativa e de supervisão pedagógica. reuniões com os órgão de O professor bibliotecário apresentou, em
O regulamento interno da escola contempla os administração e gestão, conselho pedagógico, informações sobre o
seguintes aspectos: departamentos funcionamento da BE e propostas de
- Missão e objectivos da BE; curriculares, directores de trabalho colaborativo com os
- Organização funcional do espaço; turma e professores de
- Organização e gestão dos recursos de informação; departamentos curriculares, directores de
Área de Projecto e Estudo turma e professores de Área de Projecto e
- Gestão dos recursos humanos afectos à BE;
- Serviços prestados à comunidade escolar no âmbito Acompanhado. Estudo Acompanhado.
do projecto educativo;
- Regimento do funcionamento das BE. Regulamento interno da O professor bibliotecário planificou com os

1
Práticas e modelos de auto-avaliação das BEs
DREN – T3 Out.-Dez. 2009 Luzia Bastos
D. Gestão da BE
D.1. Articulação da BE com a Escola/Agrupamento. Acesso e serviços prestados pela BE

Indicadores Factores Críticos de Sucesso Instrumentos de Evidências extraídas dos


Recolha de Evidências Instrumentos, a integrar no Relatório
sugeridos de Auto-avaliação

- A BE adequa os seus objectivos, recursos e escola. coordenadores de departamento, de


actividades ao currículo nacional, ao projecto curricular directores de turma e das NAC actividades
de escola e aos projectos curriculares das turmas. Plano de acção da BE. a realizar na/com a BE.
O plano de desenvolvimento da BE acompanha, em
termos de acção estratégica, o projecto educativo da A BE consta do RI como parte integrante
escola e outros projectos.
do processo educativo que visa melhorar o
O plano anual de actividades da BE relaciona-se, Plano Anual de Actividades
em termos de objectivos operacionais, com o apoio ao sucesso escolar e desenvolver
da BE.
currículo, com o plano anual de actividades da escola competências necessárias para a
e com outros projectos em desenvolvimento. aprendizagem ao longo da vida,
desempenhando funções de carácter
informativo, educativo, cultural e recreativo.
No RI estão também explícitos a missão da
BE, os objectivos da BE, o seu
funcionamento orgânico; e os parâmetros
gerais da política de desenvolvimento da
colecção.

A equipa da BE planificou as suas


actividades, articulando-as com o currículo,
o Plano Anual de Actividades da Escola e
outros projectos da escola. (ex. Projecto de
Leitura do Agrupamento, Projecto

2
Práticas e modelos de auto-avaliação das BEs
DREN – T3 Out.-Dez. 2009 Luzia Bastos
D. Gestão da BE
D.1. Articulação da BE com a Escola/Agrupamento. Acesso e serviços prestados pela BE

Indicadores Factores Críticos de Sucesso Instrumentos de Evidências extraídas dos


Recolha de Evidências Instrumentos, a integrar no Relatório
sugeridos de Auto-avaliação

Educação para a Saúde, Rádio Escolar,


Jornal Escolar).

D.1.2 Valorização da Os órgãos de administração e gestão (conselho Documentos de gestão da O professor bibliotecário reuniu x vezes
BE pelos órgãos de geral, director,conselho pedagógico) apoiam as BE e escola (Projecto Educativo, com os elementos da direcção,
direcção, envolvem-se na procura de soluções promotoras do Regulamento Interno, administração e gestão da escola para
administração e seu funcionamento. Plano Anual de
aferir das condições de funcionamento da
gestão da Os órgãos de administração e gestão põem em Actividades)
escola/agrupamento. prática uma política de afectação de recursos BE e traçaram, em conjunto, acções para a
humanos adequada às necessidades de Documentos de gestão da sua melhoria que constam nas actas das
desenvolvimento da BE. BE (Regimento, Plano respectivas reuniões e nos documentos de
Os órgãos de administração e gestão (director, Anual de Actividades, gestão da Escola e da BE.
conselho pedagógico) e os departamentos curriculares Plano de Acção)
estabelecem estratégias visando a articulação entre a Pela entrevista/ questionário ao director
BE e as demais estruturas de coordenação educativa Entrevista/questionário ao (CK1), verifica-se que a valorização da BE
e de supervisão pedagógica. director (CK1). pelo Director é... o que se traduz num ....
A escola contempla a BE e os seus recursos nos
apoio para actualização e enriquecimento
projectos e actividades educativas e curriculares. Excertos de actas de
Os órgãos de administração e gestão atribuem uma apresentação de do acervo documental e relativamente às
verba anual para a renovação de equipamentos,para a projectos/relatórios ao propostas procedentes da equipa educativa
actualização da colecção e para o funcionamento da conselho pedagógico; da BE.
BE. determinações/
A escola encara a BE como recurso fulcral no recomendações do O professor bibliotecário realizou trabalho
desenvolvimento do gosto pela leitura, na aquisição conselho pedagógico. colaborativo com os professores dos
das literacias fundamentais, na progressão nas
3
Práticas e modelos de auto-avaliação das BEs
DREN – T3 Out.-Dez. 2009 Luzia Bastos
D. Gestão da BE
D.1. Articulação da BE com a Escola/Agrupamento. Acesso e serviços prestados pela BE

Indicadores Factores Críticos de Sucesso Instrumentos de Evidências extraídas dos


Recolha de Evidências Instrumentos, a integrar no Relatório
sugeridos de Auto-avaliação

aprendizagens e no sucesso escolar. Registos de departamentos x/ e das áreas x.


Os docentes valorizam o papel da BE e integram-na projectos/actividades
nas suaspráticas de ensino/aprendizagem. envolvendo trabalho A equipa da BE desenvolveu x actividades
na/com a BE. em articulação com as turmas y no âmbito
dos projectos/unidades z.
Estatísticas/agenda de
utilização da BE.

D.1.3 Resposta da A BE funciona num horário contínuo e alargado que Horário da BE. O horário da BE correspondeu às
BE às necessidades possibilita o acesso dos utilizadores no horário lectivo expectativas e necessidades de x% de
da e acompanha as necessidades de ocupação em Estatísticas/Agenda de alunos e y% de professores, conforme
escola/agrupamento. horário extra lectivo. utilização da BE.
mostram os resultados dos questionários
As BE no agrupamento são geridas de forma
integrada, rentabilizando recursos, possibilidades de QD3 e QA4.
acesso a programas e projectos. Registos de
Os recursos e serviços da BE respondem às metas reuniões/contactos. A equipa da BE planificou as actividades x
e estratégias definidas no projecto educativo, projecto de forma articulada com as BEs do
curricular e outros projectos. Registos de agrupamento, no âmbito do(s) projecto(s) y
A BE cria condições e é usada como recurso e projectos/actividades. e z.
como local de lazer e de trabalho.
A BE apoia os utilizadores no acesso à colecção, Questionário aos docentes O professor bibliotecário reuniu com os
aos equipamentos, à leitura, à pesquisa e ao uso da (QD3). docentes das turmas x, departamentos y e
informação. das áreas z para planificar as actividades
A BE planifica com docentes, departamentos Questionário a Alunos
curriculares e demais estruturas de coordenação (QA4).
4
Práticas e modelos de auto-avaliação das BEs
DREN – T3 Out.-Dez. 2009 Luzia Bastos
D. Gestão da BE
D.1. Articulação da BE com a Escola/Agrupamento. Acesso e serviços prestados pela BE

Indicadores Factores Críticos de Sucesso Instrumentos de Evidências extraídas dos


Recolha de Evidências Instrumentos, a integrar no Relatório
sugeridos de Auto-avaliação

educativa e de supervisão pedagógica. w.


A BE desenvolve projectos com a
escola/agrupamento. Livro/Caixa de sugestões / No questionário QD3, sobre a eficácia da
A BE assume-se como pólo de fomento e de difusão reclamações. gestão da BE e sua capacidade de
cultural. favorecer o trabalho com os alunos e a
articulação com o currículo, x% dos
professores considera.... Quanto às
condições de acesso e recursos
disponibilizados, o aspecto mais valorizado
foi...., por x% dos docentes, sendo o ...., o
aspecto avaliado mais negativamente.
Sobre os serviços prestados pela BE, a
avaliação mais positiva incidiu sobre o
indicador... e a mais negativa sobre o
indicador...

No questionário QA4, x% dos alunos


classificou o trabalho global da equipa no
acesso à BE, no apoio à pesquisa de
informação e na realização de trabalhos,
como Muito bom ou Bom e y% como
Suficiente. O Insuficiente obteve a taxa de

5
Práticas e modelos de auto-avaliação das BEs
DREN – T3 Out.-Dez. 2009 Luzia Bastos
D. Gestão da BE
D.1. Articulação da BE com a Escola/Agrupamento. Acesso e serviços prestados pela BE

Indicadores Factores Críticos de Sucesso Instrumentos de Evidências extraídas dos


Recolha de Evidências Instrumentos, a integrar no Relatório
sugeridos de Auto-avaliação

z%. No acesso e uso da BE destacam-se


pela positiva os serviços x,y e z, e a
precisar de melhoria os serviços a, b e c.
Sobre os recursos documentais, x% dos
alunos avaliaram como Muito bons ou Bons
os recursos x, y e z e y% como Suficiente
os recursos a e b. Com Insuficiente fooram
avaliados os recursos c e d, por cerca de
z% dos alunos.

A equipa da BE distribuiu folhetos


informativos sobre o funcionamento da BE
e newsletter digital mensal a todos os
docentes do agrupamento.

A BE participou com trabalhos para o jornal


escola (versão de papel e on-line).

D.1.4 Avaliação da A BE implementa um sistema de auto-avaliação Informação recolhida com A BE recolheu dados estatísticos sobre as
BE na contínuo. recurso ao sistema actividades desenvolvidas e os serviços
escola/agrupamento. Os órgãos de direcção, administração e gestão são automatizado de gestão prestados, através de inquéritos aos
envolvidos no processo de autoavaliação da BE. bibliográfica.
alunos, professores, e através da caixa de
Os instrumentos de recolha de informação são
6
Práticas e modelos de auto-avaliação das BEs
DREN – T3 Out.-Dez. 2009 Luzia Bastos
D. Gestão da BE
D.1. Articulação da BE com a Escola/Agrupamento. Acesso e serviços prestados pela BE

Indicadores Factores Críticos de Sucesso Instrumentos de Evidências extraídas dos


Recolha de Evidências Instrumentos, a integrar no Relatório
sugeridos de Auto-avaliação

aplicados, de forma sistemática, e no decurso do Registos de observação, sugestões para os utilizadores.


processo de gestão. questionários, entrevistas
A informação recolhida é analisada e os resultados ou outros realizados no Além desta recolha, procedeu à recolha de
da análise/avaliação originam, quando necessário, a âmbito da avaliação da BE. testemunhos informais dos seus
redefinição de estratégias, sendo integrados no utilizadores privilegiados.
processo de planeamento. Excertos de
Os resultados da auto-avaliação são divulgados documentação x nº de alunos requisitaram livros na BE,
junto dos órgãos de direcção, administração e gestão recolhida.
traduzindo um aumento de y % do nº de
(conselho geral, director, conselho pedagógico),
estruturas de coordenação educativa e de supervisão leitores.
pedagógica, e da restante comunidade, com o
objectivo de promover e valorizar as mais-valias da BE Foram requisitados para a sala de aula x
e de alertar para os pontos fracos do seu documentos, entre os quais livros,
funcionamento. dicionários, dvds, dossiês temáticos, pastas
São realizadas actividades de benchmarking. PNL...
A auto-avaliação da escola integra os resultados da
auto-avaliação da BE. O relatório de auto-avaliação da BE, bem
como as acções de melhoria, foram
apresentados ao Conselho Pedagógico e
integrados no relatório de auto-avaliação
da Escola.