Anda di halaman 1dari 13

Auto-Avaliação da

MEDIATECA
2009/10
Por vezes sinto que trabalhamos arduamente
para escalar uma montanha, para no fim
descobrir que o resto da escola está no cimo
de uma montanha completamente diferente.
Doug Johnson (2002)

António Santos – Nov. 2009


Modelo de Auto-Avaliação das BE

Papel e mais valias do MAABE:


Contribui para a construção de uma cultura de
auto-avaliação, na escola
Não se limita à recolha de dados quantitativos
(requisições, aquisições, utilização de
equipamento, …), centra-se no conceito de
valor, no impacto qualitativo do trabalho das
Bibliotecas Escolares junto dos utilizadores,
identificando factores críticos de sucesso.
António Santos – Nov. 2009
Modelo de Auto-Avaliação das BE

Permite aferir não só a eficiência do serviço, mas


fundamentalmente a sua eficácia (o impacto no
processo de ensino, na aprendizagem e a satisfação
dos utilizadores).
Põe em evidência os pontos fortes e os pontos fracos
das Bibliotecas Escolares
Leva à definição de acções de melhoria
Tem um carácter formativo e regulador, procura a
melhoria do serviço prestado, a promoção da
aprendizagem e contribui para as escolas irem de
encontro à sua missão e objectivos.
António Santos – Nov. 2009
Domínios Avaliados
A – Apoio ao desenvolvimento curricular
A.1 – articulação curricular da BE com as estruturas de coordenação educativa e
supervisão pedagógica e os docentes
A.2 – Promoção das literacias da informação, tecnológica e digital

B – Leitura e Literacia
C – Projectos, parcerias e actividades livres e de abertura à
comunidade
C.1 – Apoio a actividades livres, extra-curriculares e de enriquecimento curricular
C.2 – Projectos e parcerias

D – Gestão da Biblioteca Escolar


D.1 – Articulação da BE com escola. Acesso e serviços prestados
D.2 – Condições humanas e materiais para a prestação dos serviços
D.3 – Gestão da colecção/ da informação

António Santos – Nov. 2009


Metodologia
1 – Selecção do domínio a avaliar (um por ano.
Totalidade dos 4 domínios, em 4 anos)

2008/2009 – Avaliámos o domínio D


(Gestão da Mediateca)
2009/2010 – Domínio B (Leitura e literacia)
Tendo a escola realizado, este ano, o registo no PNL ao
nível do 3º Ciclo e das Novas Oportunidades, este será um
domínio de particular importância a desenvolver no
presente ano lectivo.

António Santos – Nov. 2009


Metodologia
2 – Divulgação do MAABE no CP

Apresentação de PowerPoint, com


explicação do modelo, sua importância e
metodologia a seguir.

António Santos – Nov. 2009


Metodologia
3 – Recolha de evidências
Estatísticas de requisição e de utilização da Mediateca
Registos diversos (reuniões/contactos, projectos /
actividades)
Documentos de referência (PE, PAA, PCE, PCT,
planificações)
Materiais de apoio produzidos e/ou editados
Questionários (professores, alunos, enc. educação)
Grelhas de observação da utilização da Mediateca

António Santos – Nov. 2009


Metodologia
4 – Análise, reflexão e interpretação dos dados
obtidos

5 – Elaboração do relatório de auto-avaliação


Pormenorizado no domínio B
Sintético nos restantes domínios

António Santos – Nov. 2009


Metodologia
6 – Definição do Perfil de Desempenho
É utilizada uma escala de 4 níveis que caracteriza o desempenho da
Mediateca no domínio avaliado (B), para o qual a equipa constituída tem um
importante papel, mas também toda a escola, em particular o pessoal
docente e a direcção.
Nível Descrição
4 A BE é muito forte neste domínio. O trabalho desenvolvido é de grande
qualidade e com um impacto bastante positivo.

3 A BE desenvolve um trabalho de qualidade neste domínio, mas ainda é


possível melhorar alguns aspectos.

2 A BE começou a desenvolver trabalho neste domínio, sendo necessário


melhorar o desempenho para que o seu impacto seja mais efectivo.

1 A BE desenvolve pouco ou nenhum trabalho neste domínio, o seu impacto é


bastante reduzido, sendo necessário intervir com urgência.

António Santos – Nov. 2009


Metodologia
7 - Preenchimento do quadro síntese, com registo do perfil de
desempenho em cada subdomínio e acções de melhoria
8 – Apresentação do relatório em CP, com análise, discussão e
elaboração de parecer
9 – Elaboração de um plano de melhoria
Baseado em evidências e não em sentimentos
A aprovar em CP

10 – Divulgação dos resultados junto da comunidade

António Santos – Nov. 2009


Auto-Avaliação da Escola

A Mediateca enquanto estrutura educativa da


escola, contribuí para a consecução das suas metas
e objectivos
O relatório de auto-avaliação incluí uma síntese,
que deverá integrar o relatório de avaliação da
escola
A síntese elaborada permite ter a percepção do
impacto da Mediateca na escola

António Santos – Nov. 2009


Moral da história…

- Poderias dizer-me, por favor, que caminho hei-de


tomar para sair daqui?
- Isso depende do sítio onde queres chegar! - Disse o
Gato.
- Não interessa muito para onde vou... - retorquiu Alice.
- Nesse caso, pouco importa o caminho que tomes -
interpôs o Gato.
Alice no país das maravilhas

António Santos – Nov. 2009