Anda di halaman 1dari 3

FATO 65 - NATAL É A FESTA DE ADORAÇÃO AO DEUS SOL (SOLSTÍCIO

DE INVERNO). PAPAI NOEL É O BISPO CATÓLICO SÂO NICOLAU de Mitra.


Em nenhum momento Jesus Cristo pede que se comemore o seu nascimento
e, pelo contrário, pede que celebremos a Ceia do Senhor até que Ele volte,
relembrando a sua morte e ressurreição. Após vários anos enganando os cristãos
despreparados, o paganismo assume a adoração única e exclusiva de papai
Noel. Dê uma passagem pelos shoppings.
O cenário montado em torno do Natal é outra situação fora da nossa
realidade. Guirlandas, neve e frio, chaminés, e tantos outros objetos típicos
não têm nenhuma relação com o Oriente Médio onde Jesus nasceu, mas
com a Europa, lugar onde São Nicolau ganhou status de "santo". Chega a
ser ridículo ver brasileiros vestidos em roupas de inverno europeu, sob o intenso
calor do verão tropical.
Muito pelo contrário, as Palavras de Deus condenam tais comemorações
Está escrito:
Timóteo 1:4 Nem se dêem a fábulas ou a genealogias intermináveis, que mais
produzem questões do que edificação de Deus, que consiste na fé; assim o faço
agora.
1 Timóteo 4:7 Mas rejeita as fábulas profanas e de velhas e exercita-te a ti
mesmo em piedade.
2 Timóteo 4:4 E desviarão os ouvidos da verdade, voltando às fábulas.
Tito 1:14 não dando ouvidos às fábulas judaicas, nem aos mandamentos de
homens que se desviam da verdade.
2 Pedro 1:16 Porque não vos fizemos saber a virtude e a vinda de nosso Senhor
Jesus Cristo, seguindo fábulas artificialmente compostas, mas nós mesmos
vimos a sua majestade,

1- INTRODUÇÃO
A história do natal começa na verdade pelo menos há alguns milênios antes do
nascimento de Jesus. É tão antiga quanto à civilização Babilônica e Persa.
Babilônia - Após o dilúvio, um descendente amaldiçoado de Noé chamado
Cam, gerou Cush que gerou Ninrode que foi um rei que queria unificar o mundo
entorno de uma torre chamada de BABEL (Babilônia). NINRODE era celebrado
como deus SOL, a quem foi dado o título de Baal (Meu Senhor). A sua esposa
SEMÍRAMIS foi consagrada como deusa LUA, a quem foi dado o título de Baali
(Minha ou Nossa Senhora). O filho deles era o deus THAMUZ, que após a morte
do pai Ninrode, veio se casar com sua mãe.
O economista Armindo Abreu, nas diversas fontes citadas na sua obra O
PODER SECRETO, edição 2005, destacam-se no capítulo 15, paginas 297-363 -
A misteriosa “Fraternidade Babilônica” QUE NADA MAIS SERIA QUE O
EMBRIÃO DAS ANTIGAS E MÍSTICAS SOCIEDADES SECRETAS ATUAIS.
Vejam agora algumas identidades alternativas para Ninrode: Adad; Adam;
Adão; Adônis; Alcides; Amen-Ra; Anu; Átis ou Attís; Baal; Bacchus; Baco; Bali;
Beddru; Bell; Bremhillahm; Cadmos; Caos (maçonaria usa muito a expressão:
ORDO AB CHAO); Cronos; Deoius; Deva Tat; Dionísio; Eannus; El-Khidir; Enlil;
Eros; Fohi; Gentaut; Hércules; Hermes; Hesus; Hórus; Ischi; Indra; Iswara; Ixion;
Jano; Janus; Jao; Jesus e João Batista (introduzidos pelo catolicismo quando
paganizaram o cristianismo); Krisna; Krst; Mammom; Mercúrio; Meu Senhor;
Micado; MITRA; Mitras; Moloch; ninus;Odínio; Osiris; Prometeus; Quetzalcoatl;
12- ORIENTAÇÃO
Francisco Arguri – A Pura Verdade Sobre o Natal

Que bom que o nosso Deus é misericordioso e nos transforma a cada dia. Aqui
se encontram alguns procedimentos que devemos tomar:

1. Tirá-la totalmente do nosso coração. Lança fora toda dependência


sentimental da data do “Sol invictus” (25 de dezembro).

2. Instruirmos nossos filhos e discípulos “conhecereis a verdade e a verdade


vos libertará.” (João 8:32)

3. Livramos-nos de todo enfeite com motivos natalinos, pois sabemos suas


origens.

4. Não ficamos sujeitos financeiramente à comida importadas típicas. É um dia


como qualquer outro.

5. Resistimos ao espírito satânico de gastos no Natal, principalmente se houver


dívidas. Vigiar as “ofertas do Papai Noel”. Só devemos comprar o necessário.
Mamon, demônio das riquezas, criou dependência na mente humana onde as
pessoas têm de estar nas festividades de fim de ano com casa nova, roupa
nova etc. “Ninguém pode servir a dois senhores; porque ou há de aborrecer-se
de um, e amar ao outro; ou se devotará a um e desprezará ao outro. Não
podeis servir a Deus e às riquezas.” (Mateus 6:24)

6. Devemos aproveitar a data (“Andai em sabedoria para com os que estão de


fora, usando bem cada oportunidade” - Colossenses 4:5) para estar com
parentes e amigos em suas casas falando da necessidade do nascimento de
Jesus em seus corações, pois este é o verdadeiro presente que o
”aniversariante“ quer receber. É um propício momento evangélico, quando
encontramos pessoas com coração aberto para ouvir de Jesus.

7. Entender que a maioria dos crentes não visualiza a situação do Natal


preferindo viver segundo seus sentimentos e tradições.

8. Não confundir passagem do Ano com Natal. Não é errado desejar feliz Ano
Novo para alguém, mas sim, feliz Natal. Podemos usar algumas expressões.
Ex: que Jesus nasça no seu coração (em sua vida)!

9. “E não vos conformeis a este mundo, mas transformai-vos pela renovação da


vossa mente, para que experimenteis qual seja boa, agradável e perfeita
vontade de Deus.” (Romanos 12: 2)

OBS: Concluímos que a festa de natal é uma festa pagã como o carnaval.

Está escrito - Oséias 4:6 – “O meu povo está sendo destruído, porque lhe falta
o conhecimento...”
.
Dr José Renato Pedroza - atualizado em 01/12/2009

www.simceros.org

www.simceros.ning.com

www.cpr.org.br Dr Pedroza