Anda di halaman 1dari 9

_____ME

MADEIRA EMIGRANTE
- Serviço de Notícias Regionais -

Actualidades:

Brazão de Castro junta parceiros sociais


e sublinha importância do “diálogo social”
O secretário regional dos Recursos Humanos, que tutela as pastas do Trabalho,
Emprego, Comunicação e Comunidades, reuniu esta semana todos os parceiros
sociais da região num jantar convívio, onde reiterou a estratégia do Governo em
colocar o diálogo social como factor determinante nas relações laborais entre
trabalhadores e empregadores, com vantagens para o ganho real de uns e para a
competitividade de outros.
Na Escola de Hotelaria da Madeira, onde decorreu o encontro, Brazão de Castro deu o
exemplo da última revisão de dois grandes Contratos Colectivos de Trabalho, em
Dezembro último, que permitiu a 12.500 trabalhadores envolvidos terem “os seus
contratos revistos e consequentemente as tabelas salariais e cláusulas de expressão
pecuniária actualizados”.
Conforme frisou, tal revisão deu-se num cenário de “diálogo social envolvendo
empregadores, trabalhadores e governo, quando necessário e que das actualizações
resultaram ganhos reais para quem trabalha e competitividade para quem emprega”.
É neste clima de paz social que o governante madeirense destaca que “trabalhador e
empregador precisam um do outro”, pelo que “a sua relação deve ser de
complementaridade, de diálogo e de colaboração”.
Ao salientar que “o desenvolvimento económico deve produzir crescimento real
extensivo a todos e ser sustentável”, Brazão de Castro citou Bento XVI quando na
Carta-Encíclica Caritas in Veritate, recordou a todos e, inclusive, aos governantes “que
o primeiro capital a preservar e valorizar é o homem, a pessoa na sua integridade”.
O secretário regional agradeceu aos parceiros sociais o empenho no “consequente”
diálogo social e manifestou o desejo do Governo “de assim prosseguir, com
segurança, com confiança de que esse é o melhor caminho para se assegurar a paz
social, com justiça”.

Turista russo de 31 anos


morre no mar do Porto Santo
_____ME

Um turista russo morreu quarta-feira no Porto Santo, horas depois de ter chegado à
Ilha, ao cair no mar revoltoso da praia da Calheta, onde se encontrava a tirar
fotografias.
Não são ainda conhecidas as causas da morte do homem de 31 anos, que se
encontrava de férias com a sua namorada, também de nacionalidade russa, mas
suspeita-se que tenha escorregado ou sido atirado por uma onda.
A Capitania do Funchal recebeu o alerta pelas 11h30 da manhã e imediatamente fez
deslocar para o local uma embarcação rápida semi-rígida, mas devido à forte agitação
do mar o corpo só foi resgatado, a partir da terra, pelas 12h15.
Segundo disse aos jornalistas o comandante Naval Pedro Frazão, a Polícia Marítima
já deu conhecimento da ocorrência ao Serviço de Estrangeiros e Fronteiras vai
elaborar o auto-de-notícia para ser remetido ao Ministério Público.
A Capitania do Funchal vai também contactar a embaixada da Rússia para dar
seguimento ao processo legal de transladação do corpo. Pedro Frazão sublinha,
porém, que “a grande preocupação neste momento é prestar todo o apoio possível à
senhora dentro das nossas possibilidades tendo em conta o estado crítico em que se
encontrava face à ocorrência”.

Madeira candidata 9 riquezas


às “7 Maravilhas Naturais de Portugal”
A Madeira apresentou 55 propostas à eleição das “7 Maravilhas Naturais de Portugal”,
mas apenas 9 foram validadas pela organização para serem escolhidas de entre um
total de 323 candidaturas apresentadas por todo o país.
O Cabo Girão e a Fajã dos Padres, em Câmara de Lobos, a floresta Laurissilva de
São Vicente, o Pico de Ana Ferreira, o Cabeço das Laranjas e os recifes fósseis e
galerias do Ilhéu da Cal, no Porto Santo, e as ilhas Desertas e Selvagens, foram os
recursos do património natural do Arquipélago da Madeira aceites para as “New 7
Wonders Portugal”.
A lista de candidaturas apresentada pelas câmaras municipais de todo o país foi
conhecida esta semana no Funchal, numa cerimónia que contou com a presença do
secretário de Estado do Ambiente, Humberto Rosa, do director executivo da National
Geographic Portugal, Gonçalo Pereira, do comissário para as “7 Maravilhas Naturais
de Portugal”, António Vitorino, e do presidente da “New 7 Wonders Portugal”, Luís
Segadães, entre outras individualidades ligadas ao evento.
“O nosso país tem um património natural muito valioso e variado, que é
frequentemente esquecido ou desvalorizado. Pô-lo em evidência através das “7
Maravilhas Naturais de Portugal” é especialmente oportuno, no contexto do Ano
_____ME

Internacional da Biodiversidade em curso”, realçou o secretário de Estado, Humberto


Rosa.
Agora, um painel de 77 especialistas constituído por representantes de várias áreas
científicas e com representatividade geográfica nacional vai eleger uma “short list” de
77 locais naturais pré-finalistas. Depois, um painel mais reduzido de 21 personalidades
notáveis de Portugal irá escolher as 21 Maravilhas finalistas, as quais serão
apresentadas para votação pública a 7 de Março de 2010. Desta lista terá que estar
presente um finalista de cada uma das sete regiões do país: Norte, Centro, Lisboa e
Vale do Tejo, Alentejo, Algarve, Açores e Madeira para assegurar a representatividade
geográfica do país.
A 7 de Setembro de 2010 terá lugar a votação pela PricewaterhouseCoopers e nesse
mesmo mês serão conhecidas as “7 Maravilhas Naturais de Portugal”.

Bolo-rei gigante junta centenas


de pessoas na Praça do Município
Centenas de pessoas juntaram-se na tarde de quarta-feira na Praça do Município para
participar nas comemorações do Dia de Reis e provar o bolo-rei gigante oferecido pela
Câmara Municipal do Funchal.
A autarquia convidou o grupo de “reis” da Casa do Povo de São Martinho e um
agrupamento de alunos da Escola Profissional de Agentes de Serviços e Apoio Social
da extensão da Madeira da Universidade Católica para cantar alguns cânticos alusivos
à quadra.
“Temos aqui, na Praça do Município, 520 quilos de bolo numa extensão de 160 metros
de comprimento. Penso que faz parte do Guiness”, disse com visível satisfação,
Miguel Albuquerque, o presidente da câmara.
O bolo-rei gigante, que se estendeu ao longo da Praça do Município, foi confeccionado
com 250 kg de farinha, 40 kg de manteiga, 35 kg de açúcar, 800 ovos, 60 kg de frutos
secos, 130 de frutas cristalizadas, 90 kg de sultanas, rum, Vinho Madeira e fios de
ovos.

Bispo do Funchal convida cada um a plantar uma flor


nos lugar dos espinhos que ensombram a vida
O bispo do Funchal, D. António Carrilho, apelou, no passado dia 3, a uma maior
intervenção de todos no arrancar dos "espinhos" que ensombram a vida, plantando em
seu lugar uma flor para que o "canteiro do mundo" seja melhor e belo.
Ao intervir na missa na Igreja do Colégio que antecedeu a procissão que acompanhou
a Imagem Peregrina de Nossa Senhora de Fátima para a Igreja do Carmo, no
_____ME

Funchal, e a Marcha da Paz, D. António Carrilho lembrou que "todos estão


comprometidos e têm sempre o compromisso na construção de uma sociedade nova".
O bispo do Funchal salientou ainda que, no decurso da vida, cada pessoa, se estiver
atenta ao mundo que a rodeia, depara "com espinhos cravados na carne de muita
gente, de desilusões, da solidão, da doença, de luto e de tanto sofrimento"."Nós não
podemos passar adiante sem fazer algo para arrancar algumas dessas mágoas, desse
sofrimento e dessa tristeza", disse.
"Se plantarmos aí uma flor, uma dessas flores que enobrecem a alma do mundo, se
plantarmos aí qualquer virtude, qualquer valor, iremos transformar o nosso mundo
num grande jardim", sustentou. "Arrancarmos um espinho onde pudermos, plantarmos
uma flor onde ela possa efectivamente crescer, isto faz comunhão, faz brilhar a luz do
Senhor que a todos deseja congregar", concluiu o responsável pela Diocese do
Funchal.

Jardim apela a entendimento


entre os partidos para ultrapassar a crise
O presidente do Governo Regional da Madeira, Alberto João Jardim, apelou ao
entendimento entre os partidos para ultrapassar a actual crise que afecta Portugal. "É
preciso que os partidos políticos se entendam, dêem estabilidade ao país", disse, na
inauguração das instalações de uma empresa do ramo automóvel, um investimento no
valor de 7 milhões de euros."É preciso que os partidos, a começar pelo meu, tenham
juízo, não dêem o espectáculo que andam a dar, não andem a discutir coisas que
neste momento não são absolutamente necessárias para a sociedade portuguesa e
que, pelo contrário, são uma provocação aos valores e princípios dos portugueses",
criticou Jardim, referindo-se implicitamente à discussão do casamento entre pessoas
do mesmo sexo.

200 agricultores pediram ajuda


ao Governo por causa do mau tempo
Até à última segunda-feira, dia 4, a Secretaria Regional do Ambiente e Recursos
Naturais tinha recebido cerca de 200 pedidos de ajuda de agricultores madeirenses de
«praticamente todos os concelhos» que viram as suas produções serem atingidas pelo
mau tempo das últimas semanas, escreve o Jornal da Madeira, que dava ainda a
saber que 16 técnicos da SRARN estavam no terreno a vistoriar o estado dos terrenos
danificados.
_____ME

«A candidatura é uma mera apresentação de um pedido. Agora vamos verificar no


terreno aquilo que, efectivamente, se passou», explicou , Manuel António Correia,
secretário regional do Ambiente e Recursos Naturais.
O matutino recorda um comunicado emitido a 28 de Dezembro de 2009, no qual «a
Secretaria Regional do Ambiente e Recursos Naturais dizia estar a acompanhar desde
o dia 22 a situação do mau tempo e a registar os danos na agricultura, ao mesmo
tempo que anunciava a vontade de apoiar os agricultores de modo a repor, o «mais
rapidamente possível», o potencial produtivo.
Para o efeito, a Secretaria tutelada por Manuel António Correia anunciou a concessão
de apoios, provenientes da União Europeia e do Orçamento Regional, que podiam
variar, consoante as situações, «entre 85% e 100% da despesa elegível, nos
investimentos que os agricultores tenham de fazer para repor as explorações,
nomeadamente no que toca a plantas, reposição de muros, sistemas de rega,
equipamentos, armazéns, caminhos, etc.».
A Secretaria divulgou também como medida de apoio específico a oferta de projectos
agrícolas necessários para a candidatura e aprovação do apoio, os quais assumiram
prioridade no tratamento administrativo».
Manuel António Correia explicava ainda ao jornal que o principal propósito da
intervenção da Secretaria Regional dos Recursos Naturais é «repor o potencial
produtivo das explorações atingidas, isto é, pô-las a funcionar, pelo menos, como
estavam antes dos temporais», disse, ainda que assuma que o objectivo até é maior.
«Queremos até que elas melhorem, transformando uma dificuldade numa
oportunidade», destacou o governante.
O secretário regional do Ambiente e Recursos Naturais destacou ainda que a Região
apoia mais os seus agricultores do que o governo central. A Região dá apoios, no
mínimo, de 85%, enquanto que o Estado se fica pelos 50%.«Isto significa que o
Governo Regional está a ir mais além do que o Governo da República», disse o
governante, acrescentando ainda que a Secretaria Regional está a ser «rápida e
eficiente na resposta, dando a estas situações a prioridade que ela merece, porque
nós precisamos de continuar a crescer na agricultura», lê-se ainda.

Cultura

Junta de Gaula adquiriu em alfarrabista manuscrito


inédito sobre origem do nome da freguesia
_____ME

A junta de freguesia de Gaula, no concelho de Santa Cruz, adquiriu num alfarrabista


de Abrantes um manuscrito inédito de João Cabral do Nascimento sobre a origem do
nome daquela localidade da Madeira, confirmou a agência Lusa.
De acordo com o presidente daquela autarquia, Élvio Sousa, o documento tem um
"carácter raro, tem certificado de autenticidade, é composto por quatro páginas e
permitirá obter mais informação sobre a origem do nome da freguesia". Refere que
existe uma "polémica histórica" nesta matéria, sendo que o nome daquela localidade é
explicado com base na obra "Amadis de Gaula", um romance marcante do ciclo de
novelas de cavalaria da península Ibérica do séc.XVI.
O manuscrito data de 1940, custou à junta de freguesia de Gaula 80 euros e está em
consulta pública, podendo os interessados obter uma cópia. Élvio Sousa destaca que
este documento pertencerá ao espólio do futuro museu daquela freguesia que tem
uma área de 7,07 quilómetros quadrados e mais de três mil habitantes. O manuscrito
está a ser avaliado pelo historiador residente na localidade João Adriano Ribeiro, que
disse à Lusa tratar-se de um documento "interessante, cuja autenticidade não está em
dúvida, que levará algum tempo a analisar até porque a pressa é a inimiga da
perfeição".
"Não podemos esquecer que esta é a única freguesia relacionada com um romance
de cavalaria, sendo que os nomes das suas personagens deram origem aos primeiros
baptizados realizados em Gaula", salienta.
"É semelhante ao que acontece agora com as pessoas a darem aos filhos os nomes
de personagens de novelas", sublinhou. Para este historiador será agora interessante
avaliar a relação deste manuscrito de Cabral do Nascimento com a versão conhecida
do padre Alfredo Vieira.
Cabral do Nascimento nasceu no Funchal em 1897, foi um poeta, colaborador de
importantes jornais e revistas da época, investigador da história dos princípios do
povoamento das ilhas da Madeira e dos Açores, além de professor.
Licenciou-se em 1926 pela Faculdade de Direito da Universidade de Coimbra,
estando o seu nome também ligado ao fado coimbrão Em 1931 foi nomeado primeiro
director do recém-formado Arquivo Distrital do Funchal e seis anos depois fixou
residência em Lisboa, onde veio a falecer em 1978.

Economia

Lobo Marinho pára duas semanas


para trabalhos de manutenção na Madeira
_____ME

Pela primeira vez, o navio Lobo Marinho que estabelece as ligações entre a Madeira e
o Porto Santo irá fazer a manutenção anual na Região, não indo para doca seca como
habitualmente acontecia em Viana do Castelo ou, como nos últimos anos, em Grã
Canãria.
Entre 12 e 30 Janeiro, o navio vai parar no porto do Caniçal para os trabalhos de
manutenção obrigatória, retomando as ligações com a Ilha Dourada no dia 31 de
Janeiro.
Durante este tempo, e tal como aconteceu no ano passado, a empresa proprietária do
navio, a Porto Santo Line, irá assegurar as viagens dos residentes via aérea, num total
de 50 residentes/dia, assumindo a diferença de custo do preço do barco para o bilhete
de avião
Como se sabe, as ligações aéreas entre ilhas são asseguradas pela SATA. Já o
transporte de carga será feito através do navio de Madeirense 3, que irá realizar uma
viagem semanal entre a Madeira e o Porto Santo.
A Porto Santo Line responsabiliza-se ainda pelo transporte aéreo de pequenas
mercadorias de produtos frescos, às quartas e sextas, e disponibilizará, gratuitamente,
contentores frigoríficos no porto do Porto Santo, onde os clientes poderão guardar
produtos frescos/congelados ao longo do período em que o Lobo Marinho estará
ausente.

Madeira com 18 estreias


confirmadas em 2010
O paquete MSC Splendida foi o primeiro barco, de um total de 18, que teve estreia
inaugural no porto do Funchal (no dia 4 de Janeiro), no início deste ano de 2010.
Fonte da Administração dos Portos da Região (APRAM) confirmou à Lusa que para
este ano estão confirmadas 18 estreias de paquetes no porto, um número superior ao
do ano passado, que contabilizou 14.
A mesma fonte adiantou que para terça-feira estava prevista mais uma estreia, a do
Silver Spirit, mas foi cancelada hoje devido ao mau tempo. Segue-se o mês de Março
com duas, cinco em Abril, três em Maio, duas em Outubro, três em Novembro e, a
finalizar, duas em Dezembro.
O MSC Splendida proveio de Tenerife (Ilhas Canárias) e rumou ao final do dia 4 para
Málaga, levando a bordo 3300 turistas. O navio custou 350 milhões de euros à MSC
Cruises e é o mais recente paquete que a companhia italiana pôs a navegar.
O navio é o maior alguma vez já construído por uma armadora europeia, tendo 333
metros de comprimento, 66.8 metros de altura, distribuídos por 18 decks, sendo 13
_____ME

para passageiros, com capacidade para 3274 passageiros e transportando uma


tripulação de 1332 pessoas.
Sophia Loren tem sido a madrinha dos navios da MSC, tendo repetido o baptismo
deste paquete a 12 de Julho, no porto de Barcelona. A companhia, já o ano passado,
tinha estreado o navio MSC Fantasia, nos primeiros dias de 2009, tendo voltado a
repetir a proeza com a mais recente aquisição, neste início de ano. A APRAM prevê
para este ano um aumento de 14 por cento no movimento de passageiros e de 8 por
cento nas escalas de navios, face a 2008.

Desporto:

Treinador Manuel Machado


recebe alta médica e deixa o hospital
Após quase um mês e meio internado nos Cuidados Intensivos do Hospital Dr. Nélio
Mendonça, no Funchal, o treinador do Clube Desportivo Nacional, Manuel Machado,
recebeu esta sexta-feira alta médica e regressou a casa para recuperação e onde
ficará em repouso absoluto.
"Face à evolução da sua situação clínica e ao tipo de tratamento a que está submetido
já não se justifica o internamento hospitalar", anunciou aos jornalistas o director-clínico
do Serviço Regional de Saúde, Miguel Ferreira.
Recorde-se que o treinador Manuel Machado deu entrada no hospital do Funchal no
dia 27 de Novembro último depois de uma operação efectuada no Porto. Machado
chegou a estar em coma induzido e durante algum tempo teve prognóstico reservado.
Agora, o treinador do Nacional vai manter em regime de tratamento diário em casa,
com acompanhamento médico efectuado em ambulatório.
Não há uma data previsível para o regresso de Manuel Machado ao trabalho, sendo
certo que tal não acontecerá em breve, apesar da sua recuperação estar a evoluir
favoravelmente.
O ex-jogador Predrag Jokanovic, que já treinou o Nacional na época passada,
continuará a assumir o comando da equipa técnica até que Manuel Machado esteja
totalmente recuperado e volte ao trabalho.

Marcinho do Marítimo sob alçada


disciplinar e impedido de treinar-se
O futebolista brasileiro Marcinho está sob alçada disciplinar por parte da SAD do
Marítimo por se ter atrasado mais de uma semana no regresso das férias natalícias.
_____ME

Marcinho está impedido de frequentar as instalações do clube e de se treinar sob o


comando do holandês Mitchell van der Gaag.
O médio ofensivo, que está em final de contrato, já foi observado pela equipa médica,
mas os resultados dos exames ainda não foram revelados.
Segunda-feira, dia 4, o atleta esteve em Santo António, alegadamente para falar com
o presidente do Marítimo, Carlos Pereira, e foi então que tomou conhecimento da
proibição de frequentar o complexo "verde-rubro".
O jogador disse à comunicação social que o seu atraso se ficou a dever a uma virose
contraída durante a sua permanência no Brasil, mas terá falhado ao não comunicar a
causa do seu atraso ao clube. Os brasileiros Cláudio Pitbull e Olberdam também
chegaram à Madeira com um ligeiro atraso, mas os dois atletas não foram
penalizados, uma vez que informaram a SAD das causas que levaram ao atraso de 48
horas.