Anda di halaman 1dari 2

“Sentar-se à mesa do SENHOR”

”Preparas-me uma mesa


na presença dos meus adversários,...” (Sl 23:5)

“Jesus saiu dali e foi para a região que fica perto da cidade de Tiro. Ele entrou numa
casa e não queria que soubessem que estava ali, mas não pôde se esconder. Certa
mulher, que tinha uma filha que estava dominada por um espírito mau, ouviu falar a
respeito de Jesus. Ela veio e se ajoelhou aos pés dele. Era estrangeira, de
nacionalidade siro-fenícia, e pediu que Jesus expulsasse da sua filha o demônio. Mas
Jesus lhe disse:
– Deixe que os filhos comam primeiro. Não está certo tirar o pão dos filhos e jogá-lo
para os cachorros.
– Mas, senhor, – respondeu a mulher – até mesmo os cachorrinhos que ficam debaixo
da mesa comem as migalhas de pão que as crianças deixam cair.
Jesus disse:
– Por causa dessa resposta você pode voltar para casa; o demônio já saiu da sua filha.
Quando a mulher voltou para casa, encontrou a criança deitada na cama; de fato, o
demônio tinha saído dela.” (Mateus 15.21-28)

O Senhor exalta a fé. A grandiosidade da fé faz com que um Deus puro e santo, se
comova e atenda à muitos pedidos de orações. Pessoas que não manifestam uma fé
genuína no Salvador, (em muitos casos, cheia de heresias), mas uma fé excepcional
direcionada ao Deus Vivo, muitas vezes não é desprezada. Uma fé que não se importa
com sacrifícios ou humilhações, como no caso dessa mulher siro-fenícia, que era de
outra nacionalidade, e não se importou com a distância, e nem com o fato de Ele não
pregar nenhum deus conhecido de sua terra natal, mas a um DEUS tremendo que
operava maravilhas e verdadeiro que encheu o seu coração de esperança por ver a cura
de sua filha, (pois os seus deuses nada puderam fazer).
Muitas vezes, o Senhor acaba encontrando em outros “arraiais”, pessoas que expressam
uma fé excepcional, não encontrada, por exemplo, entre seus filhos, como Ele disse ao
centurião romano: “Nem em ISRAEL encontrei tanta fé” (MT. 8:10).
Porém, é mais do que necessário ser FILHO. É necessário ser “filho” ter uma “fé
excepcional”. A Bíblia não conta detalhes, mas, creio que essa mulher depois de ter esse
encontro maravilhoso com o FILHO DE DEUS, jamais foi a mesma. Acredito que
depois disso, ela tenha largado os falsos deuses fenícios, e passou a seguir ao DEUS
ETERNO, passou a ser filha! Aleluia! Não comerá mais as sobras, Aleluia!
Assim é a vida de um filho, que toma posse dessa paternidade do SENHOR, cheio da fé
do SENHOR, uma “fé excepcional”, vive uma vida mais que abundante, como em João
10:9-10. “Jesus veio para dar vida e vida com abundância”, veja aí que a palavra “vida”,
no original, quer dizer “vida de DEUS”, ou seja, o que o Eterno quer é que O tenhamos
de uma forma plena, verdadeira e abundante. Nada contra os teólogos do triunfalismo,
mas, “vida” não é dinheiro. O nosso DEUS não é pobre, não tem apenas dinheiro para
nos dar. Prosperidade, no SENHOR, tem muitas aplicações. Como numa mesa farta,
existem vários pratos diferentes, travessas de alimentos saborosos e “abundantes” que
quase caem da mesa. Podemos encontrar salvação; libertação; santidade; os “frutos do
Espírito”; os “dons espirituais” (milagres, curas, sinais e prodígios, dom de línguas,
profecia, etc.); sabedoria; unção; alegria; paz; presença de DEUS; sede da Sua presença;
graça de DEUS; ou seja, tudo o que você precisa está em DEUS. E aí você pode me

1
perguntar: E o dinheiro, DEUS não vê isso? Sim Ele vê todas as coisas. Ele como PAI,
reconhece todas as nossas necessidades. Posso até dizer: Pro Senhor isso é o troco. Ele
disse: “Buscai primeiro o Reino de Deus e a sua justiça (espiritual) e as demais coisas
vos serão acrescentadas (material). (MT.6:33).
Veja a mesa posta:
“O Senhor é o meu pastor; (Alguém que cuida de você; você tem um PAI)
Nada me faltará. (suprimento de todas as suas necessidades)
Ele me faz repousar em pastos verdejantes. (lugar de provisão física e espiritual)
Leva-me para junto das águas de descanso; (paz e descanso)
refrigera-me a alma. (libertação da alma; inquietudes e preocupações)
Guia-me pelas veredas da justiça (santidade)
por amor do seu nome. (fidelidade)

Ainda que eu ande pelo vale da sombra da morte, (livramento)


não temerei mal nenhum, (libertação do medo e da insegurança)
porque tu estás comigo; (presença de DEUS)
o teu bordão e o teu cajado me consolam. (exortação e consolação)

Preparas-me uma mesa (honra; somente Filhos de DEUS, sentam a mesa)


na presença dos meus adversários, (testemunho; todos verão a sua transformação)
unges-me a cabeça com óleo; (unção)
o meu cálice transborda. (prosperidade)
Bondade e misericórdia certamente me seguirão
todos os dias da minha vida; (portas abertas)
e habitarei na Casa do Senhor
para todo o sempre.” (salvação) (Salmo 23)

Então lembre-se: Deus tem preparado um lugar a mesa para nós, mas tem que ser
incondicionalmente FILHO (Jo. 14:21), e ter uma fé sobrenatural. Isso não significa
exatamente, ser apenas membro de uma denominação, mas ter uma vida abundante da
presença de Deus!

Senta-se á mesa!
Deus te abençoe!

Abraços!

Pr. George Barbosa


http://pr-george-barbosa.blogspot.com/