Anda di halaman 1dari 6

PONTIFCIA UNIVERSIDADE CATLICA DE GOIS

ENGENHARIA CIVIL
DISCIPLINA: ENG2033 TEORIA DAS ESTRUTURAS II
Prof. Luiz lvaro de Oliveira Jnior

AULA 12 MTODO DOS DESLOCAMENTOS

Exemplo 6 Viga contnua com apoio elstico

Encontre as reaes de apoio e trace os diagramas de esforos solicitantes da viga com o


engaste de constante elstica igual a = 12 /. Considere que todas as barras
possuem inrcia constante e so inextensveis e = 12 .

Soluo:
a) Clculo do grau de hipergeometria
= 2 (rotaes nos ns A e B desconhecidas)

b) Sistema hipergeomtrico

c) Caso 0: carregamento externo aplicado no sistema hipergeomtrico


Barra 1:
=

4 6
=
= 12 .
12
12

4 6
=
= 12 .
12
12

Reaes na barra 1:
= 0

+ = 24

= 0

6 12 4 6 3 + 12 = 0

= 12

= 12

Barra 2:
=

4 6
=
= 18 .
12
8

O momento proveniente do balano no n B pode ser calculado pela Tabela 3.2:

)
(3
(3 0 6 ) = 4 .

=
2
2 6

Assim, o momento total em B na barra 2 devido ao carregamento externo :

= 18 . 4 .

= 14 .

= 8 .
Reaes na barra 2:
= 0

+ = 28

= 0

6 8 4 6 4 6 3 + 14 = 0

= 15

= 13

d) Caso 1: rotao unitria no n A


Barra 1:
=

4 4 12
=
=8

2 2 12
=
=4

Como temos um engaste elstico no n A, temos que incluir o efeito do engaste:


=
= 12 1

= 12 .

Reaes na barra 1:
Observao:
A mola no suporta foras verticais ou horizontais, apenas momento fletor. Dessa forma, a
reao de apoio no n A no recebe nenhuma contribuio da mola, isto , a reao de apoio no
caso 1 deve ser calculada considerando apenas os momentos fletores que surgem nesse n devido
presena da chapa rgida. Assim:

e) Caso 2: rotao unitria no n B


Barra 1:
=

2 2 12
=
=4

4 4 12
=
=8

= 0

+ = 0

= 0

6 + 8 + 4 = 0

= 2

= 2

Reaes na barra 1
= 0

+ = 0

= 0

6 + 4 + 8 = 0

= 2

= 2

= 0

+ = 0

Barra 2:
=

3 3 12
=
=6

= 0
Reaes na barra 2

= 0

6 + 6 = 0

= 1

= 1

f) Soluo do equacionamento
10 = 12 + 0

10 = 12

20 = 2 + 0

20 = 2

11 = 12 + 8

11 = 20

21 = 0 + 4

21 = 4

12 = 4 + 0

12 = 4

22 = 8 + 6

22 = 14

12 + 20 + 4 = 0
2 + 4 + 14 = 0

ou

12
20
+
2
4

0
4
=
0
14

20 1

33 33

g) Efeitos finais
Com o valor da deslocabilidade D1 conhecido, basta empregar a equao (3) para obter
qualquer efeito desejado na viga. A equao dos efeitos finais dada pela seguinte expresso:

= + +

20
1
+

33
33

J conhecemos os valores dos efeitos nos casos 0, 1 e 2. Assim, basta substituir os valores dos
efeitos em cada caso na equao dos efeitos para obter os efeitos finais. Ento, podemos
encontrar os diagramas de momento fletor e esforo cortante:
h) Diagrama de momentos fletores
, = 0

20
1
12 +
0
33
33
20
1
8+
4
33
33

, = 12

, = 12
, = 14
= 8
=

20
1
4+
8
33
33

20
1
0+
6
33
33

20
1
0+
0
33
33

, = 7,27 .
, = 7,27 .
, = 14,18 .
, = 14,18 .
= 8 .

4 6
= 18
8

E, portanto, o diagrama final de momentos fletores ser:

i) Diagrama de esforo cortante


= 12

20
1
(2) +
(2)
33
33

, = 12

20
1
(2) +
(2)
33
33

= 10,85
, = 13,15

, = 13
= 15

20
1
(0) +
(1)
33
33

20
1
(0) +
(1)
33
33

, = 13,03
= 14,97

j) Reaes de apoio
= 10,85
= , + , = 13,15 + 13,03
= 14,97

= 26,18