Anda di halaman 1dari 5

RELATÓRIO DA ADMINISTRAÇÃO

Prezados Acionistas, EBITDA em 2009 atingiu R$ 39,6 milhões, ante R$ 497,2 milhões em 2008. Empreendimentos em atividade
A WTorre Empreendimentos Imobiliários S.A., uma das principais empresas de desenvolvimento de Destaques Financeiros (R$ mil) 2009 2008 Var. % A tabela abaixo mostra os dados dos 21 empreendimentos concluídos até 31 de dezembro de 2009.
empreendimentos imobiliários voltados para o segmento corporativo do Brasil, anuncia seus resultados Empreendimento Produto Localização Área Bruta Locável (m²)
Receita Bruta Incorporação Imobiliária 24.190 1.035.810 –97,7%
referentes ao exercício social findo em 31 de dezembro de 2009. Os valores estão expressos em R$ mil,
Receita Bruta Aluguéis 173.579 148.108 17,2% Volkswagen PIC Complexo Industrial São José dos Pinhais, PR 80.759
exceto onde indicado, e de acordo com o disposto na Lei das Sociedades por Ações e normas estabelecidas
Receita Bruta Total 197.839 1.183.918 –83,3% Carrefour – Brasília Centro Logístico Brasília, DF 36.265
pela Comissão de Valores Mobiliários. O Relatório da Administração é parte integrante das Demonstrações
Receita Líquida Total 191.367 1.141.588 –83,2% Unilever – Ipojuca Centro Logístico Ipojuca, PE 36.831
Financeiras Consolidadas e deve ser lido em conjunto com as respectivas Notas Explicativas.
EBITDA 29.178 476.104 –93,9% Volkswagen – Vinhedo Centro Logístico Vinhedo, SP 132.140
Mensagem da Administração
Margem EBITDA 15,2% 41,7% Carrefour – RJ Centro Logístico Rio de Janeiro, RJ 48.110
O ano de 2009 foi marcado por grandes conquistas para a WTORRE, coroando a nossa estratégia
O total de empréstimos bancários da Companhia, excluindo-se CRI, CCI e Cessão de Créditos, registrou Nestlé – SBC Centro Logístico São Bernardo do Campo, SP 47.353
de entrada no segmento de imóveis para usuários múltiplos, com a entrega e comercialização de
um incremento de R$ 416,2 milhões no exercício de 2009, em decorrência principalmente da emissão Volkswagen Resende Centro Logístico Resende, RJ 23.867
aproximadamente 100 mil m² de escritórios na cidade de São Paulo, e consolidando a nossa posição de
de notas promissórias realizadas pela companhia, nos meses de setembro e dezembro, no montante total Procter & Gamble Centro Logístico Queimados, RJ 17.410
liderança no segmento de Build to Suit, com a assinatura de contratos importantes de locação. Estamos
muito orgulhosos dos resultados obtidos neste ano, já que os negócios originados servirão de base para o de R$ 250,0 milhões. Estes recursos foram utilizados, principalmente, para a realização de investimentos Cebal Complexo Industrial Cabo Sto. Agostinho, PE 5.696
nosso crescimento sustentado nos próximos anos. no Estaleiro Rio Grande, no Complexo JK e na sede da Petrobras. Alfa Laval Complexo Industrial São Paulo, SP 10.842
No cenário financeiro, 2009 foi um ano marcado pela gradual, porém consistente, recuperação da Unilever – Palmares Complexo Industrial Ipojuca, PE 29.864
Balanço Patrimonial (R$ mil) 2009 2008 Var. %
atividade econômica, retomada da expansão da oferta de crédito, queda da taxa básica de juros Vivo SP II Escritório São Paulo, SP 14.367
Empréstimos Bancários 1.547.931 1.131.764 36,7% Vivo SP I Escritório São Paulo, SP 21.906
e o declínio dos spreads bancários, especialmente na 2ª metade do ano. Observamos, ainda, o surgimento Caixa e Equivalentes de Caixa 153.479 372.500 –58,8%
de novos agentes financiadores e de novos produtos financeiros, particularmente utilizando linhas do Vivo RS Escritório Porto Alegre, RS 4.412
Dívida Líquida 1.394.452 759.264 87,7% Vivo RJ Escritório Rio de Janeiro, RJ 25.709
crédito imobiliário, ampliando nossas opções de financiamento dos empreendimentos e reduzindo nossas Patrimônio Líquido 437.621 595.633 –24,0%
despesas financeiras. Complexo WTorre NU
A administração da Companhia, com o objetivo de manter uma estrutura de capital saudável e otimizada, (Torres I e II) Escritório São Paulo, SP 30.359
A melhoria do cenário permitiu à Companhia obter avanços significativos tanto na construção de
está trabalhando para realizar o alongamento das dívidas contratadas em 2009 por prazos que variam WTorre Colômbia Escritório Bogotá, CO 16.142
empreendimentos em andamento, como na estruturação financeira dos empreendimentos em
entre 3 e 5 anos. Estimamos que essas operações sejam concluídas ao longo do exercício de 2010, WTorre Brasilia Escritório Brasília, DF 8.465
desenvolvimento. Adicionalmente, as perspectivas de retomada da economia encorajaram as empresas a
retomarem projetos de investimento, permitindo a criação de uma carteira de projetos bastante robusta, de acordo com o calendário de vencimentos das operações, já que estão em estágios avançados de Tok Stok RJ Loja Rio de Janeiro, RJ 8.539
que começará a ser desenvolvida ao longo de 2010 e será o principal pilar de crescimento da Companhia. negociação com nossos agentes financeiros. Adicionalmente, a Companhia está atenta a oportunidades de Tok Stok SP Loja São Paulo, SP 7.095
Cabe destacar, também, que a escolha do Rio de Janeiro como cidade sede dos Jogos Olímpicos de 2016, realização de ativos já maduros e com baixo potencial de valorização, visando a redução de alavancagem Daslu Loja São Paulo, SP 32.031
somada à escolha do Brasil como país sede da Copa de 2014, criou um cenário de forte investimento e a possibilidade de desenvolvimento de novos negócios. Total 638.162
em infra-estrutura nas principais capitais do país, especialmente no Rio de Janeiro e São Paulo, fator que Nosso caixa e equivalente de caixa apresentaram uma redução de R$ 219 milhões no período, em Empreendimentos em desenvolvimento e construção
poderá contribuir para uma significativa valorização dos imóveis nelas situados. decorrência principalmente dos investimentos e do serviço da dívida atrelados ao Complexo JK. Do total Nossos empreendimentos em desenvolvimento e construção compreendem seis Edifícios de Escritórios, um
Considerando nossa presença nessas duas cidades, envolvendo empreendimentos já maduros e de R$ 153,5 milhões observados ao final do exercício, o montante de R$ 94,1 milhões está vinculado à Complexo Industrial, um Shopping Center e uma Arena Multiuso, conforme demonstrado na tabela abaixo:
em desenvolvimento, acreditamos estar muito bem posicionados para capturar parte relevante desse construção deste Complexo e encontra-se em escrow account gerenciada pelo Banco Bradesco.
Área Bruta
incremento de valor. Um exemplo disso é o plano de expansão do metrô de São Paulo, que, uma vez 3 NOVOS PRONUNCIAMENTOS, INTERPRETAÇÕES E ORIENTAÇÕES EMITIDOS Empreendimento Produto Localização Locável Estimada (m²)
concluído, terá uma estação muito próxima ao Complexo WTorre NU e outra próxima ao nosso terreno E NÃO ADOTADOS ERG – Estaleiro Rio Grande Complexo Industrial Rio Grande, RS 237.174
localizado na Marginal Pinheiros, na altura do Shopping Market Place, onde iniciaremos o desenvolvimento
Conforme informado na Nota Explicativa 25, dentro do processo de convergência das práticas contábeis Complexo JK – Torre E Escritório São Paulo, SP 25.260
de outro complexo de escritórios.
adotadas no Brasil para as normas internacionais de relatórios financeiros (IFRS) diversos pronunciamentos, Complexo JK- Torre D Escritório São Paulo, SP 14.157
Diante deste panorama, nosso plano estratégico está baseado em três pilares principais: (i) desenvolver e
interpretações e orientações foram emitidos durante o ano de 2009 com aplicação mandatória para os Complexo JK – Shopping (¹) Shopping São Paulo, SP 17.399
ampliar nosso portfólio, através do desenvolvimento de projetos em nossos terrenos, que totalizam cerca
exercícios encerrados a partir de dezembro de 2010 e para as demonstrações financeiras de 2009 a Complexo WTorre NU
de 3,2 milhões de m² em áreas estratégicas das cidades de São Paulo e Rio de Janeiro, (ii) consolidação
serem divulgadas em conjunto com as demonstrações de 2010 para fins de comparação. (Torre III) (¹) Escritório São Paulo, SP 11.957
da posição de liderança no segmento de Build to Suit, mantendo o foco em operações com clientes com
baixo risco de crédito e que possibilitem operações de securitização bem sucedidas e (iii) ampliação da Nesse sentido, a Companhia efetuou uma análise dos potenciais efeitos relativos aos pronunciamentos, Sede Petrobrás (CES) Escritório Rio de Janeiro, RJ 95.174
nossa atuação no segmento de imóveis para usuários múltiplos. A implementação de nossa estratégia interpretações e orientações acima mencionados, os quais têm impacto nas demonstrações financeiras Vale Águas Claras – Sede Escritório Nova Lima, MG 17.987
será realizada buscando uma gestão financeira responsável, de forma a manter nossa estrutura de capita relativas ao exercício findo em 31 de dezembro de 2009 e estão demonstrados nos gráficos abaixo: Vale Águas Claras – Prédio IV Escritório Nova Lima, MG 8.965
otimizada e a proporcionar o maior valor possível para nossos acionistas. Arena Palestra Arena Multiuso São Paulo, SP N.A.
Finalmente, gostaríamos de agradecer aos nossos colaboradores, conselheiros, parceiros financeiros e Efeitos no Patrimônio Líquido (em R$ mil) Total 428.073
1.600.000 (¹) A ABL estimada corresponde a participação da WTORRE.
fornecedores pelo empenho e pela contribuição na obtenção dos resultados que apresentamos.
827.565 Terrenos
1 DESTAQUES OPERACIONAIS No final de 2009, possuíamos um portfólio com quatorze terrenos não comprometidos com nenhum
1.200.000
A seguir, apresentamos nossas principais realizações em 2009, divididos por segmento de atuação. 912.638 empreendimento em construção, totalizando aproximadamente 3,2 milhões de m² de área. Estes terrenos
Edifícios de escritórios estão localizados em áreas estratégicas dos estados de São Paulo e Rio de Janeiro, como, por exemplo,
Em Agosto de 2009, entregamos a Torre A do Complexo JK, um dos empreendimentos mais importantes 800.000 a Marginal Pinheiros, a Av. Roque Petroni Júnior, região de Viracopos e Rodovia Anhanguera, nas
da cidade de São Paulo, localizando na esquina da Av. Juscelino Kubitschek com a Av. das Nações Unidas. proximidades do Rodoanel, que deverão ser utilizados para desenvolver projetos de Edifícios Corporativos
437.621
O edifício, que abriga a sede do Banco Santander no Brasil, foi comercializado em agosto de 2008 pelo ou Condomínios Logísticos e Industriais para usuários múltiplos ou para clientes únicos.
valor de R$ 1,06 bilhão, sendo, até hoje, o maior negócio imobiliário já realizado no país. Este edifício 400.000
Terreno Localização Área (m²) Valor Mercado (R$ mil) (¹)
possui 82.167 m² de área bruta locável e capacidade de abrigar até 10 mil pessoas.
WTorre Alfa São Paulo, SP 22.636 84.620
O Complexo JK compreende, além do prédio locado para a Daslu e da Torre A, outras duas torres de
0 WTorre IBP Duque de Caxias, RJ 460.332 79.110
escritórios, com área bruta locável total de 39.417 m², e um Shopping Center, que será realizado em
WTorre Techpark São Paulo, SP 42.674 24.725
parceria com o Grupo Iguatemi, com área bruta locável total de 34.798 m², sendo a nossa participação
Terreno Recife (PE) Recife, PE 1.291 3.270
de 50%. A conclusão do Shopping está prevista para o 1º semestre de 2011 e as duas torres para o 3º (400.000) (352.548) Terreno Manaus (AM) Manaus, AM 1.800 3.180
trimestre do mesmo ano.
Saldo em Saldo em Terreno Pinheiros (SP) São Paulo, SP 3.178 14.224
No início de 2010, a WTorre anunciou a contratação do Iguatemi para administrar a Villa Daslu,
unificando, dessa forma, a gestão comercial de todo o Complexo JK, com o objetivo de obter sinergias e (800.000) 31/Dez/09 CPC 28 CPC 32 31/Dez/09 Barra da Tijuca Rio de Janeiro, RJ 8.825 14.375
maximizar os ganhos com o empreendimento. Ajustado WTorre RPJ São Paulo, SP 25.380 96.770
Em Janeiro de 2009, entregamos outro importante complexo de escritórios na cidade de São Paulo, Cajamar São Paulo, SP 674.997 28.830
o Complexo WTorre NU, localizado na Av. das Nações Unidas, próximo à ponte Eusébio Matoso (Av. Campo Largo Campo Largo, PR 1.025.546 54.604
Rebouças). O Complexo, um projeto renomado e premiado por sua beleza arquitetônica e compromisso Terreno Gerdau Rio de Janeiro, RJ 203.373 27.565
com sustentabilidade ambiental (certificação Green Building), é composto de duas torres de escritórios, Efeitos no Resultado (em R$ mil) Condomínio Sesi Barueri, SP 49.881 19.570
com área bruta locável total de 30.359 m² e encontra-se 100% alugado para apenas três clientes de nível 800.000 Viracopos Campinas, SP 657.833 50.993
superior: Itaú BBA, Lew Lara e Accor. Terreno Castelo Branco Rod. Castelo Branco, SP 168.500 4.165
Em Dezembro de 2009 celebramos com a PREVI – Caixa de Previdência dos Funcionários do Banco do 539.121 Total 3.346.245 506.001
571.122
Brasil – promessa de compra e venda das torres 1 e 2 do Complexo WTorre NU pelo valor de R$ 245 600.000 (¹) Considerando o percentual de participação da WTorre e o custo de aquisição e/ou relatórios de avaliação
milhões, operação essa concretizada em fevereiro de 2010, atestando o sucesso de nossa estratégia de
entrada nesse segmento, iniciada em 2006. Parte dos recursos obtidos com essa venda serão utilizados
5 CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO E DIRETORIA
na construção da 3ª torre do Complexo WTorre NU, cujas obras devem ser iniciadas ainda no 1º semestre 400.000 Está composto, atualmente, por seis membros, dos quais dois são independentes, conforme demonstrado
de 2010. na tabela abaixo. Os mandatos de todos os membros são válidos até a Assembléia Geral Ordinária de
A WTorre formalizou, em agosto de 2009, um contrato com a Petrobras, para a construção, na modalidade 246.857 2010.
Build to Suit, de uma nova sede administrativa na cidade do Rio de Janeiro, que será o maior edifício Membros Função
200.000
comercial do Brasil, com área bruta locável de 95.174 m² e capacidade de receber até 13 mil pessoas. Walter Torre Junior Presidente
As obras foram iniciadas ainda em 2009 e encontram-se bastante adiantadas, tendo sido executados Paulo Remy Gillet Neto Conselheiro Efetivo
73% das escavações e 89% das contenções. O edifício será construído de forma inovadora, conjugando Walter Fontana Filho Conselheiro Efetivo Independente
estrutura metálica com concreto armado, mesma tecnologia utilizada na construção do Complexo WTorre 0
Afonso Antonio Hennel Conselheiro Efetivo Independente
NU, que permite redução do tempo de construção, além de uma obra ambientalmente correta. Luiz Carlos da Silva Cantidio Conselheiro Efetivo
No final de 2009, concluímos a estruturação financeira deste empreendimento, que contará com um (66.635)
Paulo Alberto Schibuola Conselheiro Efetivo
financiamento de R$ 560 milhões, através da emissão de Certificados de Recebíveis Imobiliários (CRIs) (200.000) (148.221)
lastreados no contrato de locação firmado com a Petrobras. Será uma das mais inovadoras e maiores Diretoria
Saldo em CPC 28 CPC 30 / ICPC 02 CPC 32 Saldo em Atualmente está composta por cinco membros, com mandatos válidos até a Assembléia Geral Ordinária
operações de CRI de um único edifício com fins corporativos emitidos no país, reforçando nossa expertise
no desenvolvimento desse tipo de produto. 31/Dez/09 31/Dez/09 de 2010, conforme demonstrado na tabela abaixo.
Finalmente, ainda no segmento Build to Suit, a Companhia firmou contrato com a Vale para o Ajustado Membros Função
desenvolvimento de um projeto com o objetivo de centralizar sua estrutura corporativa em Nova Lima, Paulo Remy Gillet Neto Diretor Presidente
região metropolitana de Belo Horizonte. O projeto, batizado de Vale Águas Claras, está dividido em duas 4 CARTEIRA DE ATIVOS IMOBILIÁRIOS Solano Magno da Silva Neiva Diretor Vice-Presidente
fases, sendo a 1ª a construção de um prédio com área bruta locável de 8.965 m² e a 2ª de um prédio Em 31 de dezembro de 2009, a carteira de imóveis da WTorre era composta por 21 empreendimentos Roberto Bocchino Ferrari Diretor Financeiro e de Relações com Investidores
com 17.987 m² de área bruta locável. A conclusão desta 1ª fase da obra está prevista para o 2º trimestre em atividade, divididos entre centros logísticos (24,6%), edifícios de escritório (36,4%), lojas (16,3%) Nilton Bertuchi Diretor Jurídico
de 2010. e complexos industriais (3,3%), com área bruta locável (ABL) total de aproximadamente 638.162 m² e Lucio Vitor Soares Diretor Técnico
Complexos industriais valor de mercado de aproximadamente R$ 2,1 bilhões. Em 12 de Fevereiro de 2010, o Sr. Bruno de Queiroz foi nomeado Diretor de Relações com Investidores
Em 2009, a WTorre obteve grande êxito no desenvolvimento do Estaleiro Rio Grande que será inaugurado A Companhia possui ainda nove empreendimentos em construção e desenvolvimento e quatorze terrenos, da Companhia, ficando o Sr. Roberto Bocchino Ferrari como Diretor Financeiro.
durante o 1º semestre de 2010. O Estaleiro, um dos maiores do hemisfério sul, possui infra-estrutura cujo valor de mercado, em dezembro 2009, totalizava R$ 506,0 milhões. Os empreendimentos em
completa para construção, montagem e reparo de Unidades Estacionárias de Produção dos tipos semi- desenvolvimento e construção, ao seu término, deverão agregar aproximadamente 428.073 m² de área 6 CAPITAL SOCIAL
submersível e FPSO, incluindo o maior dique seco do país, com área de 46.550 m², e oficinas com bruta locável ao portfólio da companhia e estão em linha com a estratégia da companhia. A WTorre Empreendimentos Imobiliários S.A. é uma companhia de Capital Aberto, tendo recebido
capacidade de processamento de até 1.000 toneladas de aço por mês. Este complexo naval encontra-se Considerando todos os empreendimentos em operação e os terrenos e excluindo os ativos em autorização para operar no mercado de balcão organizado. Possui um capital de R$ 510.806 (quinhentos
100% locado para a Petrobras pelo período de 10 anos e representa um dos pilares do Governo Federal desenvolvimento, o portfólio da WTorre possuía, no final de 2009, um valor de mercado de e dez milhões, oitocentos e seis mil reais) distribuídos em 2.005.652 (dois milhões, cinco mil, seiscentas
na implementação de suas estratégias na área de Óleo e Gás. aproximadamente R$ 2,6 bilhões, conforme detalhado na tabela abaixo: e cinqüenta e duas) ações ordinárias, nominativas, sem valor nominal e com direito a voto. De acordo com
Centros logísticos Valor de Mercado (¹) Área Bruta Locável os seus Estatutos, a distribuição dos dividendos aos acionistas será de até 25% do lucro líquido ajustado,
Em dezembro de 2008, a Companhia adquiriu um imóvel no Rio de Janeiro e firmou o contrato de
Resumo do Portfólio Unid. (R$ mil) (%) (m²) (%) em conformidade com a lei nº 6.404/76.
locação atípica por 10 anos com a Procter & Gamble do Brasil. O imóvel, um centro logístico com área
bruta locável de 17.410 m², foi completamente reformado para atender às necessidades e exigências do Centros Logísticos 7 642.963 24,6% 341.976 32,1% 7 OUTRAS INFORMAÇÕES
cliente, comprovando nossa capacidade de desenvolvimento de soluções personalizadas. As obras foram Edifícios de Escritórios 7 950.484 36,4% 121.359 11,4%
Lojas 3 424.800 16,3% 47.665 4,5% A KPMG Auditores Independentes foi contratada pela WTorre Empreendimentos Imobiliários S.A. para a
entregues em outubro de 2009, com a assinatura do Termo de Recebimento Definitivo. prestação de serviços de auditoria externa relacionados aos exames das Demonstrações financeiras da
Complexos Industriais 4 86.180 3,3% 127.161 11,9%
2 DESTAQUES FINANCEIROS Subtotal 21 2.104.427 80,6% 638.162 59,9% Companhia. Em atendimento à Instrução CVM nº 381/03, informamos que essa empresa de auditoria não
Em Construção e Desenvolvimento (²) 9 – 0,0% 428.073 40,1% prestou, em 2009, serviços não-relacionados à auditoria externa.
A Receita Bruta de aluguéis no ano de 2009 atingiu R$ 173,6 milhões, ante uma receita de R$ 148,1
Terrenos 14 506.001 19,4% – 0,0% A política de atuação da Companhia, bem como das demais empresas do grupo da Companhia, quanto
milhões em 2008, um crescimento de 17,2% no período, principalmente em decorrência da entrada em
Total 44 2.610.428 100,0% 1.066.235 100,0% à contratação de serviços não-relacionados à auditoria junto à empresa de auditoria, se fundamenta nos
operação do Complexo WTorre NU, em fevereiro de 2009.
(¹) Considerando Laudos de Avaliação de dez/09 realizados por empresas independentes. princípios que preservam a independência do auditor independente.
A Receita Bruta de Incorporação Imobiliária apresentou uma queda de 97,7%, em função, principalmente,
da ocorrência do evento, não recorrente, da alienação da torre A do Complexo JK para o Santander, (²) Por ainda não estarem concluídos, a companhia optou por não incluir o valor de mercado destes A Administração
ocorrida em 2008 e que foi, em sua maior parte, reconhecida em 2008 e, em menor parte, em 2009. O empreendimentos na composição do valor final do portfólio. São Paulo, 22 de fevereiro de 2010

BALANÇOS PATRIMONIAIS FINDOS EM 31 DE DEZEMBRO DE 2009 E 2008 DEMONSTRAÇÕES DOS RESULTADOS EXERCÍCIOS FINDOS EM 31 DE DEZEMBRO
(Em milhares de Reais) DE 2009 E 2008 (Em milhares de Reais, exceto o resultado por ação)
Controladora Consolidado Controladora Consolidado Controladora Consolidado
ATIVO Nota 2009 2008 2009 2008 PASSIVO Nota 2009 2008 2009 2008 Nota 2009 2008 2009 2008
Receita bruta
Circulante Circulante Incorporação imobiliária 22 – – 24.190 1.035.810
Caixa e equivalentes de caixa 4 30.826 1.429 153.479 372.500 Empréstimos e financiamentos 11 495.772 100.692 537.726 107.225 Arrendamento mercantil 1.168 – 173.579 148.108
Arrendamentos a receber 5 234 – 41.815 38.258 Fornecedores 2.997 815 78.290 74.716 Receitas Eventuais – – 70 –
Adiantamentos a fornecedores 1.363 – 9.293 – Cédulas de créditos imobiliários 12 – – 3.587 3.720 Impostos sobre receita (109) – (6.473) (42.330)
Receita operacional líquida 1.059 – 191.366 1.141.588
Direitos creditórios 6 – – 35.014 34.405 Cessão de direitos creditórios 12 – – 9.722 9.892 Custos operacionais (193) – (88.336) (561.452)
Imóveis destinados a venda 7 – – 297.718 – Certificado de recebíveis imobiliários – CRI 13 – – 92.389 87.483 Resultado bruto 866 – 103.030 580.136
Dividendos a receber 6.581 13.839 – – Adiantamentos de clientes 14 – – 52.241 45.992 Despesas e receitas operacionais
Outros ativos 8 11.193 9.871 35.378 20.029 Obrigações sociais e trabalhistas 2.886 2.000 3.859 2.277 Administrativas (37.573) (39.087) (82.504) (80.284)
Total circulante 50.197 25.139 572.697 465.192 Comerciais (4.145) (10.141) (12.029) (40.053)
Obrigações fiscais 15 2.903 59 27.021 22.948 Financeiras líquidas 23 (116.739) (259.927) (127.954) (243.913)
Outras passivos 16 2.926 3.334 99.860 62.873 Equivalência patrimonial 9.b (36.742) 442.988 – –
Não circulante Outras despesas e receitas operacionais 24 (2.270) (325.846) (15.229) (347.853)
Total circulante 507.484 106.900 904.695 417.126
Realizável a Longo Prazo Total despesas e receitas operacionais (197.469) (192.013) (237.716) (712.103)
Arrendamentos a receber 5 – – 12.200 14.215 Resultado operacional (196.603) (192.013) (134.686) (131.967)
Não circulante Imposto de renda e contribuição social 15.a – – (12.923) (34.311)
Partes relacionadas 16 24.008 23.342 24.374 23.353
Empréstimos e financiamentos 11 917.942 914.301 1.010.205 1.024.539 Resultado antes da participação dos
Direitos creditórios 6 – – 184.091 192.642
Cédulas de créditos imobiliários 12 – – 48.404 21.713 minoritários (196.603) (192.013) (147.609) (166.278)
Outros ativos 8 – – 135.086 – Participação dos minoritários – – (612) 1.380
Cessão de direitos creditórios 12 – – 20.438 25.785
Investimentos temporários 555 555 555 555 Prejuízo do exercício (196.603) (192.013) (148.221) (164.898)
Certificado de recebíveis imobiliários – CRI 13 – – 655.143 721.780
Investimentos 9 1.723.935 1.483.953 – – Número de ações 2.005.652 2.005.652
Partes relacionadas 18 107.959 11.469 399 – Prejuízo do exercício por ação em R$ (98,02) (95,74)
Imobilizado 10 31.739 118 2.813.940 2.413.399
Adiantamentos de clientes 14 – – 567.485 237.272
Diferido – 2.953 34.137 42.079 As notas explicativas são parte integrante das demonstrações financeiras
Obrigações fiscais 15 – – 16.438 –
Diferido – 3.859 56.409 61.358
Impostos diferidos 15.d – – 101.643 104.371 DEMONSTRAÇÕES DO VALOR ADICIONADO EXERCÍCIOS FINDOS
(-) Amortização – (906) (22.272) (19.279)
Provisões para contingências 17 – – 2.715 2.715 EM 31 DE DEZEMBRO DE 2009 E 2008 (Em Milhares de Reais)
Intangível 605 659 605 659
Outras passivos 16 – – 6.538 – Controladora Consolidado
Intangível 773 720 773 720 2009 2008 2009 2008
(-) Amortização (168) (61) (168) (61) Total não circulante 1.025.901 925.770 2.429.408 2.138.175
Receitas
Total não circulante 1.780.842 1.511.580 3.204.988 2.686.902 Participação dos minoritários – – 5.961 1.160 Incorporação imobiliária – – 24.190 1.035.810
Patrimônio líquido Arrendamento mercantil 1.168 – 173.579 148.108
Capital social 19.a 510.806 510.806 510.806 510.806 Receitas Eventuais – – 70 –
Cancelamentos e Abatimentos – – – (1.114)
Reserva de reavaliação 349.994 359.575 349.994 359.575
Provisão para créditos de liquidação duvidosa – – 3.664 (13.134)
Ajustes patrimoniais (3.686) 2.131 (3.686) 2.131 Capitalização de encargos financeiros – – 49.255 134.889
Prejuízos acumulados (559.460) (368.463) (419.493) (276.879) 1.168 – 250.758 1.304.559
297.654 504.049 437.621 595.633 Insumos adquiridos de terceiros
Custos de alienação imobiliária – – (56.630) (533.740)
Total do ativo 1.831.039 1.536.719 3.777.685 3.152.094 Total do passivo 1.831.039 1.536.719 3.777.685 3.152.094
Serviços prestados terceiros (15.496) (18.663) (35.472) (33.712)
As notas explicativas são parte integrante das demonstrações financeiras Concessionárias de consumo (500) (564) (1.106) (784)
Outras despesas operacionais (5.945) (10.378) (38.363) (55.130)
DEMONSTRAÇÕES DAS MUTAÇÕES DO PATRIMÔNIO LÍQUIDO EXERCÍCIOS FINDOS EM 31 DE DEZEMBRO DE 2009 E 2008 Despesas com emissão de títulos – (158) (1.801) (2.451)
Comissões e despesas bancárias (6.750) (25.445) (19.083) (29.313)
(Em milhares de Reais) Valor adicionado bruto (27.523) (55.208) 98.303 649.429
Capital Reserva de Ajustes Prejuízos Saldo Depreciação, amortização e exaustão (3.749) (842) (37.134) (35.706)
social Reavaliaçao Patrimoniais acumulados total Amortização de ágios sobre investimentos – (1.964) – (1.964)
Em 1º de janeiro de 2008 1.714 441.311 – (249.194) 193.831 Valor adicionado líquido produzido pela entidade (31.272) (58.014) 61.169 611.759
Aumento de capital conforme RA de 14 de agosto de 2008 509.092 – – – 509.092 Valor adicionado recebido em transferência
Juros sobre aplicações financeiras 148 10.043 22.394 23.152
Realização de reserva de reavaliação – Reflexa – (5.629) – 5.629 – Variação monetária ativa 1.680 1.379 2.744 1.487
Ganho de participação devido o aumento de capital em investida – 920 – – 920 Remuneração sobre direitos creditórios – – 22.624 46.230
Realização líquida de reserva de reavaliação – (67.115) – 67.115 – Outras receitas financeiras – – 520 4.381
Ajuste de avaliação patrimonial em investidas – Redução ao valor Equivalência Patrimonial (36.742) 442.989 – –
Provisão para perdas nos investimentos 818 (1.442) – –
recuperável de ativos reavalidados – CPC 01 – (9.912) – – (9.912)
Ganhos e perdas em participações societárias (1.242) 1.342 (724) 1.342
Variação cambial sobre investimentos no exterior – WTorre Colômbia S.A. – – 2.131 – 2.131 Receitas e despesas diversas 1.710 2.755 (4.046) 2.865
Prejuízo do exercício – – – (192.013) (192.013) Valor adicionado total a distribuir (64.900) 399.052 104.681 691.216
Em 31 de dezembro de 2008 510.806 359.575 2.131 (368.463) 504.049 Distribuição do valor adicionado
Realização de reserva de reavaliação – Reflexa – (5.606) – 5.606 – Pessoal 19.571 19.334 20.981 29.325
Ajuste de avaliação patrimonial em investidas – Redução ao valor Impostos, taxas e contribuições 316 135 24.901 78.543
Remuneração de capitais de terceiros – Juros 111.816 245.904 206.408 424.739
recuperável de ativos reavalidados – CPC 01 – (3.975) – – (3.975)
Recompra de bônus de subscrição – 325.692 – 325.692
Variação cambial sobre investimentos no exterior – WTorre Colômbia S.A. – – (5.817) – (5.817) Participação de minoritários – – 612 (1.380)
Prejuízo do exercício – – – (196.603) (196.603) Prejuízo do exercício (196.603) (192.013) (148.221) (164.898)
Em 31 de dezembro de 2009 510.806 349.994 (3.686) (559.460) 297.654 Valor adicionado distribuído (64.900) 399.052 104.681 692.021

As notas explicativas são parte integrante das demonstrações financeiras As notas explicativas são parte integrante das demonstrações financeiras.

CONTINUA
CONTINUAÇÃO

NOTAS EXPLICATIVAS ÀS DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS EXERCÍCIOS FINDOS EM 31 DE DEZEMBRO DE 2009 E 2008 (Em milhares de Reais) DEMONSTRAÇÕES DOS FLUXOS DE CAIXA LÍQUIDOS – (MÉTODO INDIRETO)
1 CONTEXTO OPERACIONAL iii. Critérios de depreciação e reavaliação EXERCÍCIOS FINDOS EM 31 DE DEZEMBRO DE 2009 E 2008
Em dezembro de 2006, o imobilizado foi reavaliado conforme Laudo de Reavaliação de ativos elaborado (Em Milhares de Reais)
A WTorre Empreendimentos Imobiliários S.A. é uma sociedade por ações constituída de acordo com as leis
por empresa especializada. A partir de 2007, a depreciação passou a ser calculada pelos prazos de vida Controladora Consolidado
brasileiras. Para atender os propósitos societários, a Companhia tem como objeto social:
útil remanescente em função da reavaliação mencionada acima. 2009 2008 2009 2008
a. (a) implementar e administrar empreendimentos imobiliários em geral; (b) promover a securitização
A Administração da Companhia, efetuou análise sobre a recuperação dos valores registrados no Fluxos de caixa das atividades operacionais
de recebíveis imobiliários, em regime fiduciário, sem coobrigação na hipótese de a securitização se referir
imobilizado, através da qual foram revisados e ajustados os critérios utilizados para determinação da vida Prejuízo líquido do exercício (196.603) (192.013) (148.221) (164.898)
a empreendimentos imobiliários não desenvolvidos pela Companhia ou por seus veículos controlados;
útil econômica estimada e para cálculo da respectiva depreciação. Ajustes para conciliar o resultado às
(c) desenvolver atividades necessárias à consecução do objeto descrito nos itens (a) e (b) desta alínea;
Com base no Art. 6º da Lei nº 11.638/07, os saldos existentes nas reservas de reavaliação deverão ser disponibilidades geradas (aplicadas) pelas
b. participação, como sócia, acionista ou cotista, em sociedades, empresariais ou civis, e fundos de
mantidos até a sua efetiva realização ou estornados até o final do exercício social em que esta Lei entrar atividades operacionais:
investimento imobiliário (“Veículos”) constituídos com o objeto social de desenvolver as atividades
em vigor. A Administração da Companhia optou por manter a Reserva de Reavaliação, considerando a Depreciação e amortização 3.749 842 37.134 35.706
descritas na alínea “i” acima; Equivalência patrimonial 36.742 (442.988) – –
amortização até o final do período pré-determinado.
c. A administração de bens e recursos próprios; e Provisão para realização de perdas nos investimentos (818) 1.442 – –
h. Diferido
d. Incorporação, compra e venda de imóveis comerciais prontos ou a construir, terrenos e frações ideais, Despesa com bônus de subscrição – 325.692 – 325.692
É demonstrado pelo valor líquido do custo correspondente às despesas pré-operacionais, deduzidos da
locação e administração de bens imóveis; As controladas possuem como principal objeto social a locação Constituição (reversão) de provisões contábeis – – 61.214 15.864
amortização acumulada.
de bens imóveis. Essa locação difere da locação tradicional, em razão do cliente contratar o projeto Conforme previsto na Lei nº 11.941/09 e Deliberação CVM nº 565/08 que aprovou o CPC-13 – Adoção Aumento (Redução) de participações de minoritários – – 612 (1.380)
construtivo em local de forma que suas necessidades sejam atendidas na sua totalidade. Inicial da Lei nº 11.638/07, os saldos existentes devem ser avaliados e classificados, quando aplicável, Apropriação de encargos com atividades de
Certificados de Recebíveis Imobiliários – CRI para outros grupos de contas, e os gastos pré-operacionais lançados em lucros ou prejuízos acumulados financiamento 111.815 245.822 203.921 422.970
Os Certificados de Recebíveis Imobiliários são títulos colocados no mercado com o objetivo de captar na data da transição, ou mantidos no ativo diferido até a sua completa amortização. A Companhia optou (45.115) (61.203) 154.660 633.954
recursos que viabilizem a aquisição de recebíveis ou a quitação dos empréstimos ponte captados para por manter os saldos remanescentes do ativo diferido referente a 31 de dezembro de 2007 até a sua Variações nos ativos e passivos
a aquisição dos terrenos e construção dos empreendimentos que darão origem aos recebíveis. As completa amortização. O prazo da amortização é de até 10 anos. Ativos
controladas, após a conclusão da construção do imóvel bem como sua ocupação pelo cliente, poderão i. Intangível Aumento de aluguéis a receber (234) – 2.122 (9.307)
securitizar seus recebíveis inerentes a esse contrato. Para esse caso não temos a aquisição de créditos Ativos intangíveis de vida útil limitada são mensurados no reconhecimento inicial ao custo de aquisição Aumento adiantamento de fornecedores (1.364) – (9.293) –
imobiliários de terceiros. Conseqüentemente, nas demonstrações financeiras dessas controladas, existe o e, posteriormente, deduzidos da amortização acumulada e perdas do valor recuperável, quando aplicável. (Aumento) Redução de direitos creditórios – – 7.942 (18.216)
imóvel e não os direitos creditórios. Dessa forma esses ativos não sofrem alteração, mas os passivos sofrem j. Avaliação do valor recuperável de ativos Redução de estoques e imóveis disponiveis
indexações, referentes à variação monetária sobre o saldo dos Certificados de Recebíveis Imobiliários A Administração revisa anualmente o valor contábil líquido dos ativos com o objetivo de avaliar eventos ou para venda – – – 23.597
(CRI). É fundamental informar que esse desequilíbrio não tem qualquer efeito no fluxo de caixa das mudanças nas circunstâncias econômicas, operacionais ou tecnológicas, que possam indicar deterioração Aumento de créditos tributários e outros ativos (1.322) (5.044) (15.349) (12.630)
securitizadoras, pois os pagamentos dos Certificados de Recebíveis Imobiliários estão programados de ou perda de seu valor recuperável. Quando tais evidências são identificadas, é constituída provisão para (Aumento) Redução de créditos com partes
forma coincidente com a “parcela recebida de aluguel” classificados no Ativo Circulante, pelo critério de deterioração ajustando o valor contábil líquido ao valor recuperável. relacionadas (666) 96.725 (1.021) 1.081
k. Passivos circulantes e não circulantes Aumento de outras contas a receber – – (135.086) –
competência, sendo apropriados mensalmente. Contudo, apesar dessa diferença, os saldos dos nossos
Uma provisão é reconhecida no balanço patrimonial quando a Companhia possui uma obrigação real Redução de investimentos temporários – 30.234 – 30.234
contratos de locação são corrigidos sobre o saldo total a receber. Além disso, não existe descasamento
legal ou constituída como resultado de um evento passado, e é provável que um recurso econômico seja Redução de despesas antecipadas – – – 11.987
de índices em nossas operações de CRI, ou seja, o indexador utilizado para corrigir nossos contratos de
requerido para saldar a obrigação. São acrescidos, quando aplicável, dos correspondentes encargos e das Passivos
locação é o mesmo utilizado para corrigir o saldo devedor dos CRI. A Administração da Companhia iniciou
variações monetárias ou cambiais incorridos. As provisões são registradas tendo como base as melhores Aumento (Redução) de fornecedores 2.181 (2.320) 3.574 22.842
uma série de ações com o intuito de melhorar sua capitalização para sustentar o plano de investimentos
estimativas do risco envolvido. Aumento (Redução) de contas a pagar e provisões 410 1.485 (21.353) 14.743
previsto para o ano de 2010. Nesse sentido, destacamos as seguintes ações:
l. Ajuste a valor presente de ativos e passivos Redução de imposto de renda e contribuição social – (38) (2.728) (7.696)
i. Conclusão do processo de venda das torres 1 e 2 do Complexo WTorre NU: No dia 11 de dezembro
Aumento de adiantamentos de clientes – – 336.462 118.256
de 2009, a controlada WTorre CJ Empreendimentos Imobiliários Ltda., celebrou com a PREVI – Caixa de Os ativos e passivos monetários são ajustados pelo seu valor presente no registro inicial da transação,
Aumento (Redução) de obrigações trabalhistas e
Previdência dos Funcionários do Banco do Brasil, contrato de promessa de compra e venda das torres 1 e levando em consideração os fluxos de caixa contratuais, a taxa de juros explícita, e em certos casos
tributárias 3.730 (1.213) 22.093 15.824
2 do Complexo WTorre NU – edifício comercial situado em São Paulo. O valor da venda é de R$ 245.000, implícita, dos respectivos ativos e passivos e as taxas praticadas no mercado para transações semelhantes.
Aumento de débitos com partes relacionadas 96.490 6.690 399 –
o qual será integralmente pago no ato, com retenção de 1% a título de caução para a execução de Subseqüentemente, esses juros são realocados nas linhas de despesas e receitas financeiras no resultado
Caixa líquido gerado (aplicado) nas atividades
por meio da utilização do método da taxa efetiva de juros em relação aos fluxos de caixa contratuais.
benfeitorias, após a superação das cláusulas resolutivas condicionantes a venda. No dia 11 de fevereiro operacionais 54.110 65.316 342.422 824.669
m. Imposto de renda e contribuição social
de 2010, a Companhia concluiu o processo de venda com a eliminação das cláusulas resolutivas e o Fluxos de Caixa das atividades de investimentos
As provisões de imposto de renda e contribuição social sobre lucro fiscal são calculadas pelo regime
recebimento de R$ 242.550. O resultado obtido nesta transação foi de R$ 49.234. Aumento de investimentos (293.096) (378.195) – –
de tributação Lucro Real Anual, à alíquota de 15% para o Imposto de Renda e 9% para a Contribuição
ii. Assinatura de MOU com o Holliday Fenoglio Fowler: No dia 17 de dezembro de 2009, a WTorre Redução de investimentos e dividendos recebidos 13.839 428.110 – 28.817
Social. Quando aplicável, é adicionado o percentual de 10% sobre a parcela excedente a R$ 240/ano,
Empreendimentos Imobiliários firmou com o Holliday Fenoglio Fowler (“HFF”), instrumento particular Aumento de imobilizado (32.309) – (734.809) (979.633)
exceto para as Controladas abaixo, que optam pelo Lucro Presumido por Regime de Caixa e Competência,
para regulação de termos e condições preliminares para futura contratação de venda de imóvel, que prevê Redução de imobilizado – 15 – 465.884
respectivamente:
a venda da torre A do Centro Empresarial Senado (“CES”), edifício de escritórios comerciais, com área (Aumento) Redução de diferido e intangível (53) (684) (53) 1.723
• WTorre VWR Empreendimentos Imobiliários Ltda.;
bruta locável de 53.916,25 m², localizado na cidade do Rio de Janeiro, que está sendo construído no Caixa líquido gerado (aplicado) nas atividades
• WTorre CJ Empreendimentos Imobiliário S.A.; e
modelo Build to Suit para a Petrobrás, pelo valor de R$ 675.000, cujo pagamento será efetuado em 3 de investimentos (311.619) 49.246 (734.862) (483.209)
• WTorre XXIX Desenvolvimento Imobiliário Ltda.
etapas, sendo a 1ª no ato de assinatura do compromisso de compra e venda ou de participação societária Fluxos de Caixa das atividades de financiamentos
No lucro presumido temos a aplicação das alíquotas de Imposto de Renda e Contribuição Social sobre o
da SPE titular do imóvel ou de memorando de entendimento em caráter vinculante e irrevogável, no valor Cessão de direitos creditórios – – (9.572) (743)
lucro líquido de 15% e 9%, respectivamente, sobre uma base reduzida, ou seja, distinta conforme receita
de R$ 150.000. Aumento de empréstimos 538.800 162.528 574.833 162.528
correspondente:
iii. Plano de alongamento de dívida de curto prazo: As notas promissórias emitidas pela Companhia junto Redução de empréstimos (120.159) (559.910) (149.175) (416.228)
Classificação da receita Percentual presumido
ao Banco do Nordeste do Brasil, no valor de R$ 250.000, cujo prazo de vencimento foi estipulado em Juros pagos sobre empréstimos (131.735) (1.579) (135.002) (1.650)
Arrendamento mercantil 32%
360 dias, foram estruturadas prevendo o seu pagamento através da emissão de debêntures, com prazo de Aumento de cédulas de créditos imobiliários – – 28.576 25.433
Incorporação imobiliária 8% a 12%
vencimento de 4 anos e amortização semestral, de forma a alongar nosso perfil de dívida, mantendo nossa Redução de cédulas de créditos imobiliários – – (1.427) –
Receitas financeiras 100%
Juros pagos sobre cédulas de créditos imobiliários – – (2.223) –
estrutura de capital adequada às nossas necessidades de investimento. Estimamos que essa operação A Companhia optou pelo Regime Tributário de Transição (RTT) instituído pela Lei nº 11.941/09, por meio
Emissão de C.R.I. – 2ª emissão – – – 103.100
seja concluída ao longo do exercício de 2010, de acordo com o calendário de vencimentos das notas do qual as apurações do imposto sobre a renda (IRPJ), da contribuição social sobre o lucro líquido (CSLL),
Amortização de CRI – – (60.638) (54.008)
promissórias. da contribuição para o PIS e da contribuição para o financiamento da seguridade social (COFINS), para o
Juros pagos sobre certificados de recebíveis
biênio 2008-2009, continuam a ser determinadas sobre os métodos e critérios contábeis definidos pela
imobiliários – – (76.142) (79.034)
Lei nº 6.404, de 15 de dezembro de 1976, vigentes em 31 de dezembro de 2007.
2 APRESENTAÇÃO DAS DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS Aumento (Redução) de participações de minoritários – – 4.189 (14.081)
Os impostos passivos diferidos decorrem de diferenças temporárias, originadas dos efeitos das diferenças
As demonstrações financeiras individuais e consolidadas foram elaboradas com base nas práticas Caixa líquido gerado (aplicado) nas atividades
entre práticas contábeis e tributárias para a apuração do resultado do exercício (Reavaliação das
contábeis emanadas da Lei das Sociedades por Ações – Lei nº 6.404/76 alteradas pela Lei nº 11.638/07 de investimentos 286.906 (398.961) 173.419 (274.683)
Edificações e Instalações).
(Redução) Aumento líquido de caixa e equivalente
e pela Lei 11.941/09, nas normas estabelecidas pelo Conselho Federal de Contabilidade (CFC) e nas n. Resultados por ação
de caixa 29.397 (284.399) (219.021) 66.777
interpretações e deliberações emitidas pela Comissão de Valores Mobiliários (CVM). É determinado considerando-se a quantidade de ações existentes nas datas dos balanços.
Caixa e Equivalentes de caixa no início do período 1.429 285.828 372.500 305.723
A moeda funcional da Companhia é o Real, mesma moeda de preparação e apresentação das informações. o. Conversão de saldos em moeda estrangeira
Caixa e Equivalentes de caixa no final do período 30.826 1.429 153.479 372.500
A autorização para a conclusão destas demonstrações financeiras foi dada pela Diretoria da Companhia Os ativos e passivos dos investimentos estrangeiros que tenham moeda funcional diferente da moeda
29.397 (284.399) (219.021) 66.777
em 22 de fevereiro de 2010. funcional da Companhia (moeda Real), são convertidos pela taxa de câmbio da data de balanço. Os
resultados auferidos durante o período são convertidos pela taxa média mensal e as integralizações de As notas explicativas são parte integrante das demonstrações financeiras
capital são registradas pela taxa da data da transação. Os ganhos e as perdas decorrentes das variações
3 RESUMO DAS PRINCIPAIS PRÁTICAS CONTÁBEIS A Administração constituiu provisão para créditos de liquidação duvidosa, no montante considerado
desses investimentos no exterior são reconhecidos diretamente no patrimônio líquido na conta de “ajustes
a. Resultado suficiente, para cobrir as perdas prováveis na realização dos créditos. A provisão foi mensurada e
acumulados de conversão” e reconhecidos no resultado quando esses investimentos forem alienados.
As receitas e custos são apresentados, de acordo com o objeto social específico de cada empresa, registrada considerando as premissas de histórico de atrasos do cliente e líquida das garantias concedidas
p. Instrumentos financeiros
(bancárias e imobiliárias).
seguindo o regime da competência. O reconhecimento, mensuração e evidenciação dos instrumentos financeiros da Companhia e suas
O saldo de aluguéis a receber não canceláveis e não registrados, de contratos de arrendamento mercantil
i. Arrendamento mercantil operacional – Locações de imóveis controladas podem ser classificados em quatro categorias: (i) ativo ou passivo financeiro mensurado
operacional, está assim apresentado:
As receitas de locações de imóveis são registradas considerando o período de disponibilidade de cada ao valor justo por meio do resultado, (ii) mantido até o vencimento, (iii) empréstimos e recebíveis e (iv)
Valor dos recebimentos mínimos
imóvel, sendo que os prazos das locações são determinados de acordo com o prazo do contrato. disponíveis para venda. A classificação depende da finalidade para o qual os ativos e passivos financeiros
Períodos de arrendamento mercantil
ii. Incorporação imobiliária: A Companhia e suas controladas aplicaram a Resolução nº 963/03 do foram adquiridos. A Companhia designou determinados ativos (contratos de “swap”) como mensurados ao 2010 185.890
Conselho Federal de Contabilidade, que estabelece critérios específicos para avaliação, registro de valor justo por meio do resultado, com objetivo de eliminar ou reduzir significativamente inconsistências 2011 186.830
variações patrimoniais e apresentação das demonstrações financeiras para entidades imobiliárias. Esses de mensuração ou reconhecimento, que ocorreriam em virtude da sua avaliação em bases diferentes. 2012 186.830
critérios estão basicamente apresentados de forma resumida, a seguir: q. Critérios de consolidação 2013 186.830
Nas vendas de unidades concluídas, o resultado é apropriado no momento em que a venda é efetivada, As políticas contábeis foram aplicadas de forma uniforme e consistente em todas as sociedades 2014 em diante 786.560
independentemente do prazo de recebimento do valor contratual. consolidadas. As empresas consolidadas estão apresentadas na Nota Explicativa 9.a. 1.532.940
Os juros prefixados, decorrentes das vendas das unidades concluídas dos empreendimentos imobiliários, As demonstrações financeiras consolidadas compreendem as demonstrações financeiras da Companhia
são apropriados ao resultado, observando-se o regime de competência, independentemente de seu e de suas empresas controladas (individualmente e sob controle comum, ou criadas para propósitos
recebimento. específicos de administração de empreendimentos imobiliários, conforme Nota Explicativa nº 1). 6 DIREITOS CREDITÓRIOS
Nas vendas de unidades não concluídas, o resultado é apropriado da seguinte forma: i. Descrição dos principais procedimentos de consolidação São representados pelo valor presente do fluxo dos direitos creditórios relativos aos recebíveis (aluguéis a
• O custo incorrido das unidades vendidas é apropriado integralmente ao resultado; • Eliminação dos saldos das contas de ativos e passivos entre as empresas consolidadas; serem recebidos da Volkswagen do Brasil Ltda. e de seus fornecedores referente a galpões localizados em
• É apurado o percentual do custo incorrido das unidades vendidas, incluindo o terreno, em relação ao • Eliminação das participações no capital, reservas e lucros acumulados das empresas controladas; São José dos Pinhais – PR) do período iniciado em outubro de 1999 até maio de 2024.
seu custo total orçado, sendo esse percentual aplicado sobre a receita das unidades vendidas e ajustada • Eliminação dos saldos de receitas, despesas e operações, bem como todos os efeitos de lucros não Consolidado
segundo as condições dos contratos de venda; e realizados na controladora e em empresas coligadas e controladas; e Descrição 2009 2008
• Os montantes da receita de venda apurados, incluindo a atualização monetária contratual, líquidos das • Destaque do valor da participação dos acionistas minoritários nas demonstrações consolidadas. Encargos Vencimento Não Não
ii. Reconciliação do resultado e do patrimônio líquido da Controladora e do Consolidado Credor financeiros do contrato Circulante circulante Circulante circulante
parcelas já recebidas, são contabilizados como contas a receber, ou como adiantamentos de clientes,
2009 2008 Volkswagen do Brasil IGPM – 9,20% a
quando excedentes aos valores recebidos.
Resultado Patrimônio Resultado Patrimônio 12,5% a.a. 17/05/24 35.014 184.091 34.405 192.642
b. Uso de estimativas
Descrição líquido líquido líquido líquido Os direitos creditórios são recebidos mensalmente e a variação do IGP-M apurado no período é
A elaboração de demonstrações financeiras de acordo com as práticas contábeis adotadas no Brasil requer
Saldos apresentados nas demonstrações reembolsada anualmente no mês de junho.
que a Administração da Companhia use de julgamentos na determinação e no registro de estimativas
financeiras da controladora (196.603) 297.655 (192.013) 504.049
contábeis. Ativos e passivos sujeitos a estimativas e premissas incluem valor residual do ativo imobilizado,
Capitalização de encargos financeiros – 7 IMÓVEIS DESTINADOS A VENDA
provisão para redução ao valor recuperável de ativos, provisão para devedores duvidosos, definição do
Efeito no exercício atual – Vide Nota explicativa 3.g.ii 48.382 48.382 27.115 27.115
orçamento de custo para reconhecimento da receita de venda a prazo de unidade não concluída, provisão Foram reclassificados para o ativo circulante os seguintes imóveis destinados a venda no curto prazo
Capitalização de encargos financeiros –
para contingências e mensuração de instrumentos financeiros. A liquidação das transações envolvendo conforme definição aprovada em Reunião do Conselho de Administração, realizada em 03 de setembro
Efeito nos exercícios anteriores –
essas estimativas poderá resultar em valores diferentes dos estimados em razão de imprecisões inerentes de 2009:
Vide Nota explicativa 3.g.ii – 91.584 – 64.469
ao processo da sua determinação. A Companhia revisa as estimativas e as premissas pelo menos Consolidado
Saldos apresentados nas demonstrações
anualmente. Imóvel Descrição do imóvel Dez-09
financeiras do consolidado (148.221) 437.621 (164.898) 595.633
c. Caixa e equivalentes de caixa Edifício e Terreno Terreno e Edifício - Nações Unidas Matricula 107.364 193.316
Incluem caixa, saldos positivos em conta movimento, aplicações financeiras resgatáveis a qualquer prazo Terreno Terreno Gerdau São Gonçalo/RJ Matricula 35.767 17.782
e com risco insignificante de mudança de seu valor de mercado. As aplicações financeiras são registradas 4 CAIXA E EQUIVALENTES DE CAIXA Terreno Sitio Mutinga/Barueri Matricula 102.805 23.306
ao valor de custo, acrescido dos rendimentos proporcionalmente auferidos até as datas de encerramento Controladora Consolidado Terreno Terreno - Butantã/Eusébio Matoso Matricula diversas 11.440
dos períodos. Descrição 2009 2 008 2009 2008 Edifício e Terreno Terreno e Edificio - Quarteirão Passo - Matrícula 28.440 51.874
d. Custos de transação Caixa e bancos 19.337 1.036 38.249 15.830 Total 297.718
Para possibilitar a colocação dos Certificados de Recebíveis Imobiliários no mercado, foram necessários Aplicações financeiras de curto prazo 11.489 393 115.230 356.670
determinados gastos, que envolveram a contratação de uma instituição para coordenar o processo de 30.826 1.429 153.479 372.500 8 OUTROS ATIVOS
divulgação e captação de recursos. Esses gastos estão registrados em conta redutora dos CRI (passivo As aplicações financeiras de curto prazo, de alta liquidez, são prontamente conversíveis em um montante Controladora Consolidado
circulante e não circulante) e apropriados ao resultado em função da fluência do prazo, com base no conhecido de caixa e estão sujeitos a um insignificante risco de mudança de valor. Descrição 2009 2008 2009 2008
método do custo amortizado, considerando-se a taxa interna de retorno da operação. Esses investimentos financeiros referem-se substancialmente a certificados de depósitos bancários, Tributos a compensar 198 3.687 5.481 4.784
e. Ativos circulantes e não circulantes remunerados a taxas do Certificado de Depósito Interbancário (CDI). Tributos antecipados 10.953 5.592 24.303 7.708
Os ativos circulantes e não circulantes são registrados pelos seus valores de aquisição e, quando aplicável, Conforme previsto no instrumento particular de constituição de garantia de cessão fiduciária de direitos Títulos a receber – – 3.571 3.916
são reduzidos, mediante provisão, aos seus valores prováveis de realização. creditórios, firmado em 7 de dezembro de 2006, junto ao Banco Votorantim S.A. e Banco Bradesco S.A, Depósito indisponível (i) – – 135.086 –
A provisão para créditos de liquidação duvidosa, quando necessária, é constituída no montante os recursos advindos do contrato de locação entre a Companhia e a Lommel SPE Participações S.A. devem Outros 42 592 2.023 3.621
considerado suficiente pela administração, para cobrir as perdas prováveis na realização dos créditos. ser retidos em conta vinculada e exclusivamente utilizados para o pagamento da dívida das respectivas 11.193 9.871 170.464 20.029
f. Investimentos instituições financeiras. O saldo na data do balanço é de R$ 24.326 (2008 - R$ 11.710). Circulante 11.193 9.871 35.378 20.029
Os investimentos em controladas, controladas em conjunto e coligadas com participação no capital Não circulante – – 135.086 –
votante superior a 20% ou com influência significativa e em demais sociedades que fazem parte de um 5 ARRENDAMENTOS A RECEBER (i) Em 04 de agosto de 2009, a WTorre recebeu notificação do comprador da Torre A do Complexo JK, em
mesmo grupo ou que estejam sob controle comum são avaliadas por equivalência patrimonial. referência ao Instrumento Particular de Compromisso de Venda e Compra de Bens Imóveis celebrado entre
São regulados pelos contratos firmados entre as Companhias proprietárias dos imóveis e as locatárias, os
Variações cambiais de investimento no exterior são reconhecidas na conta de ajustes acumulados de as partes, o qual prevê a incidência de multa diária na hipótese de atraso na expedição do Habite-se. Em
quais estão apresentados da seguinte forma:
conversão no patrimônio líquido. razão da cláusula supra mencionada, o comprador procedeu à retenção de R$ 135.086 dos saldos dos
Controladora Consolidado
O deságio, independente da existência de fundamento econômico, é contabilizado até a sua realização na haveres da Companhia a título da referida multa.
Projeto Vencimento 2009 2008 2009 2008
controladora na própria conta de investimentos, e no consolidado reclassificado para a conta de “outras Em razão dessa ocorrência, consultamos a opinião dos nossos assessores jurídicos, os quais avaliaram que
Unilever Anual Postecipado Jul-10 – – 4.027 4.092
contas a pagar” no passivo circulante. a responsabilidade da Companhia no atraso da expedição do “Habite-se” limita-se a data de 20 de janeiro
Nestlé – SBC Mensal Postecipado Out-10 – – – 1.004
Ganhos ou transações a realizar entre a Companhia e suas controladas são eliminados na medida da de 2009, data esta em que já estavam atendidas todas as exigências formais para obtenção do mesmo,
Cebal Anual Postecipado Dez-10 – – 140 140
participação da Companhia. Perdas não realizadas também são eliminadas, a menos que a transação sendo que o atraso na sua expedição, posterior a esta data, resultou tão somente de fato totalmente
Vivo – RJ Anual Postecipado Mar-10 – – 16.796 17.059
forneça evidências de perda permanente (deterioração – impairment) do ativo transferido. Quando a imprevisível e fora do controle da WTorre.
Vivo – SP Anual Postecipado Out-10 – – 1.864 1.897
participação da Companhia nas perdas das controladas iguala ou ultrapassa o valor do investimento, Atualmente a controlada WTorre São Paulo Empreendimentos Imobiliários Ltda. requereu a instauração
Tok & Stok – SP Anual Postecipado Fev-10 – – 3.156 2.138
do procedimento de arbitragem em relação ao Banco Santander S.A. junto ao Centro de Arbitragem e
é reconhecida a parcela residual do passivo a descoberto, uma vez que assume obrigações e efetua Vivo – RS Anual Postecipado Nov-10 – – 890 533
Mediação da Câmara de Comércio Brasil-Canadá (processo arbitral de nº 41/2009).
pagamentos em nome dessas sociedades e adiantamentos para futuro aumento de capital. VW Resende Anual Postecipado Nov-10 – – 3.528 3.654
Dessa forma, a Companhia registrou o valor de R$ 18.036 correspondendo assim ao período de atraso.
g. Imobilizado: VW – Vinhedo Anual Postecipado Nov-10 – – 1.446 1.471
Os valores relacionados ao depósito retido e a provisão da multa foram registrados nas rubricas “Outros
i. Registro inicial Unilever (Palmares- IGL) Anual Postecipado Nov-10 – – 933 949
ativos” no ativo não circulante e “Outros passivos” no passivo circulante, respectivamente.
O imobilizado é registrado pelo custo de aquisição, formação ou construção, deduzido das respectivas Tok & Stok – RJ Anual Postecipado Jul-10 – – 2.346 533
depreciações acumuladas, calculadas pelo método linear à taxas que levam em consideração o tempo WTorre H1F1 – Pinheiros Mensal Postecipado Abr-10 – – 18 –
de vida útil estimado dos bens e da provisção para deterioração. Os gastos incorridos com reparos Nações Unidas Mensal Postecipado Abr-10 – – 1.372 – 9 INVESTIMENTOS
e manutenção que representem melhoria, aumento da capacidade ou de vida útil são capitalizados, Alfa Laval Mensal Postecipado Abr-10 234 – 234 – No exercício de 2009 e 2008, os investimentos são representados por:
enquanto que os demais são registrados no resultado do período. A recuperação dos ativos imobilizados Procter Mensal Postecipado Jul-10 – – 895 – Controladora
por meio das operações futuras é acompanhada periodicamente. Lommel Empreend. SP Mensal Postecipado Out-10 – – 25.840 32.137 Descrição 2009 2008
ii. Capitalização de juros Subtotal 234 – 63.485 65.607 Participação em empresas controladas (a) 1.717.530 1.484.243
A Companhia capitalizou no consolidado, os encargos financeiros vinculados à captação de recursos pela (-) Provisão para créditos de liquidação duvidosa – – (9.470) (13.134) Deságio (g) (290) (290)
controladora, sendo que esses juros são capitalizados até o momento da entrada do respectivo imóvel Saldo líquido 234 – 50.052 52.473 Ágio na aquisição de controladas (i) 6.695 –
em operação. Na controladora esses juros e encargos financeiros são registrados na rubrica de despesas Circulante 234 – 41.815 38.258 1.723.935 1.483.953
financeiras. Não circulante – – 12.200 14.215

CONTINUA
CONTINUAÇÃO

NOTAS EXPLICATIVAS ÀS DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS EXERCÍCIOS FINDOS EM 31 DE DEZEMBRO DE 2009 E 2008 (Em milhares de Reais)
a. Informações contábeis e participações societárias das controladas e controladas em conjunto
2009 2008
Patrimônio Saldo dos Provisão de Perdas Saldo dos
Participação líquido das Resultado das Investimentos Investimentos Participações Participação Investimentos
Empresas societária % investidas Investidas Dezembro/09 Dez/09 (d) dos Minoritárias societária % Dezembro/08
Securitizadoras
WTorre TC Securitizadora de Créditos Imobiliários S.A. (i) 89,6630 36.724 6.121 33.147 – – 89,6630 26.677
WTorre Securitizadora de Créditos Imobiliários S.A 99,9994 26.616 3.625 26.616 – – 99,9994 20.655
WTorre NSBC Securitizadora de Créditos Imobiliários S.A 99,9973 28.303 3.721 28.302 – – 99,9973 23.956
WTorre CRJ Securitizadora Cred. Imobiliários S.A 99,9759 12.335 514 12.332 – – 99,9759 11.805
WTorre PIC Cia Securitizadora de Creditos Imob. S.A 99,9764 70 1.474 70 – – 99,9764 71
WTorre TSSP Securitizadora de Créditos Imob. S.A 100,0000 8.489 308 8.489 – – 100,0000 8.135
WTorre Fides Sec. de Créditos Imob. S.A 99,9952 431 66 433 – – 99,9952 293
WTorre VPA Securitizadora de Créditos Imob. S.A 99,9997 3.481 465 3.481 – – 99,9997 3.016
WTorre VRJ Securitizadora de Créditos Imobiliários S.A. 99,9997 19.384 4.705 19.384 – – 99,9997 14.458
Empresas com Imóvel
WTorre ALFA Empreendimentos Imobiliários S.A 100,0000 37.016 (587) 37.016 – – 100,0000 37.216
WTorre GD Empreendimentos Imobiliários Ltda. 99,9999 5.461 (501) 5.461 – – 99,9999 113
WTorre RJC Empreendimentos Imob. Ltda. 100,0000 77.393 (1.823) 77.393 – – 100,0000 64.281
WTorre SS Empreendimentos Imobiliários Ltda. – (e) – – – – – – 100,0000 18.422
WTorre TECHPARK Empreendimentos Imob. Ltda. 100,0000 23.413 (22) 23.413 – – 100,0000 23.433
WTorre Resende Patrimonial Ltda. 99,9997 1.020 (3) 1.020 – – 99,9997 1.021
WTorre IBP Empreendimentos Imobiliários Ltda. 100,0000 63.560 (1.059) 63.559 – – 100,0000 61.195
WTorre RPJ Empreendimentos Imob. Ltda. 100,0000 41.285 (788) 41.285 – – 100,0000 41.228
WTorre Cajamar Desenvolvimento Imobiliário Ltda. 99,9999 15.032 (238) 15.032 – – 99,9999 15.129
WTorre Colômbia Desenvolvimento Imobiliário Ltda. – (c) e (iii) 100,0000 21.472 (1.895) 21.472 – – 100,0000 25.857
WTorre Campo Largo Desenvolvimento Imobiliário Ltda. 100,0000 16.258 (11.752) 16.257 – – 100,0000 18.364
WTorre HIF1 – SP Pinheiros Emp. Imobiliários Ltda. 99,9000 11.479 108 11.579 – – 99,9000 11.472
WTorre Erg Empreed. Navais e Portuários S.A. (ii) 82,0000 318.775 (6.987) 319.427 – – 82,0000 118.613
WTorre CJ Empreendimetos Imobiliários S.A. (iv) 98,6841 139.567 6.610 138.062 – 1.668 100,0000 167.069
WTorre São Paulo Empreendimentos Imobiliários Ltda. (iv) 100,0000 591.626 (34.672) 591.626 – 4.270 100,0000 626.297
WTorre VWR Empreendimentos Imobiliários Ltda. 99,9973 (624) (297) – (624) – 100,0000 –
WTorre CB Empreendimentos Imobiliários S.A 99,9751 4.157 323 4.157 – – 99,9751 3.546
WTorre VINHEDO Empreendimentos Imob. Ltda. 100,0000 58.055 1 58.055 – – 100,0000 58.054
WTorre Recife Empreendimentos Imob. Ltda. 100,0000 23.084 1.818 23.084 – – 100,0000 17.179
Wtorre Colombia S/A. (iii) 6,0000 20.714 (1.522) 81 – – 5,9998 1.635
Wtorre Colombia 2 S/A. (iii) 4,0000 2.037 (1.028) 1.243 – – 5,9700 1
WTorre VSP Empreendimentos Imobiliários S.A 99,9998 12.986 1.612 12.986 – – 99,9998 11.374
Bel Air Administradora de Bens S.A. (v) 50,0000 60.640 (2) 30.296 – – –
Empresas sem imóvel
WTorre CVAC Empreendimentos Imobiliários Ltda. 100,0000 12.809 (301) 12.809 – – 99,9980 7.226
WTorre HI – Manaus Empreendimento Imob. Ltda. 100,0000 3.069 (3) 3.069 – – 99,9980 3.055
WTorre Petro Empreendimentos Imobiliários Ltda. 100,0000 5.139 (912) 5.139 – – 100,0000 1.853
WTorre AL Empreendimentos Imobiliários Ltda. – (e) – – – – – – 99,9999 13.553
WTorre Campten Desenvolvimento Imobiliário Ltda. 100,0000 15.721 (220) 15.721 – – 99,9000 16.041
WTorre Arenas Empreendimentos Imobiliários S.A. 99,9999 2.072 (849) 2.072 – – 99,9000 1.350
WTorre HF1 – Recife Empreedimentos Imob. Ltda. 100,0000 3.197 (23) 3.197 – – 99,9000 2.528
CME Participações Ltda. (i) 100,0000 4.025 610 4.025 – – 100,0000 3.051
WTorre XXXIV Desenvolvimento Imob. Ltda. 100,0000 12.011 (616) 12.011 – – 99,9000 4.721
WTorre XLIII Desenvolvimento Imob. Ltda. (ii) 99,9000 28.612 (5.228) 28.612 – – 99,9000 1
WTorre XLII Desenvolvimento Imob. Ltda. 99,9000 2.197 (492) 2.197 – – 99,9000 1
WTorre XXXIII Desenvolvimento Imob. Ltda. 99,8160 3.794 (118) 3.794 – – 99,9000 1
Outros – – – 118 – 21 – 297
Total geral 1.742.370 (40.165) 1.717.530 (624) 5.961 1.484.243
(i) Em 2008 a Companhia passou a deter 100% de participação no capital da Controlada CME Participações Ltda, que por sua vez, possui investimento minoritário na Controlada WTorre TC Securitizadora de Créditos Imobiliários S.A, no valor de R$ 3.433. Na posição dos investimentos foi eliminado o saldo desse
Investimento com a referida participação minoritária em sua totalidade;
(ii) Em abril de 2009 a Companhia por meio da controlada WTorre XLIII Desenvolvimento Imobiliário Ltda. adquiriu 18% da controlada WTorre Erg Empreendimentos Imobiliários. S.A, passando a deter 100% do capital da empresa. Na posição dos investimentos foi eliminado o saldo desse Investimento com a referida
participação minoritária em sua totalidade;
(iii) A Companhia possui participação integral por meio da controlada WTorre Colômbia Desenvolvimento Imobiliário Ltda.;
(iv) Empresas controladas que possuem participação em controladas indiretas; e
(v) Empresa consolidada proporcionalmente. As demais empresas listadas são integralmente consolidadas no balanço consolidado.

b. Movimentação dos investimentos nos exercícios f. Valores a subscrever a. Bônus de subscrição


Controladora Em 31 de dezembro de 2009 os valores a subscrever estavam representados pelo total de R$ 482.461, os A Companhia emitiu Bônus de Subscrição, vinculados a CCBs (Cédulas de Crédito Bancário), os quais
Descrição 2009 2008 quais serão subscritos pela Companhia nas controladas correspondentes, na Assembléia Geral Ordinária conferem direito à subscrição de ações ordinárias de emissão da Companhia, nos termos previstos em
Saldo inicial das participações em controladas 1.484.243 1.113.622 de 2010. O montante de R$ 166.556 refere-se à movimentação do exercício de 2009.
contratos, sendo que as ações eventualmente subscritas deverão ser necessariamente e exclusivamente
Integralizações/Baixas e outros 110.054 (75.765) g. Deságio apurado mediante a aquisição de controladas
O saldo de deságio registrado na controladora é oriundo da aquisição de participação societária nas integralizadas mediante conversão do crédito correspondente ao principal das CCB’s às quais os Bônus
Dividendos (6.581) (312.969)
Equivalência patrimonial (36.742) 442.988 controladas WTorre IBP Empreendimentos Imobiliários Ltda, WTorre PIC Securitizadora de Créditos de Subscrição estejam vinculados. Tais direitos somente poderão ser exercidos pelos titulares em um
Valores a subscrever (f) 166.556 316.367 Imobiliários S.A. e WTorre Fides Securitizadora de Créditos Imobiliários S.A. Na consolidação esse momento imediatamente anterior a uma oferta pública inicial de ações da Companhia. Em caso de
Saldo final das participações em controladas 1.717.530 1.484.243 saldo foi reclassificado para a rubrica de “outras contas a pagar” no passivo circulante, sendo que a exercício, o saldo de principal mais juros das CCBs será convertido em ações pelo preço correspondente
c. Investimentos em controladas estrangeiras Administração amortizará os respectivos deságios no momento da realização dos investimentos. a 85% do preço por ações apurado por meio do processo de bookbuilding para fixação do preço das
A Companhia, por meio de sua investida WTorre Colômbia Desenvolvimento Imobiliário Ltda., possui h. Penhor de ações de Controladas ações no IPO.
investimentos no exterior – WTorre Colômbia S.A. e WTorre Colômbia 2 S.A. Os imóveis na Colômbia estão No exercício de 2009, a Companhia realizou emissões de Notas Promissórias e como parte da
representados por uma torre comercial e salas do Complexo Hispânico Santander localizado em Bogotá. garantia desta operação, celebrou os Contratos de Penhor de Ações (Quotas) em Primeiro Grau de suas
As políticas contábeis foram aplicadas de forma uniforme e consistente nas respectivas controladas, bem controladas WTorre NSBC Securitizadora de Créditos Imobiliários S.A., WTorre TC Securitizadora de
Créditos Imobiliários S.A., WTorre VRJ Securitizadora de Créditos Imobiliários S.A. e da WTorre RPJ b. Cláusulas restritivas (Covenants)
como os critérios de conversão foram devidamente efetuados de acordo com a Nota explicativa 3.o.
Empreendimentos Imobiliários Ltda., conforme abaixo: Banco Santander S.A. e Banco Votorantim S.A.
d. Provisão para perda em investimentos
Ações Percentual do Os contratos de CCB’s com o Banco Santander S.A. não conversíveis possuem cláusulas restritivas
A Companhia registrou na controladora provisão para perdas em investimentos no valor de R$ 624
Controladas penhoradas capital social – “covenants”, as quais devem ser analisadas anualmente, sendo que o credor terá o direito
(R$ 1.442 - 2008), o qual está registrado no passivo circulante na conta de “Outras contas a pagar”,
WTorre NSBC Securitiz.de Créd. Imob. S.A 480.829 99,99% de considerar as CCB’s antecipadamente vencidas e exigir o pagamento integral no ato em que
vide Nota explicativa 15.
WTorre TC Securitiz.de Créd. Imob. S.A 315.887 89,66%
e. Incorporação de empresas controladas a Companhia não cumprir, no todo ou em parte, de qualquer uma das cláusulas ou condições
WTorre RPJ Empreend. Imobiliários Ltda. 35.540.245 100%
Em agosto de 2009, a Administração da Companhia por meio de Reunião do Conselho de Administração descritas abaixo:
WTorre VRJ Securitiz.de Créd. Imob. S.A 4.410.051 99,99%
decidiu proceder à incorporação das controladas: WTorre SS Patrimoninal Ltda. e WTorre AL i. Ter títulos de sua responsabilidade protestados ou sofrer execução ou arresto de bens;
i. Ágio apurado mediante aquisição de controladas
Empreendimentos Imobiliários Ltda.
• Compra de ações da WTorre ERG Empreendimentos Imobiliários S.A. ii. Ter o seu controle societário direto ou indireto transferido a terceiros sem que o credor tenha manifestado
O objetivo dessa incorporação é obter uma melhor organização das suas atividades, aumento de eficiência
Em junho de 2009 a controlada WTorre XLIII Desenvolvimento Imobiliário Ltda., por meio do contrato a decisão de manter essas cédulas;
econômica e ganho de sinergia, diminuição de custos operacionais e financeiros, simplificação da de compra e venda de ações e outras avenças, adquiriu 1.100.715 ações da controlada WTorre Erg
estrutura societária e transferência do acervo técnico da Incorporada à Incorporadora. iii. Não mantiver índice de alavancagem, obtido pelo resultado da divisão do seu Passivo Total (excluído
Empreendimentos Navais e Portuários S.A., correspondendo a 18% do capital social da Companhia pelo
A incorporação considerou por base as demonstrações financeiras da Incorporada levantadas no dia 31 as dividas assumidas por meio de Certificados de Recebíveis Imobiliários – CRI e Cédulas de Créditos
montante de R$ 29.534.
de julho de 2009 (“Data-Base”), sendo que a avaliação do patrimônio líquido da Incorporada a ser vertido O ágio registrado mensurado na operação teve como fundamento econômico a diferença entre o valor de Imobiliários – CCI) subtraído do Patrimônio Líquido pelo Patrimônio Líquido, menor ou igual a: 3,0 em
para a Incorporadora foi realizada a valor contábil. mercado do imóvel e o registro contábil. O valor de mercado foi apresentado por empresa especializada 2009 e 2,5 a partir do exercício de 2010;
Segue abaixo as principais informações patrimoniais das controladas pela WTorre Empreendimentos e resultou na mais valia de R$ 29.258, sendo reclassificado para a rubrica de ativo imobilizado no iv. Inadimplir com suas obrigações no valor individual ou agregado igual ou superior a R$ 25.000 (Vinte
Imobiliários S.A: consolidado. e cinco milhões de reais) celebrados com o próprio credor ou com terceiros;
Patrimônio • Compra de ações da Bel Air Administradora de Bens S.A. A Companhia ou quaisquer sociedades direta ou indiretamente ligadas a ela tornarem-se insolventes,
Empresa Ativo Passivo líquido Em outubro de 2009, a Companhia celebrou contrato de compra e venda de ações e outras avenças,
WTorre SS Patrimonial Ltda. 18.737 90 18.647 tiverem sua falência requerida, ingressarem com pedido de recuperação judicial ou extrajudicial ou em
sendo adquirida participação societária na controlada Bel Air, por meio de aquisição de 16.472.001
WTorre AL Empreendimentos Imobiliários Ltda. 13.393 196 13.197 quaisquer outros processos de natureza similar.
quotas, correspondente a 35,21% do capital social da controlada pelo montante de R$ 23.166. O ágio
Tendo em vista que a incorporadora detém a totalidade do capital social da Incorporada, a incorporação registrado mensurado na operação teve como fundamento econômico a diferença entre o valor de mercado v. Além das cláusulas restritivas i, ii, iv e v, acima descritas, as CCB´s conversíveis do Banco Votorantim
será efetivada sem aumento de capital na incorporadora. O estatuto social da incorporadora não sofrerá do imóvel e o registro contábil. O valor de mercado foi apresentado por empresa especializada e resultou adicionam mais uma; e
qualquer alteração com a incorporação. na mais valia de R$ 6.695, sendo reclassificado para a rubrica de ativo imobilizado no consolidado. vi. Observar durante toda a vigência do convênio o seguinte “Índice de Cobertura” (Valor de mercado dos
ativos / Dívida Consolidada da Emissora):
10 IMOBILIZADO a. Durante os primeiros 18 (dezoito) meses a contar da data de desembolso, o índice de cobertura deverá
Conforme mencionado na nota explicativa nº 3.g.iii, a Companhia efetuou a reavaliação dos seus ativos imobilizados, alterando a estimativa de vida útil remanescente e, conseqüentemente, as taxas anuais de ser igual ou maior 1,0 (um inteiro) e;
depreciação. Apresentamos abaixo o quadro com os saldos do imobilizado em 31 de dezembro de 2009 e 2008: b. Após os primeiros 18 meses iniciais, o índice de cobertura deverá ser igual ou maior que 1,2 (um
Consolidado Controladora inteiro e dois décimos).
2009 2008 2009 2008
Em 31 de dezembro de 2009, o Banco Santander S.A. liberou a Companhia do cumprimento da clausula
Taxas
anuais de Saldo Depreciação Saldo Saldo Saldo Depreciação Saldo Saldo iii descrita acima para o exercício de 2009.
Imobilizado depreciação bruto acumulada líquido líquido bruto acumulada Líquido líquido
Terreno – 693.436 – 693.436 827.842 16.450 – 16.450 –
Edifício 1,28 a 2,08 802.865 (37.392) 765.473 715.189 14.900 (611) 14.289 – Banco do Nordeste do Brasil S.A.
Instalação 7,14 a 10,00 88.435 (22.259) 66.176 72.593 880 (54) 826 – No exercício de 2009 foram emitidas Notas Promissórias junto ao Banco do Nordeste do Brasil S.A, com
Benfeitorias propriedade terceiros 9,09 90.403 (37.289) 53.114 53.873 – – – –
valores de R$ 140.000 e R$ 110.000, as quais devem respeitar os seguintes índices e limites financeiros,
Equipamentos 12,50 16.746 (3.194) 13.552 5.951 31 (7) 24 –
Móveis e utensílios 10,00 1.277 (715) 562 678 114 (24) 90 116 com base nas informações financeiras e relatório de administração da Emissora, até o pagamento integral
Informática e software 20,00 a 25,00 2.408 (1.667) 741 4.296 15 (5) 10 2 dos valores devidos em virtude das Notas Promissórias:
Imobilizado e importações em andamento – 1.130.199 – 1.130.199 651.235 50 – 50 – i. Na data de cada balanço trimestral divulgado pela Emissora, a relação entre o Valor dos Ativos e a Dívida
Provisão para redução ao valor recuperável – (13.887) – (13.887) (9.912) – – – – Líquida Total não poderá ser inferior a 1,5;
Capitalização de encargos financeiros – 104.574 – 104.574 91.654 – – – – ii. Na data de cada balanço trimestral a relação Dívida Líquida e Patrimônio Líquido não poderá ser
2.916.456 (102.516) 2.813.940 2.413.399 32.440 (701) 31.739 118
superior a 4,0;
a. Provisão para redução ao valor recuperável iii. Alienação, prestação de garantia a terceiros ou a constituição de qualquer espécie de ônus ou gravame
A Administração registrou provisões de valor recuperável nos seus imóveis por meio de avaliações imobiliárias elaboradas por consultores independentes.
sobre as Garantias; e
As premissas utilizadas nas avaliações imobiliárias para a análise da provisão para redução ao valor recuperável levaram em consideração as cotações de mercado de terrenos com características semelhantes e
operações de alienação recentemente ocorridas. iv. Prestação de quaisquer garantias, pela WTorre VRJ ou pela WTorre RPJ, sejam elas reais ou
Com base nessas avaliações, em 2008, o valor contábil dos imóveis era inferior ao seu valor recuperável, e uma perda foi reconhecida. Em 2009, após uma nova avaliação imobiliária a Companhia reavaliou suas fidessujórias, excluídas as garantias das Notas Promissórias em circulação no âmbito da presente Oferta.
estimativas e identificou os efeitos de reversões e perdas ao valor recuperável. Em 31 de dezembro de 2009, a Companhia e as controladas estavam adimplentes com todas as cláusulas
Empresas Provisão em 2008 Constituição/Reversão em 2009 Provisão em 2009 restritivas exigidas
WTorre IBP 6.529 7.358 13.887
WTorre Recife 3.383 (3.383) -
Total 9.912 3.975 13.887
c. Vencimentos
b. Garantias, fianças, hipotecas concedidas em favor de credores
Os empréstimos, registrados no passivo não circulante, têm o seguinte cronograma de pagamento:
A Administração da Companhia destinou imóveis concluídos e em construção para garantia de alguns empréstimos e financiamentos obtidos pela Companhia e suas controladas. Dessa forma, apresentamos abaixo
todos os imóveis em garantia em 2009: Controladora Consolidado
Imóvel Natureza da garantia Valor contábil (R$) Período 2009 2008
Roque Petroni Júnior Empréstimos e financiamentos 44.265 2011 88.110 115.106
Alfa Laval Empréstimos e financiamentos 50.028 2012 161.792 169.011
Campo Largo Empréstimos e financiamentos 51.874 2013 432.298 439.924
Cajamar Empréstimos e financiamentos 15.128
2014 58.935 67.148
TechPark Empréstimos e financiamentos 23.307
Terreno Rebouças Empréstimos e financiamentos 11.440 2015 em diante 176.807 219.016
Terreno Nações Unidas Empréstimos e financiamentos 15.707 Total 917.942 1.010.205
Shopping JK, Daslu e Complexo JK Empréstimos e financiamentos 312.037
IBP Empréstimos e financiamentos 62.828
Vivo I (Telesp Celular) Certif.de Recebiveis Imob. - CRI 169.323
Nestle - SBC Certif.de Recebiveis Imob. - CRI 83.260
12 CÉDULAS DE CRÉDITOS IMOBILIÁRIOS E CESSÃO DE DIREITOS CREDITÓRIOS
Carrefour - Duque de Caxias Certif.de Recebiveis Imob. - CRI 71.953
Vivo - RJ Certif.de Recebiveis Imob. - CRI 142.183 As controladas WTorre VWR Empreendimentos Imobiliários Ltda., WTorre CVAC Empreendimentos
Tok & Stok - SP Certif.de Recebiveis Imob. - CRI 22.008 Imobiliários Ltda. e a WTorre XXXIII Desenvolvimento Imobiliário Ltda., celebraram com instituições
Vivo SP Certif.de Recebiveis Imob. - CRI 48.953 financeiras nacionais nos meses de Janeiro de 2008 e Abril de 2009, cédulas de crédito imobiliário. Os
Vivo - RS Certif.de Recebiveis Imob. - CRI 19.883
pagamentos dessas cédulas são realizados anualmente e os últimos vencimentos estão previstos para
Tok & Stok - RJ Certif.de Recebiveis Imob. - CRI 43.245
VW - Vinhedo Certif.de Recebiveis Imob. - CRI 101.750 2018 e 2025. As taxas médias dos encargos financeiros envolvidos são de 10,75% mais a variação do
Carrefour Brasília Certif.de Recebiveis Imob. - CRI 45.048 IGPM ou IPCA.
Unilever (Palmares- IGL) Certif.de Recebiveis Imob. - CRI 38.613
Total 1.372.833 As controladas WTorre Recife Empreendimentos Imobiliários Ltda., WTorre CB Empreendimentos
11 EMPRÉSTIMOS E FINANCIAMENTOS Imobiliários S.A. e a WTorre VSP Empreendimentos Imobiliários S.A, celebraram com instituições
financeiras nacionais nos períodos de Dezembro de 2002 a Janeiro de 2005, cessões de direitos
Os empréstimos estão atualizados até a data do balanço e estão de acordo com as cláusulas de reajustes contratuais e estão representados por:
Controladora Consolidado creditórios. Os pagamentos dessas cessões são realizados anualmente e os últimos vencimentos estão
Vencimento previstos para 2013 e 2014. As taxas médias dos encargos financeiros envolvidos são de 14,69% mais
Tipo de dívida Indexador Juros (a.a.) (**) 2009 2008 2009 2008 final Garantias a variação do IGPM.
Não conversíveis
IGPM + 9,30% 496.104 574.088 531.080 612.178 2018 Cessão Fiduciária de contratos de locação e alienação fiduciária de imóveis.
CDI + 4,14% 544.246 106.255 580.543 106.255 2012 Cessão Fiduciária de contratos de locação, alienação fiduciária de imóveis e
penhor de ações de subsidiárias. 13 CERTIFICADOS DE RECEBÍVEIS IMOBILIÁRIOS - CRI
DTF*+ 4,77% – – 62.944 78.681 2018 Cessão Fiduciária de contratos de locação e alienação fiduciária de imóveis.
Os Certificados de Recebíveis Imobiliários são títulos colocados no mercado com o objetivo de
Conversíveis
CDI + 1,50% 373.364 334.650 373.364 334.650 2013 Sem garantias captar recursos que viabilizem a aquisição de recebíveis ou a quitação dos empréstimos ponte
Total 1.413.714 1.014.993 1.547.931 1.131.764 captados para a aquisição dos terrenos e construção dos empreendimentos que darão origem aos
Circulante 495.772 100.692 537.726 107.225 recebíveis. As condições estabelecidas para resgates dos títulos são definidas em virtude das taxas,
Não circulante 917.942 914.301 1.010.205 1.024.539 dos indexadores, dos prazos e do fluxo de amortizações dos recebíveis que lhes dão lastro, gerando
(*) DTF é a Média ponderada das taxas de captação de 90 dias das entidades financeiras colombianas; e (**) Taxa média ponderada. compatibilidade entre ativos e passivos.

CONTINUA
CONTINUAÇÃO

NOTAS EXPLICATIVAS ÀS DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS EXERCÍCIOS FINDOS EM 31 DE DEZEMBRO DE 2009 E 2008 (Em milhares de Reais)
Sua composição está representada por: Quantidade
Consolidado Acionista Participação de ações
2009 2008 WTorre S.A. 78,90% 1.582.456
Encargos Data de Próximo Último Não Não Banco Santander S.A 8,55% 171.392
Projeto Garantias Financeiros a.a. emissão vencimento vencimento Circulante circulante Circulante circulante Banco Votorantim S.A. 6,00% 120.340
Vivo I Regime Fiduciário e constituição de Patrimônio em Separado; Outros 6,55% 131.464
100,00% 2.005.652
(Telesp Garantia Flutuante sobre o Patrimônio da Securitizadora; Alienação
Celular) Fiduciária do Imóvel; Fiança da Telesp Celular no âmbio do Contrato b. Dividendos:
de Locação; Seguro de riscos empresariais do Imóvel. 13,00 % + IGPM 3/7/2003 3/7/2010 3/7/2015 16.498 79.477 16.122 91.894 Feitas as necessárias anotações dos lucros líquidos apurados no balanço anual deduzir-se-ão:
Nestle Regime Fiduciário e constituição de Patrimônio em Separado; Garantia • 5% (cinco por cento) para constituição de Reserva Legal, até atingir 20% (vinte por cento) do capital
social;
– SBC Flutuante sobre o Patrimônio da Securitizadora; Alienação
Uma parcela, por proposta dos órgãos da administração, poderá ser destinada à formação de Reservas de
Fiduciária do Imóvel; Seguro de riscos empresariais do Imóvel. 12,50 % + IGPM 3/11/2002 3/01/2010 3/5/2015 6.695 38.611 6.128 45.678
Contingências, na forma prevista no art. 195 da Lei das Sociedades por Ações; e
Carrefour • 25% do lucro líquido ajustado, em conformidade com o disposto no art. 202 da Lei nº 6.404/76, para
– Duque distribuição, como dividendo obrigatório, aos acionistas.
de Caxias Regime Fiduciário e constituição de Patrimônio em Separado; Alienação c. Reserva de lucros
Fiduciária do Imóvel; Seguro de riscos empresariais do Imóvel. 11,25 % + INPC 10/6/2005 10/6/2010 10/6/2016 7.711 42.446 7.216 45.366 A parcela remanescente do lucro líquido, por proposta dos órgãos da administração, poderá ser total ou
Vivo – RJ Regime Fiduciário e constituição de Patrimônio em Separado; Garantia parcialmente destinada à constituição da “Reserva para Efetivação de Novos Investimentos”, observado o
Flutuante sobre o Patrimônio da Securitizadora; Alienação Fiduciária disposto no art. 194 da Lei das Sociedades por Ações. O limite máximo desta reserva será de até 100%
do Imóvel; Fiança da Telerj Celular no âmbio do Contrato de Locação; do capital social e o excesso destinado a distribuição de dividendos aos acionistas.
Seguro de riscos empresariais do Imóvel. 9,50 % + IGPM 7/3/2006 7/3/2010 7/3/2021 16.930 129.004 17.108 137.856 d. Reserva de reavaliação: Em Assembléia Geral Extraordinária realizada em 18 de dezembro de 2006, os
Audi – PR Regime Fiduciário e constituição de Patrimônio em Separado; Garantia acionistas da Companhia aprovaram a reavaliação dos bens imóveis do ativo imobilizado das controladas,
Flutuante sobre o Patrimônio da Securitizadora. 12,50 % + IGPM 17/7/2002 17/01/2010 17/6/2014 18.029 80.951 16.793 100.225 contratando, assim, a empresa Global Consult Consultoria e Serviços Ltda. para promover os trabalhos,
sendo parte deles realizados em conjunto com a Cushman & Wakefield Semco Consultoria Imobiliária
Audi – PR Regime Fiduciário e constituição de Patrimônio em Separado; Garantia
Ltda. e ou Colliers International do Brasil. Na Assembléia Geral Extraordinária realizada em 28 de
Flutuante sobre o Patrimônio da Securitizadora. 9,2 % + IGPM 3/3/2008 17/7/2014 17/6/2024 – 127.204 – 118.599
dezembro de 2006, foram aprovados os laudos de reavaliação dos bens imóveis das controladas, com
Tok & Stok Regime Fiduciário e constituição de Patrimônio em Separado; Alienação base nos saldos de novembro de 2006 (vide nota explicativa 3.g.iii).
– SP Fiduciária do Imóvel; Carta de Fiança Bancária no valor parcial Para determinação do valor do imóvel, foram utilizadas as metodologias devidamente descritas e
da emissão; Seguro de riscos empresariais do Imóvel. 12,50 % + IGPM 10/2/2006 10/2/2010 10/2/2016 2.900 12.593 2.932 14.205 recomendadas pela Associação Brasileira de Normas Técnicas, bem como da mais moderna técnica
Vivo SP Regime Fiduciário e constituição de Patrimônio em Separado; Alienação avaliatória. As instalações foram avaliadas de acordo com o método do custo de reposição a fim de
Fiduciária do Imóvel; Fiança da Telesp Celular no âmbio do Contrato de determinar seu valor atual.
Locação; Seguro de riscos empresariais do Imóvel. 7,59 % + IGPM 10/10/2005 10/10/2010 10/10/2017 4.168 33.667 4.039 37.853 O saldo de reserva de reavaliação está líquido da provisão dos impostos e contribuições, calculados com
Vivo – RS Regime Fiduciário e constituição de Patrimônio em Separado; Garantia base na legislação vigente, exceto os itens que incidirão impostos apenas quando da sua realização. Na
Flutuante sobre o Patrimônio da Securitizadora; Alienação Fiduciária controladora, para suas controladas que apresentavam passivo a descoberto, foi adotada a prática contábil
do Imóvel; Fiança da Telesp Celular no âmbio do Contrato de Locação; de registrar a equivalência patrimonial ao limite do positivo. Conseqüentemente, em dezembro de 2006,
Seguro de riscos empresariais do Imóvel. 10,30 % + IGPM 3/11/2005 3/11/2010 3/11/2020 1.286 17.707 1.228 19.023 com aumento do patrimônio líquido das respectivas, pela adição da reserva de reavaliação a Companhia
Tok & Stok Regime Fiduciário e constituição de Patrimônio em Separado; Alienação contabilizou o efeito reflexo, líquido dos prejuízos anteriores não reconhecidos conforme prática contábil.
– RJ Fiduciária do Imóvel; Carta de Fiança Bancária no valor parcial 20 INSTRUMENTOS FINANCEIROS
da emissão; Seguro de riscos empresariais do Imóvel. 12,50 % + IGPM 10/7/2005 10/7/2010 10/7/2015 3.267 15.973 3.200 18.504 a. Gerenciamento de riscos
VW – Regime Fiduciário e constituição de Patrimônio em Separado; A administração da Companhia adota uma política conservadora no gerenciamento dos seus riscos.
Vinhedo Alienação Fiduciária do Direito Real de Superfície do Imóvel; Essa política materializa-se pela adoção de procedimentos que envolvem todas as suas áreas críticas,
Seguro de riscos empresariais do Imóvel. 13,00 % + IGPM 9/12/2003 9/12/2010 9/12/2014 9.394 49.273 8.552 59.223 garantindo que as condições do negócio estejam livres de risco real:
Carrefour Regime Fiduciário e constituição de Patrimônio em Separado; i. Risco de mercado: Relacionado com a possibilidade de perda por oscilação de taxas ou descasamento
Brasília Alienação Fiduciária do Imóvel; Seguro de riscos empresariais do Imóvel. 13,80 % + INPC 10/12/2003 10/12/2010 10/12/2014 3.601 19.175 3.066 21.681 de moedas nas carteiras ativas e passivas. Nas operações de emissão de CRI, efetuadas pelas controladas,
Unilever Regime Fiduciário e constituição de Patrimônio em Separado; esse risco é minimizado pela compatibilidade entre os títulos emitidos e os recebíveis que lhes dão
(Palmares Alienação Fiduciária do Imóvel; Fiança da Mavibel no âmbito do lastro. Os indexadores condicionados aos instrumentos de arrendamento são semelhantes aos utilizados
– IGL) Contrato de Locação; Seguro de riscos empresariais do Imóvel. 9,50 % + IGPM 10/11/2005 11/11/2010 11/11/2014 3.568 16.642 3.378 20.299 nas operações estruturadas de emissão de CRI. Existem operações de captações a mercado realizadas
Custo de Transação (1.658) (7.580) (2.279) (8.626) para investimentos em novos empreendimentos, onde, a maior parte do fluxo futuro dos aluguéis terá os
mesmos indexadores das captações, mitigando as possíveis oscilações;
92.389 655.143 87.483 721.780
ii. Risco de crédito: Considerado como a possibilidade de a Companhia incorrer em perdas resultantes
de problemas financeiros com os arrendatários, que os levem a não honrar os compromissos assumidos
As parcelas classificadas no passivo não circulante têm o seguinte cronograma de pagamento: (a) A provisão de custos a incorrer refere-se a estimativa de gastos a incorrer da área comum do com a Companhia. Para minimizar esse risco, as controladas celebram instrumentos de arrendamento,
Períodos Valor empreendimento Complexo JK. sem regresso, com empresas de grande porte, além de serem submetidos à rigorosa análise qualitativa,
2011 78.226 (b) Em 17 de junho de 2009 a controlada WTorre São Paulo Empreendimentos Imobiliários S.A. e a abrangendo, entre outros quesitos, a análise histórica de pontualidade na solvência das obrigações e a
2012 87.526 Secretaria Municipal de Transportes da Cidade de São Paulo, homologaram o acordo dos investimentos relação entre saldos devedores e garantias a eles relacionadas. Adicionalmente, quando aplicável, os
instrumentos de arrendamento estão garantidos por possibilidade de alienação do imóvel utilizado no
2013 98.180 em obras de melhoria do sistema viário ao redor do empreendimento Complexo JK. processo de arrendamento; e
2014 em diante 398.791 No dia 25 de junho de 2009 foi expedido pela Prefeitura do Município de São Paulo o Alvará de Aprovação iii. Risco de liquidez: Considerado pela capacidade de a Companhia gerenciar os prazos de recebimento
(-) custos de transação (7.580) de Execução de Edificação Nova bem como da liberação em 04 de agosto de 2009 do “Habite-se” da dos seus ativos em relação aos pagamentos derivados das obrigações assumidas. Nas controladas, esse
Total 655.143 primeira fase do empreendimento, sendo que a Administração estima que os gastos totais referente às risco é eliminado pela compatibilidade de prazos e fluxos de amortização entre títulos emitidos e lastros
obras viárias da primeira fase sejam de R$ 27.320 (R$ 15.000 – 2008). adquiridos. A respeito da controladora, existem operações de captações a mercado realizadas para
14 ADIANTAMENTOS DE CLIENTES investimentos em novos empreendimentos, onde o fluxo futuro dos aluguéis será lastro para a liquidação
Os saldos de Adiantamentos de Clientes estão representados conforme quadro abaixo: 17 PROVISÕES PARA CONTINGÊNCIAS dos empréstimos.
Consolidado b. Análise de sensibilidade
A Companhia e as suas controladas, controladas em conjunto são parte (pólo passivo) em ações judiciais
Em atenção ao disposto na Instrução Normativo CVM nº 475, de 17 de dezembro de 2008, a companhia
Descrição 2009 2008 e processos administrativos perante vários tribunais e órgãos governamentais, decorrentes do curso normal realizou análise de sensibilidade dos principais riscos aos quais seus instrumentos financeiros estão
Adiantamentos de clientes sobre aluguéis (a) 53.715 21.701 das operações, envolvendo questões trabalhistas, aspectos cíveis e outros assuntos. expostos, basicamente representados por variações de índices de inflação (IGP-M, INPC e IPCA) e variação
Adiantamentos de clientes sobre venda de imóveis (b) – 24.191 A Administração, com base em informações de seus assessores jurídicos, análise das demandas judiciais de taxa de juros (CDI e DTF). Com base no relatório FOCUS de 31 de dezembro de 2009 foi extraída
Adiantamentos de clientes para construção de infraestrutura (c) 563.189 237.272 pendentes e, constituiu provisão em montante considerado suficiente para cobrir as prováveis perdas a projeção dos indexadores CDI, IGP-M e IPCA para o ano de 2010, e este definido como o cenário
Outros 2.822 100 provável. A projeção do INPC para 2010 foi extraída da Suma Econômica de dezembro/2009. A DTF
estimadas com as ações em curso, como se segue:
Total 619.726 283.264 (Taxa de Depósito a Prazo Fixo da Colômbia) foi extraída das projeções do Banco Central da Colômbia.
Estimativa Foram calculados cenários crescentes e decrescentes de 25% e 50% sobre os Ativos e Passivos Líquidos.
Circulante 52.241 45.992 Natureza do de perda Salientamos que para análise de sensibilidade das operações de Certificados de Recebíveis Imobiliários
Não circulante 567.485 237.272 Empresa processo Provável existe um descasamento entre o fluxo econômico e fluxo financeiro, haja vista que do ponto de vista
(a) Nesta rubrica estão registrados os recebimentos antecipados dos arrendamentos operacionais, sendo WTorre GD Empreendimentos Imobiliários S.A. Ambiental 2.000 econômico são reconhecidos apenas os aluguéis do exercício atual com as devidas correções de inflação,
que as receitas oriundas desses contratos são apropriadas, de acordo com a Nota explicativa nº 3 a.i; WTorre Campo Largo Desenvolvimento Imobililário Ltda. Tributária 715 e para os Certificados de Recebíveis Imobiliários são reconhecidas as correções de inflação sobre o saldo
(b) Em 31 de dezembro de 2008, os adiantamentos de clientes sobre venda de imóveis estão representados devedor, porém não há descasamento no fluxo financeiro, pois os aluguéis dão lastro para pagamento
2.715
das parcelas dos Certificados de Recebíveis Imobiliários. Segue abaixo o demonstrativo da análise de
por valores recebidos pela venda da Torre A do Complexo JK, o qual a receita foi reconhecida conforme
Existem outras contingências passivas envolvendo questões trabalhistas, tributárias e cíveis avaliados sensibilidade:
Nota Explicativa nº 3 a.ii; Queda Queda Cenário Aumento Aumento
pelos assessores jurídicos como sendo de risco possível, no montante estimado de R$ 19.869 (2008
(c) A Companhia possui entre suas controladas, a empresa WTorre ERG Empreendimentos Navais e Indexador de 50% de 25% Provável de 25% de 50%
– R$ 415) para os quais nenhuma provisão foi constituída, tendo em vista que as práticas contábeis
Portuários S.A., que apresenta em seu passivo não circulante um saldo de R$ 563.189 (R$ 237.272 CDI 5,38% 8,06% 10,75% 13,44% 16,13%
adotadas no Brasil não requerem sua contabilização. IGPM 2,10% 3,15% 4,20% 5,25% 6,30%
– 2008), correspondente aos valores por ela recebidos até 31 de dezembro de 2009, do Fundo de
Investimentos Imobiliários RB Logística, conforme os termos ajustados nos Contratos para: (i) fornecimento 18 PARTES RELACIONADAS INPC 2,07% 3,10% 4,13% 5,16% 6,20%
IPCA 2,28% 3,41% 4,55% 5,69% 6,83%
de uma infra-estrutura destinada à construção, montagem e reparo de unidades estacionárias de produção
Os principais saldos de ativos e passivos em 31 de dezembro de 2009 e 2008, assim como as transações DTF (Taxa de Certificado de Depósito
(UEPs), e (ii) fornecimento de infra-estrutura destinada à construção, montagem e reparo de unidades a prazo fixo – Colômbia) 2,05% 3,08% 4,10% 5,13% 6,15%
que influenciaram o resultado do exercício, relativas a operações com partes relacionadas, decorrem de
estacionárias de produção (UEPs) do tipo FPSO. Sendo que, ao final da construção e implementação da
transações com a Companhia com sua controladora, entidades controladas em conjunto, controladas,
infra-estrutura, será disponibilizado para o Fundo por um período certo e ajustado de 10 (dez) anos. Após Saldo líquido Queda Queda Cenário Aumento Aumento
coligadas, joint ventures e outras partes relacionadas:
esse prazo o bem será devolvido na sua totalidade para a empresa. Ativos e passivos líquidos 31/12/2009 de 50% de 25% Provável de 25% de 50%
Controladora Consolidado CDI (838.677) (45.079) (67.618) (90.158) (112.697) (135.237)
15 OBRIGAÇÕES FISCAIS 2009 2008 2009 2008 IGPM (1.002.424) (21.051) (31.576) (42.102) (52.627) (63.153)
Controladora Consolidado Ativo não Passivo não Ativo não Passivo não Ativo não Passivo não Ativo não INPC (83.474) (1.724) (2.586) (3.447) (4.309) (5.171)
Empresa circulante circulante circulante circulante circulante circulante circulante IPCA (28.142) (640) (960) (1.280) (1.601) (1.921)
Descrição 2009 2008 2009 2008
WTorre São Paulo – 97.424 – – – – – DTF (Taxa de Certificado de
Impostos S/ Receita – Pis e Cofins 86 – 1.385 7.107 Depósito a prazo fixo –
Impostos S/ Lucro – IRPJ e CSLL 23 – 15.543 14.770 WTorre PIC – 4.801 – 5.444 – – –
Colômbia) (62.944) (1.290) (1.936) (2.581) (3.226) (3.871)
Impostos Retidos – – 1.987 414 WTorre VWR – 745 – 1.362 – – – (2.015.660) (69.784) (104.676) (139.568) (174.460) (209.352)
Impostos Parcelados – (d) – – 21.628 – WTorre Engenharia – 401 – – – 399 –
IOF a recolher – – 2.233 – WTorre S/A 24.008 – 23.342 – 24.203 – 23.353 Saldo em 31/12/2009
Outros 2.794 59 683 657 WTorre VSP – 3.859 – 4.663 – – – Não Sem
2.903 59 43.459 22.948 WTorre Fides – 16 – – – – – Saldos no balanço Circulante Circulante CDI IGPM INPC IPCA DTF Indexador
WTorre VPA – 572 – – – – – Ativos
Circulante 2.903 59 27.021 22.948
WTorre HIF1 – SP Pinheiros – 141 – – – – – Disponibilidades 153.479 – 115.230 – – – – 38.249
Não circulante – – 16.438 – Caixa e bancos 38.249 – – – – – – 38.249
a. Conciliação do imposto de renda e contribuição social – Correntes e diferidos Outros – – – – 171 – –
Aplicações financeiras 115.230 – 115.230 – – – – –
2009 2008 24.008 107.959 23.342 11.469 24.374 399 23.353 Arrendamentos a receber 41.815 12.200 – 62.590 – 895 – (9.470)
Total Total lucro Total Total lucro a. Contratos de mútuos com empresas controladas Arrendamentos a
Consolidado lucro real presumido Total geral lucro real presumido Total geral A Companhia centraliza os recursos remanescentes das controladas, sendo que esses recursos serão receber 44.209 19.276 – 62.590 – 895 – –
(-) Provisão para
Resultado líquido 894 – 894 7.094 – 7.094 retornados de acordo com a necessidade. Os saldos não contemplam a cobrança de encargos, sendo que devedores duvidosos (2.394) (7.076) – – – – – (9.470)
Ajustes RTT 1.360 – 1.360 – – – seus vencimentos não possuem prazo de liquidação. Diretos creditórios 35.014 184.091 – 219.105 – – – –
Adições 94.256 – 94.256 478 – 478 Em Janeiro de 2009, a Companhia celebrou o contrato de mútuo com sua controladora WTorre S.A, sendo Total dos ativos com
Exclusões (44.195) – (44.195) – – – que este instrumento contempla a cobrança de encargos e possui vencimento em 2010. riscos financeiros 115.230 281.695 – 895 – –
Base de cálculo 52.315 6.787 59.102 7.572 1.073.899 1.081.471 b. Transações com acionistas e empresas relacionadas aos acionistas Passivos
Compensação (12.061) – (12.061) (2.264) – (2.264) Empréstimos 537.726 1.010.205 953.907 531.080 – – 62.944 –
Segue abaixo o quadro com as sociedades identificadas como partes relacionadas e que efetuaram
Base de cálculo 40.254 6.787 47.041 5.308 1.073.899 1.079.207 Cédula de créditos
transações e operações com a Companhia e suas controladas em 2009 e 2008: imobiliários 3.587 48.404 – 22.954 – 29.037 – –
IR (6.038) (1.018) (7.056) (796) (16.146) (16.942) Controladora Consolidado Cessão de direitos
Adicional IR (3.714) (648) (4.362) (501) (10.695) (11.196) 2009 2008 2009 2008 creditórios 9.722 20.438 – 30.160 – – – –
CSLL (3.623) (610) (4.233) (478) (13.391) (13.869) Cerificado de Recebível
Valores disponíveis Não Não Não Não
Valor total apurado (13.375) (2.276) (15.651) (1.775) (40.232) (42.007) Imobiliário – CRI 92.389 655.143 – 683.837 72.933 – – (9.238)
e a receber Circulante Circulante Circulante Circulante Circulante Circulante Circulante Circulante
Reversão dos impostos sobre realização Cerificado de Recebível
Banco Santander S.A. (a) 163 – 585 – 10.216 135.086 162.347 – Imobiliário – CRI 94.047 662.723 – 683.837 72.933 – – –
da reserva de reavaliação (i) 2.728 – 2.728 2.546 5.150 7.696
Banco Votorantim S.A. (a) 4 – 1 – 6 – 52.399 – Custo de transação (1.658) (7.580) – – – – – (9.238)
Total dos impostos (10.647) (2.276) (12.923) 771 (35.082) (34.311)
WTorre Engenharia e Adiantamento de clientes 52.241 4.296 – 16.088 10.541 – – 29.908
(i) Nos exercícios de 2009 e 2008, houve a transferência de Reserva de Reavaliação para Lucros ou Aluguéis vinculados a CRI 22.333 4.296 – 16.088 10.541 – – –
Const. S.A(b) – – – – – 67.255 – –
Prejuízos Acumulados, referente à parcela de depreciação e realização de ativos. Dessa forma, a provisão Outros 29.908 – – – – – – 29.908
WTorre Óleo e Gás – 195 – – – 195 – –
constituída em dezembro de 2006 sobre impostos e contribuições foi realizada no montante de R$ 2.728 Total dos passivos com riscos
Saldo 167 195 586 – 10.222 202.536 214.746 – financeiros 953.907 1.284.119 83.476 29.037 62.944
(R$ 7.696 – 2008).
b. Prejuízos fiscais Ativos e passivos líquidos (838.677) (1.002.424) (83.476) (28.142) (62.944)
Tanto na controladora quanto nas controladas, os créditos tributários sobre os prejuízos fiscais, não foram Controladora Consolidado
c. Demonstrativo de cálculo a valor presente dos Aluguéis a receber versus CRI
contabilizados e só serão reconhecidos quando as condições para sua realização se tornarem efetivas. 2009 2008 2009 2008
Passivos
O total dos prejuízos fiscais acumulados em 31 de dezembro de 2009 na controladora é de R$ 903.805 Não Não Não Não Certificados de Recebíveis Imobiliários Direitos creditórios sobre contratos de arrendamentos
(R$ 746.789 em 2008) e no consolidado é de R$ 1.155.765 (R$ 978.811 em 2008). Valores a pagar Circulante Circulante Circulante Circulante Circulante Circulante Circulante Circulante 2009 2009
c. Impostos e contribuições parcelados Banco Santander S.A. (a) 4.386 278.405 6.245 259.906 4.386 341.349 7.102 337.732 Prazo de locação
A controlada WTorre São Paulo Empreendimentos Imobiliários Ltda, solicitou em 09 de março de 2009, o Banco Votorantim S.A. (a) 41.779 401.232 47.219 414.568 41.779 401.232 47.219 414.568 Não Valor Saldo a Taxa Taxa Valor
Empresa Corrente circulante Início Término Períodos parcela receber contratual mensal presente
parcelamento em sessenta meses dos seus impostos e contribuições que estavam pendentes de liquidação WTorre Engenharia e
Telesp Celular 16.423 79.256 01/07/03 30/06/16 79 1.965 155.235 13,00% 1,02% 106.099
junto a Secretaria da Receita Federal. A dívida está composta pelo saldo de: Const. S.A(b) – 401 – 8 43.507 401 54.504 8 VW – SP 9.245 48.910 01/12/03 30/11/14 60 1.445 86.700 13,00% 1,02% 64.543
Total Dezembro Saldo 46.165 680.038 53.464 674.482 89.672 742.982 108.825 752.308 Nestlé – SBC 6.651 38.376 01/11/02 01/05/15 65 991 64.415 12,50% 0,99% 47.387
Descrição Competência parcelamento Indexação Pagamentos de 2009 a) Durante o exercício de 2008, os Bancos Santander S.A. e Votorantim S.A. confirmaram as opções Carrefour – DF 3.556 19.071 30/11/03 30/11/15 72 566 40.752 13,80% 1,08% 28.198
PIS (programa de integração social) Dez/08 1.425 106 (209) 1.322 Unilever – PE 3.169 15.697 01/11/04 30/10/14 59 465 27.435 9,50% 0,76% 22.048
de conversão das CCB’s em ações ordinárias (vide nota explicativa 19.a), tornando-se acionistas
Cofins (Contrib. p/Financ. seguridade social) Dez/08 6.579 489 (965) 6.103 Carrefour – RJ 7.583 41.980 01/06/05 31/05/17 90 863 77.670 11,25% 0,89% 53.236
minoritários da Companhia. As operações bancárias de empréstimos, aplicações e contas correntes Vivo – RJ 16.699 127.106 05/03/06 15/11/21 145 1.696 245.920 9,50% 0,76% 148.789
Contrib. s/ Lucro Líquido do Período 4º. Trim/08 4.583 341 (673) 4.251 bancárias, foram caracterizadas como operações entre partes relacionadas; e VW – PR 17.601 78.307 01/05/99 17/05/14 53 2.470 130.910 12,50% 0,99% 101.570
Imposto de Renda Pessoa Jurídica 4º. Trim/08 10.729 798 (1575) 9.952
b) A WTorre Engenharia e Construção S.A. é a principal prestadora de serviços de construções dos VW – PR – 127.204 17/06/14 17/05/24 120 2.470 296.400 9,20% 0,74% 130.235
Total 23.316 1.734 (3422) 21.628 Tok Stok – RJ 3.203 15.796 01/07/05 30/06/17 92 386 35.512 12,50% 0,99% 23.271
empreendimentos da Companhia e de suas controladas, sendo que os valores a pagar estão
Circulante 5.190 Tok Stok – SP 2.853 12.428 01/02/06 31/01/18 99 287 28.413 12,50% 0,99% 18.086
substancialmente registrados na rubrica de adiantamentos a fornecedores (grupo do Imobilizado) e
Não circulante 16.438 Vivo – SP 4.168 33.667 10/10/05 10/10/17 95 574 54.546 7,60% 0,61% 41.265
fornecedores. Vivo – RS 1.238 17.345 01/11/05 30/10/20 132 260 34.320 10,30% 0,82% 20.915
Nesse parcelamento não foi exigido garantia real ou fiduciária, bem como fiança. O indexador do
c. Honorários da administração: 92.389 655.143 14.438 1.278.228 805.640
parcelamento é feito pelo índice Selic (sistema especial de liquidação e custodia).
Descrição 2009 2008 Os Certificados de Recebíveis Imobiliários são títulos colocados no mercado com o objetivo de captar
d. Movimentação dos Impostos diferidos
Remuneração (i) 2.715 4.636 recursos que viabilizem a aquisição de recebíveis ou a quitação de empréstimos ponte captados para a
Segue a movimentação dos impostos diferidos das reservas de reavaliações dos imóveis:
(i) Inclui pró-labore mensal e remuneração variável. aquisição dos terrenos e construção dos empreendimentos que darão origem aos recebíveis. As condições
Consolidado estabelecidas para resgates dos títulos são definidas em virtude das taxas, dos indexadores, dos prazos
Durante os exercícios de 2009 e 2008 não houve remuneração vinculada a benefícios pós-emprego,
Descrição 2009 2008 e do fluxo de amortizações dos recebíveis que lhes dão lastro, gerando compatibilidade entre ativos e
Saldo inicial dos impostos diferidos 104.371 112.067 benefícios de longo prazo, ou remuneração baseada em ações. passivos. A captação dos Certificados de Recebíveis Imobiliários não se concretizará se não existirem
Reversão por alienação de ativos – (5.150) 19 PATRIMÔNIO LÍQUIDO oportunidades de aquisição ou geração de recebíveis em condições adequadas à garantia dos recursos
Reversão por depreciação (2.728) (2.546) captados.
a. Capital social
Total 101.643 104.371 21 SEGUROS
Em 15 de agosto de 2008, a Companhia emitiu 291.732 (duzentas e noventa e uma mil, setecentas
16 OUTROS PASSIVOS e trinta e duas) novas ações ordinárias nominativas, escriturais e sem valor nominal, subscritas e Conforme cláusulas contratuais especificadas nos contratos de arrendamento operacional, as locatárias
deverão contratar seguro de risco empresarial do imóvel, as suas expensas, com vigência até o término do
A composição dos outros passivos 31 de dezembro de 2009 e 2008 está apresentado pelas seguintes integralmente integralizadas pelo seu valor econômico conforme segue:
contrato de locação, seguro esse que abrange cobertura contra: incêndio, raios, fogo, inundações e outros.
operações: i. 171.392 (cento e setenta e uma mil, trezentas e noventa e duas) ações subscritas pelo Banco Santander A indenização corresponderá no mínimo ao valor da reconstrução do imóvel e terá a locadora como única
Controladora Consolidado S.A., integralizadas pelo valor total de R$ 299.091 mediante a conferência de créditos nesse mesmo valor e exclusiva beneficiária. Sua atualização será anual com base no valor de reposição do imóvel.
Descrição 2009 2008 2009 2008 detidos pelo Banco Santander S.A. contra a Companhia; e Dessa forma a administração da Companhia julgou as importâncias seguradas suficientes para cobrir
ii. 120.340 (cento e vinte mil, trezentas e quarenta) ações subscritas pelo Banco Votorantim S.A., sinistros, através dos seus cálculos de reconstrução. A soma dos seguros vigentes em 31 de dezembro de
Terrenos a pagar – – 19.903 27.759
2009 corresponde ao montante de R$ 1.307.675.
Provisão de multa contratual – Nota Explicativa 8 – – 18.036 11.100 integralizadas pelo valor total de R$ 210.001, mediante a conferência de créditos nesse mesmo valor
As premissas de riscos adotadas, dada a natureza, não fazem parte do escopo da auditoria das
Provisão de custos a incorrer (a) – – 26.022 – detidos pelo Banco Votorantim S.A. contra a Companhia. demonstrações financeiras, conseqüentemente, não foram auditadas pelos nossos auditores independentes.
Provisão para perda de Investimentos 624 1.442 – – Dessa forma, o capital social da Companhia foi aumentado, dentro do limite do capital autorizado,
22 RECEITA DE INCORPORAÇÃO IMOBILIÁRIA
Provisão de custos a incorrer de obras viárias (b) – – 27.320 15.000 em R$ 509.092, sendo a participação do Banco Santander S.A. e do Banco Votorantim S.A., após a
Outros 2.302 1.892 15.117 9.014 movimentação acima descrita, de 8,55 % e 6,00 %, respectivamente. No dia 15 de agosto de 2008, a WTorre celebrou com o Banco Santander S.A. o contrato de venda da Torre
São Paulo, edifício de escritórios localizado na Av. Juscelino Kubitschek, esquina com a Avenida Nações
2.926 3.334 106.398 62.873 Assim, o Capital Social da Companhia, totalmente subscrito e integralizado, é de R$ 510.806, divididos Unidas, em São Paulo. O valor negociado foi de R$ 1.060.000, as receitas operacionais relacionadas a
Circulante 2.926 3.334 99.860 62.873 em 2.005.652 (dois milhões e cinco mil e seiscentos e cinquenta e duas) ações ordinárias, nominativas, alienação da Torre foram reconhecidas na linha de receita de incorporação imobiliária e de acordo com a
Não circulante – – 6.538 – sem valor nominal e com direito a voto. prática contábil apresentada na Nota explicativa nº 3.a.

CONTINUA
CONTINUAÇÃO

NOTAS EXPLICATIVAS ÀS DEMONSTRAÇÕES FINANCEIRAS EXERCÍCIOS FINDOS EM 31 DE DEZEMBRO DE 2009 E 2008 (Em milhares de Reais)
23 RESULTADO FINANCEIRO LÍQUIDO CPC 20: Custos de Empréstimos: Estabelece que os custos de empréstimos que são diretamente compra e venda de itens não financeiros. Também estabelece requerimentos para separação de derivativos
Controladora Consolidado atribuídos à aquisição, à construção ou à produção de ativos qualificáveis para a sua capitalização formam embutidos, regras para desreconhecimento de um passivo financeiro assim como contabilização de
2009 2008 2009 2008 parte do custo de tais ativos. operações de hedge. Os requisitos para apresentar os instrumentos financeiros estão no Pronunciamento
Despesas financeiras CPC 22: Informações por Segmento (IFRS 8): Especifica como a entidade deve divulgar informações sobre Técnico CPC 39 – Instrumentos Financeiros: Apresentação, e os requisitos para divulgar informações a
Juros sobre empréstimos, CRI, cessão de créditos e outros (120.201) (106.859) (226.235) (206.869) seus segmentos operacionais nas demonstrações financeiras. respeito de instrumentos financeiros estão no Pronunciamento Técnico CPC 40: Instrumentos Financeiros:
CPC 23: Políticas Contábeis, Mudança de Estimativa e Retificação de Erro: Define os critérios para a Evidenciação.
Variação monetária passiva sobre empréstimos, CRI, cessão de créditos e outras 8.298 (138.963) 17.333 (216.101)
seleção, alteração e divulgação de políticas contábeis, para as alterações nas estimativas contábeis e para ICPC 02: Contratos de Construção do Setor Imobiliário: Esclarece se certos contratos de construção
IOF (5.508) (2.244) (5.937) (3.079)
as retificações de erros.
Comissões e despesas bancárias e outras (1.150) (23.283) (10.652) (28.086) enquadram-se no alcance do Pronunciamento Técnico CPC 17: Contratos de Construção ou do
CPC 24: Evento Subsequente: Define quando a entidade deve ajustar suas demonstrações financeiras
Total despesas financeiras (118.561) (271.349) (225.491) (454.135) Pronunciamento Técnico CPC 30 – Receitas. Também orienta sobre o momento de reconhecimento da
com respeito a eventos subsequentes ao período contábil a que se referem as demonstrações e as
Receitas financeiras receita de tais contratos dependendo de suas características.
informações que a entidade deve divulgar sobre a data em que é concedida a autorização para emissão
Juros s/ aplicações financeiras, direitos creditórios e outros 148 10.043 45.641 69.913 ICPC 03: Aspectos Complementares das Operações de Arrendamento Mercantil – Engloba interpretações
das demonstrações financeiras e sobre os eventos subsequentes ao período contábil a que se referem as
Variação monetária sobre direitos creditórios e outras 1.680 1.379 2.744 5.329 relacionadas a (i) orientação sobre avaliação e contabilização de contratos que sejam ou contenham um
demonstrações.
Capitalização de encargos financeiros – ativo imobilizado – – 49.254 134.889 arrendamento mercantil (ii) forma de reconhecimento de incentivos em arrendamentos operacionais e (iii)
CPC 25: Provisões, Passivos Contingentes e Ativos Contingentes: Estabelece que sejam aplicados critérios
Outras (6) – (102) 91 avaliação da essência de transações envolvendo a forma legal de um arrendamento.
de reconhecimento e bases de mensuração apropriados a provisões, passivos contingentes e ativos
Total receitas financeiras 1.822 11.422 97.537 210.222 ICPC 04: Alcance do Pronunciamento Técnico CPC 10 – Pagamentos Baseados em Ações: Fornece
contingentes e que seja divulgada informação suficiente nas notas explicativas, para permitir que os
Resultado financeiro líquido (116.739) (259.927) (127.954) (243.913) usuários entendam a sua natureza, oportunidade e valor. orientação sobre mensuração de certas transações envolvendo pagamentos baseados em ações em que a
CPC 26: Apresentação das Demonstrações financeiras: Define a base para a apresentação de entidade não pode identificar especificamente alguns dos ou todos os bens ou serviços recebidos.
24 OUTRAS DESPESAS E RECEITAS OPERACIONAIS demonstrações financeiras, inclusive as separadas e consolidadas, para assegurar a comparabilidade ICPC 05 – CPC 10: Pagamentos Baseados em Ações – Transações de Ações do Grupo e em Tesouraria
As Outras despesas operacionais líquidas de 31 de dezembro de 2009 e 2008 estão apresentadas pelas tanto com as demonstrações financeiras de períodos anteriores da mesma entidade quanto com as requer que os acordos de pagamentos baseados em ações no qual a entidade receba produtos ou serviços
seguintes contas: demonstrações financeiras de outras entidades. em troca de seus instrumentos de patrimônio sejam contabilizados como pagamentos liquidados em
Controladora Consolidado CPC 27: Ativo Imobilizado: Estabelece o tratamento contábil para ativos imobilizados, bem como ações, independentemente de como os instrumentos de patrimônio sejam obtidos.
Descrição 2009 2008 2009 2008 a divulgação das mutações nesse investimento e das informações que permitam o entendimento e a ICPC 06: Hedges de Investimentos Líquidos em uma Operação no Exterior: Aplica-se à entidade que
Gastos com recompra de bônus de subscrição (a) – (325.692) – (325.692) análise desse grupo de contas. Os principais pontos a serem considerados na contabilização dos ativos protege o risco de moeda estrangeira oriundo de seu investimento líquido em operações no exterior e
Provisão de multa contratual – – (7.036) (11.000) imobilizados são o reconhecimento dos ativos, a determinação dos seus valores contábeis e os valores de deseja qualificar a operação para a contabilidade de hedge de acordo com o Pronunciamento Técnico
Amortização de ágio sobre aquisição de participações – (1.964) – (1.964) depreciação e as perdas por desvalorização a serem reconhecidas em relação aos mesmos.
CPC 38.
Perda por desvalorização de ativo – – (5.785) – CPC 28: Propriedade para Investimento: Estabelece que a mensuração inicial de uma propriedade para
ICPC 08: Contabilização da Proposta de Pagamento de Dividendos: Esclarece que somente o dividendo
Depreciação e amortização (155) (842) (4.724) (6.976) investimento é o seu custo e sua mensuração subseqüente depende da política contábil adotada pela
entidade (método de custo ou método de valor justo). No método de valor justo, as variações no valor justo mínimo obrigatório deve ser reconhecido como passivo na data do balanço caso o dividendo adicional
Provisão para perdas nos investimentos 818 (1.442) – – proposto esteja sujeito a deliberação futura dos sócios.
Ganhos e perdas em participações societárias (1.242) 1.342 (724) 1.342 da propriedade para investimento são reconhecidas diretamente no resultado do período em que ocorrem.
Adicionalmente, o pronunciamento estabelece requerimentos gerais e específicos de divulgação para cada ICPC 09: Demonstrações financeiras Individuais, Demonstrações Separadas e Outras: Trata de diversos
Outras receitas e despesas (1.691) 2.752 3.043 (3.563)
método de mensuração escolhido pela entidade. aspectos relacionados a: (a) uso das demonstrações individuais, consolidadas e separadas; (b) da
Total (2.270) (325.846) (15.226) (347.853)
CPC 30: Receitas: Estabelece que a receita deve ser reconhecida quando for provável que benefícios diferenciação entre os métodos de mensuração de investimentos societários na demonstração contábil
(a) A Companhia recomprou Bônus de Subscrição de sua emissão, detidos pelos Bancos Santander e econômicos futuros fluirão para a entidade e esses benefícios possam ser confiavelmente mensurados; e individual, na demonstração contábil separada e na demonstração contábil consolidada (integral e
Votorantim, tendo em vista intenção dos mesmos em subscrever as ações da Companhia pelo seu valor deve ser mensurada pelo valor justo da retribuição recebida ou a receber. O pronunciamento identifica as proporcionalmente); (c) da aplicação inicial do método de equivalência patrimonial nas demonstrações
de mercado, tendo incorrido assim em despesa contábil, não recorrente, no valor total de R$ 325.692. circunstâncias em que esses critérios serão satisfeitos para que a receita seja reconhecida. Ele também individual, separada e consolidada; (d) de alguns tópicos especiais relacionados à aplicação do método
Os valores devidos pela Companhia pela recompra desses vinte Bônus de Subscrição detidos pelo Banco proporciona orientação prática na aplicação desses critérios. da equivalência patrimonial após a aplicação inicial; (e) do tratamento do ágio por expectativa de
Santander S.A. e trinta Bônus de Subscrição detidos pelo Banco Votorantim S.A. foram integralmente CPC 31: Ativo Não Circulante Mantido para Venda e Operação Descontinuada: O pronunciamento exige rentabilidade (goodwill) em certas circunstâncias, inclusive incorporações e fusões; (f) de algumas
utilizados pelos bancos no processo de integralização do capital subscrito em 15 de agosto de 2008, não que os ativos que satisfazem os critérios de classificação como mantidos para venda sejam classificados transações de capital entre sócios; e (g) de pontos relativos à vigência do Pronunciamento Técnico CPC
tendo representado saída de caixa da Companhia. no circulante e mensurados pelo menor entre o valor contábil até então registrado e o valor justo menos as 15 – Combinação de Negócios e outros.
A Companhia teve uma mutação patrimonial efetiva de R$ 183.400, representada pela diferença entre despesas de venda (componentes esses ajustados a valor presente), e que a depreciação desses ativos deve
(i) o aumento de capital de R$ 509.092 e (ii) a recompra dos Bônus de Subscrição de R$ 325.692. ICPC 10: Esclarecimento sobre o CPC 27 e CPC 28: Esclarece sobre os seguintes assuntos: (a) processo
cessar; e os ativos (e passivos relacionados, se existirem) que satisfazem os critérios de classificação como de revisão inicial e periódica das taxas de depreciação e valor residual dos bens do ativo imobilizado;
mantidos para venda sejam apresentados separadamente no balanço patrimonial e que os resultados das
(b) requisitos necessários a esse processo de revisão periódica; (c) possibilidade de atribuição de novo
25 NOVOS PRONUNCIAMENTOS, INTERPRETAÇÕES E ORIENTAÇÕES EMITIDOS E operações descontinuadas também sejam apresentados separadamente na demonstração do resultado.
custo para os bens do ativo imobilizado e de propriedade para investimento, de forma convergente com
NÃO ADOTADOS CPC 32:Tributos sobre o Lucro: Estabelece como contabilizar os efeitos fiscais atuais e futuros de: (a)
futura recuperação (liquidação) do valor contábil dos ativos (passivos) que são reconhecidos no balanço as normas internacionais; (d) possibilidade, estabelecida no Pronunciamento CPC 28, de utilização do
Dentro do processo de convergência das práticas contábeis adotadas no Brasil para as normas patrimonial da entidade; e (b) operações e outros eventos do período atual que são reconhecidos nas critério do custo ou do valor justo par ao ativo “Propriedade para Investimento”.
internacionais de relatórios financeiros (IFRS) diversos pronunciamentos, interpretações e orientações demonstrações financeiras da entidade. A entidade deve contabilizar os efeitos fiscais das transações e de ICPC 11: Recebimento em Transferência de Ativos de clientes: Fornece orientação para contabilização de
foram emitidos durante o ano de 2009 com aplicação mandatória para os exercícios encerrados a partir outros eventos da mesma maneira que ela contabiliza as próprias transações e os outros eventos. Também acordos em que uma entidade recebe de seu cliente um item do imobilizado (ou caixa para construção de
de dezembro de 2010 e para as demonstrações financeiras de 2009 a serem divulgadas em conjunto com trata do reconhecimento de ativos fiscais diferidos advindos de prejuízos fiscais não utilizados ou créditos um item do imobilizado) que a entidade tem que usar quer seja para conectar seu cliente a uma rede de
as demonstrações de 2010 para fins de comparação, segue abaixo os pronunciamentos que tem efeito fiscais não utilizados, da apresentação dos tributos sobre o lucro nas demonstrações financeiras e da fornecimento de bens e serviços, quer seja para ambos os propósitos.
sobre as operações existentes em 31 de dezembro de 2009 e potenciais operações a partir de 2010: divulgação das informações relacionadas aos tributos sobre o lucro. ICPC 12: Mudanças em Passivos por Desativação, Restauração e Outros Passivos Similares: Fornece
CPC 15: Combinação de Negócios: Estabelece que o adquirente deve reconhecer, obrigatoriamente, os CPC 33: Benefícios a Empregados: Requer que a patrocinadora/empregadora reconheça: (a) um passivo, orientação sobre como contabilizar o efeito de mudanças na mensuração da obrigação que muitas
ativos adquiridos e os passivos que passa a controlar pelos seus respectivos valores justos, mensurados na quando o empregado presta o serviço em troca dos benefícios a serem pagos no futuro; e (b) uma despesa, entidades têm de desmontar, retirar e restaurar itens do imobilizado.
data de aquisição, divulgando informações relativas a relevância, a confiabilidade e a comparabilidade das quando a entidade se utiliza do benefício econômico proveniente do serviço recebido do empregado. A Companhia efetuou uma análise dos potenciais efeitos relativos aos pronunciamentos, interpretações
informações que uma entidade fornece em suas demonstrações financeiras acerca de uma combinação CPC 36: Demonstrações Consolidadas: Especifica as circunstâncias em que a entidade deve consolidar e orientações acima mencionados, os quais têm impacto nas demonstrações financeiras relativas ao
de negócios e sobre seus efeitos. as demonstrações financeiras de outra entidade (uma controlada), os efeitos contábeis de mudanças na exercício findo em 31 de dezembro de 2009. Com base na análise efetuada pela Companhia, o patrimônio
CPC 16: Estoques: Determina a forma de avaliação dos estoques adquiridos para revenda, dos mantidos participação relativa da controladora sobre a controlada e da perda do controle sobre a controlada e a líquido e o resultado referente ao exercício findo em 31 de dezembro de 2009 apresentam os seguintes
para consumo ou utilização industrial ou na prestação de serviços, dos em processamento e dos produtos informação que deve ser evidenciada para permitir que os usuários das demonstrações financeiras avaliem saldos:
acabados prontos para a venda. a natureza da relação entre a entidade e suas controladas.
Consolidado
CPC 17: Contratos de Construção: Estabelece o tratamento contábil das receitas e despesas associadas CPC 37: Adoção Inicial das Normas Internacionais de Contabilidade: Seu objetivo é garantir que as
a contratos de construção que normalmente se caracterizam por ter suas datas de início e término em Patrimônio líquido Resultado
primeiras demonstrações financeiras consolidadas de uma entidade, elaboradas conforme as normas
períodos contábeis diferentes. O reconhecimento da receita e da correspondente despesa deve ocorrer ao Saldos contábeis em 31 de dezembro de 2009 437.621 (148.221)
internacionais de contabilidade emitidas pelo International Accounting Standards Board (IASB)
longo dos períodos de execução da obra nas demonstrações financeiras das contratadas. contenham informações de alta qualidade; e que sejam transparentes para os usuários e comparáveis CPC 28 – Adoção de valor justo às propriedades para investimento 827.565 246.857
CPC 18: Investimento em Coligada e em Controlada: Especifica como devem ser contabilizados os em relação a todos os períodos apresentados; proporcionem um ponto de partida adequado para as CPC 30 / ICPC 02 – Reconhecimento de resultados na venda de
investimentos em coligadas nas demonstrações financeiras individuais e consolidadas do investidor e em contabilizações de acordo com as IFRSs; e possam ser geradas a um custo que não supere os seus empreendimentos imobiliários – 539.121
controladas nas demonstrações financeiras da controladora. benefícios. Esse pronunciamento limita algumas das alternativas existentes na norma original do IASB CPC 32 – Registro de impostos diferidos sobre resultados contábeis
CPC 19: Participação em Empreendimento Controlado em Conjunto: Especifica como contabilizar as (IFRS 1). não reconhecidos fiscalmente (352.548) (66.635)
participações em empreendimentos controlados em conjunto (joint ventures) e na divulgação dos ativos, CPC 38, 39 e 40: O CPC 38: Instrumentos financeiros: Reconhecimento e Mensuração estabelece Saldos refletindo a implementação dos futuros pronunciamentos em
passivos, receitas e despesas desses empreendimentos nas demonstrações financeiras dos investidores. princípios para reconhecer e mensurar ativos financeiros, passivos financeiros e alguns contratos de 31 de dezembro de 2009 912.638 571.122

CONSELHO DE ADMINISTRAÇÃO DIRETORIA


Walter Torre Junior Walter Fontana Filho Luiz Carlos da Silva Cantidio Paulo Remy Gillet Neto Bruno de Queiroz
Presidente Conselheiro Efetivo Independente Conselheiro Efetivo Diretor Presidente Diretor de Relações com Investidores
Paulo Remy Gillet Neto Afonso Antonio Hennel Paulo Alberto Schibuola Bruna Ceolin
Conselheiro Efetivo Conselheiro Efetivo Independente Conselheiro Efetivo Contadora CRC 1SP124524/O-1

PARECER DOS AUDITORES INDEPENDENTES


Aos Acionistas e Administradores da divulgados; e c) a avaliação das práticas e das estimativas contábeis mais representativas adotadas do referido empreendimento. Devido ao atual estágio das avaliações que estão sendo realizadas pela
WTorre Empreendimentos Imobiliários S.A. pela Administração da Companhia e suas controladas, bem como da apresentação das demonstrações Administração, não é possível nesta data estimar o desfecho final do assunto. A Administração entende,
São Paulo – SP. financeiras tomadas em conjunto. baseada em sua interpretação das condições contratuais e na opinião de seus consultores jurídicos, que
1. Examinamos os balanços patrimoniais da WTorre Empreendimentos Imobiliários S.A. e os balanços 3. Em nossa opinião, as demonstrações financeiras acima referidas representam adequadamente, em o montante de R$ 18.036 mil, representa a melhor estimativa nas circunstancias, para fazer frente ao
patrimoniais consolidados dessa Companhia e suas controladas, levantados em 31 de dezembro de 2009 todos os aspectos relevantes, a posição patrimonial e financeira da WTorre Empreendimentos Imobiliários pagamento da referida multa.
e 2008, e as respectivas demonstrações de resultados, das mutações do patrimônio líquido, dos fluxos S.A. e a posição patrimonial e financeira consolidada dessa Companhia e suas controladas em 31 de
de caixa e do valor adicionado correspondentes aos exercícios findos naquelas datas, elaborados sob a dezembro de 2009 e 2008, os resultados de suas operações, as mutações de seu patrimônio líquido, São Paulo, 22 de fevereiro de 2010
responsabilidade de sua Administração. Nossa responsabilidade é a de expressar uma opinião sobre essas os seus fluxos de caixa e os valores adicionados nas operações referentes aos exercícios findos naquelas
demonstrações financeiras. datas, de acordo com as práticas contábeis adotadas no Brasil.
2. Nossos exames foram conduzidos de acordo com as normas de auditoria aplicáveis no Brasil e 4. Conforme detalhadamente descrito na Nota Explicativa nº 8, a Companhia iniciou procedimentos de
compreendeu: a) o planejamento dos trabalhos, considerando a relevância dos saldos, o volume de arbitragem em Câmara de Comercio com o objetivo de contestar a retenção de depósitos no valor de
transações e o sistema contábil e de controles internos da Companhia e suas controladas; b) a constatação, R$ 135.086 mil, imputada pelo comprador do empreendimento Torre São Paulo, localizado no Complexo Auditores Independentes Ricardo Anhesini Souza Ederson Rodrigues de Carvalho
com base em testes, das evidências e dos registros que suportam os valores e as informações contábeis JK, a título de multa contratual em decorrência do atraso na obtenção do “habite-se” da primeira fase CRC 2SP014428/O-6 Contador CRC 1SP152233/O-6 Contador CRC 1SP199028/O-1