Anda di halaman 1dari 11

UFCD18- Instituições Bancárias

 Formador: Fernando Clérigo


 Formanda: Luciene Carvalho
 Duração: 25 Horas
Introdução

 No decorrer da formação desta UFCD foram


transmitidas informações importantes sobre
os bancos em Portugal, a maneira como
funcionam, e tudo o que está relacionado
com os bancos e seus serviços.
Definição

 Os bancos são instituições privadas ou


públicas que fornecem serviços financeiros à
sociedade.
 As actividades exercidas por essas
instituições são essenciais à manutenção das
actividades comerciais, já que, além de
oferecer serviços financeiros, facilitam
transacções de pagamento e oferecem
crédito pessoal, ajudando no
desenvolvimento do comércio nacional e
internacional.
O Sistema Financeiro Português

O sistema financeiro português desde 1985


até à actualidade tem sido alvo de grandes
reformas estruturais. Em 1985, o sistema
financeiro apresentava características que
eram mais próprias de uma economia de
direcção central, planificada, do que de uma
economia de mercado.
Nesta época o sistema financeiro português
caracterizava-se por ser muito complexo, quase
nada competitivo e muito ineficiente.
Actualmente, este sistema é um sistema
moderno, totalmente aberto à concorrência,
sendo comparável, em relação a um conjunto de
indicadores de avanço tecnológico, eficiência,
solvabilidade e rendibilidade, aos sistemas
financeiros da generalidade dos outros países
membros da OCDE.
Alguns temas importantes

 Os requisitos para se abrir uma conta


bancária;
 Movimentação e restrições;
 Situações de incapacidade jurídica;
 Segredo bancário;
 Branqueamento de capitais;
 Empresas Off-Shore;
 Existência de diversos tipos de bancos;
 O que são as Letras, Cheques, Livranças; e a
forma de utilização.
 Relacionado com o tema fundos de
investimentos pude ver quais os tipos de
investimentos, as estratégias, o lado obscuro,
os riscos, o incentivo, etc.
Vimos o que ocorreu com o BPP, por
exemplo.
Alguns Bancos Portugueses
Conclusão

 No passado na empresa em que trabalhei utilizamos


diversos serviços bancários, como por exemplo as
Letras, os Cheques, etc.
E hoje após ter tido essa formação pude ver que
utilizei certos serviços sem ter o devido
esclarecimento sobre tais.
Um dos erros que cometi por não ter tido essas
informações no passado, foi quando em uma certa
transacção comercial foi efectuado o pagamento
com cheque, após verificarmos que houve má fé por
parte do vendedor poderíamos ter anulado o
cheque dentro dos princípios legais, e não o fizemos
devido a falta de informação.