Anda di halaman 1dari 51

Estampagem

PFA - Processos de Fabricação

Estampagem

Conformação de chapas é definida como a transição de uma dada
forma de um semi-acabado plano em uma outra forma. Os
processos de conformação de chapas têm uma importância
especial na fabricação de carrocerias automotivas e componentes
da industria eletro-eletrônica.

Requisitos :
. Tolerância dimensional
. Qualidade superficial
. Resistência a corrosão
. peça rígida
. otimização do uso do ferramental

Corte de Chapas

Ferramenta de corte progressiva .

.

e= espessura p= passo FACA DE AVANÇO SALIÊNCIA LATERAL SALIÊNCIA FRONTAL P P STOP LATERAL TIRA TIRA .FACA DE AVANÇO. PINOS GUIAS e ≤ 2mm. p ≤ 100 mm.

.

Furos Para Pinos-Piloto 4° 3° 2° 1° Produtos Operações .

ESTUDO DA TIRA .

ESTUDO DA TIRA .

ESTUDO DA TIRA .

FOLGA ENTRE PUNÇÃO E MATRIZ EM FUNÇÀO DA ESPESSURA DA CHAPA .

FORÇAS DE ESTAMPAGEM A força de corte depende diretamente do tipo de material. da espessura da chapa e do perímetro de corte. A espessura da chapa e o perímetro de corte são grandezas facilmente conhecidas. .

75 . c  0.

FORÇAS DE ESTAMPAGEM Aço 1020 – Laminado recozido .

FORÇAS DE ESTAMPAGEM .

FORÇAS DE ESTAMPAGEM .

FOLGA ENTRE PUNÇÃO E MATRIZ .

Aço 1020 – Laminado recozido .

LAY-OUT DAS PEÇAS .

LAY-OUT DAS PEÇAS .

EXERCÍCIO 1 .

EXERCÍCIO 1 .

EXERCÍCIO 1 .

EXERCÍCIO 2 .

EXERCÍCIO 3 .

EXERCÍCIO 4 .

EXERCÍCIO 5 .

75 c em kg/mm2 . c  c  0.e.FORÇA DE CORTE Fc= força de corte P = perímetro e = espessura da chapa  = tensão de cisalhamento FC  p.

PORTA PUNÇÃO: A espessura do porta-punção é muito importante. sendo que pede-se considerá-la no mínimo 25% do comprimento do punção . podendo levar um tratamento térmico para alcançar uma dureza de 45-48 HRC. aço fundido (3430AF) ou aço laminado (Aço 1010) FORÇA DE CORTE Espessura das bases (pol.) Inferior Superior 20 a 30 T 1 ½” 1” 30 a 50 T 2” 1 ½” 50 a 80 T 2 ½” – 3” 2” PLACA DE CHOQUE: É construída com material Aço 1045.Componentes de uma ferramenta de corte BASE SUPERIOR: ferro fundido (26FF). se necessário.

GUIA DA CHAPA: Como material para confecção é utilizado o Aço 1045.5 Placa de Guia Base Guias Laterais . 0 Matriz h 0. com um tratamento térmico L ÷ 5L 7 .

. M2.2  3  e para matrizes pequenas Y (mm) 2  3  e para matrizes grandes Z (mm)   e (e = espessura da chapa em mm) OBS: Para matrizes inteiriças ou encaixadas podemos tomar 0. D6.8 E.MATRIZ: aço ferramenta 1045.D2. VF 800 AT C Y Y C E X D D(mm) 36 6  12 12  20 X(mm) 6 10 13 Z X E  3 F 3 F (T) 10 15 20 30 50 90 120 E (mm) 16 16 22 28 34 40 46 C (mm) 9  10 12  13 14  15 17  18 21  23 29  30 34  35 C’ (mm) 11  12 14  15 17  18 21  22 26  27 36  37 41  42 1.

cobre.TIPOS DE SAIDA NA MATRIZ DE CORTE TIPO DE SAÍDA Espessura da chapa e Acréscimo Ângulo Ângulo S   Aplicação Até 2 mm Acima de 2 mm 2a3Xe 1a2Xe - - Para corte de chapas laminadas moles onde se requer boa precisão Até 2 mm Acima de 2 mm 2Xe 1Xe 0º 30’ 1º - Para corte de chapas de alumínio mole.8 X e 0.7 X e 0º 30’ 1º - Para corte de chapas de alumínio duro ou equivalente . chumbo Até 2 mm Acima de 2 mm 2a3Xe 1a2Xe 2º 3º - Para corte de chapas laminadas duras com boa precisão Até 2 mm Acima de 2 mm 2Xe 1Xe 3º 4º 0º 30’ 1º Para corte de chapas duras sem precisão Até 2 mm Acima de 2 mm 1.

Sua espessura é sempre  25 mm Força de Corte Espessura Base Inferior (pol) 20 a 30 T 1½” 30 a 50 T 2” 50 a 80 T 2 ½” – 3” .BASE INFERIOR:É uma placa de ferro fundido (26FF). aço fundido (3430AF) ou aço laminado (Aço 1010/20).

folga entre punção e matriz [mm] corte normal corte fino espessura da chapa [mm] .

.

.

.

.

.

.

Ferramenta de embutimento .

Ferramenta de embutimento .

Calculo da folga entre punção e matriz .

42 + 20 + 12.56 + 30 + 127.14 (10 + 2) = 9.14 (14 + 2) = 12.17 = 224.17 mm L = 25 + 9.56 mm ef = 3/4  2  (r3 + z) = 3/4  2  3.42 mm cd = 1/8  2  (r2 + y) = 1/8  2  3.14 (24 + 3) = 127.Obter a largura de um perfil Sendo a chapa com e > 1 mm  y 1 e  2mm 3 Para a parte enrolada z 1 e  3mm 2 Logo: ab = 1/8  2  (r1 + y) = 1/8  2  3.15 mm .

Retorno elástico 0 – ângulo inicial – antes da liberação da carga f – ângulo final t f R0  t / 2 K  0 Rf  t / 2 0 f .

001 . válida para o intervalo de 25 a 600 de d/e. . a peça poderá ser repuxada em apenas uma operação. d/e onde d é o diâmetro do punção e “e” é a espessura da chapa.15 . A severidade máxima de repuxo é a condição limite de repuxo para uma única operação. É determinada para os aços inoxidáveis. Se β ≤ βomax . ã Se β > βomax .Capacidade de embutimento do material A capacidade de embutimento de um material depende da sua relação de deformação plástica que é uma medida da resistência à estricção do material. a peça necessariamente deverá ser estampada em mais de uma operação de repuxo.0. a partir da relação prática. βomax = 2. β= D/d onde D é o diâmetro do blank e d o diâmetro do punção. A relação abaixo é chamada de relação de repuxo em função da geometria da peça.