Anda di halaman 1dari 1

30 de abril de 2010 Geral Folha da Fumaça 03

Pavan assina convênios em Morro da Fumaça


Morro da Fumaça foi
Trabalho & Trabalhador
Flávia
Antunes
uma das cidades con-
templadas com a assi- Especialista em
natura de convênios por Recursos Humanos
parte do governador Le-
flavia.antuness@hotmail.com
onel Pavan durante sua
passagem pela região Programa Nacional de inclusão
na última sexta-feira de jovens (Projovem) – direito
(23) e sábado (24).
Pavan assinou um con- Dispõe o art. 2º da lei nº 11.692/08, que o PROJOVEM será destinado a jovens de 15
a 29 anos, com o objetivo de promover sua reintegração ao processo educacional, sua
vênio no valor de R$ 100 qualificação profissional e seu desenvolvimento humano. Será desenvolvido por meio das
mil para a aquisição de seguintes modalidades:
a) PROJOVEM Adolescente – Serviço socioeducativo:
um micro-ônibus para a b) PROJOVEM Urbano;
educação do município, c) PROJOVEM Campo – Saberes da Terra;
d) PROJOVEM Trabalhador.
um no valor de R$ 120
mil para a pavimenta- O PROJOVEM tem por finalidade executar ações integradas que propiciem aos jovens
ção da Rua Hernesta brasileiros reintegração ao processo educacional, qualificação proporcional e formação
inicial para desenvolvimento humano.
Teixeira e um equiva- São objetivos do PROJOVEM:
lente à R$ 175 mil para a) Complementar a proteção social básica à família, criando mecanismo para garantir a
convivência familiar e comunitária;
a S.E.R. Rui Barbosa. b) Criar condições para inserção, reinserção e permanência do jovem no sistema edu-
O prefeito Baltazar Pel- cacional;
c) Elevar a escolaridade dos jovens do campo e da cidade, visando a conclusão do ensino
legrin agradeceu pelos fundamental, integrado à qualificação social e profissional e ao desenvolvimento de ações
convênios assinados e comunitárias;
d) Preparar o jovem para o mundo do trabalho, em ocupações com vínculo empregatício
pediu para o governa- ou em outras atividades produtivas geradoras de renda.
dor continuar olhando
com carinho para Mor- O PROJOVEM Adolescente – Serviço Socioeducativo, compreendido entre os serviços de
que trata o art. 23 da lei nº 8.742/93, tem como objetivos:
a) complementar a proteção social básica à família, criando mecanismos para garantir a
convivência família e comunitária;
ro da Fumaça e região. Precisamos planejar, e b) criar condições para a inserção, reinserção e permanência do jovem no sistema edu-
cacional.
“Agradeço estes recur- garantir recursos”, diz. Nota:
sos destinados ao nos- Pavan ainda recebeu o Transcrevemos a seguir o art.23 da lei nº 8.742/93:
“ Art. 23 – Entendem-se por serviços assistências as atividades continuadas que visem
so município e à toda a convite para participar à melhoria de vida da população e cujas ações, voltadas para as necessidades básicas,
nossa região”, completa. da Festa do Centená- observem objetivos, princípios e diretrizes estabelecidas nesta lei.
O governador salien- rio de Colonização de Parágrafo Único – Na organização dos serviços da Assistência Social serão criados pro-
gramas de amparo:
tou que liberou mais de Morro da Fumaça que I – às crianças e adolescentes em situação de risco pessoal e social, em cumprimento ao
R$ 16 milhões durante acontece no mês que disposto no art. 227 da Constituição Federal e na lei nº 8.069, de 13/07/1990;
II – às pessoas que vivem em situação de rua”.
os dois dias que este- vem. “O estado não
ve na região. “Fizemos pode ficar fora des- O PROJOVEM Adolescente – Serviço Socioeducativo destina-se aos jovens de 15 a 17
anos:
um trabalho de triagem te grande evento. Vo- a) pertencentes á família beneficiária do Programa Bolsa Família (PBF);
no estado e incluímos cês não ficarão sem o b) egresso de medida socioeducativa de internação ou em cumprimento de outras me-
a região sul como uma nosso apoio e nossa didas socioeducativas em meio aberto, conforme disposto na lei nº 8.069/90 (Estatuto da
Criança e do Adolescente);
de nossas prioridades. participação”, finaliza. c) em cumprimento ou egressos de medida de proteção, conforme disposto na lei nº 8.069/90:

Executivo discute Plano Diretor com empresários


d) egressos do Programa de Erradicação do trabalho infantil (PETI);
e) egressos ou vinculados a programas de combate ao abuso e à exploração sexual;

Os jovens a que se referem as alíneas “b” a “e” devem ser encaminhados ao PROJOVEM Adolescente - Serviço Socioedu-
cativo pelos programas e serviços especializados de assistência social do Município ou do Distrito Federal ou pelo gestor de
assistência social, quando demandado oficialmente pelo Conselho Tutelar,pela Defensoria Pública, pelo Ministério Público
ou pelo Poder Judiciário.
(Fonte: CENOFISCO)
A Administração Munici- O prefeito Baltazar
pal de Morro da Fumaça Pellegrin destaca que
o Plano Diretor não é
foi convidada a partici-
par de uma reunião com feito para favorecer al-
gumas pessoas e sim
AUDICONT
empresários e comu-
nidade em geral para toda a comunidade. Contabilidade
“O plano não é feito REG. CRC/SC 3664/0-6
tratar do Plano Diretor
por mim e nem pela Registros de firmas - Imposto de Renda
Participativo que está Administração Munici- Baixas - Serviços Contábeis em Geral
em fase de elaboração. pal, mas sim por toda Fones (48)3442-9229 / 3442-7402
O principal assunto le- E-mail: audicontcontabil@brturbo.com.br
a comunidade, por isso
vantado pelos empre- precisa ser bem con-
sários é em relação à duzido para não co-
Lei Federal que esti- metermos erros”, fala.
pula que construções A elaboração do Plano
às margens de rios de- Diretor de Morro da Fu-
vem respeitar no míni- maça iniciou em 2008
mo 30 metros e que a com a criação de um Financiamentos:
Cartão Cred Par
princípio será seguida Núcleo Gestor e a con- Caixa Econômica Federal
tratação da empresa Rede Banco BV
pelo novo Plano Diretor.
responsável através do o município é um dos frer impacto direto pela
O assessor jurídico da
Governo Federal, já que
BETONEIRA 120LT .................R$774,00UN
contemplados por so- duplicação da BR-101.
Prefeitura, Matheus Scre- MOTOBOMBA PERIFÉRICA ......R$108,00UN
min disse que este caso PULVERIZADOR 20LT ................R$99,00UN
pode ser revisto através
das Audiências Públi- FURADEIRA 750WTS ..............R$160,00UN
cas. “Esta reivindicação PORTA EXTERNA CEDRO..........R$115,00UN
para mudar o espaço de FORRO PINUS 1A ..........................R$6,40M²
construções às margens MEIA CANA PINUS.......................R$0,55MT
de rios para oito metros PISO CLASSE A 1A .......................R$8,20M²
precisa ser levada para
(Obs: Os valores preço de avista)
discussão nas audiências 3434-1133 almeidaconstrucao@brturbo.com.br
públicas pelos próprios Rua Jaqueline Almeida Fragnani, 110
moradores”, salienta. Bairro Naspoline - Morro da Fumaça - SC