Anda di halaman 1dari 2

● Existem diversos sistemas de custo e critérios de avaliação da produção e dos

estoques. Dentro dos princípios fundamentais de contabilidade, aplicados pela lei nº
6.404/76, o método de custeio real por absorção é o aconselhado.
● Isto mostra que devem ser acrescentados ao custo da produção os custos reais
incorridos, obtidos através da contabilidade geral, e pelo sistema por absorção, o que
significa abrangência de todos os gastos relativos à produção, quer diretos, quer indiretos
com relação a cada produto.
● Análise dos critérios de rateio:
1. Os custos indiretos são aqueles incorridos para a obtenção do produto, mas que não
podem ser associados a um produto em particular. Decorrem do uso compartilhado de recursos
produtivos. Todos os produtos, em seu conjunto, são responsáveis por estes custos.
2. A escolha de critérios de rateio constitui etapa crítica da distribuição dos custos
indiretos. O critério de rateio adotado deve guardar coerência com a natureza do custo a ser
rateado.
3. A escolha dos critérios também depende da estrutura de controle e da organização da
empresa, bem como das condições da produção.
● Aplicação da técnica de rateio: Determinada empresa aloca seus custos indiretos
com base na participação dos custos primários. Nesse caso, calcula-se primeiro o custo
primário, em seguida a participação (percentual) em cada produto e, por último,
processa-se o rateio em cada produto.
● Rateio dos custos dos departamentos:
1. Os custos indiretos comuns a vários departamentos são apropriados de acordo com a
sua natureza.
2. Para proceder a alocação dos custos dos departamentos de serviços aos departamentos
de produção, é preciso apropriar-se do total de custos indiretos recebidos em cada departamento
de serviço para os departamentos de produção, com base em algum critério, como uma avaliação
de quanto um determinado departamento de produção utiliza do serviço de um departamento de
apoio.
3. O mesmo acontece quando se apropria os custos dos departamentos de produção aos
produtos. Basta encontrar um critério adequado para ratear o total de custos de um determinado
departamento de produção aos produtos fabricados por ele.
● É importante ressaltar que existe uma conciliação entre custos e contabilidade
financeira, não importando o critério de alocação de custos. Veja algumas considerações:
- A contabilidade financeira fornece à contabilidade de custos determinado valor dos
gastos com a produção do período e a contabilidade de custos restabelece à contabilidade
financeira produtos prontos.
- Essa composição entre custos e contabilidade financeira é de vital seriedade para se
impedir aberrações nas ponderações dos resultados de cada período e nas medidas dos estoques.
● Diferença entre as contabilidades financeira, gerencial e de custos:
- Contabilidade Financeira: se condiciona às imposições legais e requisitos fiscais
atendendo as necessidades dos usuários externos
- A contabilidade gerencial está voltada à administração da empresa, não se condiciona às
imposições legais, tem objetivo de gerar informações úteis para tomada de decisões atendendo as
necessidades dos usuários internos.
- A contabilidade de custos está voltada à análise dos gastos realizados pela entidade no
decorrer de suas operações, mensura e relata informações financeiras e não-financeiras

fornece informação tanto para a contabilidade gerencial quanto para a contabilidade financeira.relacionadas à aquisição e ao consumo de recursos pela organização. .