Anda di halaman 1dari 8

Vida.

Vida. é um informativo eletrônico de natureza cristã que privilegia os princípios da Palavra de Deus como única regra de fé e prática do crente.
Ano IV • Número 01 • Junho de 2010.

Movimento sectarista com práticas


pagãs e rituais de regressão e
técnicas psicanalíticas são usadas
para o verdadeiro
arrependimento.

MINISTÉRIO INTERNACIONAL DA RESTAURAÇÃO

ENCONTRO COM DEUS. OS PERIGOS


DE UM MOVIMENTO CHEIO DE MAGIA, MISTÉRIOS
E ENCANTAMENTOS.
POR WÉSLLEY MAGESKI São crentes de boa fé, desejosos de experiên- É profundamente lamentável afirmar que de-
Nunca houve em toda a história bíblica, tan- cias fantásticas e fenomenais com Deus, que vemos esquecer Jacó porque agora somos de
tos falsos profetas, enganadores, ensinando estão dando ouvidos a espíritos enganadores Israel. Ora não somos nem de Jacó, muito
doutrinas de demônios (1João 4.1-6) que e a doutrinas de demônios (1Timóteo 4.1) menos de Israel, somos de Deus em Cristo
tentam extorquir a fé e a essência do Evan- que tem enganado até os escolhidos de Deus Jesus (1Coríntios 1.12; 3.4,5). São clichês,
gelho da Graça de Deus que salva, liberta o (Mateus 24.19-29), submetendo-se a técni- frases de indução que levam os neófitos na
homem (Hebreus 4.12) e o reabilita a uma cas psicanalíticas de regressão, transe hipnó- fé ou àqueles que desconhecem a verdadeira
nova vida em Cristo (Efésiso 2.8) não pela tico, associações livres, terapias e métodos essência do Evangelho (João 8.32), a chega-
lei e sim pela graça de Deus em Cristo Jesus de indução para um verdadeiro “Encontro rem ao ponto de terem que perdoar até Deus
(Gálatas 3.11). com Deus”. em encontros misteriosos e secretos.
O movimento G12 como foi conhecido em 1983 teve sua origem por
meio de um pastor colombiano César Castellanos Domínguez, funda-
dor da MCI – Missão Carismática Internacional em Bogotá na Co-
lômbia. Um movimento cheio de heresias e contradições bíblicas e
teológicas que foi biblicamente combatido por homens de Deus sérios
e comprometidos com o Evangelho e com o seu Reino. O movimento
perdeu sua força na década de 80 e voltou sorrateiramente, alastran-
do-se de forma sutil e diabolica na Igreja de Cristo no Brasil.
No Brasil o líder desse movimento é o pastor Rene Terra Nova do Mi-
nistério Internacional da Restauração, com sede em Manaus-AM.

Foto: César Castellanos Domínguez

Foto: Rene Terra Nova

Castellanos iniciou seu movimento em 1983, rado centenas de “adesões” e não conversões Todo líder tem por objetivo multiplicar evange-
inspirado no modelo de igreja em células do verdadeiras, levando as igrejas do G12 por um lizando pessoas novas, e é cobrado nesse senti-
pastor sul-coreano David (Paul) Yonggi Cho caminho perigoso e autodestrutivo. do visto que se uma célula não multiplicar num
da "Igreja do Evangelho Pleno". Com esse pro- Alegam os gedozistas que a prova da neces- determinado tempo pode perder a liderança da
jeto deu-se início ao MCI. Castellanos afirma, sidade do governo de 12 líderes é o fato dos célula.
então, ter recebido uma revelação profética di- apóstolos terem escolhido um substituto para O G12 considera-se como única forma correta
retamente de Deus, em 1991, em resposta à sua Judas que havia se enforcado, pois tinham que de igreja, que segundo o teólogo Márcio Ar-
oração em prol do crescimento de sua igreja, manter um grupo de 12 apóstolos, não poden- gachof, autor do artigo “G12: O fruto do en-
devido o movimento inicial não ter obtido o do ser 11 nem 13. E na ocasião eles optaram gano no Corpo de Cristo”, constitui uma das
êxito esperado. pelo Matias quando havia outro que também se características típicas de seitas como os mór-
O G12 rejeita as formas bíblicas de evangelis- encaixava no perfil desejado. mons, testemunhas de Jeová, Igreja da Unifica-
mo através dos testemunhos pessoais dos cren- A igreja segue as ordens de um pastor, que pos- ção, etc. Vejamos a prepotência de Castellanos
tes que tendo suas vidas renovadas por Cristo, sui um grupo de 12 líderes de células, os quais e seus discípulos: Temos recebido a palavra no
manifestam a “olhos vistos”, a presença dos têm por trás de si uma rede de células sempre sentido de que nos anos vindouros haverá gente
frutos do Espírito Santo. Para o G12 a quan- baseadas preferencialmente no formato de 12 faminta por conhecer a mensagem da salvação;
tidade de pessoas na igreja é o objetivo maior, pessoas, pois quando uma célula atinge número milhões e milhões correrão pelas ruas demon-
não investindo em amadurecimento através de maior de membros torna-se madura e divide-se strando seu desejo de saber de Cristo, e a única
ensino bíblico sólido. Na prática isto tem ge- de modo a atender as metas de multiplicação. estrutura que permitirá estar preparados para
isto é a igreja G12. (Castellanos Domínguez,
Sonha e Ganharás o Mundo, pg.146.)
Quem for contra a “visão” está sob influência
da Rainha dos Céus (ou endemoniado). Sem-
pre que alguém se levanta contra, ou critica o
movimento do G12 e seus idealizadores, está
endemoniado. Ou seja, qualquer discordância,
é imediatamente apontada como fruto de obra
maligna, sem importar de fato os pontos que
estão sendo questionados. Ou seja, não é feita
uma contestação puramente bíblica para apoiar
o G12. Em diversos momentos é impossível ao
G12 argumentar sem usar a tal visão.
Castellanos ensina seus discípulos a serem
isolacionistas e a verem o G12 como vítima de
2
satanás que usa as pessoas fazendo com que vão compondo uma espécie de elite na igreja. necessidades espirituais.” (Castellanos, Sonha
fiquem contra a “visão” e suas doutrinas. Cláudia Castellanos, pastora do movimento e ganharás o mundo, pg.56)
Castellanos segue a mesma receita sectária do G12, em uma viagem a Israel, relata que ouviu Numa das várias mensagens de espíritos en-
mormonismo, ao dizer que “quando há ataques, uma “voz estranha” que dizia que ela precisava ganadores recebidas por Castellanos, temos
é sinal de que avançamos.” (Castellanos, Sonha desprezar seu batismo feito há 21 anos atrás e na página 137 de seu livro, uma de suas mais
e ganharás o mundo, pg.102) rebatizar-se novamente nas águas do Rio Jor- tenebrosas “profecias”, onde os Estados Uni-
Todos os líderes são submetidos a cursos onde dão porque ela teria uma missão à mesma dada dos, envoltos num imenso conflito dependerão
aprendem as técnicas para gerir sua célula e ao último profeta do Antigo Testamento, João do modelo G12 para livrarem-se dos terríveis
como identificar seus futuros líderes. Batista, que pregava o batismo por arrependi- acontecimentos que os esperam.
A multiplicação é fundamental, e em torno dis- mento. A falta de conhecimento bíblico de seus Em 1989, como o próprio Castellanos afirma,
to gira todo o esquema do G12. Esquecendo-se líderes é tão grotesca que não é necessário uma Deus iria confirmar mais uma vez seu propó-
que é Deus quem nos escolhe, e querendo fazer visão teológica ou hermenêutica para identifi- sito para com ele, através de uma profecia en-
a obra do Espírito Santo, o movimento passa car que o texto bíblico da qual ela se refere é o tregue por Randy McMillan, ministro radicado
sua mensagem de modo a deixar o participante de João ... onde João Batista tinha uma missão na Colômbia: “Esta igreja tem encontrado gra-
do movimento com a consciência pesada, caso de preparar o caminho do Salvador, aquele que ça diante dos Meus olhos. Tenho uma grande
não consiga multiplicar. “Quem não se repro- batizaria não mais por arrependimento (água), visão para vocês. Quanto à área financeira, len-
duz, está afetando a possibilidade de conver- mas com fogo (conversão), Espírito Santo (João vatá-los-ei com sinais da Minha glória. (...) Vou
são de milhares de vidas.” (Castellanos, Sonha 15... ). “Quando saí das águas do Jordão, senti abençoá-los sobrenatural e economicamente
e ganharás o mundo, pg.80) literalmente no espírito que os céus se abriram como igreja para que alcancem coisas que os
O Treinamento é realizado pela escola de líde- e que Deus enviava Seu Espírito Santo. Foi outros não tem alcançado...Sou um Deus de
res de cada igreja. Aqui são preparados os dis- quando minha vida mudou. Orei profunda- bênção e prosperidade total em teu espírito, tua
cipuladores que irão dirigir as células e execu- mente, sentindo o verdadeiro quebrantamento. alma e teu corpo; em todas as coisas materiais...
tar o programa de discipulado. A tendência é de Terminado o evento que nos havia conduzido Por fé em Deus e em Cristo Jesus, vocês tem di-
cursos breves de baixa qualidade, visto que não até Israel, o pastor que dirigia me pediu que reito a ser abençoados em todas as coisas, ainda
se aprende teologia em 2 ou 3 meses. O objeti- pregasse no lugar onde Jesus compartilhou o que materiais, disse o Senhor. Os ministérios
vo é que cada participante ou seguidor do G12 Sermão da Montanha. Eu não estava incluí- dessa igreja vão prosperar... Busquem-Me, diz
alcance os seus 144 discípulos. Por fim, ocorre da no programa, mas sabia que esta proposta o Senhor, entrem em aliança Comigo e verão
o Envio, quando os líderes treinados assumem vinha do Senhor e, quando abri meus lábios, suas finanças prósperas, Minha igreja próspera
a liderança de grupos em células, sempre de 12 fui mudada em outra mulher. Recordo-me que e Minha obra expandida (...) Ao pastor, o Es-
pessoas, as quais estarão em treinamento para falava com uma voz tão potente que me assom- pírito diz: Tenho muitos projetos para ti, estás
assumirem a liderança de outros 12 e assim brava a mim mesma; sem dúvidas o Espírito entrando na primeira etapa, não descanses, não
progressivamente. Santo estava atuando através de minha vida. desmaies pelo caminho, porque tudo tem seu
Através da “Escola de Líderes”, o G12 acredita Daí em diante tenho seguido escutando a voz tempo (...) Meu Espírito tem gozo pela liberda-
que transformará o caráter dos participantes, e de Deus, dirigindo todos os meus passos. Meu de e liderança desta igreja, e assim quero pros-
que todos ao final do cursinho terão o caráter de tempo devocional foi transformado, dando- perar-vos grandemente...Verão Minha glória e
Cristo, e estarão preparados para serem líderes me intercessão profética e interpretação de os levarei de glória em glória, diz o Senhor.”
de células. Na prática, o orgulho e a vaidade, línguas, além da capacidade de observar os (Castellanos, Sonha e ganharás o mundo,
são visíveis em alguns líderes de células que corações de nosso povo para conhecer suas Márcio Argachof, afirma que a permanência

3
na Palavra e manifestação do fruto do Espí-
rito Santo, que reproduz o caráter de Cristo
na vida de cada crente (Jo 17.17; Gl 5.16-26), é
uma atitude que todo cristão deveria ter. Con-
tudo, devemos estar atentos ao fato de que
materiais e métodos do G12 estão permeados
de doutrinas estranhas à Palavra de Deus, de
modo que é necessário sempre avaliá-los à luz
da Palavra antes de aplicá-los.
Atitudes de autopunição como o uso de rou-
pas rasgadas ou do avesso, cabelos raspados,
jejuns declarados em público, mudança para
pior em hábitos de higiene, etc., são atitudes
às vezes provindas de espíritos enganadores,
visto que prestam apenas para ridicularizar o
cristão e não possuem respaldo na Palavra. “A
frutificação neste milênio será tão incalcu-
lável, que a colheita só poderá ser alcançada
por aquelas igrejas que tenham entrado na
visão celular. Não há alternativa: a igreja ce-
lular é a igreja do Século XXI” (Castellanos
Domínguez, Sonha e Ganharás o Mundo,
pg.143.)

PRINCIPAIS DOUTRINAS
DO MOVIMENTO G12
CONFISSÃO DE Para o G12 o Espírito Santo não faz morada tanto. Mas, não existe a menor preocupação
no crente ele é como um hospede como era por parte da liderança em obter dom de in-
PECADOS A LÍDERES no Antigo Testamento. “Ele é o mesmo Deus terpretação de línguas ou o de discernimento
No G12, se você não confessar seus peca- de espíritos. Na verdade aceitam tudo o que
e sente, quando alguém peca; entristece-
dos aos seus pastores ou lideres, para que é sobrenatural como proveniente de Deus ou
se quando um crente sofre; sofre com ele;
eles liberem a “benção do perdão”, sofrerá do Espírito Santo, ignorando as advertên-
quando alguém se aparta de Deus, Ele se
ações diabólicas. Para tanto pedem que seus cias da Palavra: Surgirão ventos de doutri-
retira dessa pessoa.” (Castellanos, Sonha e
freqüentadores escrevam em um caderninho nas (Efésios. 4.14, Hebreus 13.9, 2 Timó-
ganharás o mundo, pg.110)
uma espécie de devocional, ou suas orações, teo. 4.3-4); Surgirão falsos cristos e falsos
e após isto entreguem os caderninhos aos A BUSCA OSTENSIVA
profetas (Mateus. 24.24); Devemos ter cui-
seus líderes, para que sejam expurgados seus PELO “FALAR EM dado com os falsos profetas (Mateus. 7.15);
pecados.
LÍNGUAS” Haverá apostasia (2 Tessalonicenses. 2.3);
A doutrina G12 busca a todo o momento Alguns apostatarão da fé (1Timóteo. 4.1-2);
O ESPÍRITO SANTO É fazer com que todos os freqüentadores falem Não devemos mudar nosso entendimento (2
UM HÓSPEDE em línguas. No “Encontro com Deus” há Tessalonicenses. 2.2); Devemos ficar firmes
momentos cuidadosamente preparados para e guardar as tradições (2 Tessalonicenses.

Pecado é transgressão da lei de Deus. disse para perdoar os que nos ofendem de Deus, Templo e Santuário do Deus
Por isso somente e exclusivamente Deus (pecam contra nós) até 70 x 7. Isso é per- vivo (1Coríntios 3.16-17). “Nosso corpo
pode perdoar o pecador. Perdoar é remir doar pela culpa pessoal mas o pecado em é santuário do Espírito Santo, que está
o que pecou de sua falta ou dívida. Pode si, a transgressão dos ensinos divinos só em vós” (1 Coríntios 6:19). “E, se alguém
o homem perdoar pecados? A Bíblia diz Deus em Cristo pode nos perdoar. Homem não tem o Espírito de Cristo, esse tal não
que todos pecaram e foram destituídos nenhum tem poder para perdoar pecados é dele” (Romanos 8:9). O Espírito Santo
da glória de Deus (Romanos 3.23). Diz (1João 1.9). não é uma visita para aqueles que rece-
ainda que Deus não poupou nem os an- E eu pedirei ao Pai, e ele lhes dará outro beram Jesus como seu único e suficiente
jos que pecaram (II Pedro 2:4); se todos Conselheiro para estar com vocês para Salvador e Senhor. O Espírito Santo
pecaram, como pode o pecador perdoar sempre, o Espírito da verdade. O mundo passa a habitar, morar na Nova Vida em
pecados? Você pode perdoar alguém não pode recebê-lo, porque não o vê nem Cristo (João 3.1-18; 1Coríntios 5.17).
que te prejudicou, que te ofendeu, que te o conhece. Mas vocês o conhecem, pois Além disso, desconhecem as orientações
causou males (Efésios 4: 32). Jesus afir- ele vive com vocês e estará em vocês para da Palavra quanto ao uso dos dons Es-
ma isso em (Mateus 18: 21 e 22) quando sempre (João 14.16-17). Somos moradas

4
2.15); Devemos permanecer naquilo que TEOLOGIA DA A EXALTAÇÃO DOS
aprendemos (2 Timóteo. 3.14); Devemos
reter a Palavra, que é igual à doutrina (Tito
PROSPERIDADE SONHOS
1.9); Quem não permanecer na doutrina não
Durante os cultos são pregadas mensa- César Castellanos ensina (na verdade plagia
é de Deus (2 João 9).
gens enfocando a prosperidade finan- o coreano Paul Yonggi Cho) que, pela uti-
ceira, quando a verdadeira prosperidade lização de sonhos, todos nós podemos pro-
ATOS PROFÉTICOS, resume-se a ser feliz sem passar nenhum vocar transformações no mundo real, tra-
LOGOS E RHEMA tipo de necessidade. Mensagens do tipo: zendo à realidade aquilo que incubamos em
Dízimo é para abençoar o que chega em nossas mentes. Ao afirmar que o “mundo é
Baseados na crença de que o cristão faz suas mãos e oferta é para sua prosperi- dos sonhadores”, ele coloca como condição
ou diz, tem repercussão no mundo es- dade, são típicas da “teologia da pros- para que recebamos tudo de Deus: atrever-
piritual, alguns chegam a blasfemar en- peridade”. Tais ensinamentos não são nos a sonhar. (César Castellanos, Sonha e
sinado que assim como Deus, pela sua bíblicos e não encontram respaldo na Pa- Ganharás o Mundo, 22)
palavra falada, trouxe todas a coisas a lavra de Deus.
existência, da mesma maneira, nós como A ênfase nas pregações sobre dízimos
sua imagem, podemos trazer coisas a ex- e ofertas, bem como sobre mordomia
istência pelo poder da palavra falada. Cristã, é uma característica das igrejas
Esse ensino é uma blasfêmia que pro- do G12, grande parte destas igrejas es-
cura assemelhar o homem a Deus. Es- tão envolvidas em obras de ampliação da
ses “atos proféticos” normalmente têm igreja. Trata-se de uma substituição do
como objetivo, “conquistar” cidades ou Evangelho da Graça, pelo “evangelho”
nações para o Reino de Deus, ou ainda da ganância, cobram até o dízimo míni-
alcançar objetivos esquisitos. A palavra mo entre os freqüentadores.
de Deus nos ensina a ganhar almas para
o Reino de Deus através da pregação do
evangelho de Jesus Cristo, e não através
de “declarações de posse” ou “orações
reivindicatórias” ou ainda de “atos pro-
féticos”.
Todos que freqüentam alguma igreja G12
ou qualquer um dos movimentos clones
do G12, já deve ter ouvido seu pastor
fazer uma enorme diferenciação entre
logos e rhema, para justificar o porquê
de alguns não aceitarem a visão ou do
motivo de haverem tantos que discordam
deste movimento.
Eles alegam que há há uma distinção entre
eles no sentido de que logos é a Palavra
escrita, revelada de Deus, e que rhema
é a palavra dita, expressa de Deus, que
faz com que as coisas sejam realizadas.
Desta forma, eles afirmam que podemos
usar a palavra rhema para realizarmos
no mundo espiritual e físico aquilo que
desejamos.

pirituais que é para edificação do corpo poder da palavra falada (João 1.1-3; He- ou qualquer outra técnica, ao mesmo
de Cristo, que é comum a todos e não um breus 11. 3,4). Deus criou todas as coisas tempo que tenta limitar o poder de Deus,
privilégio apenas para alguns. Paulo ori- em “os céus e a terra” (Gênesis 1.1; Isaías torna o homem um semi-deus (1João
enta em inúmeras passagens especifica- 40.28; 42.5; 45.18; Marcos 13.19; Efésios 5.14; 3.22; Jó 37:5,14-15,23; Neemias 1:4
mente sobre o falar em línguas (1Corín- 3.9; Colossenses 1.16; Hebreus 1.2; Apoc- e 2:4).
tios 13.1-13). “Portanto, procurai com alipse 10.6). Não é dado ao homem a fac- Esta tentativa de sugerir que Deus cria,
zelo os melhores dons (1Coríntios 12.31; uldade de criar e tornar vida aonde não utilizando-se de sonhos ou visualizações,
1 Pedro 4.10; 1 Coríntios 12.7; Efésios há, muito menos de realizar no mundo ou qualquer outra técnica, ao mesmo
4.16). espiritual e físico aquilo que desejamos. tempo que tenta limitar o poder de Deus,
Deus pode fazer tudo aquilo que dese- A Palavra, logos e rhema é Jesus. Ele é o torna o homem um semi-deus (1João
ja (Genêsis.17.1; Jó 42.2; Salmo.115.3; verbo de Deus, Palavra dita e expressa de 5.14; 3.22; Jó 37:5,14-15,23; Neemias 1:4
Isaías 43.11-13; Marcos 10.27). Não é Deus (João 1.1-3). e 2:4).
dado ao homem nenhum atributo de Esta tentativa de sugerir que Deus cria,
Deus como trazer coisas a existência pelo utilizando-se de sonhos ou visualizações,

5
“ENCONTRO COM DEUS”
TÉCNICAS DE REGRESSÃO, MANIPULAÇÃO E
ENCANTAMENTOS

O
principal endomarketing que serão abordados. Tudo é muito sigilio- Livre, usado por Freud na psicanálise) que
do movimento é o “Encon- so e secreto. Cada participante desembol- leva ao êxtase, onde o pastor diz que Deus
tro com Deus”, algo mis- sa um valor para o custo com a alimenta- nos escolheu desde o ventre da nossa mãe,
terioso, secreto onde os ção e sua estadia no local. Normalmente e então pede a todos que se imaginem des-
participantes fazem “voto é organizado por várias igrejas e líderes. de o instante da concepção (início da re-
de silêncio” de sua experiência no “Encon- Nas “celebrações, cultos ou liturgias”, são gressão – Consciência Coletiva que pode
tro” que pelo “Manual do Encontro com realizados “atos proféticos”, shofar invo- levar a cartese, que normalmente é acom-
Deus” é mais humanístico do que divino, cando o Espírito Santo é tocado, músicas panhado por choro incontrolável), passan-
além dos rituais de magia, encantamentos, de louvor e adoração são intensas, quando do pela vida uterina, como Deus o tratou
mantras que são tocados, e o uso de técni- o pastor, ou líder do “Encontro” ministra com amor, até o seu nascimento”. Normal-
cas de hipnose, regressão, vivência, asso- a Palavra de Deus, uma música de fundo é mente são usados musica na manipulação
ciação livre e métodos de indução nas ce- tocada, fazendo lembra um estilo de man- que pode ser voluntária ou involuntária,
lebrações, alcançado o êxtase “espiritual” tra ou de temas de vitória. O orador em um mantra é tocado e palavras (técnica de
ou a catarse que na psicanálise significa “o momentos pontuais determina palavras indução) são liberadas para que o partici-
extravasar de emoções, “purificação” dos e frases de efeito em que os participantes pante se entregue ao encantamento.
sentimentos”. Os idealizadores do “En- sobre o método de indução são levados a No entanto, o G12 usa desta técnica du-
contro com Deus” afirmam que é nesse repetirem várias vezes. Uns chegam a cair rante o Encontro, acreditando que isto não
momento que os participantes possuem o no chão, outros choram descontrolada- tem maiores conseqüências, e que agindo
verdadeiro arrependimento. mente, uns ficam em um estado de transe desta forma estarão levando a pessoa a
Entrevistando um dos participantes do tal hipnótico, uma verdadeira esteria coletiva uma cura interior. Infelizmente isto não
“Encontro com Deus”, relatou que o retiro toma conta do lugar. é sempre uma verdade, pois temos relatos
acontece três dias e ninguém sabe exata- Um ex-líder do movimento G12, declara de pessoas que precisaram ser até interna-
mente o que irá acontecer. “Eles deixam que “infelizmente, durante o Encontro, na das em clínicas de recuperação psicológica
a gente numa expectativa muito grande e hora em que está sendo aplicada a “cura após terem participado do encontro, e ou-
em um ambiente muito calmo e sereno”. interior”, os encontristas são levados a re- tras que entraram em depressão profunda
Não há uma programação provisória, in- petir uma oração (início do transe hipnó- após o “Encontro com Deus”, chegando a
formando o nome dos preletores e os temas tico que pode ser por meio da Associação fazer uso de medicação antidepressiva.
O ENCONTRO BATISMO SÓ DEPOIS DE cursos de manipulação em neurolinguística e
técnicas psicanalíticas e psicológicas. O único
É NECESSÁRIO PARA PARTICIPAR DO recurso que eles utilizaram foi o da Palavra,
O VERDADEIRO “ENCONTRO”. rasgaram seus corações e converteram-se de
ARREPENDIMENTO A Bíblia nos ensina que quem crer e for ba- seu mau caminho e receberam a bênção de
No G12 explicam que o “verdadeiro arre- tizado será salvo. Já no G12, todos têm que Deus e prosperaram. O cego Bartimeu que
pendimento”, é quando o crente declara primeiramente crer, e em segundo lugar par- saiu ao encontro de Jesus (Marcos 10.46-52);
detalhadamente os seus pecados, chora, ticipar do Encontro com Deus para somente a mulher samaritana que após seu encontro
SENTE DOR POR TER OFENDIDO A depois disto ser batizado. É claro que tal pro- saiu pelas ruas anunciando aquilo que Jesus
DEUS (Pág. 118 do Plano Estratégico). Di- cedimento não é bíblico. havia feito em sua vida (João 4.1-54).
O movimento G12 acredita que somente após
zem que o verdadeiro arrependimento só DIMINUIÇÃO DA CRUZ
acontece quando o novo convertido parti- o Encontro a pessoa está verdadeiramen-
te arrependida, pois durante os três dias do DIANTE DA
cipa do Encontro.
O arrependimento para o G12 só aconte- retiro, todos são renovados, e aí então estão VALORIZAÇÃO DO
aptos para o batismo. Só não é explicado por-
ce genuinamente nesse encontro, isto se ENCONTRO
deve aos rituais de vivência (quando si- que algumas pessoas participam do Encontro
A mensagem que o G12 passa é que so-
mulam situações em que os participantes várias vezes. Será porque não se arrepende-
mente após o Encontro o Cristão estará
vivenciam momentos da Paixão de Jesus, ram o suficiente? Mas quanto é o suficiente?
preparado para o batismo, ou para a vida
como velas pelo caminho iluminando cada Acredito que o “suficiente” seja exatamente o
cristã, visto que no Encontro é feita uma
fase do sofrimento de Jesus, entre outros; ponto onde haja concordância com os méto-
limpeza espiritual onde os pecados antigos
transe hipnótico; associação livre; terapia dos do G12.
são queimados em uma “fogueira santa”,
em grupo e técnicas de regressão (técnicas VOTO DE SILÊNCIO num ritual muito semelhante aqueles en-
de uso profissional na psicanálise, neuro- Quem participa do Encontro com Deus pre- contrados no paganismo.
linguística e psicologia). Lembrando que cisa fazer um tipo de “voto de silêncio”, não
Freud o pai da psicanálise abandou muito pode compartilhar, falar nada do que pre-
de suas técnicas por considerar que elas senciou no Encontro (Gênesis 5.21-24; 17.1-8;
não resultavam em cura. 15-22; Êxodo 19.1-20; Hebreus 11.1-40). Con-
Para a Palavra de Deus o arrependimento trariando todo o princípio bíblico de homens
acontece quando o homem volta-se para e mulheres que tiveram um verdadeiro e
o Senhor, abandona seu caminho e muda autêntico encontro genuíno com Deus sem
sua maneira de viver e pensar. recorrer de forma sórdida e covarde aos re-

O CRENTE DEVE
PERDOAR DEUS
O mais absurdo que acontece no encontro
O QUE A BÍBLIA DIZ?
é o momento em que os participantes so-
Não é necessário voltarmos para trás, ou regre- A bíblia declara que: “quem crer e for bati-
bre o efeito do transe hipnótico é levado a dir, para resolvermos traumas passados, pois zado será salvo" (Marcos 16.16). Parece que o
perdoar Deus. Durante o “Encontro com Cristo nos libertou (Gálatas 5.1; Apocalipse 1.5; G12 tenta persuadir os princípios bíblicos es-
Deus”, em meio a uma oração realizada Romanos 8.21; Gálatas 2.4; 1Pedro 2.16). Ele senciais a nova vida em Cristo por doutrinas
pelos líderes, onde o encontrista é exorta- nos resgatou e nos salvou (Lucas 19.10), naquele de demônios, substituindo a graça de Deus em
momento em que foi crucificado por nossos pe- Cristo Jesus por métodos pagãos, rituais de
do a liberar o perdão a todos que possam cados. Jesus quer que abandonemos o passado magia, sincretismo religioso e técnicas psica-
ter lhe provocado alguma mal em sua vida, e olhemos para frente, ou seja, para Ele. (Fili- nalíticas. O batismo é uma ordenança deixada
inclusive a Deus, caso a pessoa tenha algu- penses 3:13-14). Além disso, Deus lança nossos por Jesus a sua igreja e não há um encontro.
ma mágoa na qual tenha culpado Deus. pecados no mar do esquecimento, e deles não se O Batismo consiste na imersão do crente em
lembra mais (Miquéias 7.19). água, após sua pública profissão de fé em Jesus
“As técnicas psicológicas ensinadas no O verdadeiro arrependimento acontece quando Cristo como Salvador único, suficiente e pessoal
“Manual de Realização do Encontro”, por o Espírito Santo de Deus convence o homem do (Atos 2:41,42; 8:12,36-39; 10:47,48; 16:33, 18:8).
sua vez, são de arrepiar qualquer cristão: pecado, da justiça e do juízo de Deus e não en- Simboliza a morte e o sepultamento do velho
pelas regras do G12, para que um indiví- contros de manipulação, encantamento e magia homem e a ressurreição para uma nova vida
(João 16.8). Arrependimento na bíblia é muito em identificação com a morte, sepultamento e
duo alcance a devida libertação dos trau- mais do que rasgar as vestes (Joel 2.13), é uma ressurreição do Senhor Jesus Cristo e também
mas do passado (técnica de cura interior), atitude, um modo de mudar de vida. A conver- prenúncio da ressurreição dos remidos (Roma-
é necessário que este tente visualizar o são ou arrependimento foi à primeira palavra nos 6:3-5; Gálatas. 3:27; Colossenses. 2:12; I Pe-
“encontro do espermatozóide do seu pai que Jesus anunciou em seu ministério (Mateus dro. 3:21).
3.2; 4.17; Marcos 1.15; Atos 2.38; 3.19). A salvação transforma o caráter em definiti-
com o óvulo de sua mãe”. Depois da visu- Deus não pode pecar ou agir contra sua própria vo sem necessidade de “Encontros”. Para ob-
alização de cada etapa de vida – no útero, natureza (Tiago 1.13,18; Malaquias 3.6; ). Deus termos o perdão de Deus, basta pedir perdão
durante a gestação, na infância até a ida- não é homem para que minta, nem filho de ho- a Ele, munido de um arrependimento sincero
de adulta –, a pessoa deve perdoar àque- mem para que se arrependa. Acaso ele fala, e e verdadeiro, e sempre olhando para a cruz
deixa de agir? Acaso promete, e deixa de cum- onde Deus por meio de seu filho em sua infini-
les que eventualmente tenham lhe causado prir? (Números 23.19). Não é Deus que precisa ta graça e misericórdia, decidiu salvar a todos
sofrimento, sem esquecer ninguém - nem de perdão e sim o homem que pecou e se distan- aqueles que nele crerem (1João 1.9; 2Coríntios
mesmo Deus. “Eles precisam liberar per- ciou de sua graça e amor (Romanos 3.23; 6.23; 5.17; 2Coríntios 5:18-19; Romanos 5.1-5; 8.1-17;
dão às pessoas envolvidas em cada fase e 5.12). O pecado construiu um muro de ódio e de Isaías 38.17; Jeremias 31.34; Hebreus 8.12; Mi-
divisão entre o homem e Deus e quem derrubou quéias 7.18-19).
até mesmo a Deus”, diz um trecho do ma- esse muro foi o Senhor Jesus (Efésios 2.13-18).,
nual.
COMO IDENTIFICAR
UMA “IGREJA” DO MOVIMENTO G12

O movimento G12 não é algo novo. Após vá- porque a Palavra de Deus penetra na divi- EXPEDIENTE
rios crentes sérios e comprometidos com o são da alma e do espírito, o que nenhuma Vida. é um informativo eletrônico de nature-
Reino de Deus e com sua Palavra terem des- técnica psicanalítica consegue, a Palavra de za cristã que privilegia os princípios da Pala-
mascarado a artimanha diabólica e manipu- Deus penetra, libertando, curando e salvan- vra de Deus como única regra de fé e prática
ladora do movimento, este ficou camuflado, do o homem de sua natureza decaída e per- do crente.
escondido, por detrás de várias igrejas-seitas. versa. Não foi Freud, Yang, Castellanos, Paul
Normalmente é fácil identificar uma igreja Young Chu, que salva, cura, liberta, transfor- Notas do Editor
G12, ela sempre vem de outra Igreja biblica- ma e reabilita o homem a uma nova criatu- A contribuição dessa edição é do pastor Wésl-
mente fundamentada e alicerçada da Palavra ra, muito menos “encontros manipuladores” ley Mageski, graduado pela Escola Superior
de Deus. São igrejas de divisões. Inclusive que apelam ao emocionalismo exarcebado de Teologia de São Leopoldo-RS, pós-gradu-
no Encontro com Deus, você só encontra e a consciência coletiva das pessoas, e sim ado em ciências da religião, ensino religioso,
pessoas de igrejas divididas, que romperam Jesus. Se você deseja de todo o seu coração filosofia e psicanálise pela UFES.
com sua igreja de origem negando sua fé e a um “Encontro com Deus”, o melhor lugar é
experiência com Deus e com os seus irmãos; junto ao poço da sua condição humana, é ali Referências Bibliográficas
fazem um tipo de voto de virarem a cara para o lugar onde você terá o maior de todos os CASTELLANOS, César Domínguez. Sonha
os irmãos e igrejas que acolheram quando Encontros com Deus. e Ganharás o Mundo. São Paulo, SP: Palavra
estavam em fagalhos e completamente des- Creio de todo o coração que muitos irmãos da Fé Produções LTDA, 1999.
truídos e arruinados. O que é completamente bondosos e generosos, estão sendo enganados
contraditório o que aprendam no “Encontro e manipulados por práticas e encantamentos CASTELLANOS, César Dominguez. Lide-
com Deus” que é de perdoar até o esperma- maliciosos e altamente destrutivos, por se- razgo de Êxito Através de Los 12. Bogotá:
tozóide e o óvulo que por qualquer motivo rem rejeitados e mal compreendidos em suas Ed. Vilit, 1999.
ficou traumatizado de não ter sido nada fácil igrejas. Falta realmente a igreja de Cristo o
a fertilização, queria saber o que eles fazem cuidado com aqueles que estão feridos e que LIMA, Paulo Cesar. O Que Está Por Trás do
com os milhões que não conseguiram chegar são facilmente manipulados por falsos ensi- G12. Rio de Janeiro, RJ: CPAD, 2000.
nem na metade do cominho; e a Deus que é namentos e doutrinas de demônios. Minha
o grande culpado de ter permitido o mal ter oração é que esses irmãos encontrem em Je- NEE, W. A Ortodoxia da Igreja. São Paulo:
entrado junto com o espermatozóide. A final sus a cura e a verdadeira libertação que só Ed. Árvore da Vida, 1983.
a culpa não é mais nem de Adão e Eva, mui- na Palavra podemos encontrar, “conhecereis
to menos da serpente, é de Deus, foi Ele que a verdade, e a verdade vós libertará” (João Manual do Encontro com Deus http://www.
desobedeceu, pecou. 8.32). scribd.com/doc/7387773/Manual-de-Reali-
Crentes genuinamente transformados pela zacao-Do-Encontro
Palavra de Deus não precisam de “Encontros
humanísticos, psicanalíticos com Deus”, isto
8