Anda di halaman 1dari 1

Antnio Ccero um grande pensador das artes.

Tive o prazer de conhec-lo


em uma palestra ministrada na Ps-Graduao em Arte (na poca, Mestrado
em Arte) do Instituto de Artes (IdA) da UnB. O que ele falou sobre as relaes
entre as vanguardas histricas e a "contemporaneidade" e, ainda, sobre como
Ps-Moderno uma expresso infeliz, pois "ps" e "moderno" so sinnimos,
significam, de acordo com ele, aquilo que vem depois. Ih! Eu poderia escrever
muito sobre essa palestra, foi incrvel. Conheo-o pouqussimo como poeta,
vou pegar uma carno com voc, vou no seu vcuo, que j conhece, procurar
conhecer a produo literria deste filsofo e terico das artes.

Comeando a fuar na rede achei uma informao, para mim, importantssima.

"O filsofo Antonio Cicero e o poeta WallySalomo trouxeram Richard Rorty ao


Brasil em 1994 para o ciclo de conferencias O relativismoenquanto viso de
mundo, que depois deu origem a um livro de mesmo nome. (CICERO, A.e
SALOMO, W. (Org.)." Grande Antnio Ccero! Logo na companhia de quem,
Wally Salomo!

Richard Rorty discpulo de John Dewey que, por sua vez, foi aluno, discpulo
ou orientando de Charles Sanders Peirce. E Dewey foi o orientador do incrvel
Ansio Teixeira. E Dewey por si s demais, abre alas para Rorty e, at, para o
discpulo deste ltimo, Richard Shusterman, autor do incrvel livre de
dessacralizao da esttica intelectual, que no v o sensitivo (!) e o somtico.
Ou seja, a esttica antes de Dewey. Galera Incrvel.

Mais com:
salvesandro@gmail.com